EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Pertenço a uma Organização dirigida por Deus? - PARTE 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pertenço a uma Organização dirigida por Deus? - PARTE 4

Mensagem por hibridizado em Dom Out 14 2012, 16:33

Parte 4 - Foi a nossa organização escolhida em 1919?

Nesta quarta e último postagem, vamos analisar:

O conceito de que Cristo escolheu a Sociedade Torre de Vigia para representar a parte terrestre da organização de Deus em algum momento entre 1918 e 1919.

Esta é a principal razão dada na literatura da Sociedade de o por que a classe do escravo deve ser vista como canal de comunicação de Deus com a humanidade.

Há três linhas menores de raciocínio para chegar a essa conclusão, e estas já foram discutidas em profundidade nas 3 primeiras partes.
Muitos de vocês que estão lendo esta postagem são zelosas Testemunhas de Jeová que querem apoiar a "classe do escravo", os quais querem atingir a Terra inteira com a mensagem de boas novas da Bíblia. Seus motivos e entusiasmo devem ser elogiados, especialmente desde que você visualize o seu objetivo principal de ajudar os outros.

No entanto, seria sábio você analisar por um momento algumas crenças, apenas para garantir que você está adorando a Deus com a "verdade". (João 4:23-24)

Afinal, imagine por um momento que fosse provado depois de tudo, que esta não é "a verdade" e que todo o seu tempo, esforço e entusiasmo estão sendo desviados e canalizados para apoiar uma organização puramente humana.

"Impossível!", Você dirá imediatamente!

Como é que você chegou a conhecer a verdade real, sem uma análise de todas as coisas com precisão e continuamente "provando se você está na fé"? (Lucas 1:03;. 2 Coríntios 13:5)

Lembre-se que constantemente exortamos as pessoas em nossa pregação “a avaliar suas próprias crenças”! - Fazemos isso no momento em que nós mesmos não avaliamos as nossas?

Visto que a verdade “sempre” permanece, quão real é o nosso escrutínio sobre esta?

É com essas questões em mente que exorto-vos a ler este artigo, e dar ao conteúdo a devida consideração. Pode ser que, após a leitura, você chegará a conclusão de que as Testemunhas de Jeová e sua "classe do escravo" não poderia ter sido escolhido por Cristo em 1919 depois de tudo. Por outro lado, você ainda pode considerar este ensino como verdade. Independentemente disso, se o que temos é realmente "a verdade", então não pode haver nenhum mal em reafirmar isso para nós mesmos, explorando todas as possíveis objeções que outros possam argumentar com a gente.


Por que 1919 é tão importante?

Vale a pena lembrar-se brevemente do que a sociedade realmente alega que aconteceu entre 1918 e 1919. De acordo com sua interpretação da profecia bíblica, em 1918 Cristo cumpriu Malaquias 3:1 vindo a inspecionar "templo espiritual" de Jeová, que se diz representar os seguidores ungidos de Cristo. Após fazer isso, diz-se que, em 1919, ele escolheu os Estudantes da Bíblia como a sua "classe do escravo", BASEADO no "alimento espiritual" que estavam distribuindo na época. Isso está bem refletido na seguinte citação de um artigo de revista de 2007:

"'Ao chegar" para inspecionar o "escravo" em 1918, Cristo encontrou um remanescente espírito ungido de discípulos fiéis, que desde 1879 vinha usando este jornal [A Sentinela] e outras publicações baseadas na Bíblia para fornecer alimento espiritual. Ele os reconheceu como seu instrumento coletivo, ou "escravo", e em 1919, confiou-lhes a gestão de todos os seus pertences terrenos. "(A Sentinela 2007 4/1 p. 22)

É interessante notar a ênfase que é colocada aqui na literatura sendo divulgada pelos Estudantes da Bíblia antes da chegada de Cristo. Isto porque o principal dever da "classe do escravo", de acordo com Mateus 24:45 é que eles devem dar aos “domésticos” de Cristo (ou seguidores) "sua comida na hora certa". Logicamente, portanto, se Cristo "inspecionar" os seus discípulos em 1918, a sua ADEQUAÇÃO para preencher este papel especial, seria na base do "alimento espiritual" que estavam distribuindo na época. Isto é precisamente o que a Sociedade freqüentemente infere em suas publicações, embora por algum motivo, nunca parece explicar isso claramente.

A citação acima refere-se à revista A Sentinela "e outras publicações baseadas na Bíblia" sendo usado como um veículo para o "alimento espiritual" pela "classe do escravo" no momento da inspeção de Cristo. Uma publicação em circulação significativa pelos Estudantes da Bíblia neste tempo foi o livro O Mistério Consumado, que foi publicado pela primeira vez em 1917 (apenas um ano antes da inspeção suposta de Cristo). Este livro, muitas vezes referido no "Apocalipse Climax" livro, foi saudado como obra póstuma de Charles Taze Russell, mas na realidade foi escrito por Clayton J. Woodworth e George H. Fisher. Estes foram designados para esta tarefa pelo presidente da STV bem como por outros dois membros do CG da época. Foi o sétimo e último volume de uma série amplamente distribuído de livros intitulada Estudos nas Escrituras.

Aqui está o que um artigo da Sentinela tinha a dizer sobre a distribuição de O Mistério Consumado, em especial durante esse tempo:
"Na segunda metade de 1917 os fiéis pregadores da classe do" escravo discreto” "energicamente assumiram a distribuição de O Mistério Consumado. Durante 7 meses adentro as impressoras estavam ocupadas na edição de 850.000. "A venda do sétimo volume é incomparável com a venda de qualquer outro livro conhecido, no mesmo período de tempo, com exceção da Bíblia. '" (A Sentinela 1955 4/1 p. 206)

Por isso, é seguro dizer que O Mistério Consumado estava sendo distribuído extensivamente pelo tempo em que Cristo aparentemente chegou para inspecionar os cristãos ungidos em 1918. Como uma das principais fontes de "alimento espiritual" que está sendo distribuído para os "empregados domésticos", nesse momento, é inconcebível que Cristo teria deixado de examinar o conteúdo deste livro, durante uma inspeção. No entanto tendo lido a mesma é igualmente difícil imaginar que Cristo teria olhado favoravelmente sobre o livro, pois continha algumas interpretações incrivelmente imprecisas das escrituras que eram fantasiosas na melhor das hipóteses, e na pior das hipóteses perturbadoramente enganosas.

Neste ponto, tenho que reconhecer que a maioria das pessoas que lêem este artigo não leram O Mistério Consumado, todo ou em parte. Para a maior parte, isto acontece pelo fato da Sociedade já não publicar tal e por ocasionalmente fazer referência a ela. Também deve ser reconhecido que este livro, juntamente com mais outras literaturas e revistas, é frequentemente considerado como "velha luz" e, portanto, não é digno de nossa atenção.

Vou explicar neste artigo porque a própria idéia de "velha" e da “nova luz” vai contra as escrituras, mas por enquanto, vamos nos lembrar da importância de O Mistério Consumado. Este foi o livro principal que está sendo distribuído pelos Estudantes da Bíblia no momento da inspeção de Cristo, em 1918, e foi com base no conteúdo das publicações deste e de outros que a Sociedade foi escolhida em 1919 para representar a Cristo como sua "classe do escravo" . Portanto, independentemente de ser "nova luz" ou "velha luz", podemos razoavelmente afirmar que Cristo deveria ter sido capaz de encontrar pelo menos uma parte razoável de sabedoria e de verdade digna de um "alimento espiritual", nas palavras que ele teria ler.

Com a finalidade de esclarecer os leitores que ainda não tiveram oportunidade de examinar O Mistério Consumado, eu preparei um PDF em 2 páginas, que passa por alguns "destaques" do livro. Você está convidado a baixar o PDF (no site jwsurvey), seja no formato A4 ou carta , e verificar as referências fornecidas contra o livro em si para garantir que eu apresento tudo com precisão. O PDF é preparado para ser impresso "frente/verso", de modo que ele pode ser dobrado e inserido em publicações, tais como o livro Climax Revelação.

Abaixo são apenas algumas das observações mais marcantes de O Mistério Consumado. Você é encorajado a procurar as páginas do livro para ver que não estou exagerando.

O livro afirmou que as desavenças entre Russell e sua esposa Maria foram profetizadas na Bíblia;

Charles Taze Russell era o "servo fiel e prudente" (ou "escravo fiel e discreto") e ele foi também o "sétimo anjo", mencionada no livro de Apocalipse. (Pp.4-6, 53, 169)

• O livro de Ezequiel profetizou que Russell se separaria de sua esposa, Maria, e a faria "morta" aos seus olhos. (Pp.483-484)
• Russell continuou a supervisionar o trabalho de colheita, mesmo após sua morte. (Pp.144, 256)
• Ezequiel 33:22 refere-se a Russell falando do além-túmulo, por meio de O Mistério Consumado. (P.530)
• O Mistério Consumado "foi divinamente fornecido" para a humanidade, e é o "queimador de incenso" referido no Apocalipse 8:5. (P.145)
• Apocalipse 14:20 previu com precisão a distância e o local onde O Mistério Consumado foi escrito, e onde ele foi impresso. (P.230)
• A "voz" em Apocalipse 14:18 foi um "grito decepcionado" porque Russell não teve tempo para completar o Mistério Consumado si mesmo. (P.227)
• O "gigante" de Jó 40 é o motor a vapor estacionário, e do "leviatã" de Jó 41 é a locomotiva a vapor. (Pp.84-85)
• O cavaleiro no cavalo branco em Apocalipse 6:2 é o "Bispo de Roma", que é o "representante pessoal de Satanás". (P.106)
• Miguel e seus anjos, conforme descrito em Apocalipse 12, são o Papa e seus bispos. (P.188)
• A "voz do céu" em Apocalipse 18:04 é a voz da Sociedade Torre de Vigia. (P.276)
• Apocalipse 18:1 descreve a glória de Cristo causando a “iluminação” para o mundo a partir de 1874 em diante, resultando em uma longa lista de invenções e descobertas, incluindo: arame farpado, caixas registradoras, máquinas de escrever e aspiradores de pó. (P. 273)

De acordo com O Mistério Consumado, passagens no Trabalho descrevendo o "gigante" e "leviatã" estavam descrevendo diferentes tipos de motor a vapor

Eu poderia continuar, mas eu tenho certeza que você começa a encaixar as coisas. As afirmações acima, todas as quais são tomadas a partir das páginas de O Mistério Consumado, são ambos loucamente especulativa e embaraçosamente espúria. Eu não acredito que estou sendo cruel em delatar o livro como um absurdo completo do começo ao fim. Na verdade, todo o processo de leitura de O Mistério Consumado, ou mesmo simplesmente folhear suas páginas, pode ser uma experiência bastante desgastante, mental e emocionalmente.

Há também uma página onde o falecido Charles Taze Russell, que é anunciado como "o mais prolífico escritor de verdade da Bíblia que já viveu" (p.65) e "um verdadeiro sacerdote do Altíssimo "(p.368). Sem querer desrespeitar, às vezes, é difícil determinar quais os escritores estão adorando mais - Deus ou Russell.

Apesar de tudo isso, é impressionante notar a voracidade com que as publicações da Torre de Vigia modernas defendem esta publicação como prova de direção de Cristo sobre a organização. O Climax de Revelação - 1988 é um excelente exemplo. Os escritores do Apocalipse - Seu Grandioso Clímax Está Próximo “exalta” O Mistério Consumado como "um poderoso comentário sobre Revelação e Ezequiel" (ver página 165) e atribuí a ela um papel-chave no cumprimento da profecia das "duas testemunhas" de que fala Apocalipse 11. Observe a seguinte citação, retirada de uma caixa na página 208:

"Assim, em vez de seguir o exemplo fiel de Pedro, estes e outros papas eram uma má influência. Eles permitiram que a culpa de sangue e fornicação espiritual e física, bem como uma influência de Jezabel, corrompesse a igreja eles subordinada. (Tiago 4:4) Em 1917, o livro dos Estudantes da Bíblia O Mistério Consumado expôs muitos desses fatos em detalhes gritantes. (Revelação - Seu Grandioso Clímax Está Próximo" atingiu a terra com toda sorte de praga. '!, o quadro na página 208)

É seguro dizer que os escritores do "Climax de Revelação" se sentiram confortáveis em citar o mistério consumado como um livro de "fatos", sim, pois a grande maioria dos leitores nunca teriam a oportunidade de ler a obra em si . No entanto, é curioso que, apesar de endossar o livro e conceder-lhe um papel de destaque no cumprimento da profecia bíblica, ao mesmo tempo o livro “Clímax de Revelação” não deixou de citar que o mesmo era, digamos, insatisfatório:

"Depois da morte dele [Russell], em 1916, muitos de seus escritos foram reunidos e publicados em um livro intitulado O Mistério Consumado com tempo, porém, este livro provou ser insatisfatório como uma explicação de Apocalipse.". (Apocalipse - Climax sua grande Na Mão!, página 159)
É difícil compreender como os escritores do "Clímax de Revelação” simultâneamente foi adulado! – Ainda interessante notar de que, embora tenha sido considerado como "poderoso", "sem medo", "polêmico" e até mesmo * "controverso" , a Sociedade ao longo dos anos foge de especificar ou de endossar seu conteúdo real! - Em vez disso, ela simplesmente destaca a ousadia e audácia com que o livro condenou os líderes de outras religiões cristãs do período. O livro é, assim, o espectáculo, como se fosse uma criança mimada e rebelde - suas indiscrições esquecida, mas sua energia e exuberância elogiada.

As publicações dão a impressão de que O Mistério Consumado, de natureza provocadora, serviu para desempenhar um papel na realização do propósito de Deus. No entanto, certamente Cristo teria qualquer interesse em quão controversos ou opinativos tal publicação viria a ser. Quase de certeza que seu foco principal na fiscalização do "alimento espiritual" seria que o mesmo apresentasse precisão e eficácia na distribuição das palavras da verdade da Bíblia para seus seguidores. (João 8:31-32; 14:06, 16:13) Dentro deste critério, O livro Mistério Consumado cai lamentavelmente por terra!

Apesar disso, um artigo da Sentinela vai tão longe a ponto de afirmar que Cristo realmente disciplinou a Sociedade para a remoção das páginas 247-253 do livro devido à censura do governo! As páginas em questão mergulharam descaradamente para o campo da política, criticando a participação do governo dos EUA na 1 ª Guerra Mundial. A Sociedade cedeu à pressão externa, e pediu aos irmãos para remover estas páginas a partir de todas as cópias existentes. Entretanto, publicações mais recentes têm declarado que (retirar tais páginas) foi um pecado pelo qual Cristo repreendeu a organização!! (A Sentinela, 1955 5/1 pp 266-267)

Se Jesus tivesse realmente um interesse ativo nas façanhas dos Estudantes da Bíblia durante esse período, eu estou bastante certo de que ele os teria teria aplaudido ao invés de censurá-los pela remoção das páginas deste livro horrível e não castigando-os por isso. Na realidade, deixando de imprimir O Mistério Consumado e não incentivar as pessoas a lê-lo, é como se a Organização moderna estivesse efetivamente arrancando todas as suas páginas. Deveria Cristo novamente discipliná-los por isso?

A verdade é que é altamente improvável que Cristo tomou qualquer interesse neste ou em quaisquer outras publicações da Sociedade durante este período. Em seu livro Em Busca da Liberdade Cristã, o falecido Raymond Franz (ex-membro do Corpo Governante) fornece uma visão geral da literatura sendo divulgada pela organização na época, incluindo O Mistério Consumado. Ele resume muito eloquentemente como se segue:
"Uma investigação direta das publicações da organização Torre de Vigia, nos anos de 1914-1919 revela nenhuma critério prudente que faria com que um homem mantivesse seus lábios em cheque (fechados). Seria um insulto a Jesus Cristo dizer que ele escolheu esta organização com base no que eles estavam ensinando, única e distinta, a partir de 1919. "(Raymond Franz, Em Busca da Liberdade Cristã, página 145)
O ex-membro do Corpo Governante Raymond Franz acreditava que o ensino 1918/1919 foi um insulto a Cristo!

Tendo pesquisado O Mistério Consumado e outras publicações daqueles anos, posso concordar plenamente com as palavras acima. Seria de fato um "insulto" sugerir que Jesus poderia endossar as idéias e os conceitos que estão sendo defendidos nestas publicações, tanto doutrinariamente ou não. Tenho recentemente publicou um artigo em outro site destacando o racismo que floresceu em publicações durante as presidências de Russell e Rutherford . Estes artigos racistas vieram á tona antes, durante e após a inspeção suposta de Cristo. Sugerir que Cristo suportou tais explosões fanáticas também seria um insulto, já que implicaria que ele simpatiza com a ideologia racista, quando na verdade a bíblia nos diz que "Deus não é parcial". (Atos 10:34,35)


A luz fica mais brilhante?

Isso nos leva a uma objeção comumente expressa por muitos que estarão familiarizados com os ensinamentos da Sociedade. Estamos constantemente informado nas publicações que quaisquer erros em livros ou revistas de anos passados foram devido à "luz brilhante mais e mais". Em outras palavras, os irmãos durante os dias de Russell, Rutherford e Knorr não tinham plena compreensão da Bíblia ou dos propósitos de Deus para eles. Como resultado, suas publicações continha muitos erros, o que os tornam indignos de qualquer consideração séria por pessoas de Jeová hoje.

Essa idéia traz consigo uma grande contradição, porque, apesar de erros nas publicações são livremente admitidos, eles ainda são indiretamente atribuída a Deus como tendo sido fornecido como um "alimento espiritual" pelo Seu Espírito Santo através de sua organização terrena. Mais uma vez, a relação exata entre o espírito santo de Deus e os escritores das publicações da Torre de Vigia parece ser um pouco obscurecida na literatura, mas aqui é apenas um exemplo de como a Sociedade afirma que o espírito santo de Deus tem um papel ativo na preparação real das publicações , apesar dos constantes erros:

"Se formos provados e não sabe o que pedir", o espírito se une com a ajuda de nossa fraqueza, intercedendo por nós com gemidos. Deus responde tais orações. (Romanos 8:26, 27) Oremos por Espírito Santo e permitamos que ele produza em nós os seus frutos particularmente necessários para enfrentar um julgamento certo. (Lucas 11:13) Também vamos aumentar nossa alegria se em oração e estudar diligentemente a Palavra de Deus inspirada pelo Espírito Santo e publicações cristãs preparadas sob a orientação do espírito. "(A Sentinela, 1992 3/15 pp 21-22)

Assim, a Bíblia é "inspirada", enquanto que as publicações da Torre de Vigia diz-se estar preparado "sob a orientação do Espírito". Eu ainda tenho que encontrar um artigo da Sentinela que satisfatoriamente explicque a diferença entre "espírito de inspiração" e "espírito de orientação". Para mim, os dois termos significam a mesma coisa. De qualquer forma, fica claro a partir da citação acima que a Sociedade afirma orientação do espírito santo de Deus como tendo um papel fundamental na preparação de publicações da Sociedade. Se este for o caso, por que Deus deliberadamente "leva" ao plantio de pensamentos errôneos em ensinamentos em matéria destinada a seus adoradores?
A Sociedade utiliza frequêntemente três escrituras para impressionar as Testemunhas de Jeová com o ensino da "luz que clareia mais e mais". Estes são como se segue:

"Mas o caminho dos justos é como a luz brilhante que clareia mais e mais até o dia está firmemente estabelecido.(Provérbios 4:14-19, Tradução do Novo Mundo).

"Por conseguinte, temos a palavra profética [fez] mais certeza;. E você está fazendo bem em prestar atenção a ela como a uma lâmpada que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a alva suba em seus corações (2 Pedro 1:19-21, Tradução do Novo Mundo)

"E quanto a você, Daniel, faze secretas as palavras e sela o livro, até o tempo de [a] fim. ... e o [verdadeiro] conhecimento se tornará abundante." E os iníquos certamente vai agir perversamente, e os maus não vão entender, mas os que têm discernimento vão entender "(Daniel 12:4-10, Tradução do Novo Mundo).

Inquestionavelmente, a escritura em Provérbios 04:18 é o mais utilizado dos três acima, quando direciona a idéia de uma "luz crescente". No entanto, o contexto da Escritura mostra claramente que o "caminho dos justos" é meramente análoga das consequências positivas apreciado por pessoas justas, em comparação com os "ímpios". A profecia bíblica ou mesmo "a palavra de Deus" em nenhum lugar é mencionada nesta escritura.

A verdade é que, quando lido em todo o seu contexto, nenhum das três escrituras acima passam a idéia de que Deus primeiro daria informações falcas como contrapeso até então fornecer as informações verdadeiras! - Esta não é a forma como o "Deus da verdade" faz as coisas nas escrituras. (Salmo 31:5) Pelo contrário, quando Deus quer que seus servos saibam alguma coisa, diz-lhes de forma inequívoca e sem ambiguidade ou insinuações. No caso de uma profecia, por exemplo, as palavras de um verdadeiro profeta SEMPRE se tornam realidade, sem falhar! - A Bíblia mesmo nos diz que você pode identificar um falso profeta simplesmente observando se suas palavras vieram ou não a ser verdade. (Deuteronômio 18:20-22)

Confrontado com as evidências, NÃO HÁ nenhuma razão bíblica para acreditarmos no ensino da Sociedade de uma “luz crescente”. Ou a Sociedade fala como representante de Deus em todas as coisas, ou não.

Na realidade, o "aumento da luz" de ensino oferece uma válvula de escape conveniente, sempre que a sociedade é confrontada com a evidência de ensinamentos passados que são suspeitos ou francamente enganadores. Esta expressão de “luz aumentar” também permite que a sociedade mude suas interpretações proféticas sempre que a história prova o contrário. No entanto, onde quer que esta doutrina de "aumento da luz" tenha vindo, certamente não se origina da Bíblia – o que é muito claro. A Bíblia simplesmente foi citada erroneamente em uma série de lugares, de tal forma a, aparentemente, dar apoio à idéia. Na verdade, a Bíblia fala claramente e inequivocamente dos que falam falsamente em nome de Jeová, e seu julgamento de tais pessoas está longe de lisonjeiro.


O que tudo isso significa

Se você é uma das Testemunhas de Jeová, e você chegou até aqui neste artigo, você está de parabéns por sua coragem e sede de verdade. Sem querer soar muito dramático, se eu podesse eu abraçaria você, sim, eu faria isso! Nunca é fácil enfrentar a percepção de que muito do que você aprendeu e aceitou como "verdade" ao longo dos anos não é nada mais do que a opinião humana. As publicações e revistas da "classe do escravo" tem estado, desde o início, repleta de erros e idéias muito humanas, incluindo previsões e ensinamentos severos que se mostraram falhos. Será que isso significa que a sociedade está errada em querer achar um significado nas escrituras? - Absolutamente não!

Todo mundo é livre para ler a bíblia e publicar suas próprias idéias sobre o que pode significar escrituras. No entanto, a Sociedade Torre de Vigia sempre dá mais um passo, e insisti que, como ÚNICA organização de Deus na Terra, a sua interpretação é a única a ser considerada como a palavra final sobre todos os assuntos bíblicos. Em particular, o Corpo Governante usurpou a posição de "escravo fiel e discreto", reivindicando para atuar como seu "representante" quando, na verdade, nenhum dos cerca de 12.000 membros da ungidos fora da sede mundial receberam qualquer contato confirmando tal “nova luz”, ou seja, de que somente o CG a partir de agora será o EFD. Isso é estranho, pelas seguintes razões:

• Todos ungidos eram o "escravo fiel e discreto" e não somente o CG que disseram ter sido escolhido por Cristo em 1919.
• O termo "corpo governante" não é encontrado em nenhum lugar da Bíblia. O próprio Jesus NUNCA fez menção ou sequer alusão a um "corpo governante" como sendo necessária para representar a sua "classe do escravo".
• Se o CG se tornou realmente o "representante" do EFD, deveria pelo menos mostrar algum interesse na identidade destes 12000 ungidos, pelo menos para mostrar certo grau de empatia. No entanto, diferente disso, um artigo da Sentinela recente disse que o CG não tem intenção de entrar em contato com tais pessoas, e até mesmo insinuou que alguns participantes do memorial poderiam ter até mesmo problemas de sanidade mental. (Ver w2011 8/15 p22)

Esperamos que, se você já teve oportunidade de refletir sobre as informações acima, você vai alcançar a realização (como eu) que Cristo não escolheu a organização, em 1919, depois de tudo. A sociedade pode continuar a insistir que ele fez, mas, ao fazer isso ele se baseia no fato de que não há ninguém lúcido suficiente para lembrar dos “reais acontecimentos daquela época que deveriam ter sido cruciais para esta escolha!” - As publicações são, portanto, livres para embelezar estes eventos na história de nossa organização, dando a impressão de que eles foram de suprema importância no desenrolar dos propósitos de Deus, quando na verdade eles não eram nada do tipo.

Isso, juntamente com a ausência de prova concreta de que Deus está de fato abençoando o crescimento da organização na medida implícita pela Sociedade deixa a pessoa com a senssação inegável de que as Testemunhas de Jeová, por mais bem-intencionado, são apenas mais uma religião humana. Eles gostam de aparentar uma relação especial com Deus. Além disso, não é realista para eles aspirar tal relação no futuro, enquanto eles continuam a promover duros ensinamentos de vida sem amor, promovendo o ostracismo, a rejeição de transfusões de sangue e a proteção dos abusadores de crianças em detrimento da preocupação com a “sua imagem diante do mundo como organização pura”!

"Para onde eu vou daqui?" você pode perguntar. Por favor, deixe-me assegurar-lhe que, ao contrário do que você foi levado a acreditar, de que não há vida fora da organização, na verdade, há muitas coisas significativas que você pode fazer com a sua vida, e há muitas pessoas em sua situação, que pode simpatizar com o seu dilema e ajudar você a se libertar da influência da Sociedade.

Claro, todo mundo tem diferentes circunstâncias. Nem todos estamos na mesma situação quer levando em conta nosos familiares quer levando em conta nossas tantas preocupações e necessidades diárias. Cada um deve fazer suas próprias decisões sobre o que eles acham que é melhor com base em circunstâncias individuais e que eles sabem que é verdade. Se alguém chega a decisão de permanecer como uma das Testemunhas de Jeová para a família ou outros motivos, então eu seria a última pessoa a criticá-los por isso. Afinal, eu estou em uma posição semelhante e estranho a mim mesmo.

Tudo o que você escolher fazer, tenha certeza de que você não está sozinho em suas dúvidas, e há muitos outros como você em todo o mundo que compartilham na sua luta. Esperemos que, ao se unindo em sites como este, possamos começar a fazer a diferença em prol do verdadeiro Cristianismo.

Meu amor Cristão: Cedars (www.jwsurvey)


Resumido e simplificado por C.C – Fórum ex Tjs;

* As descrições de O Mistério Consumado Refiro-me à podem ser encontrados nas referências seguintes: Sentinela w95 5/15 p21; w70 4/1 pp.200-201; w67 2/15 P108; w64 7/15 P442.


Última edição por TJ Curioso em Dom Out 14 2012, 21:49, editado 2 vez(es) (Razão : Facilitar e melhorar a leitura do texto.)

hibridizado

Mensagens : 359
Likes : 16
Data de inscrição : 28/04/2012
Idade : 61
Localização : Pasárgada

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pertenço a uma Organização dirigida por Deus? - PARTE 4

Mensagem por mjp em Dom Out 14 2012, 22:17

Agora que cheguei ao fim da leitura das suas 4 exposições sobre os aspectos fulcrais invocados pela STV para reivindicar a sua orientação Divina, quero agradecer-lhe por todo o seu trabalho. Impressionante a sua dedicação e empenho em enfrentar o "touro pelos cornos". Parabéns!

A relação entre o ES e a forma como desde o ínicio da sua história, os Estudantes da Bíblia e depois as TJ, são por Ele influenciados não é nem nunca foi clara. Se sem essa autoridade se colocariam ao nível de qualquer outro homem ou grupo de homens que estudam a Bíblia, invocando a sua Autoridade ficam num beco sem saída por não poderem falhar. As águas turvas em que se movimentam no que a este respeito defendem (orientados mas não inspirados) permite-lhes fugas mais ou menos desesperadas quando falha ou muda a tal dita orientação. A diferença entre orientação e inspiração também nunca é cabalmente explicada para que a válvula de escape, a saber, a "gradual iuminação" do ES possa funcionar. Só que para azar deles, o ES não ilumina de forma gradual nem nada de parecido com os avanços e recuos doutrinais documentados nas suas publicações.
Colocaram-se na impossível situação de ser preso por ter cão e por não o ter, e certamente que isso é que o ES não faz, prender alguém em verdades que amanhã já não o são.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pertenço a uma Organização dirigida por Deus? - PARTE 4

Mensagem por hibridizado em Seg Out 15 2012, 05:38

@mjp escreveu:Agora que cheguei ao fim da leitura das suas 4 exposições sobre os aspectos fulcrais invocados pela STV para reivindicar a sua orientação Divina, quero agradecer-lhe por todo o seu trabalho. Impressionante a sua dedicação e empenho em enfrentar o "touro pelos cornos". Parabéns!

A relação entre o ES e a forma como desde o ínicio da sua história, os Estudantes da Bíblia e depois as TJ, são por Ele influenciados não é nem nunca foi clara. Se sem essa autoridade se colocariam ao nível de qualquer outro homem ou grupo de homens que estudam a Bíblia, invocando a sua Autoridade ficam num beco sem saída por não poderem falhar. As águas turvas em que se movimentam no que a este respeito defendem (orientados mas não inspirados) permite-lhes fugas mais ou menos desesperadas quando falha ou muda a tal dita orientação. A diferença entre orientação e inspiração também nunca é cabalmente explicada para que a válvula de escape, a saber, a "gradual iuminação" do ES possa funcionar. Só que para azar deles, o ES não ilumina de forma gradual nem nada de parecido com os avanços e recuos doutrinais documentados nas suas publicações.
Colocaram-se na impossível situação de ser preso por ter cão e por não o ter, e certamente que isso é que o ES não faz, prender alguém em verdades que amanhã já não o são.

Créditos:

Cedars (www.jwsurvey)


Resumido e simplificado por C.C – Fórum ex Tjs;

hibridizado

Mensagens : 359
Likes : 16
Data de inscrição : 28/04/2012
Idade : 61
Localização : Pasárgada

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pertenço a uma Organização dirigida por Deus? - PARTE 4

Mensagem por liberto em Qui Out 18 2012, 17:17

muitos parabens pelos ótimos artigos!!




liberto
Membros
Membros

Mensagens : 993
Likes : 42
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 29
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pertenço a uma Organização dirigida por Deus? - PARTE 4

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:11


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum