EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por Investigando a Torre em Sex Out 19 2012, 00:22

@MariaL escreveu:No passado as "pessoas" que criavam as falsas expectativas não tinham identidade, agora têm. Os fornecedores do alimento espiritual - a liderança das TJ.
Exactamente, era aí que eu queria chegar. Não há outra interpretação possível por muitas voltas que queiram dar!

IT


Última edição por Investigando a Torre em Sex Out 19 2012, 00:24, editado 1 vez(es)


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8325
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por TJ Curioso em Sex Out 19 2012, 00:23

Quando outras religiões ensinam coisas que a Torre de Vigia discorda como sendo mentiras, ela usa expressões tais como:

- Falsidades
- Histórias falsas
- Falsos instrutores
- Ensinos falsos
- Falsas doutrinas
- Falsos profetas
- Falsas profecias
- Falsos entendimentos religiosos
- Falsos ensinos religiosos
- Falsas filosofias religiosas
- Doutrinas com raízes pagãs
- Doutrinas de Babilónia, a Grande, que desonram a Deus
- etc.

Quando a Torre de Vigia percebe que seus ensinos e profecias estavam errados que palavras usam, para descrever isso?

- Erros
- Enganos
- Zelo mal-direccionado
- Esperanças não-concretizadas
- Falhas
- Interpretações equivocadas
- Mal-entendidos
- Nosso entendimento
- Otimismo equivocado
- Expectivas erradas
- Esperanças e Expectativas
- Expectativas prematuras
- Velhas verdades
- Anteriores verdades
- etc.

Ou seja, o critério com que medem os outros, não é certamente o mesmo pelo qual medem seus erros.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por mjp em Sex Out 19 2012, 00:26

@Investigando a Torre escreveu:
@MariaL escreveu:No passado as "pessoas" que criavam as falsas expectativas não tinham identidade, agora têm. Os fornecedores do alimento espiritual - a liderança das TJ.
Exactamente, era aí que eu queria chegar. Não há outra interpretação possível!

IT


Caros IT e MariaL

Absolutamente de acordo.

Isso não invalida, como eu penso, que eles estejam a admitir que produziram expectativas falsas.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por mjp em Sex Out 19 2012, 00:46

@mjp escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:
@MariaL escreveu:No passado as "pessoas" que criavam as falsas expectativas não tinham identidade, agora têm. Os fornecedores do alimento espiritual - a liderança das TJ.
Exactamente, era aí que eu queria chegar. Não há outra interpretação possível!

IT


Caros IT e MariaL

Absolutamente de acordo.

Isso não invalida, como eu penso, que eles estejam a admitir que produziram expectativas falsas.

O que, obviamente quis dizer foi,que: "Isso não não invalida, como eu penso, que eles estejam a admitir que produziram profecias falsas" e não expectativas falsas

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por mjp em Sex Out 19 2012, 00:58

@TJ Curioso escreveu:Quando outras religiões ensinam coisas que a Torre de Vigia discorda como sendo mentiras, ela usa expressões tais como:

- Falsidades
- Histórias falsas
- Falsos instrutores
- Ensinos falsos
- Falsas doutrinas
- Falsos profetas
- Falsas profecias
- Falsos entendimentos religiosos
- Falsos ensinos religiosos
- Falsas filosofias religiosas
- Doutrinas com raízes pagãs
- Doutrinas de Babilónia, a Grande, que desonram a Deus
- etc.

Quando a Torre de Vigia percebe que seus ensinos e profecias estavam errados que palavras usam, para descrever isso?

- Erros
- Enganos
- Zelo mal-direccionado
- Esperanças não-concretizadas
- Falhas
- Interpretações equivocadas
- Mal-entendidos
- Nosso entendimento
- Otimismo equivocado
- Expectivas erradas
- Esperanças e Expectativas
- Expectativas prematuras
- Velhas verdades
- Anteriores verdades
- etc.

Ou seja, o critério com que medem os outros, não é certamente o mesmo pelo qual medem seus erros.


E é neste falso, hipócrita e até criminoso critério que o Corpo Governante constrói todo o seu poder e influência sobre os seus membros.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por MariaL em Sex Out 19 2012, 00:59

@mjp escreveu:
@MariaL escreveu:
@mjp escreveu:

Concluindo, para aqueles que aceitam a Bíblia como a Palavra de Deus, suas profecias são absolutamente verdadeiras e confiáveis. Não perdem seu valor pelo fato de que alguém as interprete erroneamente, independente de quem o faça. Tanto servos fiéis da antiguidade como os de nossos tempos, interpretaram erroneamente profecias por aguardarem em expectativa ansiosa o cumprimento delas, conforme vimos nos exemplos citados acima. Assim sendo, ainda merecem nosso respeito e interesse, pois transmitem esperança sobre um mundo melhor em que o Criador fará com que todos seus súditos obedientes e amorosos desfrutem das bênçãos que Ele tem em promessa. (2 Pedro 3:13; Revelação 21:3,4)

mjp,
Para além de pura fé, que evidências há que "suas profecias são absolutamente verdadeiras e confiáveis" ?
É que eu também gostava de acreditar que "o Criador fará com que todos seus súditos obedientes e amorosos desfrutem das bênçãos que Ele tem em promessa", mas não consigo. E esta descrença não tem nada a ver com as interpretações erradas dos líderes das TJ.


MariaL

Eu nunca escrevi o que aparece citado como sendo eu o autor dessa afirmação.
Por favor corrige, pois só respondo por aquilo que escrevo.

É um comentário que aparece com o teu nome...aqui vai na integra e eu limento-me a destacar a azul os exertos que citei.

@mjp escreveu:Esta é sempre, com as variáveis necessárias, a argumentação fundamental das Testemunhas de Jeová, a respeito de falsas profecias e dos falsos profetas.

São as Testemunhas de Jeová Falsos Profetas? Falsas profecias ou equívocos?
É comum se lançar a acusação de que as Testemunhas de Jeová sejam os “falsos profetas”. Citam, pelo fato de que as Testemunhas de Jeová terem desenvolvido expectativas que posteriormente frustraram-se, o texto de Deuteronômio 18:20-22. Esta passagem menciona que “o profeta que presumir de falar em meu nome alguma palavra que não lhe mandei falar ou que falar em nome de outros deuses, tal profeta terá de morrer. E caso digas no teu coração: “Como saberemos qual a palavra que Jeová não falou?” quando o profeta falar em nome de Jeová e a palavra não suceder nem se cumprir, esta é a palavra que Jeová não falou. O profeta proferiu-a presunçosamente.
Não deves ficar amedrontado por causa dele.”

É válida a acusação? Se se fizer uma consideração sem prejulgamento da citação de Deuteronômio, se pode concluir que tal crítica não se aplica às expectativas que se tem documentado. Por quê?


Pois bem, muitas das ditas ‘predições’ que se tem considerado até agora não surgem por que alguma pessoa tenha afirmado que Deus a tenha falado ou tenha mandado pessoalmente difundir alguma profecia original. Digno de nota é que nenhuma das Testemunhas de Jeová, ou mesmo os que tomavam a dianteira entre elas no passado recente, nunca afirmaram em suas publicações que recebia alguma revelação divina especial. Sobre isso, veja o que diz a nota de rodapé do artigo “Por que tantos alarmes falsos?”, na revista Despertai! de 22/03/1993, pág. 4:

“As Testemunhas de Jeová, devido ao seu anseio pela segunda vinda de Jesus, mencionaram datas que se mostraram incorretas. Por isso, há quem as chame de falsos profetas. No entanto, nunca nesses casos presumiram que suas predições eram feitas ‘no nome de Jeová’. Nunca disseram: ‘Estas são as palavras de Jeová.’ The Watchtower (A Sentinela), publicação oficial das Testemunhas de Jeová, já disse: “Não temos o dom da profecia.” (Janeiro de 1883, página 425) “Nem desejamos que os nossos escritos sejam reverenciados ou considerados infalíveis.” (15 de dezembro de 1896, página 306) A Sentinela disse também que terem alguns o espírito de Jeová “não significa que os que servem agora como testemunhas de Jeová são inspirados. Não significa que os escritos nesta revista A Sentinela são inspirados e infalíveis e sem erros”. (Setembro de 1947, página 135) “A Sentinela não se diz inspirada em suas pronunciações nem é dogmática.” (15 de agosto de 1950, página 263) “Os irmãos que preparam essas publicações não são infalíveis. Seus escritos não são inspirados assim como eram os de Paulo e dos outros escritores bíblicos. (2 Tim. 3:16) E assim, às vezes, tornou-se necessário corrigir conceitos, conforme o entendimento se tornou mais claro. (Pro. 4:18)” — 15 de agosto de 1981, página 19”


Ou seja, quase todas essas expectativas foram pontos de vista errôneos sobre profecias verdadeiras já escritas na Bíblia. As interpretações foram inexatas, mas as profecias e relatos bíblicos continuam sendo verdadeiros.

Inclusive, no texto de Mateus 24:44, Jesus parece indicar que os cristãos verdadeiros que viveriam durante o tempo do fim fariam predições inexatas sobre o tempo específico de sua vinda. Reza o texto: “Por esta razão, vós também mostrai-vos prontos, porque o Filho do homem vem numa hora em que não pensais.” Os discípulos de Cristo poderiam presumir que algumas ocasiões em que acontecimentos decisivos culminariam com a vinda de Jesus, mas, como vimos, poderiam se equivocar. Isso certamente não os converteria em falsos profetas, pois eles não fizeram nenhuma profecia, mas se equivocaram ao interpretar as profecias bíblicas.


É interessante notar que a Bíblia proporciona exemplos de servos fiéis de Jeová que entenderam mal e, portanto, interpretaram mal o propósito de Deus em alguma situação profética.

Consideremos o caso do respeitado profeta Natã, em 1 Crônicas 17:1-4. Diz-nos o relato: “E sucedeu que, assim que Davi começara a morar na sua própria casa, Davi passou a dizer a Natã, o profeta: “Eis que moro numa casa de cedros, mas a arca do pacto de Jeová está debaixo de panos de tenda.” Então Natã disse a Davi: “Faze tudo o que estiver no teu coração, pois o [verdadeiro] Deus está contigo.” E aconteceu, naquela noite, que a palavra de Deus veio a Natã, dizendo: “Vai, e tens de dizer a Davi, meu servo: ‘Assim disse Jeová: “Não serás tu quem me construirá uma casa para morar.”

O versículo 15 acrescenta: “Segundo todas estas palavras e conforme toda esta visão foi que Natã falou a Davi.” O profeta teve que retificar. Ele havia se mostrado seguro de que Deus apoiaria a Davi com os projetos que tinha, mas se equivocou.

Há também o caso do profeta Jonas, que proclamou o seguinte aos ninivitas: “Apenas mais quarenta dias e Nínive será subvertida”. O profeta proclamou uma mensagem incondicional e afirmou categoricamente que isto ia acontecer, muito embora o próprio Jeová o tenha instruído de outra forma (Jonas 3:4; cf. 1:2 e 3:2). A mensagem de Jeová sobre a punição dos ninivitas era condicional. Embora Jonas soubesse que Jeová poderia estender sua misericórdia, ainda continuou na expectativa de que sua precipitada mensagem se cumprisse (Jonas 4:2,5). É claro que pelo fato de Jeová ter deplorado o que havia dito e que não se cumprisse o que Jonas afirmou que iria acontecer, isso em si não tornaria o fiel profeta Jonas um ‘falso profeta’, não é mesmo?


O Evangelho de João, capítulo 21, versículos 22 e 23, nos proporciona outro exemplo. Falando acerca do apóstolo João, Jesus declarou o seguinte: “Jesus disse-lhe: “Se for a minha vontade que ele permaneça até eu vir, de que preocupação é isso para ti? Continua tu a seguir-me.” Em conseqüência, difundia-se esta palavra entre os irmãos, que esse discípulo não ia morrer. No entanto, Jesus não lhe disse que não ia morrer, mas:“Se for a minha vontade que ele permaneça até eu vir, de que preocupação é isso para ti?”

Foi certa esta predição atribuída a Cristo e difundida entre os membros das congregações primitivas? Não, não foi.


Possivelmente, o caso mais conhecido de expectativas futuras errôneas registradas na Bíblia se encontra em Atos 1:6, 7. Aqui, os discípulos perguntaram ao ressuscitado Jesus: “Senhor, é neste tempo que restabeleces o reino a Israel?” Disse-lhes ele: “Não vos cabe obter conhecimento dos tempos ou das épocas que o Pai tem colocado sob a sua própria jurisdição.” Esta pergunta indicou qual era seus pontos de vista profético sobre o que esperavam que Jesus faria em sua primeira vinda. Isto também se indica no Evangelho de Lucas, capítulo 24, versículo 21. Nesta passagem, a dois dos discípulos de Jesus que caminhavam desde a aldeia chamada Emaús se uniu a eles o próprio Jesus ressuscitado, sem que o reconhecessem. Falando sobre as expectativas que haviam abrigado com respeito a Cristo, disseram: “Mas nós esperávamos que este [homem] fosse o destinado a livrar Israel.” Este ponto de vista sobre as profecias que tinham os discípulos de Cristo resultou ser um erro. O Reino de Cristo não se estabeleceu no Israel natural no primeiro século. Os apóstolos e seus associados tiveram que ajustar sua forma de pensar e, portanto, seus ensinamentos sobre este assunto.


Todos os servos fiéis, ao longo dos tempos, desenvolveram e mantiveram expectativas sobre promessas vindouras, baseadas em profecias verdadeiras. Os israelitas que viveram pouco depois de Abraão possivelmente ficaram aguardando o tempo em que ‘voltariam’ para Canaã, conforme se foi prometido a ele em Gênesis 15:10. A Bíblia também relata que o profeta Daniel estava em expectativa com respeito à restauração de Jerusalém (Daniel 9:1,2; Jeremias 25:11) e com o desfecho de suas visões (Daniel 12:6-Cool; mostra que todos os profetas viviam em expectativa (Miquéias 7:7; Habacuque 2:3; Sofonias 3:8; Mateus 13:17; 1 Pedro 1:10-12); que os judeus estavam em expectativa do aparecimento do Messias (Daniel 9:25; cf. Lucas 3:15 e João 10:24). Esses são apenas alguns dos muitos exemplos demonstrados pela Bíblia.


Concluindo, para aqueles que aceitam a Bíblia como a Palavra de Deus, suas profecias são absolutamente verdadeiras e confiáveis. Não perdem seu valor pelo fato de que alguém as interprete erroneamente, independente de quem o faça. Tanto servos fiéis da antiguidade como os de nossos tempos, interpretaram erroneamente profecias por aguardarem em expectativa ansiosa o cumprimento delas, conforme vimos nos exemplos citados acima. Assim sendo, ainda merecem nosso respeito e interesse, pois transmitem esperança sobre um mundo melhor em que o Criador fará com que todos seus súditos obedientes e amorosos desfrutem das bênçãos que Ele tem em promessa.
(2 Pedro 3:13; Revelação 21:3,4)

Assim como os fiéis profetas e cristãos do passado que tiveram expectativas erradas e ajustes em seus pontos de vista não foram taxados de ‘falsos profetas’, as Testemunhas de Jeová também merecem o mesmo respeito por se ‘manter na expectativa’ !

O verdadeiro problema, saber a razão que os leva a acharem que têm o direito de interpretar a profecia e de vincularem o seus seguidores a essas interpretações situa-se a montante. Exactamente, na autoridade que invocam sobre si de serem escolhidos, e dirigidos pela Espírito Santo, para conduzir a nação de israelitas espirituais, e a grande multidão, nestes últimos dias do sistema mundial apartado de Deus

Desculpa, mas não ficou claro que estavas a fazer uma citação. Eu entendi que a citação de Despertai! de 22/03/1993 era unicamente o parágrafo 5 e tudo o resto era de tua autoria.


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por mjp em Sex Out 19 2012, 01:13

@MariaL escreveu:
@mjp escreveu:
@MariaL escreveu:
@mjp escreveu:

Concluindo, para aqueles que aceitam a Bíblia como a Palavra de Deus, suas profecias são absolutamente verdadeiras e confiáveis. Não perdem seu valor pelo fato de que alguém as interprete erroneamente, independente de quem o faça. Tanto servos fiéis da antiguidade como os de nossos tempos, interpretaram erroneamente profecias por aguardarem em expectativa ansiosa o cumprimento delas, conforme vimos nos exemplos citados acima. Assim sendo, ainda merecem nosso respeito e interesse, pois transmitem esperança sobre um mundo melhor em que o Criador fará com que todos seus súditos obedientes e amorosos desfrutem das bênçãos que Ele tem em promessa. (2 Pedro 3:13; Revelação 21:3,4)

mjp,
Para além de pura fé, que evidências há que "suas profecias são absolutamente verdadeiras e confiáveis" ?
É que eu também gostava de acreditar que "o Criador fará com que todos seus súditos obedientes e amorosos desfrutem das bênçãos que Ele tem em promessa", mas não consigo. E esta descrença não tem nada a ver com as interpretações erradas dos líderes das TJ.


MariaL

Eu nunca escrevi o que aparece citado como sendo eu o autor dessa afirmação.
Por favor corrige, pois só respondo por aquilo que escrevo.

É um comentário que aparece com o teu nome...aqui vai na integra e eu limento-me a destacar a azul os exertos que citei.

@mjp escreveu:Esta é sempre, com as variáveis necessárias, a argumentação fundamental das Testemunhas de Jeová, a respeito de falsas profecias e dos falsos profetas.

São as Testemunhas de Jeová Falsos Profetas? Falsas profecias ou equívocos?
É comum se lançar a acusação de que as Testemunhas de Jeová sejam os “falsos profetas”. Citam, pelo fato de que as Testemunhas de Jeová terem desenvolvido expectativas que posteriormente frustraram-se, o texto de Deuteronômio 18:20-22. Esta passagem menciona que “o profeta que presumir de falar em meu nome alguma palavra que não lhe mandei falar ou que falar em nome de outros deuses, tal profeta terá de morrer. E caso digas no teu coração: “Como saberemos qual a palavra que Jeová não falou?” quando o profeta falar em nome de Jeová e a palavra não suceder nem se cumprir, esta é a palavra que Jeová não falou. O profeta proferiu-a presunçosamente.
Não deves ficar amedrontado por causa dele.”

É válida a acusação? Se se fizer uma consideração sem prejulgamento da citação de Deuteronômio, se pode concluir que tal crítica não se aplica às expectativas que se tem documentado. Por quê?


Pois bem, muitas das ditas ‘predições’ que se tem considerado até agora não surgem por que alguma pessoa tenha afirmado que Deus a tenha falado ou tenha mandado pessoalmente difundir alguma profecia original. Digno de nota é que nenhuma das Testemunhas de Jeová, ou mesmo os que tomavam a dianteira entre elas no passado recente, nunca afirmaram em suas publicações que recebia alguma revelação divina especial. Sobre isso, veja o que diz a nota de rodapé do artigo “Por que tantos alarmes falsos?”, na revista Despertai! de 22/03/1993, pág. 4:

“As Testemunhas de Jeová, devido ao seu anseio pela segunda vinda de Jesus, mencionaram datas que se mostraram incorretas. Por isso, há quem as chame de falsos profetas. No entanto, nunca nesses casos presumiram que suas predições eram feitas ‘no nome de Jeová’. Nunca disseram: ‘Estas são as palavras de Jeová.’ The Watchtower (A Sentinela), publicação oficial das Testemunhas de Jeová, já disse: “Não temos o dom da profecia.” (Janeiro de 1883, página 425) “Nem desejamos que os nossos escritos sejam reverenciados ou considerados infalíveis.” (15 de dezembro de 1896, página 306) A Sentinela disse também que terem alguns o espírito de Jeová “não significa que os que servem agora como testemunhas de Jeová são inspirados. Não significa que os escritos nesta revista A Sentinela são inspirados e infalíveis e sem erros”. (Setembro de 1947, página 135) “A Sentinela não se diz inspirada em suas pronunciações nem é dogmática.” (15 de agosto de 1950, página 263) “Os irmãos que preparam essas publicações não são infalíveis. Seus escritos não são inspirados assim como eram os de Paulo e dos outros escritores bíblicos. (2 Tim. 3:16) E assim, às vezes, tornou-se necessário corrigir conceitos, conforme o entendimento se tornou mais claro. (Pro. 4:18)” — 15 de agosto de 1981, página 19”


Ou seja, quase todas essas expectativas foram pontos de vista errôneos sobre profecias verdadeiras já escritas na Bíblia. As interpretações foram inexatas, mas as profecias e relatos bíblicos continuam sendo verdadeiros.

Inclusive, no texto de Mateus 24:44, Jesus parece indicar que os cristãos verdadeiros que viveriam durante o tempo do fim fariam predições inexatas sobre o tempo específico de sua vinda. Reza o texto: “Por esta razão, vós também mostrai-vos prontos, porque o Filho do homem vem numa hora em que não pensais.” Os discípulos de Cristo poderiam presumir que algumas ocasiões em que acontecimentos decisivos culminariam com a vinda de Jesus, mas, como vimos, poderiam se equivocar. Isso certamente não os converteria em falsos profetas, pois eles não fizeram nenhuma profecia, mas se equivocaram ao interpretar as profecias bíblicas.


É interessante notar que a Bíblia proporciona exemplos de servos fiéis de Jeová que entenderam mal e, portanto, interpretaram mal o propósito de Deus em alguma situação profética.

Consideremos o caso do respeitado profeta Natã, em 1 Crônicas 17:1-4. Diz-nos o relato: “E sucedeu que, assim que Davi começara a morar na sua própria casa, Davi passou a dizer a Natã, o profeta: “Eis que moro numa casa de cedros, mas a arca do pacto de Jeová está debaixo de panos de tenda.” Então Natã disse a Davi: “Faze tudo o que estiver no teu coração, pois o [verdadeiro] Deus está contigo.” E aconteceu, naquela noite, que a palavra de Deus veio a Natã, dizendo: “Vai, e tens de dizer a Davi, meu servo: ‘Assim disse Jeová: “Não serás tu quem me construirá uma casa para morar.”

O versículo 15 acrescenta: “Segundo todas estas palavras e conforme toda esta visão foi que Natã falou a Davi.” O profeta teve que retificar. Ele havia se mostrado seguro de que Deus apoiaria a Davi com os projetos que tinha, mas se equivocou.

Há também o caso do profeta Jonas, que proclamou o seguinte aos ninivitas: “Apenas mais quarenta dias e Nínive será subvertida”. O profeta proclamou uma mensagem incondicional e afirmou categoricamente que isto ia acontecer, muito embora o próprio Jeová o tenha instruído de outra forma (Jonas 3:4; cf. 1:2 e 3:2). A mensagem de Jeová sobre a punição dos ninivitas era condicional. Embora Jonas soubesse que Jeová poderia estender sua misericórdia, ainda continuou na expectativa de que sua precipitada mensagem se cumprisse (Jonas 4:2,5). É claro que pelo fato de Jeová ter deplorado o que havia dito e que não se cumprisse o que Jonas afirmou que iria acontecer, isso em si não tornaria o fiel profeta Jonas um ‘falso profeta’, não é mesmo?


O Evangelho de João, capítulo 21, versículos 22 e 23, nos proporciona outro exemplo. Falando acerca do apóstolo João, Jesus declarou o seguinte: “Jesus disse-lhe: “Se for a minha vontade que ele permaneça até eu vir, de que preocupação é isso para ti? Continua tu a seguir-me.” Em conseqüência, difundia-se esta palavra entre os irmãos, que esse discípulo não ia morrer. No entanto, Jesus não lhe disse que não ia morrer, mas:“Se for a minha vontade que ele permaneça até eu vir, de que preocupação é isso para ti?”

Foi certa esta predição atribuída a Cristo e difundida entre os membros das congregações primitivas? Não, não foi.


Possivelmente, o caso mais conhecido de expectativas futuras errôneas registradas na Bíblia se encontra em Atos 1:6, 7. Aqui, os discípulos perguntaram ao ressuscitado Jesus: “Senhor, é neste tempo que restabeleces o reino a Israel?” Disse-lhes ele: “Não vos cabe obter conhecimento dos tempos ou das épocas que o Pai tem colocado sob a sua própria jurisdição.” Esta pergunta indicou qual era seus pontos de vista profético sobre o que esperavam que Jesus faria em sua primeira vinda. Isto também se indica no Evangelho de Lucas, capítulo 24, versículo 21. Nesta passagem, a dois dos discípulos de Jesus que caminhavam desde a aldeia chamada Emaús se uniu a eles o próprio Jesus ressuscitado, sem que o reconhecessem. Falando sobre as expectativas que haviam abrigado com respeito a Cristo, disseram: “Mas nós esperávamos que este [homem] fosse o destinado a livrar Israel.” Este ponto de vista sobre as profecias que tinham os discípulos de Cristo resultou ser um erro. O Reino de Cristo não se estabeleceu no Israel natural no primeiro século. Os apóstolos e seus associados tiveram que ajustar sua forma de pensar e, portanto, seus ensinamentos sobre este assunto.


Todos os servos fiéis, ao longo dos tempos, desenvolveram e mantiveram expectativas sobre promessas vindouras, baseadas em profecias verdadeiras. Os israelitas que viveram pouco depois de Abraão possivelmente ficaram aguardando o tempo em que ‘voltariam’ para Canaã, conforme se foi prometido a ele em Gênesis 15:10. A Bíblia também relata que o profeta Daniel estava em expectativa com respeito à restauração de Jerusalém (Daniel 9:1,2; Jeremias 25:11) e com o desfecho de suas visões (Daniel 12:6-Cool; mostra que todos os profetas viviam em expectativa (Miquéias 7:7; Habacuque 2:3; Sofonias 3:8; Mateus 13:17; 1 Pedro 1:10-12); que os judeus estavam em expectativa do aparecimento do Messias (Daniel 9:25; cf. Lucas 3:15 e João 10:24). Esses são apenas alguns dos muitos exemplos demonstrados pela Bíblia.


Concluindo, para aqueles que aceitam a Bíblia como a Palavra de Deus, suas profecias são absolutamente verdadeiras e confiáveis. Não perdem seu valor pelo fato de que alguém as interprete erroneamente, independente de quem o faça. Tanto servos fiéis da antiguidade como os de nossos tempos, interpretaram erroneamente profecias por aguardarem em expectativa ansiosa o cumprimento delas, conforme vimos nos exemplos citados acima. Assim sendo, ainda merecem nosso respeito e interesse, pois transmitem esperança sobre um mundo melhor em que o Criador fará com que todos seus súditos obedientes e amorosos desfrutem das bênçãos que Ele tem em promessa.
(2 Pedro 3:13; Revelação 21:3,4)

Assim como os fiéis profetas e cristãos do passado que tiveram expectativas erradas e ajustes em seus pontos de vista não foram taxados de ‘falsos profetas’, as Testemunhas de Jeová também merecem o mesmo respeito por se ‘manter na expectativa’ !

O verdadeiro problema, saber a razão que os leva a acharem que têm o direito de interpretar a profecia e de vincularem o seus seguidores a essas interpretações situa-se a montante. Exactamente, na autoridade que invocam sobre si de serem escolhidos, e dirigidos pela Espírito Santo, para conduzir a nação de israelitas espirituais, e a grande multidão, nestes últimos dias do sistema mundial apartado de Deus

Desculpa, mas não ficou claro que estavas a fazer uma citação. Eu entendi que a citação de Despertai! de 22/03/1993 era unicamente o parágrafo 5 e tudo o resto era de tua autoria.


Fui à procura de um qualquer artigo que mostrasse que estes senhores em nada alteraram a sua postura e o que aparentemente muda ,de facto, acaba por não ser nada. Fiz o copy/paste e não reparei que não tinha incluído a referência.

Este artigo mostra como eles já em 1993 colocavam a questão sobre os falsos profetas e as falsas profecias. Se lerem com atenção, onde está a diferença? A pergunta é basicamente a mesma: "São as Testemunhas de Jeová Falsos Profetas? Falsas profecias ou equívocos?"

Enfim, a vida da STV é esta mesmo! Enganar, enganar e continuar a enganar. Para isso, servem-se do factor tempo, e partem de permissas totalmente erradas, nas quais todos nós fomos embrulhados. Como? Porquê? Bem, cada um sabe de si e das razões porque decidiu aceitar esta Organização como a verdadeira.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por liberto em Sex Out 19 2012, 02:32

o CG está a ver k deram muito enfase nestes ultimos anos ao fim como nunca antes.. e todos os sacrificios que as tjs fizeram até agora estão a deixa las esgotadas.. tipo:"Agora já não importa o fim, o que importa é continuarem a fazer o trabalhinho para aumentar o património da orga!!"




liberto
Membros
Membros

Mensagens : 993
Likes : 42
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 29
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por mjp em Sex Out 19 2012, 15:13

@liberto escreveu:o CG está a ver k deram muito enfase nestes ultimos anos ao fim como nunca antes.. e todos os sacrificios que as tjs fizeram até agora estão a deixa las esgotadas.. tipo:"Agora já não importa o fim, o que importa é continuarem a fazer o trabalhinho para aumentar o património da orga!!"


Do ponto de vista de estratégia empresarial há sempre momentos em que o apontar de objectivos pelas empresas obedecem a certas regras de motivação psicológica interna ( entre os seus colaboradores) e externa (potenciais clientes).

Não estivessem eles inseridos numa sociedade de ponta no que à competividade económica se refere e o que seria de estranhar era que assim não fosse.

As demonstrações que se fazem (ou faziam, já não sei) para ilustrar como se objecta e refuta os argumentos dos moradores eram uma fotocópia, adaptada ao mundo TJ, dos teatros de venda que se fazem nas reuniões comerciais com as equipas de vendedores.

Enfim, o mundo TJ é um mundo estranho e sinistro que só quem por quem lá passa consegue apreender toda a sua dimensão.





mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

TEMPOS DE MUDANÇAS

Mensagem por Ancião Brasileiro em Sab Out 20 2012, 06:37

@ellipsis escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:
Pela primeira vez admitem de forma categórica que ao longo dos tempos indicaram datas falsas para o FIM DO MUNDO!

Infelizmente e era o que eu pensava. Eles jamais vão reconhecer que indicaram datas falsas.

O que eles admitem apenas neste texto hipócrita e manipulador é que tiveram expectativas equivocadas!

Eu pergunto.Quem indicou as datas para que tais expectativas equivocadas como dizem, acontecessem? intrg


Estamos passando por tempos de mudanças. As fortes campanhas e evidencias difundidas pela internet são os principais responsaveis por essa mudança. Agradecemos a todos e se esforçam em pesquisar, traduzir levantar arquivos quase mortos e cobrarem explicações de comentarios e opiniões de pessoas que não estão mais entre nós. Uma forte e grande tendencia vem tomando conta da ORG e fiquem atentos que de maneira progressiva mudanças maiores virão. Apesar de tantos erros cometidos durante esses anos essa nova geração do CG tem o compromisso com um futuro mais claro e discutivo onde novas possibilidades poderão ser inseridas nos designios organizacionais da TORRE/ORG. Acredito que ainda vale apena apoiar esse grupo que assim como todos que estão aqui neste forum procuram enxergar alem do obvio e encontrar uma verdade relativa e quem sabe algum dia absoluta.

Ancião Brasileiro

Mensagens : 57
Likes : 1
Data de inscrição : 27/09/2012
Idade : 102
Localização : brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por TJ Curioso em Sab Out 20 2012, 10:05

@Ancião Brasileiro escreveu:Estamos passando por tempos de mudanças. As fortes campanhas e evidencias difundidas pela internet são os principais responsaveis por essa mudança. Agradecemos a todos e se esforçam em pesquisar, traduzir levantar arquivos quase mortos e cobrarem explicações de comentarios e opiniões de pessoas que não estão mais entre nós. Uma forte e grande tendencia vem tomando conta da ORG e fiquem atentos que de maneira progressiva mudanças maiores virão. Apesar de tantos erros cometidos durante esses anos essa nova geração do CG tem o compromisso com um futuro mais claro e discutivo onde novas possibilidades poderão ser inseridas nos designios organizacionais da TORRE/ORG. Acredito que ainda vale apena apoiar esse grupo que assim como todos que estão aqui neste forum procuram enxergar alem do obvio e encontrar uma verdade relativa e quem sabe algum dia absoluta.

Ancião Brasileiro, mesmo que vão surgindo algumas mudanças pontuais, aqui e ali, o que se observa não são mudanças para melhor. A doutrina da ostracização está a ser imposta cada vez com maior vigor e controle, por exemplo.

Existem muito outras dogmas que precisam ser revistos e não acredito que o sejam em breve.

O objetivo da organização é expansionista e não o amor ao próximo, como objetivo final.
Como se diz em Portugal: "O que nasce torto, tarde ou nunca se endireita".

E todos aqueles, sabendo dos erros da Organização (e não são poucos) e permanecem nela, apoiando-a de modo ativo, estão infelizmente partilhando da sua culpa diante de Deus.
Por isso, o alerta do anjo: "Saí dela, povo meu!"

Sair dela, refere-se a sair de qualquer organização religiosa que desonra o nome de Deus, através das suas práticas.
Pense nisso!

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por mjp em Sab Out 20 2012, 14:53

@Ancião Brasileiro escreveu:
@ellipsis escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:
Pela primeira vez admitem de forma categórica que ao longo dos tempos indicaram datas falsas para o FIM DO MUNDO!

Infelizmente e era o que eu pensava. Eles jamais vão reconhecer que indicaram datas falsas.

O que eles admitem apenas neste texto hipócrita e manipulador é que tiveram expectativas equivocadas!

Eu pergunto.Quem indicou as datas para que tais expectativas equivocadas como dizem, acontecessem? intrg


Estamos passando por tempos de mudanças. As fortes campanhas e evidencias difundidas pela internet são os principais responsaveis por essa mudança. Agradecemos a todos e se esforçam em pesquisar, traduzir levantar arquivos quase mortos e cobrarem explicações de comentarios e opiniões de pessoas que não estão mais entre nós. Uma forte e grande tendencia vem tomando conta da ORG e fiquem atentos que de maneira progressiva mudanças maiores virão. Apesar de tantos erros cometidos durante esses anos essa nova geração do CG tem o compromisso com um futuro mais claro e discutivo onde novas possibilidades poderão ser inseridas nos designios organizacionais da TORRE/ORG. Acredito que ainda vale apena apoiar esse grupo que assim como todos que estão aqui neste forum procuram enxergar alem do obvio e encontrar uma verdade relativa e quem sabe algum dia absoluta.

Caro AB

Visto que dizes: Acredito que ainda vale a pena apoiar esse grupo que assim como todos que estão aqui neste forum procuram enxergar alem do obvio e encontrar uma verdade relativa e quem sabe algum dia absoluta., que tal por começar por lhes aconselhares a perceberem que as sucessivas verdades relativas não vinculam ninguém e que a tentativa, como eles fazem, de as fazer passar por absolutas, já causaram muita dor e sofrimento e, terrível! muitos milhares de vidas!

Mas tu não os podes aconselhar nesse sentido, nem em qualquer outro, porque as "verdades relativas" deles são "absolutas" para os outros, enquanto duram.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por Ancião Brasileiro em Dom Out 21 2012, 05:39

Agredeço por seus comentarios! Não é facil me manter atualizado com este forum. E como o colaborador e forista LIBERTO disse são muitas horas a gastar. Além de responssabilidades como todos vcs tem tenho as responssabilidades congregacionais e emocionais de minha familia. Mas sempre que puder vou colaborar com este forum. As vezes vejo seus pots e sinto que não tenho nada a colaborar pois de maneira completa definis a essencia de meus comentarios entendendo a subjetividade de meus post com dissertações irrefutaveis.

Ancião Brasileiro

Mensagens : 57
Likes : 1
Data de inscrição : 27/09/2012
Idade : 102
Localização : brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Indicaram as TJ Datas Falsas Para o Fim do Mundo?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 18:33


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum