EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Condor em Sab Out 13 2012, 19:59

@mjp escreveu:
@hocosi escreveu:Também não é errado esperar que ele se torne TJ!

Caro Hocosi, esperar isso, no sentido de desejar isso, seria errado. Afinal não devemos desejar o mal a ninguém... nem ao Vale e Azevedo nem ao Pinto da Costa! Morrer a rir

Pois eu gostaria era de ver...

Pinto da Costa, Vale de Azevedo e o Alberto João Jardim tornarem-se TJs.
Aliás... pagava para ver.

Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir


"Tomei consciência que as minhas verdades, construídas ao longo de anos, foram as minhas prisões - não a minha liberdade" - Condor

Condor
Membros
Membros

Mensagens : 367
Likes : 41
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 53
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Índigo em Sab Out 13 2012, 20:02

@Condor escreveu:
Desiludida,

Conheceste este par de jarras - José Ventura e a Capitulina? Eu cheguei a levar com eles e com o amado Guerreiro. Ehhh, foi dose dupla Morrer a rir

O Ventura e a mulher tinham um dentista da sua confiança no Porto, claro um TJ que lhes fazia o serviço de borla, agora imaginem sempre que precisavam de fazer higiene oral, ou um qualquer trabalho nos dentes, onde íam eles? Não importa se estivessem em Lisboa ou mesmo na zona Sul... pois é uma viagenzinha até ao Porto, e quem pagava o combustível dessa deslocação? Pois... as congregações. Fixe não!

Foi bom recordá-los, obrigado Desiludida. Evil or Very Mad Evil or Very Mad
Um abraço.

Nem fazes a mais pequena ideia das pessoas VIP que eu conheço e lidei de perto! Morrer a rir

Mas tenho pena que tu tenhas tido a experiência de ter de levado com eles ... estou certa que não foi para encorajamento e apoio! Sad

Mas deixa lá ... o que não nos mata, torna-nos mais fortes ... e tu és um exemplo VIVO disso! Wink

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Condor em Sab Out 13 2012, 20:09

Desiludida escreveu:
@Condor escreveu:
Desiludida,

Conheceste este par de jarras - José Ventura e a Capitulina? Eu cheguei a levar com eles e com o amado Guerreiro. Ehhh, foi dose dupla Morrer a rir

O Ventura e a mulher tinham um dentista da sua confiança no Porto, claro um TJ que lhes fazia o serviço de borla, agora imaginem sempre que precisavam de fazer higiene oral, ou um qualquer trabalho nos dentes, onde íam eles? Não importa se estivessem em Lisboa ou mesmo na zona Sul... pois é uma viagenzinha até ao Porto, e quem pagava o combustível dessa deslocação? Pois... as congregações. Fixe não!

Foi bom recordá-los, obrigado Desiludida. Evil or Very Mad Evil or Very Mad
Um abraço.

Nem fazes a mais pequena ideia das pessoas VIP que eu conheço e lidei de perto! Morrer a rir

Mas tenho pena que tu tenhas tido a experiência de ter de levado com eles ... estou certa que não foi para encorajamento e apoio! Sad

Mas deixa lá ... o que não nos mata, torna-nos mais fortes ... e tu és um exemplo VIVO disso! Wink

Obrigado Desiludida Smile


"Tomei consciência que as minhas verdades, construídas ao longo de anos, foram as minhas prisões - não a minha liberdade" - Condor

Condor
Membros
Membros

Mensagens : 367
Likes : 41
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 53
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por hocosi em Sab Out 13 2012, 20:16

Condor escreveu:
Pois eu gostaria era de ver...
Pinto da Costa, Vale de Azevedo e o Alberto João Jardim tornarem-se TJs.
Aliás... pagava para ver.

Eu tenho certeza de que dariam uns bons administradores da empresa Watchtower.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2575
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Fidel Apostate em Dom Out 14 2012, 16:09

@TJ Curioso escreveu:Pois é…

O amoroso CG volta à carga, com seus conselhos bondosos e amorosos, dados num estilo cordial.
Estilo idêntico aos mafiosos simpáticos e afáveis ao lidar com as pessoas, mesmo antes de lhes espetar uma bala na cabeça.

O artigo da Sentinela, 15 de Janeiro de 2013, volta a insidir no tratamento aos desassociados, desta vez, aos filhos que saíram da religião. Leiam vocês mesmos e tirem as vossas conclusões.









Quando se aperta muito vai acabar por partir, no entanto muitos nas congregações estão pura e simplesmente a borrifar-se para isto, continuam com os seus laços familiares, não fazem é tanto barulho.
Ainda no outro dia ouvi uma expressão: "para que é que ele se dissociou, mais valia afastar-se, tornar-se inativo, assim ninguém o chateava."
Este é outro sentimento que se calhar o tão iluminado CG ainda não pensou, outros ainda não se tornaram inativos só porque continuam a enviar os relatórios por sms.
Estes e outros malabarismos, para ensinar estes senhores que o controle é uma coisa muito relativa, não se controla o íntimo das pessoas.

Abraço,
Fidel



"Os amigos da verdade são aqueles que a procuram e não os que se vangloriam de a ter encontrado." - Condorcet , Marie

Fidel Apostate
Membros
Membros

Mensagens : 839
Likes : 75
Data de inscrição : 01/08/2012
Idade : 50
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por liberto em Seg Out 15 2012, 05:03

ha poucos dias quando confrontei meus pais com a minha saida de casa, perguntei lhes como iseria o nosso relacionamento a partir daí.. e nao me souberam responder.. só falaram da questao que perderam os privilégios de pertencer à escola do ministerio porque tem um filho desassociado ha bastante tempo e claro que tem um estilo de vida duvidoso para a imagem da congregaçao!! Engraçado que esta sentinela a tatica é a mesma de uma que saiu este ano!! Primeiro falam a dizer do que Jeová espera, depois mostram um exemplo de um irmao(fake) e no fim fazem a dita chantagem emocional de que se nao cumprirem poderá ser grave para eles!! Eles ja podem usar o que quiserem.. tou me nas tintas para essa gente que só sabe distribuir ódio gratuito!! mas farei todos os possiveis para denunciar este tipo de tratamento, é só uma questao de tempo para estar fora de casa, ja tou mais livre para colaborar!!




liberto
Membros
Membros

Mensagens : 993
Likes : 42
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 29
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por MariaL em Seg Out 15 2012, 15:28

@liberto escreveu:Eles ja podem usar o que quiserem.. tou me nas tintas para essa gente que só sabe distribuir ódio gratuito!! mas farei todos os possiveis para denunciar este tipo de tratamento
Nem mais!
Eles já não nos atingem porque nós estamos libertos.
Mas temos o direito - e talvez o dever - de dizer a toda a gente que na liderança desta organização estão pessoas da pior espécie.


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por ellipsis em Sab Nov 17 2012, 15:39

Os parágrafos desta sentinela de estudo deviam ser escritos assim, para terem alguma credibilidade e honestidade por parte da ORGA...

RELAÇÕES FAMILIARES


16 O vínculo entre pais e filhos é tão forte que Jeová usou essa relação para ilustrar o amor que ele tem por seu povo. (Isa. 49:15) É normal, portanto, ficar muito triste quando um querido membro da família abandona a ORGANIZAÇÃO. “Fiquei arrasada”, diz uma irmã cuja filha foi desassociada. “Eu me perguntava: ‘Por que ela abandonou a ORGANIZAÇÃO?’ Eu me sentia culpada.”

17 Jeová entende a dor que você sente. Ele mesmo “sentiu-se magoado no coração” quando o primeiro membro de sua família humana e, mais tarde, a maioria das pessoas que viviam antes do Dilúvio se rebelaram. (Gên. 6:5, 6) Para quem nunca sofreu tal perda, talvez seja difícil entender quão devastadora ela pode ser. No entanto, não seria sábio permitir que o proceder impróprio de um membro da família desassociado distanciasse você da ORGANIZAÇÃO. Como, então, você pode lidar com a profunda tristeza de ver um membro da família abandonar a ORGANIZAÇÃO?


18 Não se culpe pelo que aconteceu. Jeová dá aos humanos uma oportunidade de escolha, e todo membro de família que é dedicado e batizado tem de ‘levar sua própria carga’ de responsabilidade. (Gál. 6:5) Em última análise, Jeová considera o pecador — não você — o culpado por sua escolha. (Eze. 18:20) Também, não culpe outros. Respeite o arranjo da ORGANIZAÇÃO para prover disciplina. Tome sua posição contra o Diabo — não contra os pastores que agem para proteger a congregação e a ORGANIZAÇÃO. — 1 Ped. 5:8, 9.

19 Por outro lado, se você escolher o caminho do ressentimento contra a ORGANIZAÇÃO, você se distanciará DELA. Realmente, o que seu querido membro da família precisa ver em você é sua firme determinação de colocar a ORGANIZAÇÃO acima de tudo o mais — incluindo o vínculo familiar. Assim, para enfrentar a situação, cuide para não perder a sua própria espiritualidade. Não se isole de seus fiéis irmãos cristãos. (Pro. 18:1) Expresse seus sentimentos a Jeová em oração. (Sal. 62:7, Cool Não procure desculpas para se associar com um membro da família desassociado, como, por exemplo, trocando e-mails. (1 Cor. 5:11) Envolva-se em atividades espirituais. (1 Cor. 15:58) A irmã já citada disse: “Eu sei que preciso estar ocupada no serviço de Jeová e me manter espiritualmente forte para que eu tenha condições de ajudar minha filha quando ela voltar para a ORGANIZAÇÃO.”

20 A Bíblia diz que o amor “espera todas as coisas”. (1 Cor. 13:4, 7) Não é errado você ter esperança de que seu ente querido retorne para a ORGANIZAÇÃO. Todos os anos, muitos transgressores se arrependem e voltam para a ORGANIZAÇÃO. ELA não aceita de má vontade o seu arrependimento. Pelo contrário, está “pronto a perdoar”.... OU NÃO...!!!. — Sal. 86:5.





Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 275
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por TJ Curioso em Sab Nov 17 2012, 16:06

Ellipsis, tens toda a razão na forma como transcreves esses parágrafos. Sem dúvida na maioria dos artigos em todas as Sentinelas seria a forma honesta de escrever.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por lmpcustodio em Dom Nov 25 2012, 15:49

Agora percebo porque é que ao fim de 28 anos de estar afastado da "organização", e de nunca ter tido problemas de convivência com os meus pais, o assunto ter surgido agora de uma forma que eu já não estava à espera que fosse possível.
Os meus pais vivem no Algarve e eu em Portalegre. Desde que eles se mudaram para lá, sempre passei férias em casa deles e sempre os visitei quando me era possível.
Já neste ano de 2012, em Maio, surgiu-me uma proposta de trabalho irrecusável, numa unidade hoteleira na área de residência dos meus pais.
Telefonei-lhes para lhes perguntar se me dariam alojamento durante o período em que iria estar deslocado, uma vez que o trabalho era apenas sazonal terminando em Outubro, o que não valeria a pena estar a procurar uma casa só para mim, podendo ficar com eles. Prontamente disseram que sim, que não haveria problema e até faziam gosto em me receber.
Porem, passado o primeiro mês da minha estadia, logo a congregação teve conhecimento da situação, pelo que, os meus pais foram chamados aos anciãos que lhe comunicaram que, ou eu sairia lá de casa, ou eles iriam perder todos os privilégios dentro da congregação.
Fiquei chocado, pois na época em que eu fui desassociado, a norma do corte total de relações, embora com algumas restrições, não se aplicava aos familiares directos que coabitavam na mesma casa.

lmpcustodio

Mensagens : 6
Likes : 0
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 49
Localização : Portalegre

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por TJ Curioso em Dom Nov 25 2012, 15:57

@lmpcustodio escreveu:Agora percebo porque é que ao fim de 28 anos de estar afastado da "organização", e de nunca ter tido problemas de convivência com os meus pais, o assunto ter surgido agora de uma forma que eu já não estava à espera que fosse possível.
Os meus pais vivem no Algarve e eu em Portalegre. Desde que eles se mudaram para lá, sempre passei férias em casa deles e sempre os visitei quando me era possível.
Já neste ano de 2012, em Maio, surgiu-me uma proposta de trabalho irrecusável, numa unidade hoteleira na área de residência dos meus pais.
Telefonei-lhes para lhes perguntar se me dariam alojamento durante o período em que iria estar deslocado, uma vez que o trabalho era apenas sazonal terminando em Outubro, o que não valeria a pena estar a procurar uma casa só para mim, podendo ficar com eles. Prontamente disseram que sim, que não haveria problema e até faziam gosto em me receber.
Porem, passado o primeiro mês da minha estadia, logo a congregação teve conhecimento da situação, pelo que, os meus pais foram chamados aos anciãos que lhe comunicaram que, ou eu sairia lá de casa, ou eles iriam perder todos os privilégios dentro da congregação.
Fiquei chocado, pois na época em que eu fui desassociado, a norma do corte total de relações, embora com algumas restrições, não se aplicava aos familiares directos que coabitavam na mesma casa.

Sim, Custodio. A Organização está a fechar o cerco às famílias com filhos fora da Organização. Bem próprio de uma seita que usa o controle mental como arma.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Crystal em Dom Nov 25 2012, 16:30

@TJ Curioso escreveu:
@lmpcustodio escreveu:Agora percebo porque é que ao fim de 28 anos de estar afastado da "organização", e de nunca ter tido problemas de convivência com os meus pais, o assunto ter surgido agora de uma forma que eu já não estava à espera que fosse possível.
Os meus pais vivem no Algarve e eu em Portalegre. Desde que eles se mudaram para lá, sempre passei férias em casa deles e sempre os visitei quando me era possível.
Já neste ano de 2012, em Maio, surgiu-me uma proposta de trabalho irrecusável, numa unidade hoteleira na área de residência dos meus pais.
Telefonei-lhes para lhes perguntar se me dariam alojamento durante o período em que iria estar deslocado, uma vez que o trabalho era apenas sazonal terminando em Outubro, o que não valeria a pena estar a procurar uma casa só para mim, podendo ficar com eles. Prontamente disseram que sim, que não haveria problema e até faziam gosto em me receber.
Porem, passado o primeiro mês da minha estadia, logo a congregação teve conhecimento da situação, pelo que, os meus pais foram chamados aos anciãos que lhe comunicaram que, ou eu sairia lá de casa, ou eles iriam perder todos os privilégios dentro da congregação.
Fiquei chocado, pois na época em que eu fui desassociado, a norma do corte total de relações, embora com algumas restrições, não se aplicava aos familiares directos que coabitavam na mesma casa.

Sim, Custodio. A Organização está a fechar o cerco às famílias com filhos fora da Organização. Bem próprio de uma seita que usa o controle mental como arma.


Como é possivel que haja comentários no fb, de tj, a desmentir as regras a aplicar aos desassociados?!




Crystal

Mensagens : 310
Likes : 37
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 48
Localização : Sintra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por lmpcustodio em Dom Nov 25 2012, 19:54

Sim, já vi alguns desses comentários no facebook a desmentir, coitados! Alguns sofrem de cegueira absoluta... outros, julgando-se muito inteligentes por serem catedrados, nem se dão conta de que são usados na propaganda!... ...

lmpcustodio

Mensagens : 6
Likes : 0
Data de inscrição : 23/11/2012
Idade : 49
Localização : Portalegre

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por TJ Curioso em Dom Nov 25 2012, 20:00

Agora temos lá uma jornalista TJ, a acusar a colega de ter violado o código deontológico…

E sem ter lido o artigo… demais!

Mas já lhe disse umas das boas. Wink

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por TJ Curioso em Dom Nov 25 2012, 20:01

Vejam um pouco antes das últimas, uma Sandra Justo.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Pássaro em Dom Nov 25 2012, 21:38

Amor não se mede! a seita tenta forçar, tentar impor que se tenha amor!
Quem tem amor pelos filhos nem liga pro que a seita escreve! Ama os filhos independente da religião deles!

Pássaro

Mensagens : 128
Likes : 1
Data de inscrição : 01/05/2012
Idade : 36
Localização : Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Maurício Silva em Seg Nov 26 2012, 09:50

Portadores da suposta e bendita verdade, ou não, a verdade é muitos membros activos das testemunhas de Jeová ainda falam com os seus próprios filhos e amigos mesmo depois de terem sido desassociados. Outros não falam e rejeitam-nos.

Mais uma prova que nem todos os crentes tem a capacidade cognitiva de pensar por eles próprios.




Maurício Silva
Forista desativado

Mensagens : 550
Likes : 43
Data de inscrição : 20/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Morganna em Seg Nov 26 2012, 22:41

Sempre achei interessante a maneira como distinguem o 'desassociado', 'dissociado', 'afastado'.
Para quê proibir a convivencia com os filhos 'desassociados' se também os outros podem causar danos e colocar a tal semente da duvida no coração dos pais ou seja lá de quem for?

Nunca fui baptizada, questiono tudo e mais alguma coisa sobre a ORGA (como voces chamam) e no entanto posso falar com todos os TJs que me apetecer sem ser posta de parte. Posso ir a casa dos meus pais quando bem me apetecer, dormir lá, etc e tal.

No fundo qual é a grande diferença entre mim e um desassociado?? Realmente nunca entendi. (desculpem o desabafo)

Morganna

Mensagens : 74
Likes : 4
Data de inscrição : 26/11/2012
Idade : 39
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Ana Cláudia em Seg Nov 26 2012, 23:26

@Morganna escreveu:
No fundo qual é a grande diferença entre mim e um desassociado?? Realmente nunca entendi. (desculpem o desabafo)

Olá Morganna,

resumidamente, sem grandes bases e usando apenas o que a minha memoria guardou:

A grande diferença é que o desassociado é muito pior porque conheceu a "verdade", foi batizado, e mais tarde renegou-a.

Ainda é esta a justificação, certo? Question

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Morganna em Seg Nov 26 2012, 23:35

Ana Claudia escreveu:

Olá Morganna,

resumidamente, sem grandes bases e usando apenas o que a minha memoria guardou:

A grande diferença é que o desassociado é muito pior porque conheceu a "verdade", foi batizado, e mais tarde renegou-a.

Ainda é esta a justificação, certo? Question
Olá Ana,
Já há muito que não faço ideia do que se passa dentro da ORG, mas penso que o desassociado é aquele que foi baptizado, pecou e não se arrependeu, logo terá de ser afastado de todo para evitar a contaminação.
Dissociado é aquele que escolhe dissociar-se da ORG.

Eu nunca fui baptizada mas era publicadora regular, ia às reuniões e não tinha outro remédio senão fazer tudo aquilo que os outros faziam. Desde cedo que comecei a levar vida dupla mas nunca fui 'apanhada'.
Mas honestamente não entendo porque não sou considerada uma má influência. Apenas porque não me baptizei?

Se a memória não me falha eu poderia ter escolhido ser dissociada, mas por respeito aos meus pais que iria morrer de vergonha caso o anúncio fosse feito publicamente, decidi simplesmente sair de lá o mais rápido possível sem sequer olhar para trás. Evidente que o meu pai perdeu os privilegios que tinha e isso fez-me MUITA confusao porque a culpa nunca foi dos meus pais.

Morganna

Mensagens : 74
Likes : 4
Data de inscrição : 26/11/2012
Idade : 39
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Ana Cláudia em Seg Nov 26 2012, 23:44

@Morganna escreveu:
Olá Ana,
Já há muito que não faço ideia do que se passa dentro da ORG, mas penso que o desassociado é aquele que foi baptizado, pecou e não se arrependeu, logo terá de ser afastado de todo para evitar a contaminação.
Dissociado é aquele que escolhe dissociar-se da ORG.

Eu nunca fui baptizada mas era publicadora regular, ia às reuniões e não tinha outro remédio senão fazer tudo aquilo que os outros faziam. Desde cedo que comecei a levar vida dupla mas nunca fui 'apanhada'.
Mas honestamente não entendo porque não sou considerada uma má influência. Apenas porque não me baptizei?

Olá Morganna, a resposta a esta pergunta é:
Sim, basicamente.

@Morganna escreveu:Se a memória não me falha eu poderia ter escolhido ser dissociada, mas por respeito aos meus pais que iria morrer de vergonha caso o anúncio fosse feito publicamente, decidi simplesmente sair de lá o mais rápido possível sem sequer olhar para trás. Evidente que o meu pai perdeu os privilegios que tinha e isso fez-me MUITA confusao porque a culpa nunca foi dos meus pais.

Penso que não te poderias dissociar, pois não eras baptizada.

Sim é uma regra sem lógica, mas é assim.

A primeira vez que me afastei, na adolescência, não tive problemas de maior porque não me tinha baptizado. O problema foi quando mais tarde voltei (burra!!!) e me baptizei, aí sim fui desassociada e os problemas foram o que foram.

É por isso que a quem aqui aparece com duvidas o conselho é: Não se baptizem!

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por TJ Curioso em Seg Nov 26 2012, 23:44

Morganna, para a Watchtower o batismo assemelha-se a um contracto vitalício. Quando você o quebra por alguma razão, eles têm o poder de, através da sua influência doutrinal, "MATÁ-LA" social e familiarmente.

Independentemente de ser desassociada ou dissociada o anúncio da tribuna será sempre:

"Fulano(a) não é mais TJ."

Assim, ninguém saberá se alguém foi expulso ou se quis simplesmente sair pelos seus pés.

Isso normalmente deixa na mente das pessoas que a pessoa em questão cometeu algum pecado e foi punida, quando nem sempre isso ocorre.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Ana Cláudia em Seg Nov 26 2012, 23:49

@TJ Curioso escreveu:Morganna, para a Watchtower o batismo assemelha-se a um contracto vitalício. Quando você o quebra por alguma razão, eles têm o poder de, através da sua influência doutrinal, "MATÁ-LA" social e familiarmente.

Independentemente de ser desassociada ou dissociada o anúncio da tribuna será sempre:

"Fulano(a) não é mais TJ."

Assim, ninguém saberá se alguém foi expulso ou se quis simplesmente sair pelos seus pés.

Isso normalmente deixa na mente das pessoas que a pessoa em questão cometeu algum pecado e foi punida, quando nem sempre isso ocorre.

Olá Tj Curioso.

O anuncio é sempre assim ou há margem para cada um fazer como entende?

Ia jurar (mas a minha memória anda a falhar Exclamation ) que tinha ouvido um anuncio que "fulano foi desassociado". Já foi há alguns anos...

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Índigo em Seg Nov 26 2012, 23:50

@TJ Curioso escreveu:

Isso normalmente deixa na mente das pessoas que a pessoa em questão cometeu algum pecado e foi punida, quando nem sempre isso ocorre.

Pois esse é o objectivo! Deixar a pessoa em questão na boca do povo! Mesmo que a pessoa não tenha cometido nenhum pecado, a dúvida fica sempre. E as pessoas adoram comentar sobre a vida dos outros ... por isso é mais um assunto interessante para conversas na pregação! Morrer a rir

Porque se o anuncio fosse dado a dizer que fulano se dissociou faria mais moça na ORG. As pessoas iriam querer saber as razões que levaram alguem a dissociar-se! E a ORG não quer sequer dar margem para isso!


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Morganna em Ter Nov 27 2012, 08:11

@TJ Curioso escreveu:Morganna, para a Watchtower o batismo assemelha-se a um contracto vitalício. Quando você o quebra por alguma razão, eles têm o poder de, através da sua influência doutrinal, "MATÁ-LA" social e familiarmente.

Independentemente de ser desassociada ou dissociada o anúncio da tribuna será sempre:

"Fulano(a) não é mais TJ."

Assim, ninguém saberá se alguém foi expulso ou se quis simplesmente sair pelos seus pés.

Isso normalmente deixa na mente das pessoas que a pessoa em questão cometeu algum pecado e foi punida, quando nem sempre isso ocorre.
Mmmm, verdade. Esqueci-me dessa parte. Moral da historia como ja foi dito: nao se baptizem ou a coisa vai pegar fogo à séria! Mas essa do "não é mais TJ" é nova para mim porque tal como a Ana Claudia comentou eu tambem ouvia "fulano foi desassociado". Isso também mudou agora?

Quanto à historia do "que raio é que a pessoa fez para ser desassociada" concordo que levante muita curiosidade. Eu propria quando ouvia esses anuncios na tribuna ficava curiosa até dizer chega (andava aborrecida e precisava de qualquer coisa que me fizesse rir bounce ).

Estou satisfeita por nunca me ter baptizado e nunca ninguém me forçar a tal, mas ao mesmo tempo sinto que deveria era ter dito que queria a completa dissociação da ORG. Mas pronto... não quero que a minha mãe tenha 4 trecos seguidos. lol!

Morganna

Mensagens : 74
Likes : 4
Data de inscrição : 26/11/2012
Idade : 39
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sentinela de Estudo - Como tratar filhos desassociados

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:19


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum