EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por ellipsis em Sab Abr 28 2012, 12:34

Retirado do facebook:


Sizemilk, do Fórum emérito em inglês, nos avisa de uma iniciativa muito importante pela Premier do estado australiano de Victoria. Refere-se a um artigo escrito por Ashley Gardiner, no Herald Sun em 17 de Maio de 2012. O anúncio no mesmo assento parlamentar foi feito pelo primeiro ministro Ted Baillieu e Attorney General Robert Clark.

Um inquérito parlamentar, por isso, vai começar a ouvir casos de pedofilia perpetrados em organizações religiosas e não-religiosos. A idéia é que denominações religiosas ser responsabilizados por crimes de pedofilia cometidos por membros da confissão em suas respectivas comunidades religiosas.

O Comitê irá focar o: protocolos de crenças quando há casos de pedofilia dentro de suas comunidades, políticas e práticas. A idéia é determinar o que devem mudar as leis governamentais ou quais protocolos de fé nesta matéria, a fim de proteger as crianças. Além disso, a conexão entre os casos de abuso sexual e a taxa de suicídios será investigada.

Algo que eu gostei, é essa - essa mesma manhã - Arcebispo de Melbourne Denis Hart cooperarem em qualquer investigação sobre exploração sexual de crianças. Gostaria de saber a opinião do porta-voz para as testemunhas de Jeová sobre esta questão à luz da sua relutância histórica e sistemática de cooperação nestes casos.Sizemilk, adicione o seguinte comentário sobre esta notícia agradável: "Steven Unthank já havia solicitado este tipo de investigação, mas não foi bem recebido." O apoio de muitas outras pessoas acrescentou peso ao assunto e contribuiu (para formar este Comitê). "Um bom número de pessoas deste forum, também contribuíram de várias maneiras e pode sentir-se satisfeito pelo progresso." Sem dúvida, a luta jurídica está realizando nosso irmão fiel Steven Unthank contra a hierarquia da confissão religiosa das testemunhas de Jeová, está a dar frutos. Deus devem estar muito feliz em todos os progressos realizados para proteger crianças indefesas desses predadores sexuais que irão cobrir e ocultar após uma denominação religiosa.






Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8079
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por Filino Rupro em Ter Jan 01 2013, 17:44

Lá se vai a suposta superioridade moral do cristianismo...



avatar
Filino Rupro
Membros
Membros

Mensagens : 1300
Likes : 96
Data de inscrição : 06/12/2012
Idade : 45
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por TJ Curioso em Dom Fev 17 2013, 20:35

Vejam aqui novidades, com respeito à entrega de documentos relativos ao abuso sexual no seio da religião das Testemunhas de Jeová na Austrália.


http://jwnews.org/2012/09/21/state-inquiry-into-the-handling-of-child-abuse-by-jehovahs-witnesses/

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por TJ Curioso em Dom Fev 17 2013, 20:40


TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por Filino Rupro em Dom Fev 17 2013, 22:10

O que acham que pode sair daqui?



avatar
Filino Rupro
Membros
Membros

Mensagens : 1300
Likes : 96
Data de inscrição : 06/12/2012
Idade : 45
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por TJ Curioso em Qua Abr 03 2013, 21:59

Aqui está a notícia oficial num media português, que confirma este inquérito pelo governo australiano a casos de pedofília.

http://visao.sapo.pt/aberta-investigacao-a-milhares-de-casos-de-abusos-sexuais-de-menores-na-australia=f721754

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por TJ Curioso em Qui Abr 11 2013, 16:52

O representante legal das Testemunhas de Jeová na Austrália foi ouvido esta quinta-feira, pelo inquérito parlamentar de Victória (Austrália), com respeito aos abusos sexuais e o modo como a Organização lida com eles.

Leiam a notícia aqui:

http://news.ninemsn.com.au/national/2013/04/11/20/59/jehovah-s-witnesses-stay-in-line-on-abuse

Mais informações no fórum americano AQUI

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por so em Qui Abr 11 2013, 17:38

@TJ Curioso escreveu:O representante legal das Testemunhas de Jeová na Austrália foi ouvido esta quinta-feira, pelo inquérito parlamentar de Victória (Austrália), com respeito aos abusos sexuais e o modo como a Organização lida com eles.

Leiam a notícia aqui:

http://news.ninemsn.com.au/national/2013/04/11/20/59/jehovah-s-witnesses-stay-in-line-on-abuse

Mais informações no fórum americano AQUI


Aquela gente é mesmo parvalhona ao dizer que não tem o dever de denunciar , não dá para acreditar Explodindo Explodindo Explodindo

Se uma TJ vir alguém a assassinar uma pessoa não vai denunciar se o assassino for TJ , vai fazer de conta que não viu nada ?


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.
avatar
so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1971
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por TJ Curioso em Qui Maio 02 2013, 01:28

Podem ler aqui a transcrição realizada por este inquérito parlamentar, com o representante das Testemunhas de Jeová:

http://jwleaks.files.wordpress.com/2012/06/australia-child-abuse-inquiry-transcript-of-appearance-by-watchtower-society-and-jehovahs-witnesses-11-april-2013.pdf

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por Altar em Seg Maio 06 2013, 11:35

a pedofilia é uma praga

estes gajos estão infiltrados em todo o lado

é transversal a toda a organização e a toda a sociedade



avatar
Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1753
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por mjp em Seg Maio 06 2013, 13:06

@Altar escreveu:a pedofilia é uma praga

estes gajos estão infiltrados em todo o lado

é transversal a toda a organização e a toda a sociedade


É, infelizmente, uma verdade. A pedofilia parece ter atingido toda a sociedade de forma completamente transversal. Não parece ser um fenómeno particular desta ou daquela religião, deste ou daquele extracto ou nível social ou cultural, simplesmente surgiu em força nos últimos anos e devido à comunicação social, rara é a semana em que não vêm notícias nos "pasquins" cá do sítio, sobre casos absolutamente incríveis. Ontem vem um (não li,raramente leio este tipo de notícias) sobre um tio que violou o sobrinho, em casa da irmã, onde estava alojado, visto estar desempregado.

avatar
mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por DarkCat em Sex Set 20 2013, 12:21

esperemos que tudo isso ajude a combater essa praga de pedofilia, o que me da mais raiva nas TJs e que não há ninguem que as denuncie, encobrem tudo, que bando de €%&#@.
Com alguma sorte essa luta vai ajudar a por um fim nisto


"Há duas coisas que nos dão ideia do infinito, o universo e a estupidez humana. Mas acerca do universo ainda não adquiri certeza absoluta."
Albert Einstein
avatar
DarkCat
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 359
Likes : 21
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 23
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por mjp em Sex Set 20 2013, 12:53

@Filino Rupro escreveu:Lá se vai a suposta superioridade moral do cristianismo...

"Algo que eu gostei, é essa - essa mesma manhã - Arcebispo de Melbourne Denis Hart cooperarem em qualquer investigação sobre exploração sexual de crianças. Gostaria de saber a opinião do porta-voz para as testemunhas de Jeová sobre esta questão à luz da sua relutância histórica e sistemática de cooperação nestes casos.Sizemilk, adicione o seguinte comentário sobre esta notícia agradável: "Steven Unthank já havia solicitado este tipo de investigação, mas não foi bem recebido.""

Não tomes a nuvem por Juno...

"Indefensável. A descoberta in crescendo de novos indícios de abusos sexuais de menores cometidos por padres foi descrita por Bento XVI como “uma cratera vulcânica da qual tivesse sido expulsa de repente uma enorme nuvem de sujidade”. De 2001 a 2010, foram avaliadas pelo Vaticano cerca de 3 mil denúncias contra sacerdotes, referentes a delitos cometidos nos últimos 50 anos. Como nunca antes nessa dimensão, um papa teve de enfrentar autoridades, famílias das vítimas e a opinião pública para se explicar. Uma tarefa difícil para quem acredita na autenticidade dos ensinamentos da Igreja – uma instituição que prega a caridade e exige um comportamento moral irrepreensível dos seus fiéis –, mas sabe que os homens não são santos.

É difícil dizer em que momento exato a cúpula da Igreja se deu conta da imensidão do problema. O fato é que o pontificado de Bento XVI representou o início de uma nova forma de lidar com os desvios do clero. Até então, o que se via, além do sofrimento das vítimas, era a omissão de bispos e a negligência na apuração dos casos, principalmente nos Estados Unidos e na Irlanda. Os cerca de 0,3% dos padres pedófilos envergonharam e entristeceram os outros 99,7%.

A estratégia de admitir e pedir perdão

Um estudo realizado por Gon­­­­zález Gaitano, da Uni­­versidade de Chicago, foi uma surpresa para os escritórios de comunicação dos bispos norte-americanos. A pesquisa demonstrou que a viagem de Bento XVI aos Estados Unidos em 2008 alcançou melhores resultados para a imagem da Igreja Católica na opinião pública do que toda a campanha midiática realizada após a descoberta dos casos de pedofilia no país. A passagem do pontífice foi acompanhada por 84% dos americanos; mais de 60% deles manifestaram uma opinião favorável ao papa, diante de 17% contrários e o restante de indiferentes.

“Isso se deu porque Bento XVI enfrentou o problema com decisão e fortaleza: na pró­­pria viagem de ida respondeu às perguntas feitas pelos jornalistas no avião; já nos Estados Unidos, falou com força aos bispos sobre a sua responsabilidade, desculpou-se diante das pessoas em nome da Igreja e recebeu as vítimas dos abusos”, explica José María la Porte, pesquisador em comunicação na Igreja e professor da Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma.

Para o vaticanista John Allen Jr., o papa avançou em vários aspectos na comunicação dentro da Igreja, apesar de o Vaticano não ser “muito bom em mostrar o outro lado”. Ao mesmo tempo, ele acredita que o papa sempre será uma figura controversa por muitas razões que não têm nada a ver com a crise dos abusos sexuais, como a sua atitude forte contra o aborto ou o casamento gay. “As pessoas que não gostam da Igreja Católica são provavelmente mais inclinadas a acreditar em representações negativas sobre a atuação do papa nos escândalos de pedofilia”, afirma. Para os especialistas, não há como fugir disso. Por sua pregação, conclui La Porte, o papa será sempre “um personagem incômodo”.

Max Rossi/ Reuters
Max Rossi/ Reuters / Apesar dos pedidos de perdão e dos esforços para impedir novos casos de pedofilia, Bento XVI também foi alvo de protestos, como o realizado em Roma, em outubro de 2010
Ampliar imagem
Apesar dos pedidos de perdão e dos esforços para impedir novos casos de pedofilia, Bento XVI também foi alvo de protestos, como o realizado em Roma, em outubro de 2010
“Traístes a confiança que os jovens inocentes e os seus pais tinham em vós. Por isso deveis responder diante de Deus onipotente, assim como diante de tribunais devidamente constituídos.”

Bento XVI, em texto dirigido aos sacerdotes e aos religiosos que abusaram de jovens na Irlanda, em 19 de março de 2010.

“Quando vi o papa chorar diante de mim, perguntei-me: por que ele sofre deste modo por algo de que não tem culpa nenhuma? Nesse momento comecei a ter paz dentro de mim. Pela primeira vez, pensei que poderia perdoar a quem me havia feito tanto mal.”

Joseph Magro, então com 38 anos, em 18 de abril de 2010, após um encontro privado do papa com ele e outras sete pessoas que tinham sido vítimas de abusos sexuais por um padre em Malta.

Leia mais

[b]Uma lista com documentos e pronunciamentos sobre os abusos está disponível no site bit.ly abusos

“O papa adotou a ‘tolerância zero’ como política oficial da Igreja”, afirma John Allen Jr., vaticanista norte-americano. “Ele endureceu a lei da Igreja para facilitar o afastamento dos pedófilos do sacerdócio, foi o primeiro papa a se encontrar com vítimas de abusos sexuais e o primeiro a pedir desculpas em nome próprio”, acrescenta o jornalista.

Um dos momentos-chave na luta do papa contra a pedofilia foi o discurso aos bispos da Irlanda em outubro de 2006, quando Bento XVI exortou-os a estabelecer “a verdade de quanto aconteceu no passado”. Antes de se tornar papa, como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Joseph Ratzinger foi um dos responsáveis por inspirar João Paulo II a determinar que todas as acusações de pedofilia fossem julgadas pelo Vaticano, e não pelos bispos nas dioceses, para evitar acobertamentos. Em maio de 2010, Bento XVI acrescentou normas mais rígidas ao modo de lidar com esses crimes e enviou uma carta circular aos bispos na qual explicou as mudanças e exigiu, entre outras coisas, um melhor discernimento da vocação dos candidatos ao sacerdócio e a contribuição com as autoridades civis. Afastou bispos e imputou penas canônicas aos sentenciados.

As ações do papa foram consideradas insuficientes por muitos críticos, mas, considerando o tamanho e a capilaridade da Igreja, é difícil saber se Bento XVI poderia ter feito mais para mudar velhas engrenagens silenciosas na rede de milhares de dioceses espalhadas pelo globo. A verdade é que sob as suas rédeas a postura do Vaticano mudou de “negação para proatividade”, usando palavras de Allen. E Bento XVI precisou de muita coragem para isso[/b]


http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/sucessao-do-papa/conteudo.phtml?id=1349071&tit=A-luta-contra-uma-chaga-na-Igreja
avatar
mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por River raid em Sex Set 20 2013, 16:03

@DarkCat escreveu:esperemos que tudo isso ajude a combater essa praga de pedofilia, o que me da mais raiva nas TJs e que não há ninguem que as denuncie, encobrem tudo, que bando de €%&#@.
Com alguma sorte essa luta vai ajudar a por um fim nisto
Encobrem porque foram ensinadas a faze-lo, infelizmente portam-se como uma empresa em que a "imagem" é mais importante do que as pesoas. É por isso que eu considero o nome "Testeunhas de Jeová" ofensivo para Deus... num qualquer tribunal Deus nunca precisaria de "testemunhas" humanas, não faz sentido porque a propria essencia de "tribunal" e de "pesoas" seria parte de Deus. Deus não precisa de testemunhas, precisa sim de nosso amor incodicional.

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4543
Likes : 203
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 42
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um inquérito parlamentar, vai começar a ouvir casos de pedofilia em organizações religiosas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum