EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por TJ Curioso em Sex Abr 20 2012, 15:36

Gostava de lançar este desafio, que envolve um pouco de pesquisa de todos os que se interessarem por este assunto. Garanto que o resultado poderá surpreendê-los!

A questão levantada gira em torno dos chamados PACTOS realizados por Jesus com seus discípulos. O evangelho de Mateus mostra que Jesus realizou o NOVO PACTO com base no seu sacríficio (Mateus 26:27-28). Este pacto realizado com seus discípulos tendo Jesus como mediador, foi o pacto feito por Deus com os humanos que exercessem fé no sacríficio propiciatório de Seu Filho.

No entanto, a Organização enfatiza, vez após vez, outro pacto, a que chama PACTO PARA UM REINO, conforme Lucas 22:29.

A questão que levanto é:

Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Tendo isto em mente, para responder acertamente é preciso ter em mente:

– O grego bíblico usado
– O contexto em que são feitas as declarações.

Aguardo opiniões… e boa pesquisa.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Investigando a Torre em Sex Abr 20 2012, 23:05

As TJ denominam a ceia do Senhor como "refeição nocturna do Senhor" ou "memorial", e somente os indivíduos da classe dos "ungidos" podem participar dos seus emblemas ou elementos -- pão e vinho -- representativos do Corpo de Cristo. Os demais seguidores, pertencentes à classe das "outras ovelhas", são excluídos dessa "refeição" por não serem considerados dignos.

No entanto, Jesus ensinou que todos os que nele crêem devem participar da ceia. As TJ, no entanto, não obedecem à ordem de Jesus: "Tomou também um copo, e, tendo dado graças, deu-lho, dizendo: “Bebei dele, todos vós;" Mat. 26:27. Em 1Cor.11:23-26, o apóstolo Paulo não faz distinção entre os irmãos, antes, afirma que todos aqueles que se sentissem dignos deveriam participar da ceia. Tampouco mensura um número limitado de participantes à igreja de Corinto. Dessa forma, as TJ estão deixando de cumprir as Escrituras para seguir os preceitos de homens (Mat. 15:9).

Portanto eu só consigo ver um pacto -- o novo pacto, ou nova aliança -- realizado por Cristo para o bem de todos quantos o recebam (João 1:12). O objectivo do CG, ao negar a verdade bíblica, é ofuscar os benefícios do sacrifício de Cristo, que segundo propagam é restrito aos 144 mil. Dessa forma, os restantes membros são inibidos de participar das bênçãos e dos privilégios da mensagem que são para todos os que crêem em Jesus e o aceitam como Salvador (Gál. 3:14).

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por TJ Curioso em Sab Abr 21 2012, 10:00

Tens toda a razão IT. Mas posso-te dizer que estás, como eu hei-de dizer... um pouco frio, em relação ao ponto principal, envolvido na questão que levantei.

Dou apenas mais uma pista:

Pacto para um reino

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Investigando a Torre em Sab Abr 21 2012, 13:35

@TJ Curioso escreveu:Tens toda a razão IT. Mas posso-te dizer que estás, como eu hei-de dizer... um pouco frio, em relação ao ponto principal, envolvido na questão que levantei.

Dou apenas mais uma pista:

Pacto para um reino

TJ Curioso,

Eu não comentei a questão do Reino propositadamente!
Tenho uma visão algo particular desta questão, mas gostava primeiro de ler as opiniões de outros a esse respeito aqui...

Depois, prometo que comentarei a visão que tenho desta questão.

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por TJ Curioso em Dom Abr 29 2012, 20:25

Então meus amigos?

Não têm comentários sobre esta questão?

Esta é a última oportunidade antes de vos explanar este assunto.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Maer em Seg Abr 30 2012, 10:55

Obviamente que tens um grande argumento para a questão levantada , mas acho que antes da resposta algo deveria ser esclarecido , Lucas 22:29 diz “Eu faço convosco um pacto, assim como meu Pai fez comigo um pacto, para um reino.” Aqui ele não menciona novo pacto , apenas pacto, e quanto ao novo pacto prometido em Jeremias 31?Aquele pacto substituiria o pacto feito no monte Sinai feito apenas com os Judeus e não com todos os humanos muito embora desde início a Bíblia já desse indícios de todas as nações serem abençoadas mas , participantes daquele pacto só os Judeus seriam. Então precisamos definir se aquele pacto feito entre Jesus e seus discípulos é o mesmo de Jeremias 31 , o que requereria a formação de uma nação espiritual para receber um privilégio especial ou se o " pacto para um reino " se refere a uma aliança particular de Jesus com os seus apóstolos consolidando a posição deles não apenas como beneficiários do reino , mas como reis atuantes. Não deixemos de levar em conta também a remissão de pecados , os sacrifícios não serviam apenas para remir pecados mas também para ratificar um pacto feito. O sacrifício de Jesus cumpriu dupla função? ou foi apenas para remir nossos pecados ? A resposta a estas perguntas envolvem diretamente na função do pacto e se era somente um pacto. A principio de Jesus vemos apenas um pacto sendo feito , mas não podemos ser determinantes sem antes considerarmos os pontos explicitados.

Maer
Membros
Membros

Mensagens : 243
Likes : 8
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 46
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por TJ Curioso em Qui Jun 07 2012, 00:22

Conforme prometido aqui deixo uma explicação sobre a questão que levantei:

Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

A TNM em Lucas 22:29, coloca Jesus dizendo o seguinte aos seus discípulos:

"Eu faço convosco um pacto, assim como meu Pai fez comigo um pacto, para um reino."

Esta passagem é muitas vezes citada nas publicações da Torre de Vigia, quando é abordado o assunto dos 144.000 (esperança celestial) e da Grande Multidão (esperança terrestre), para argumentar que estas duas classes são plenamente distintas na forma e conteúdo. O uso deste texto bíblico é considerado um dos pilares para a argumentação de que apenas uma pequena classe irá governar com Cristo nos céus.

Como isso é feito?

A Sociedade Torre de Vigia explica que o “pacto para um reino” é “um pacto especial”, apenas entre Jesus e os 144.000, que irão governar a terra com ele no seu reino, sendo tornado possível através do “novo pacto”. O “pacto para um reino” é também vital para explicar porque apenas 144.000 são incluídos na nova aliança ou novo pacto, e apenas estes podem participar dos emblemas no Memorial celebrado anualmente pelas Testemunhas de Jeová. Isto é o que uma revista A Sentinela disse a este respeito:

Na noite em que Jesus instituiu a Comemoração de sua morte, ele disse aos apóstolos fiéis: “Vós sois os que ficastes comigo nas minhas provações; e eu faço convosco um pacto, assim como meu Pai fez comigo um pacto, para um reino, a fim de que comais e bebais à minha mesa, no meu reino, e vos senteis em tronos para julgar as doze tribos de Israel.” (Lucas 22:28-30) Jesus referiu-se aqui a um pacto especial que fez com seus 144.000 irmãos gerados pelo espírito, que permaneceriam ‘fiéis até a morte’ e se tornariam ‘vencedores’. — Revelação 2:10; 3:21.

Os que compõem esse grupo limitado renunciam a toda esperança de vida eterna na Terra como humanos de carne e sangue. Eles reinarão com Cristo no céu, sentando-se em tronos para julgar a humanidade. (Revelação 20:4, 6) Vejamos agora outros textos bíblicos que se aplicam apenas a esses ungidos e que mostram por que as “outras ovelhas” não tomam dos emblemas na Comemoração. — João 10:16.—w06 2/15 p. 22 O Ajuntamento Das Coisas No Céu E Das Coisas Na Terra
(negrito acrescentado)

Ao contrário do que A Sentinela acima declara, Jesus não realizou qualquer “pacto para um reino” com os seus discípulos, embora ele seja definitivamente o mediador do “novo pacto.” (Hebr. 9:15) De acordo com o relato de Lucas, na noite em que Jesus celebrou a última Páscoa com seus discípulos e instituiu o memorial da sua morte, ele mencionou o novo pacto quando pegou no copo e entregando-o a eles disse: “Este copo significa o novo pacto (διαθήκη, di·a·the′ke) em virtude do meu sangue, que há de ser derramado em vosso benefício.” (Lucas 22:20) Mas quando Jesus prometeu, mais adiante na noite, o reino aos seus discípulos fiéis, ele não usou a palavra “pacto”.

Uma prova de que a palavra “pacto” (διαθήκη, di·a·the′ke) não aparece em Lucas 22:29 é reconhecido pela TNM com Referências (Rbi8), porque esta omite essa passagem nos 33 lugares onde a palavra “pacto” realmente aparece nas Escrituras Gregas. Isto é o que diz o Apêndice, página 1524:

A palavra di·a·thé·ke ocorre 33 vezes no texto grego, a saber, em Mt 26:28; Mr 14:24; Lu 1:72; 22:20; At 3:25; 7:8; Ro 9:4; 11:27; 1Co 11:25; 2Co 3:6, 14; Gál 3:15, 17; 4:24; Ef 2:12; He 7:22; 8:6, 8, 9, 10; 9:4, 15, 16, 17, 20; 10:16, 29; 12:24; 13:20; Re 11:19. A Tradução do Novo Mundo verte a palavra grega di·a·thé·ke por “pacto” nestes 33 lugares.

Notaram que Lucas 22:29 não é mencionado nesta listagem das Escrituras, onde a palavra “pacto” se encontra?
Qual é a importância desta palavra não ocorrer em Lucas 22:29?
Visto que Jesus não usou esta palavra juntamente com a palavra “reino” com seus apóstolos, o que ele afinal lhes disse?


Visto que Jesus sabia da sua prisão e morte eminentes, ele assegurou aos seus discípulos fiéis, que não o haviam seguido em vão e que podiam ter a certeza de receber o reino. Ele já o havia prometido antes, quando disse: “Não temas, pequeno rebanho, porque vosso Pai aprovou dar-vos o reino.” (Lucas 12:32; Mateus 19:28) É por isso que outras traduções rendem Lucas 22:29 como dizendo: “Assim como meu Pai me conferiu domínio, eu vo-lo confiro (dou, concedo, nomeio, designo) a vós.” (JFAA) A palavra para “conferir” no grego é dia·ti'the·mi (διατίθεμαι), significando “nomear”, como em um testamento.

Em português dizemos que Deus “faz” um pacto [κάνω διαθήκη, TNM], mas no original grego, Deus “dá” um pacto [η διαθήκη ην διαθήσομαι]. A palavra usada é "διαθήσομαι [diathísomai]".

Mas em Lucas 22:29, onde a palavra διαθήσομαι ocorre 2 vezes, não ocorre em conexão com nenhum pacto, porque Jesus não menciona um pacto ou aliança. Ao invés de Jesus dar [fazer] um pacto com os seus discípulos, Jesus está dando-lhes o reino: “Assim como meu Pai me conferiu domínio, eu vo-lo confiro a vós.” (JFAA) A palavra grega διατίθεμαι em si mesma não indica o que está sendo dado. Se a intenção de Jesus era realizar um pacto ou aliança com seus discípulos, porque é que ele não incluiu a palavra “pacto” na sua promessa aos seus discípulos em Lucas 22:29, se era de facto uma aliança que ele estava a fazer?

A palavra διατίθεμαι é traduzida de várias formas tais como: conceder, nomear, conferir, atribuir, dar, etc. Não significa “fazer”, embora em certos lugares aparece traduzida assim, porque em português nós não dizemos que Deus “dá” um pacto, mas que ele “faz” um pacto.

A palavra “pacto” em Lucas 22:29 (aparecendo 2 vezes) é uma interpolação, e é desonesto ser lá inserida porque sabe-se perfeitamente que a palavra não pertence lá, conforme admitido (por omissão) na TNM com Referências. Porque a palavra “pacto” foi acrescentada nesta passagem? Obviamente, de forma a suportar o ensino de que o novo pacto é restrito apenas aos 144.000, que é um dos principais ensinos da Torre de Vigia, embora não tenha suporte bíblico. Não admira que o publicador mediano sinta-se confuso ao tentar explicar o “novo pacto” relacionando-o com o “pacto para um reino.”

Quando se acusa outras denominações de desvirtuarem a mensagem da Bíblia, por seguir mandamentos de homens, quando se aponta o dedo às adulterações que outros realizaram nas traduções bíblicas, de forma a se encaixarem na sua doutrina, será que a Sociedade Torre de Vigia é isenta neste campo?

Esta passagem mostra que não! De forma a perpetuar uma doutrina que coloca fora do “novo pacto” milhões de prospectivos herdeiros do reino junto com Cristo, colocando-os numa categoria inferior, indignos de serem chamados irmãos de Cristo, foram ao ponto de adulterar este texto de forma a encaixar-se na sua visão selectiva de domínio de uma pequena classe sobre os demais.

O desejo de poder e autoridade é a base de tudo isto, e será por isso mesmo que Jesus os irá julgar adversamente.


Última edição por TJ Curioso em Qui Jun 07 2012, 12:36, editado 2 vez(es)

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Somar em Qui Jun 07 2012, 12:09

A versão dos textos originais gregos (aqueles que os tradutores da TNM nunca leram) da Bíblia Sagrada (traduzida pelos Missionários Capuchinhos), diz em Lc 22, 29: "e Eu disponho a vosso favor do Reino, como Meu Pai dispõe dele a Meu favor,"

Somar

Mensagens : 84
Likes : 8
Data de inscrição : 06/03/2012
Idade : 51
Localização : Carcavelos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por MariaL em Qui Jun 07 2012, 12:26

Parabéns pela pesquisa, TJ Curioso.
Isto só mostra que não é preciso ser "especial" para ter capacidade para ler, pesquisar e entender. Também é preciso vontade e paciência (eu não tenho).
Claro que cada um de nós é "especial" à sua maneira... Very Happy


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Maer em Sab Jun 09 2012, 12:15

Sobre a palavra grega “ diatitemai” em Lucas 22:29 veja a definição do dicionário Strong :
G1303 (Strong Português)
G01303 διατιθεμαι diatithemai
voz média de 1223 e 5087; TDNT - 2:104,157; v
1) arranjar, dispor de, pôr em ordem os próprios negócios
1a) de algo que pertence a alguém
1b) dispor por meio de um testamento, fazer um testamento
2) fazer uma aliança, fazer um pacto com alguém
Encontramos ocorrencias da palavra em : Atos 3:25, Hebreus 8:10;9:16,17;10:16 onde é traduzida por aliança (pacto).
Diccionario Strong
δéáτίθεμáé
diatídsemai
voz media de G1223 y G5087; separar, i.e. (figurativamente) disponer, repartir (por asignación, convenio o legado):- asignar, hacer (pacto), testador.

----
Diccionario Tuggy
διατίθεμαι.(fut. διαθήσομαι; tiempo futuro voz pasiva διατεθήσομαι; 2 tiempo aoristo διεθέμην). Disponer por testamento, hacer un pacto, asignar, conferir. A.T. Mayoría de las veces כָּרַת , Gén 21:27. נָתַן Ose 11:8. צָוָה pi., Jos 7:11. קוּם hi., Gén 9:17. שָׁלֵם hi. 1Cr 19:19. שַׁלֵם hi., 2Sa 10:19. N.T.

A) Hacer (un pacto): Hch 3:25; Heb 8:10. Heb 10:16.

B) Asignar, conferir : Luc 22:29.

C) Disponer por testamento : Heb 9:16-17.

----
Diccionario Vine NT
diatithemi (διατίθημι, G1303) , arreglar, disponer. Se emplea solo en la voz media en el NT; en Heb 9:16-17 aparece el participio presente con el artículo, lit: «el que hace un testamento (o pacto)», virtualmente nombre: «el testador» (el «pactador»). Se emplea de celebrar un pacto en 8:10 y 10:16 y Hch 3:25. Al concertar un pacto se acostumbraba sacrificar una víctima (Gén 15:10 ; Jer 34:18-19). El que hacía un pacto lo concertaba a costa de una vida. En tanto que la terminología de Heb 9:16-17 tiene la apariencia de ser apropiada a las circunstancias de hacer un testamento, hay excelentes razones para adherirse al significado de «concertar un pacto». La traducción «muerte del testador» haría de Cristo un Testador, lo que él no fue. No murió simplemente para que pudieran cumplirse los términos de una disposición testamentaria en favor de los herederos. Aquí aquel que es «el Mediador de un nuevo pacto» (v. 15) es él mismo la víctima cuya muerte tenía que intervenir. La de hacer un testamento destruye el argumento del v. 18. A pesar de varios que han abogado por la idea de un testamento, el peso de la evidencia es confirmatorio de lo que dice Hatch, en Essays in Biblical Greek , p. 248: «Poca duda puede haber de que la palabra (diatheke ) tiene que ser tomada invariablemente en este sentido de «pacto» en el NT, y especialmente en un libro … tan impregnado con el lenguaje de la lxx como la Epístola a los Hebreos» (véase también Westcott, y W. F. Moulton). Podemos traducirlo algo literalmente así: «Porque donde un pacto (es), una muerte (es) necesaria que sea introducida del que concierta el pacto; porque un pacto sobre muertos (víctimas) es asegurado, por cuanto nunca está en vigor cuando el que concierta el pacto vive» [estando Cristo especialmente a la vista]. El escritor está hablando desde un punto de vista judaico, no desde el de los griegos. «Aducir el hecho de que en el caso de lo testamentos la muerte del testador es la condición de la validez no constituye prueba en absoluto, naturalmente, de que una muerte sea necesaria para hacer válido un pacto. Para apoyar su argumento, demostrando la necesidad de la muerte de Cristo, el escritor aduce la ley general de que el que concierta un pacto lo hace a costa de vida» (Marcus Dods). Véanse ASIGNAR, HACER.

diatithemi (διατίθεμη, G1303) , forma intensificada de tithem i, señalar (dia , a través de, intensivo), se usa solo en la voz media. El Señor la utiliza de sus discípulos en referencia al reino que ha de ser de ellos en el futuro, y de sí mismo con respecto a lo mismo, como aquello que le ha sido señalado por el Padre (Luc 22:29). En cuanto a su utilización con un pacto, véanse HACER, TESTADOR.

----
Diccionario Swanson
(Swanson 1415)
διατίθεμαι (diatithemai): vb.; ≡ DBLHebr 4162; Strong 1303; TDNT 2.104-1. LN 57.123 hacer un testamento, disposición de la propiedad por medio de un testamento, es decir, una clase específica de pacto (Heb 9:16+); 2. LN 34.43 hacer un pacto (Hch 3:25; Heb 8:10; Heb 9:16-17; Heb 10:16+); 3. LN 37.105 διατίθεμαι βασιλείαν (diatithemai basileian), dar el derecho de gobernar, otorgar, asignar (un reino) (Luc 22:29+ (2x))

----
(Swanson 1416)
διατίθημι (diatithēmi): vb.; ≡ Strong 1303-ver 1415
Já dá para perceber que embora a "grande " maioria das Bíblias não usem o termo pacto , o termo pode sim traduzido da forma que a torre o
faz.
Do ponto de vista teológico tambem não podemos esquecer que Deus conferiu um reino a Jesus com base em um pacto e Jesus disse "assim como meu pai...." de modo que a Torre não inseriu por conta própria .

Maer
Membros
Membros

Mensagens : 243
Likes : 8
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 46
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por TJ Curioso em Dom Jun 10 2012, 13:36

@Maer escreveu:Já dá para perceber que embora a "grande " maioria das Bíblias não usem o termo pacto , o termo pode sim traduzido da forma que a torre o
faz.
Do ponto de vista teológico tambem não podemos esquecer que Deus conferiu um reino a Jesus com base em um pacto e Jesus disse "assim como meu pai...." de modo que a Torre não inseriu por conta própria .

Maer obrigado pela sua análise. Mas creio que não está absolutamente correta.

Conforme mencionei a palavra grega διατίθεμαι (dia·ti'the·mi) por si só, não significa "pacto". A palavra "pacto" (διαθήκη, di·a·the′ke) não ocorre em Lucas 22:29.

Você cita o dicionário Strong, dizendo "Encontramos ocorrencias da palavra em : Atos 3:25, Hebreus 8:10;9:16,17;10:16 onde é traduzida por aliança (pacto)."

Eu possuo o dicionário Strong e o Vine (em inglês) e ambos são coerentes e estão de acordo com a análise que fiz.

Vejamos os textos citados pelo dicionário Strong (com a numeração correspondente das duas palavras a negrito) para percebermos melhor o que o dicionário quer dizer ao usar estes textos.

Atos 3:25
YeG5210 areG2075 the childrenG5207 of theG3588 prophets,G4396 andG2532 of theG3588 covenantG1242 whichG3739 GodG2316 madeG1303 withG4314 ourG2257 fathers,G3962 sayingG3004 untoG4314 Abraham,G11 AndG2532 in thyG4675 seedG4690 shall allG3956 theG3588 kindredsG3965 of theG3588 earthG1093 be blessed.G1757

Hebreus 8:10
ForG3754 thisG3778 is theG3588 covenantG1242 thatG3739 I will makeG1303 with theG3588 houseG3624 of IsraelG2474 afterG3326 thoseG1565 days,G2250 saithG3004 the Lord;G2962 I will putG1325 myG3450 lawsG3551 intoG1519 theirG846 mind,G1271 andG2532 writeG1924 themG846 inG1909 theirG846 hearts:G2588 andG2532 I will beG2071 to themG846 a(G1519) God,G2316 andG2532 theyG846 shall beG2071 to meG3427 a(G1519) people:G2992

Hebreus 9:16, 17
ForG1063 whereG3699 a testamentG1242 is, there must also of necessityG318 beG5342 the deathG2288 of theG3588 testator.G1303
ForG1063 a testamentG1242 is of forceG949 after men are dead:G1909 G3498 otherwiseG1893 it is of no strength at allG2480 G3379 whileG3753 theG3588 testatorG1303 liveth.G2198

Hebreus 10:16
ThisG3778 is theG3588 covenantG1242 thatG3739 I will makeG1303 withG4314 themG846 afterG3326 thoseG1565 days,G2250 saithG3004 the Lord,G2962 I will putG1325 myG3450 lawsG3551 intoG1909 theirG846 hearts,G2588 andG2532 inG1909 theirG846 mindsG1271 will I writeG1924 them;G846

Analisando os textos citados com as referências do dicionário Strong anexadas a cada palavra percebemos melhor o que o dicionário quer dizer.

Temos então as seguintes 2 referências (apenas as que interessam nesta situação:

G1242 - Covenant/testament (pacto/testamento) διαθήκη, di·a·the′ke

G1303 - I will make/testator (eu irei fazer/testador) διατίθεμαι, dia·ti'the·mi

Notamos assim, que nestas passagens, em cada texto surgem as 2 referências. A palavra grega dia·ti'the·mi é usada em conjunto com a palavra di·a·the′ke normalmente usando-se a expressão, por exemplo "Eu irei fazer (dia·ti'the·mi) um pacto (di·a·the′ke) convosco."

É neste sentido que o dicionário Strong afirma que a palavra dia·ti'the·mi é usada significando "fazer um pacto." Mas quando esta palavra é usada isoladamente, sem a palavra di·a·the′ke, jamais assume o sentido de pacto.

E é neste sentido que a TNM erra ao introduzir esse conceito em Lucas 22:29. Jesus não faz um pacto com seus discípulos. Ele apenas designa, concede, nomea, confere, atribui, dá o reino aos seus discípulos, assim como o Pai lhe designou, concedeu, nomeou, conferiu, atribuiu o reino.

É preciso ter em atenção que não basta pegar num dicionário e citá-lo. É preciso entender o que ele transmite e a forma correta de o entender. Este erro é comum, por exemplo no uso que a Organização faz da palavra grega PAROUSIA, quando afirma que o dicionário em grego lhe dá atribui o sentido de presença.

No entanto, quando analisamos os dicionários do grego, vemos que algo mais está incluindo e que essa análise superficial não explica o real sentido da palavra.

Volto assim a reiterar que a Organização está errada em traduzir Lucas 22:29 e os dicionários bíblicos, bem como os comentários dos eruditos sobre essa passagem revelam isso mesmo.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Maer em Dom Jun 10 2012, 21:21

Amigo não é o caso de simplesmente pegar uma palavra e traduzir é questão contextual , O pai não simplesmente confere um reino ao filho mas é feito a base de um pacto a maneira de melquisedeque, mas deixemos por oraa este ponto de lado e vejamos que boa parte das interlineares grego-espanhol traduzem " dia-ti-te-mi" por pacto , isto porque a própria raiz tem como essencia aliança veja a interlinear Westtcot e hort ( Lucas 22:29)
καγω G +Razz-1NS-KYo también διατιθεμαι G +:V-PMI-1Sestoy haciendo pacto υμιν G +Razz-2DPa ustedes καθως G +:ADVsegún como διεθετο G +:V-2AMI-3Shizo pacto μοι G +Razz-1DSa mí ο G +:T-NSMel πατηρ G +:N-NSMPadre μου G +Razz-1GSde mí βασιλειαν G +:N-ASFa reino Lc 12:32;
Sinceramente pra mim pouco importaria provar se ali se configurava um pacto de Jesus com seus discípulos porque o "Novo Pacto" já lançava base para uma nação de "Reis e Sacerdotes" ou seja um povo para o nome de Deus em analogia ao pacto no monte Sinai , naquele tempo o pacto seria apenas para Israel , muito embora conforme a promessa feita a Abrãao fosse beneficiar "todas " as nações da terra. Mas a questão é que estava envolvido ali alianças e como "tudo" na cultura judaica era a base de alianças o contexto justifica sim o " fazer" um pacto pessoal de Jesus com seus discípulos . A essencia do referido termo grego " dia-thi-te-mi " é o de fazer um acordo , todo tradutor sabe que o que vai determinar o uso de uma palavra é o contexto e as vezes para refletir o pensamento da época será necessário usar uma outra palavra por vaŕias razões como tempo e modo verbais.

Maer
Membros
Membros

Mensagens : 243
Likes : 8
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 46
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por TJ Curioso em Dom Jun 10 2012, 21:29

Ok Maer. Creio que já expliquei razoavelmente o assunto de forma a cada um tirar as suas conclusões.

Não tenho mais nada a acrescentar. Smile

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por River raid em Sab Mar 01 2014, 21:33

TJ Curioso:

Obrigado pelo seu trabalho (e que trabalheira...!!!) . Foi elucidativo.

Desmonta qualquer teoria doutrinária que assente no facto de uns homens serem mais preferidos por Deus do que outros.

Por outro lado, eu sempre suspeitei do conceito de vida eterna na Terra devido a várias coisas tais como por exemplo os carnívoros lá no paraíso comerem relva e palha (essa foi uma das minhas dúvidas, tinha eu 6 anos).

Um mundo sem predadores destruiria o ecossistema do planeta.

Realmente para Jesus não há "classes" nem "preferidos".

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4529
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por River raid em Sex Maio 16 2014, 18:39

@TJ Curioso escreveu:Conforme prometido aqui deixo uma explicação sobre a questão que levantei:

Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

A TNM em Lucas 22:29, coloca Jesus dizendo o seguinte aos seus discípulos:

"Eu faço convosco um pacto, assim como meu Pai fez comigo um pacto, para um reino."

Quando se acusa outras denominações de desvirtuarem a mensagem da Bíblia, por seguir mandamentos de homens, quando se aponta o dedo às adulterações que outros realizaram nas traduções bíblicas, de forma a se encaixarem na sua doutrina, será que a Sociedade Torre de Vigia é isenta neste campo?

Esta passagem mostra que não! De forma a perpetuar uma doutrina que coloca fora do “novo pacto” milhões de prospectivos herdeiros do reino junto com Cristo, colocando-os numa categoria inferior, indignos de serem chamados irmãos de Cristo, foram ao ponto de adulterar este texto de forma a encaixar-se na sua visão selectiva de domínio de uma pequena classe sobre os demais.

O desejo de poder e autoridade é a base de tudo isto, e será por isso mesmo que Jesus os irá julgar adversamente.

"O desejo de poder e autoridade."
TJ Curioso, até parece que estavas a adivinhar!!!

Quando o topico foi publicado não se sabia da Nova Luz:
- o Corpo Governante é o Escravo Fiel e Discreto. Um substituto de Jesus vindo na carne de velhos imperfeitos cujo objectivo é o poder e autoridade. Mais carnal do que isto é impossível...

Espero não ser preconceituoso mas recordo que o mesmo CG que agora se auto-idolatra chamou seus "irmãos ungidos" de doentes mentais.
Deitaram abaixo a fé de milhares de outros que se consideravam ungidos desqualificando-os, ou seja, neste momento, parece que existem três classes - "Escravo", "ungidos" e restantes ovelhas.

Que babilónia! (confusão)





River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4529
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Kristy123 em Dom Abr 05 2015, 15:02

UP !

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quantos pactos Jesus fez com seus discípulos na Refeição Nocturna (memorial)?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 13:40


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum