EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

problemas com o sangue

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

problemas com o sangue

Mensagem por dany_boy em Qui Mar 09 2017, 02:11

Abreviando a historia o meu pai é testemunha, e a uns dias caiu em casa, tive de chamar o inem e foi para o hospital, foi-lhe diagnosticado o osso do fémur partido, eu estava com receio porque é um doente cronico com muitas complicações, mas a operação correu bem, a situação estava a evoluir bem até hoje.
Ao chegar a enfermaria hoje achei-o muito abatido, cansado, com muitas dores, estava com soro e mais uns medicamentos, nem o tinham tirado da cama.
Quando eu estava na visita ouve um medico que veio ver como ele estava e foi falar com ele, tinha a hemoglobina muito baixa, se amanha a situação não melhora-se, tinham de fazer uma transfusão de sangue ou a vida dele ficava em risco. Ele recusou a transfusão apesar do medico lhe ter explicado os riscos que ele corria ainda por cima com os problemas de saúde dele. Eu imediatamente autorizei o medico a fazer a transfusão.
O medico diz-me que é uma decisão do doente e não minha, que o doente ainda esta com capacidades mentais, e poder de decisão, o que eu recusei e informei o medico que o meu pai tem problemas de doença mental, basta ver a medicação que ele toma e há coisas que não é ele que decide sou eu.
Se fosse ele a decidir tudo não tomava a medicação para a cabeça como uns da congregação queriam e diziam que era o demónio.
O medico viu-se pressionado por mim e consegui marcar uma reunião com a equipa medica para falar de vários assuntos incluindo esse, estou a prever uma batalha, depois do medico sair tive uma discussão com o meu pai a obriga-lo a aceitar a transfusão, mas quando parecia que estava convencido, voltava a mesma conversa que vocês devem conhecer muito bem, grande lavagem ao cérebro lhe fizeram, como eu já estava cansado da conversa e ele muito nervoso decidi terminar, eram 21:30 quando sai da enfermaria, já a hora da visita tinha terminado a muito.
Havia muito para dizer mas não vou alongar o meu desabafo e alguma raiva, não contra vocês, nem contra das pessoas mas sim contra esta organização.



avatar
dany_boy

Mensagens : 7
Likes : 0
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 44
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por EstudanteCurioso em Qui Mar 09 2017, 09:58

@dany_boy escreveu:Abreviando a historia o meu pai é testemunha, e a uns dias caiu em casa, tive de chamar o inem e foi para o hospital, foi-lhe diagnosticado o osso do fémur partido, eu estava com receio porque é um doente cronico com muitas complicações, mas a operação correu bem, a situação estava a evoluir bem até hoje.
Ao chegar a enfermaria hoje achei-o muito abatido, cansado, com muitas dores, estava com soro e mais uns medicamentos, nem o tinham tirado da cama.
Quando eu estava na visita ouve um medico que veio ver como ele estava e foi falar com ele, tinha a hemoglobina muito baixa, se amanha a situação não melhora-se, tinham de fazer uma transfusão de sangue ou a vida dele ficava em risco. Ele recusou a transfusão apesar do medico lhe ter explicado os riscos que ele corria ainda por cima com os problemas de saúde dele. Eu imediatamente autorizei o medico a fazer a transfusão.
O medico diz-me que é uma decisão do doente e não minha, que o doente ainda esta com capacidades mentais, e poder de decisão, o que eu recusei e informei o medico que o meu pai tem problemas de doença mental, basta ver a medicação que ele toma e há coisas que não é ele que decide sou eu.
Se fosse ele a decidir tudo não tomava a medicação para a cabeça como uns da congregação queriam e diziam que era o demónio.
O medico viu-se pressionado por mim e consegui marcar uma reunião com a equipa medica para falar de vários assuntos incluindo esse, estou a prever uma batalha, depois do medico sair tive uma discussão com o meu pai a obriga-lo a aceitar a transfusão, mas quando parecia que estava convencido, voltava a mesma conversa que vocês devem conhecer muito bem, grande lavagem ao cérebro lhe fizeram, como eu já estava cansado da conversa e ele muito nervoso decidi terminar, eram 21:30 quando sai da enfermaria, já a hora da visita tinha terminado a muito.
Havia muito para dizer mas não vou alongar o meu desabafo e alguma raiva, não contra vocês, nem contra das pessoas mas sim contra esta organização.




Indentifico-me bastante com a sua situação pois tenho um familiar directo na seita quem também padece de várias condições crónicas que numa situação de urgência podem complicar bastante o quadro clínico geral, isto claro juntando a pressão em relação à questão do sangue, contudo felizmente até ao momento a lavagem cerebral não sortudo efeito completo e essa pessoa já me confessou varias vezes que acha os argumentos da ORG em relação ao sangue demasiado rebuscados.

Fico um pouco descansado ao saber isto contudo numa situação critica e debaixo de pressão de outros familiares e dos anciãos não sei como será.

O importante no seu caso é fazer o que for necessário para preservar a saúde do seu pai e manter os anciãos (que não sendo médicos tem nada que ver com questões pessoais de terceiros) na ignorância o mais tempo possível, pois assim que souberem, do corrido caem em cima do seu pai , tal qual abutres à espera da morte.



EstudanteCurioso
Membros
Membros

Mensagens : 172
Likes : 25
Data de inscrição : 03/11/2011
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Investigando a Torre em Qui Mar 09 2017, 17:31

dany_boy,

Primeira condição "sinequanon"... proibir imediatamente qualquer visita de pessoas que não sejam familiares, pois só assim poderá à partida conseguir alguma protecção para o seu pai, se é que na família não existem outras TJ!

Para isso, é importante que fale com a equipa médica e de enfermagem, bem como de quem assegura as respectivas entradas para visitas.

Seja qual for outra solução, o seu pai vai começar a sentir uma pressão fora do limite do seu controlo, relativamente à questão do sangue.  Twisted Evil

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8396
Likes : 316
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por dany_boy em Qui Mar 09 2017, 20:19

Boa Tarde,
Desde já agradeço as respostas.
Hoje estive no hospital de manha a situação clinica continuava na mesma, mas a resposta ao medico e enfermeiros do meu pai já era um bocadinho diferente, esteve-lhes a contar que eu sai de lá muito chateado com ele e tinha tido uma grande discussão e ele tinha levado um grande sermão meu, e ele acabou por dizer ao medico e enfermeiro que se não houver mais nenhuma hipótese e mesmo contrariado aceitava a transfusão. Santas palavras era isto que queríamos ouvir Smile , apesar de eu perceber que ele esta muito baralhado sem saber o que fazer.
Por um lado tenho sorte, não tenho ninguém a controlar, nem da família jeová nem dos anciãos, ou conhecidos, ninguém sabe onde ele esta, ninguém o viu sair de ambulância nem mesmo tem o meu contacto.
Posso ter o azar é de algum abutre ir visitar alguém e o encontrar lá
Há uns anos o lado da família que é jeová deixou de nos falar, nem email, telefonemas, cartas nada, isolamento completo ao meu pai, uma grade falta de consideração pelo o que o meu pai fez por eles, enfim…… Sad , julgo que ele tenha feito algo quando teve uma crise psiquiátrica, mas bolas um doente é um doente e ainda quando não sabe o que faz.
O lado da família que é jeová uns foram pregar para o Chile largaram tudo e venderam tudo, os outros foram viver para a Holanda e eu perdi-lhes o rasto.
Há uns anos quando o meu pai começou a frequentar as testemunhas, o salão do reino, ir as congregações, etc… começou a isolar-se mais, e a obedecer aos mandamentos.
Com o avançar da idade e as doenças e os problemas eu comecei a tomar mais controle sobre ele até que tenho o “controle sobre ele”, ele deixou de poder administrar o dinheiro sou eu que trato de tudo medicamentos, médicos, etc… e não lhe falta nada quase tudo o que ele me pede tem.
Há uns largos tempos depois de alguns problemas de saúde do meu pai e por precaução como eu vivo longe dele, eu resolvi instalar camaras de vigilância em casa, não para o vigiar mas para perceber se ele precisava de ajuda e se se mexia, se se mexia estava vivo, era bom eu ficava descansado.
Passado algum tempo de eu ter instalado as camaras foram lá a casa irmãos jeovás e não gostaram de ver as camaras.
Andavam a traz do meu pai para ele ser batizado e o meu pai ate queria e preparava-se para marcar o dia e queria que eu fosse ver, mas um dia o meu pai foi chamado a um talvez ancião que lhe disse que não iria ser batizado porque tinha camaras em casa e tinha de retiras as camaras se queria ser batizado o meu pai foi para casa triste e furioso comigo, teve uma grande discussão e chegou a estragar algumas camaras tive de me impor e quando a coisa acalmou expliquei-lhe o porque das camaras e mais tarde ele veio a perceber que eu tinha razão porque uma vez ele precisava de ajuda e eu apercebi-me disso e fui a casa dele.
Foi contar aos anciãos o que eu tinha dito e o porque das camaras e o que se tinha passado, mesmo assim eles diziam não, nada de camaras.
Eu não retirei as camaras e ele percebeu que as camaras até podiam ser uteis e deixou de me chatear e de ligar as camaras, como eu não tirei as camaras eles deixaram de entrar em casa, só tocavam a porta e eu pensei para comigo quem não deve não teme o porque de tanta guerra com as camaras.
De vez em quando ele vinha-me pedir dinheiro ou para revistas, livros, das testemunhas ou outras coisas porque ele queria fazer doações monetárias para ajudar, ao que eu respondia para isso NÃO e se precisares de alguma outra coisa eu vou comprar, como ele não dava dinheiro dizia que eu é que controlava tudo e não lhe dava dinheiro para doar as testemunhas, eles tentaram dar-lhe a volta para ele não deixar que eu controla-se tudo, como devem calcular deu uma grande guerra em casa, mas eu não cedi.
Se ele estava isolado mais ainda ficou, mas não deixava de ir aos fins de semana as reuniões, há 3 anos deu uma queda e ficou com o nervo ciático muito afetado a partir dai deixou de poder sair, mas mesmo assim ele de vez em quando recebia visitas a porta de casa para lhe darem livros, revistas, etc..., perguntavam sempre ao meu pai se eu estava em casa, eles mais ou menos sabiam as horas em que não estava lá e os dias em que podia não ir a casa dele.
Tentei o centro de dia para ele ter apoio durante o dia e para não estar sozinho, recusou logo ainda mais quando lhe falaram em jogar as cartas, domino, resposta dele jogos do diabo.
Por tristeza minha acabou sozinho em casa, a única coisa que ele faz lê a bíblia, lê as revistas das testemunhas e pouco mais.
Em algumas coisas ele continua a seguir os mandamentos a risca Sad
Peço desculpa por este lençol de desabafos Embarassed
avatar
dany_boy

Mensagens : 7
Likes : 0
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 44
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Kristy123 em Qui Mar 09 2017, 22:32

Olá dany_boy,

Fica à vontade,  para nos contares o que quiseres e nos manter ao corrente da situação do teu pai.

Não vai ser fácil lidar com esta situação toda e já é bom sinal, que hoje o teu pai já vem a concordar um pouco mais contigo e com os médicos. Até pode ser que o estado dele melhore e já não precise de aceitar uma transfusão. De qualquer modo, convém estar bem em cima do acontecimento e fazê-lo perceber, que se os médicos se decidirem por uma transfusão, então é porque ela será necessária. E o teu pai sabe muito bem que tens cuidado dele, o melhor que podes e que te preocupas pelo bem estar dele e que só queres o bem dele.

Sim, ainda bem que ninguém sabe onde ele está e tenta ao maximo que continue assim. Nada de influências nefastas exteriores, porque, se por acaso algum ancião vem a saber disto, a situação poderá mudar drasticamente e vir a trazer ainda muito mais problemas.

Agora, em primeira mão, está a saúde do teu pai e se por acaso for necessário uma transfusão, que seja rápido, e depois logo se vê...

Realmente ainda não tinha ouvido falar, que uma pessoa não se pode batisar, se tiver câmaras em casa.   Shocked

Espero que corra tudo pelo melhor.

Ps: aqui no fórum temos por hábito tratar os foristas por "tu" e se preferires que te trate por "você" também não tenho problema nenhum em o fazer. É só dizer.

Kristy123
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Juba em Sex Mar 10 2017, 15:31

Não sou ninguém para opinar alguma coisa sobre uma situação tão delicada como aquela em que estás.

Mas e, por favor, não me leves a mal, questão do sangue à parte porque indubitavelmente é preciso uma posição firme, não estarás a ir longe demais?

"De velho se torna a menino" e todos sabemos como o proibir, por proibir, no caso dos filhos só piora.

Além disso, como adulto, o teu pai tem direito a decidir sobre a sua vida, pelo menos, nos aspectos em que ainda não lhe estão interditos.
Nenhum adulto, nós incluídos, deve permitir que alguém nos proíba de ler o que queremos ou de nos darmos com quem queremos.
As nossas escolhas não agradam a todos mas têm que ser respeitadas.

No caso em que a religião está envolvida a situação assume uma maior proporção porque repara aos olhos dele, no seu íntimo, na sua consciência, tu estás a ser manipulado por satanás (o que faz de ti inimigo ao qual tem que se opor com todas as suas forças) para que o impeças de adorar o deus verdadeiro e de se relacionar com a organização dele na terra.

Consegues imaginar como o confronto contigo nesse ponto o deve fazer sofrer?

Se ele, através do diálogo até acaba por perceber algumas coisas, como por exemplo, no caso das câmaras, não seria menos violento puxares para conversa os pontos que aqui são abordados para ele próprio perceber que algo está mal nesta organização?

Há aqui o caso de um senhor de 90 anos, alemão que, ao fim de 60 de muita actividade nas TJ, se apercebeu da deturpação de um texto da bíblia, repito um único texto e largou tudo.

Mais uma vez não me leves a mal, por favor.

Desejo, muito sinceramente, que o teu pai melhore.

avatar
Juba
Membros
Membros

Mensagens : 193
Likes : 28
Data de inscrição : 06/06/2016
Idade : 39
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por dany_boy em Sex Mar 10 2017, 15:58

Boas,
Podem me tratar por tu não há problema eu com o tempo vou-me habituando a tratar-vos também por tu.
Foi bom ter falado com vocês pois alertaram-me de algumas situações que eu possivelmente não tinha cabeça neste momento para estar alerta, os anciãos, e os conhecidos do meu pai que vivem no mesmo prédio e bairros e que são testemunhas, mas como não sabem o meu contacto devo-me escapar
Tenho uma vizinha que não é testemunha, mas ia ver como estava o meu pai e tinha a chave de casa para alguma eventualidade e já deu com a língua nos dentes, hoje fui interpelado por 2 vizinhos que souberam e como a noticia pode correr de pressa e para não ser mal educado tenho respondido as perguntas dos vizinhos, com respostas vagas e todos pensão que ele esta num hospital central, que esta estável mas a idade não ajuda a sarar tao depressa por isso ainda não represou a casa.
Quanto as camaras, não sei se havia algo por de traz ou era uma desculpa, sei que ele deixou de ter visitas em casa e me forçou a retirar, e todas as visitas agora são feitas a porta de casa onde não há camaras, antes do pedido de retirar as camaras registei muitas visitas e estudos da bíblia eram horas na quilo.
Hoje vou ver como posso bloquear estranhos na visita ao meu pai Twisted Evil
avatar
dany_boy

Mensagens : 7
Likes : 0
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 44
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por dany_boy em Sex Mar 10 2017, 17:18

@Juba escreveu:Não sou ninguém para opinar alguma coisa sobre uma situação tão delicada como aquela em que estás.

Mas e, por favor, não me leves a mal, questão do sangue à parte porque indubitavelmente é preciso uma posição firme, não estarás a ir longe demais?

"De velho se torna a menino" e todos sabemos como o proibir, por proibir, no caso dos filhos só piora.

Além disso, como adulto, o teu pai tem direito a decidir sobre a sua vida, pelo menos, nos aspectos em que ainda não lhe estão interditos.
Nenhum adulto, nós incluídos, deve permitir que alguém nos proíba de ler o que queremos ou de nos darmos com quem queremos.
As nossas escolhas não agradam a todos mas têm que ser respeitadas.

Não te levo a mal e percebo perfeitamente o que dizes.
E respeito muitas das decisões dele, quando ele quis ser testemunha eu deixei, abri a porta de casa para estranhos entrarem, etc...
Mas também sei que ele ama a vida e quer viver e aceita tudo menos o sangue e há coisas em ele acredita na religião e há outras que não esta de acordo. Por isso temos aqui uma situação dúbia.

No caso em que a religião está envolvida a situação assume uma maior proporção porque repara aos olhos dele, no seu íntimo, na sua consciência, tu estás a ser manipulado por satanás (o que faz de ti inimigo ao qual tem que se opor com todas as suas forças) para que o impeças de adorar o deus verdadeiro e de se relacionar com a organização dele na terra.

Consegues imaginar como o confronto contigo nesse ponto o deve fazer sofrer?

Ele já utilizou de outras palavras para dizer a mesma coisa.
Mas ao mesmo tempo tenho uma vantagem, julgo eu, ele não tem mais ninguém a não ser eu, ele gosta muito de mim, e respeita-me muito, e mesmo contrariado obedece-me, e sabe tudo o que faço é para o bem dele, ele também já disse que não queria ir contra mim.
Aquilo na cabeça dele não esta fácil eu percebo isso, até porque no fim da conversa a religião vem sempre ao de cima.
Ele é contra a religião no ponto em que se algum filho fizer alguma coisa contra a religião e for expulso e o obrigarem a expulsar da vida dele um filho ele não o faz e é contra isso.  
Mas também por eu saber que ele é uma pessoa frágil e com uma doença psiquiátrica grave, mas controlada, muitas vezes não tem noção das decisões que toma.
No caso das testemunhas a cabeça dele é tereno fértil e de fácil manipulação, e as testemunhas tem um apelo muito forte.  


Se ele, através do diálogo até acaba por perceber algumas coisas, como por exemplo, no caso das câmaras, não seria menos violento puxares para conversa os pontos que aqui são abordados para ele próprio perceber que algo está mal nesta organização?

Já tentei mas quando parece que esta +/- convencido volta ao mesmo, e o medo do inferno e do diabo e não ser escolhido, etc…..
Por isso resolvi forçar por todos os meios salvar-lhe a vida se estou a cometer um pecado, um crime, desrespeitar, não sei, só o futuro o dira mas na minha consciência fiz tudo o possível para o salvar

Há aqui o caso de um senhor de 90 anos, alemão que, ao fim de 60 de muita actividade nas TJ, se apercebeu da deturpação de um texto da bíblia, repito um único texto e largou tudo.

O problema dele é ser frágil emocionalmente e facilmente manipulável, ele já detetou algumas coisas mas sempre lhe deram a volta, ou com a historia da tradução entre o brasileiro e o português e outras, as testemunhas/anciãos sabem ser muito manipuladores.

Mais uma vez não me leves a mal, por favor.

Desejo, muito sinceramente, que o teu pai melhore.


Eu sei não levo a mal ninguém eu percebo os pontos de vista
avatar
dany_boy

Mensagens : 7
Likes : 0
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 44
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Juba em Sex Mar 10 2017, 19:29

Há uns tempos vi um filme chamado “Beleza colateral”.

Rapidamente, 3 amigos de um homem em depressão profunda, contratam 3 actores para se fazerem passar pelas entidades Amor, Tempo e Morte (mais à frente,fica a ideia de que não são actores mas, as próprias entidades) e confrontarem o amigo para ver se ele reage.

Um dos amigos tem várias conversas com a morte e, por diversas vezes, tem ataques de tosse e vómitos e, a determinada altura, a Morte percebe que esse homem tem uma doença fatal, pouco tempo de vida e esconde essa informação à família, neste caso, a esposa, para a proteger.
A morte diz-lhe que sempre foi correcto ao longo da vida mas, não o está a ser na morte. Diz-lhe que a família tem direito de saber, direito a dizer adeus, etc.
Ele acaba por contar à mulher que já suspeitava de algo.

Conclusão possível:

Às vezes, amamos tanto alguém que a sufocamos, a super protegemos, a impedimos de exercer o seu direito a ter vontades, pensamentos e sentimentos próprios que têm que ser respeitados.

A ideia não é fazer aos outros o que gostaríamos que nos fizessem, em determinada situação.
Mas sim, fazer o que o outro, tendo em conta a sua personalidade, vivência, convicções, etc., ia gostar que fizéssemos, em determinada situação.
avatar
Juba
Membros
Membros

Mensagens : 193
Likes : 28
Data de inscrição : 06/06/2016
Idade : 39
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por HALDYS em Dom Mar 12 2017, 07:05

Às vezes, amamos tanto alguém que a sufocamos, a super protegemos, a impedimos de exercer o seu direito a ter vontades, pensamentos e sentimentos próprios que têm que ser respeitados.

A ideia não é fazer aos outros o que gostaríamos que nos fizessem, em determinada situação.
Mas sim, fazer o que o outro, tendo em conta a sua personalidade, vivência, convicções, etc., ia gostar que fizéssemos, em determinada situação.

Acho que a Juba tocou num ponto fulcral.Concordo plenamente com essas palavras.

Percebo que o Dany Boy se sinta numa espécie de missão em relação ao pai, uma vez que considera que este já nao tem toda a capacidade para tomar decisões sozinho, A verdade é que o pai apesar de tomar determinados medicamentos, não foi declarado inimputável. Assim sendo a ultima decisão deve ser dele.
Sugiro que marques uma reunião com os anciãos. que esclareças certas duvidas.E até que os acuses de terem interferido no assunto das câmaras. Diz lhes que és cuidador do teu pai e não vês porque estranhos se intrometem num assunto privado relacionado com os cuidados que prodigas ao pai. E ouve o que eles (os anciãos) tem para dizer.

sou filha de Testemunhas, fui durante muitos muitos anos uma. Tenho pai idoso testemunha e sei que tratam bem dele.Ajudam. até o levam  às consultas e outro apoio que ele precisa.Eu própria quando testemunha ajudei muitas testemunhas idosas tanto na limpeza da casa delas como a leva las ao medico, fazer compras, vista-las enfim todos os cuidados.Meu marido não testemunha dizia que não ia a sitio nenhum se passasse a vida a ajudar os velhinhos. Só para dizer que as Testemunhas em principio, até são uma boa companhia para os idosos.
Quanto à questão do sangue, esse assunto também deve ser abordado na reunião que tiveres com os anciãos. E teu pai por não ser baptizado... penso que as regras poderão não se aplicar a ele.
avatar
HALDYS
Membros
Membros

Mensagens : 390
Likes : 51
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 37
Localização : porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por dany_boy em Dom Mar 12 2017, 12:12

Boas,
Por eu saber que ele não tem a certeza de nada, tem muitas duvidas e incertezas eu tomei as rédeas a coisa.
O medico fez-lhe vários exames e a situação estava a complicar-se e eu já o tinha visto e ele estava pálido sem forças, cansado, até para falar lhe custava.
O medico foi falar com ele e mais tarde juntou-se um enfermeiro não sei do que falaram não estava presente, só sei do que ele me disse, o medico sentou-se numa cadeira ao lado dele e pediu-lhe que pensa-se bem, disse-lhe dos riscos que estava a correr e não queria que ele morre-se, depois do trabalho em lhe colocar a perna bem, tem a sorte de ter aquele tipo de prótese que é muito cara, para ele me ouvir que eu só quero o bem dele, o meu pai começou a ceder e a hesitar, o medico acabou por lhe dar o sangue levou 3 sacos para já, e isolaram-no no quarto com as cortinas fechadas assim ninguém via o que estavam a fazer nem a conversar.
Quando cheguei ao pé dele já não tinha nada, ele estava bem, estava um bocado triste pois tinha fraquejado aos olhos de deus, era um cobarde, etc…. estive a falar com ele com calma e ele ficou mais recetivo, há muita coisa que ele não esta de acordo nas TJ, uma delas eles não são os donos da palavra, tive a dizer para quando sair do hospital, fazer uma lista de coisas que não esta de acordo e perguntar o porque e logo vê as respostas, confronta-los com varias situações, as camaras, o batismo, e vê qual é o resultado.
Falei-lhe no grupo, tem muitas msg para ler, vídeos que há na net, que lhe posso mostrar, tem muito por onde escolher e decidir, por espanto meu ele não recusou.
No fim da visita já se ria e dizia algumas piadas, já que não posso tirar o sangue e tenho que ficar com ele, que ele seja sangue azul com algum pedigree.
Eu sei que no intimo dele aquilo não esta fácil, mas como não tem TJ ao pé tem muito por onde pensar.
A falta de sangue não o ajudou até complicou mais as coisas a nível de saúde e do pós-operatório.
avatar
dany_boy

Mensagens : 7
Likes : 0
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 44
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Mar 12 2017, 14:09

@HALDYS escreveu:Sugiro que marques uma reunião com os anciãos. que esclareças certas duvidas.E até que os acuses de terem interferido no assunto das câmaras. Diz lhes que és cuidador do teu pai e não vês porque estranhos se intrometem num assunto privado relacionado com os cuidados que prodigas ao pai. E ouve o que eles (os anciãos) tem para dizer.
Quanto à questão do sangue, esse assunto também deve ser abordado na reunião que tiveres com os anciãos.

Que sugestão mais macabra... Arrow

Quanto a mim, esta era a pior coisa que se poderia fazer!  Shocked

Felizmente que a situação foi ultrapassada, sem interferências e opiniões desajustadas de "anciãos", e a pessoa está aparentemente bem.

NUNCA devemos colocar as nossas vidas na mão de homens!  Smile

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8396
Likes : 316
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Juba em Seg Mar 13 2017, 13:51

@dany_boy escreveu:Boas,
Por eu saber que ele não tem a certeza de nada, tem muitas duvidas e incertezas eu tomei as rédeas a coisa.
O medico fez-lhe vários exames e a situação estava a complicar-se e eu já o tinha visto e ele estava pálido sem forças, cansado, até para falar lhe custava.
O medico foi falar com ele e mais tarde juntou-se um enfermeiro não sei do que falaram não estava presente, só sei do que ele me disse, o medico sentou-se numa cadeira ao lado dele e  pediu-lhe que pensa-se bem, disse-lhe dos riscos que estava a correr e não queria que ele morre-se, depois do trabalho em lhe colocar a perna bem, tem a sorte de ter aquele tipo de prótese que é muito cara, para ele me ouvir que eu só quero o bem dele, o meu pai começou a ceder e a hesitar, o medico acabou por lhe dar o sangue levou 3 sacos para já, e isolaram-no no quarto com as cortinas fechadas assim ninguém via o que estavam a fazer nem a conversar.
Quando cheguei ao pé dele já não tinha nada, ele estava bem, estava um bocado triste pois tinha fraquejado aos olhos de deus, era um cobarde, etc…. estive a falar com ele com calma e ele ficou mais recetivo, há muita coisa que ele não esta de acordo nas TJ, uma delas eles não são os donos da palavra, tive a dizer para quando sair do hospital, fazer uma lista de coisas que não esta de acordo e perguntar o porque e logo vê as respostas, confronta-los com varias situações, as camaras, o batismo, e vê qual é o resultado.
Falei-lhe no grupo, tem muitas msg para ler, vídeos que há na net, que lhe posso mostrar, tem muito por onde escolher e decidir, por espanto meu ele não recusou.
No fim da visita já se ria e dizia algumas piadas, já que não posso tirar o sangue e tenho que ficar com ele, que ele seja sangue azul com algum pedigree.
Eu sei que no intimo dele aquilo não esta fácil, mas como não tem TJ ao pé tem muito por onde pensar.
A falta de sangue não o ajudou até complicou mais as coisas a nível de saúde e do pós-operatório.

Dany, tenho muita pena do teu pai.

Não sei se és crente ou não mas, se não fores talvez não percebas nada do que te vou dizer mas, vou dizer na mesma.

A partir de agora, o teu pai vai conviver com um enorme sentimento de culpa.
O sentimento de culpa destrói, deprime, em último caso, mata.
Não vais saber ajudá-lo e ele sabe. Por isso, vai ser na solidão dos seus dias que vai chorar e definhar.

Pára de afastar as pessoas dele, pára de fazê-lo acreditar que não tem ninguém.
O pior que pode acontecer a um idoso é estar na cama de um hospital sem visitas e pensar que ninguém lhe liga.
É mau quando isso é verdade é péssimo quando só acontece porque o filho assim quer que seja.

As TJ vão saber entender o que tu não entendes. Vão dar-lhe a ajuda que jamais conseguirás.

Quer queiras quer não, essa é a fé dele.
Ao quereres impedi-lo de a viver estás a ser tão cruel como os pais TJ que obrigam os filhos a sê-lo.
Se gostas do teu pai, se queres o melhor para ele, não faças isso.

Tens muitas frases do tipo: "deixei" isto "deixei" aquilo.
Respeita o teu pai, por favor.
Tu não tens que deixar ou não deixar. Ele não é o teu filho menor de idade.
Ele não tem que ter a tua autorização para uma série de coisas na vida dele, incluindo esta a de ser TJ.

Eu estou afastada das TJ´s mas, se os meus pais, ainda activos, me dissessem não quero sangue, eu iria falar com os médicos e anciãos para ver possibilidades alternativas que, em alguns casos, existem, alimentá-los com todo o tipo de alimentos bons, nestes casos e, não havendo mais nada, teria que deixá-los decidir, ainda que lhes tentasse explicar, biblicamente, o quanto essa norma não faz sentido.

Pensa no que o teu pai pensa/sente/acredita sobre as coisas, pessoas, etc. e não no que TU pensas/sentes/acreditas.
avatar
Juba
Membros
Membros

Mensagens : 193
Likes : 28
Data de inscrição : 06/06/2016
Idade : 39
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por HALDYS em Seg Mar 13 2017, 17:51

@Investigando a Torre escreveu:
@HALDYS escreveu:Sugiro que marques uma reunião com os anciãos. que esclareças certas duvidas.E até que os acuses de terem interferido no assunto das câmaras. Diz lhes que és cuidador do teu pai e não vês porque estranhos se intrometem num assunto privado relacionado com os cuidados que prodigas ao pai. E ouve o que eles (os anciãos) tem para dizer.
Quanto à questão do sangue, esse assunto também deve ser abordado na reunião que tiveres com os anciãos.

Que sugestão mais macabra...  Arrow

Quanto a mim, esta era a pior coisa que se poderia fazer!  Shocked

Felizmente que a situação foi ultrapassada, sem interferências e opiniões desajustadas de "anciãos", e a pessoa está aparentemente bem.

NUNCA devemos colocar as nossas vidas na mão de homens!  Smile

IT

IT a minha ideia era que o Dany boy falasse com os anciaos para perceber e não para ser convencido quando à bondade da transfusão de sangue. Eu sei que os anciãos provavelmente tentariam aproveitar para dar testemunho, mas a ideia é não diabolizar os anciãos ou as TJs em geral. Porque parece me que o Dany vê tudo negativo nas TJ e no entanto provavelmente nunca conversou directamente com elas.
avatar
HALDYS
Membros
Membros

Mensagens : 390
Likes : 51
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 37
Localização : porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Vermute Rossi em Seg Mar 13 2017, 20:30

@HALDYS escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:
@HALDYS escreveu:Sugiro que marques uma reunião com os anciãos. que esclareças certas duvidas.E até que os acuses de terem interferido no assunto das câmaras. Diz lhes que és cuidador do teu pai e não vês porque estranhos se intrometem num assunto privado relacionado com os cuidados que prodigas ao pai. E ouve o que eles (os anciãos) tem para dizer.
Quanto à questão do sangue, esse assunto também deve ser abordado na reunião que tiveres com os anciãos.

Que sugestão mais macabra...  Arrow

Quanto a mim, esta era a pior coisa que se poderia fazer!  Shocked

Felizmente que a situação foi ultrapassada, sem interferências e opiniões desajustadas de "anciãos", e a pessoa está aparentemente bem.

NUNCA devemos colocar as nossas vidas na mão de homens!  Smile

IT

IT a minha ideia era que o Dany boy falasse com os anciaos para perceber e não para ser convencido quando à bondade da transfusão de sangue. Eu sei que os anciãos provavelmente tentariam aproveitar para dar testemunho, mas a ideia é não diabolizar os anciãos ou as TJs em geral. Porque parece me que o Dany vê tudo negativo nas TJ e no entanto provavelmente nunca conversou directamente com elas.  

O grande problema é que os anciãos diabolizam qualquer ser que tente raciocinar com eles, como sendo um apóstata demoníaco que nada tem mais a ganhar dentro da organização, e, por isso, toca a expulsar!
avatar
Vermute Rossi
Membros
Membros

Mensagens : 283
Likes : 62
Data de inscrição : 30/06/2016
Idade : 25
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Kristy123 em Sab Mar 18 2017, 23:21

Olá dany_boy,

Sobre a questão de nós aqui nos tratarmos por tu, é sobretudo por um aspecto mais prático e fácil e assim não precisamos de diferenciar uns dos outros ou pensar, se temos que tratar um forista por “tu” e e outro por “você”.

Tudo é uma questão de hábito e eu quando cheguei aqui, também tive que me habituar.

Mas agora, vamos ao que interessa.

Espero que o teu pai esteja a recuperar bem, dentro do possível.
Eu compreendo perfeitamente o que nos tens relatado e gostaria de saber, como tem sido esta última semana.

Como vês, aqui ou em qualquer outro lugar, existem opiniões bem diferentes uns dos outros. E o que eu gostaria de te dizer, é que continues a dar todo o apoio que tens dado e o que consigas dar. Além de o teu pai estar fraco, a nível de saúde, ainda por cima, teve que ser confrontado com a decisão de ser submetido a uma transfusão de sangue. Mas isto não é sinal que ele tenha fraquejado perante Deus. Pelo contrário! Porque a nossa vida é algo que recebemos de presente e a devemos estimar e o salvar uma vida é muito mais digno, do que deixar a pessoa morrer, por recusar esta intervenção médica.

O teu pai terá certamente momentos de arrependimento de ter concordado com uma transfusão de sangue, mas agora também cabe a ti, fazer com que ele não se sinta tão culpado nisso, ao tentares explicar que o ponto de vista e o procedimento adotado pelas TJ, o que diz respeito à recusa de sangue, não faz sentido e até não tem fundamento bíblico. Tenta ler as várias publicações que falam sobre isto para que consigas explicar melhor ao teu pai, que ele fez bem em seguir os conselhos dos médicos e lentamente fazer-lhe ver e compreender, que os ensinamentos das TJ não fazem sentido, no que diz respeito à recusa de sangue. E quando o teu pai estiver melhor e em casa, ele que pesquise mais sobre este tema e mostra-lhe artigos que refutam o ponto de vista da recusa de sangue, o qual a organização das TJ ainda mantém. Sabias que há alguns anos atrás também era proibido a vacinação e o transplante? E agora já é autorizado. Quem nos diz, que daqui a uns anos, a organização também autorize a transfusão de sangue? (o que eu não acredito, mas enfim….).

Por causa de estas regras infundadas e mal interpretadas, retiradas de alguns textos da bíblia, continuam a morrer algumas TJ, que hoje em dia poderiam estar vivas. Esta lealdade exigida pela organização é mais uma de muitas posições desleais perante Deus!

Quanto mais tarde conseguires que o teu pai fale com os seus amigos TJ e principalmente com os anciãos, melhor.

Nesta altura deves estar preparado…. Porque mais tarde ou mais cedo isto vai acontecer e quando estes anciãos souberem o que aconteceu (e também vocês só contam, se quiserem, porque ninguém tem nada a haver com aquilo que se passou no hospital) eles se irão virar contra o teu pai e o teu pai irá ser marginalizado e se ele for uma TJ batisada (confirma-me se é), o teu pai irá sentir um grande peso, arrependimento e tristeza e até será provável que ele seja obrigado a ser excluído. E também é por isso que eu referi mais acima, que deves possuir um razoável conhecimento sobre a “questão do sangue” , quando vieres a falar com algum ancião, para eles perceberem que tu próprio também não estás a falar sem conhecimento de causa. Ao saberes refutar esta doutrina das TJ, e mostrares ao teu pai as tuas pesquisas para ele próprio as ler também, estarás a ajudar o teu pai a aliviar a sua dor ou o seu arrependimento de ter sido submetido a uma transfusão de sangue. O teu pai sabe, que tu te preocupas com ele e devido ao seu estado avançado da idade e da sua situação global de saúde, ele sabe que tu sempre foste e serás o apoio principal dele e ele confia em ti. Com certeza que o teu pai tem uma opinião própria e que a deves respeitar, mas isto não invalida que ele não seja elucidado sobre questões importantes que podem acabar com a vida de uma pessoa, sem fundamento.

Fazes muito bem em lhe sugerir que leia artigos sobre estes temas e que pesquisem ambos na Internet.

Fica bem e vai dando notícias.

Kristy123
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: problemas com o sangue

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum