EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por vshappy34 em Dom Fev 12 2017, 10:40

Ola queridos amiguitos <3

Numa conversa de mesa, surgiu esta questão que não é ponto assente entre as TJ. Em conversa com um SM, ele disse que a promessa de vida eterna não significa imortalidade. Logo alguns se mostraram surpreendidos e acharam que não fazia sentido.
Na verdade, se no novo mundo vamos ser seres mortais, realmente nao vale mesmo a pena esperar por outra vida e fazer tanto esforço nesta.
De facto, em lado nenhum na biblia diz que seremos imortais, mas por outro lado, diz que nao vai haver mais morte, dor etc.
Mas, e se nos passar um camião por cima? morremos ou não?
Se morrermos, haverá morte....logo deus nao cumpre a sua promessa. Se não morrermos, será impossivel porque chegará ao ponto em que a terra nao vai acolher toda a população evidentemente.

A questão é mesmo esta: segundo aquilo que voces aprenderam, haverá imortalidade ou não?


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau
avatar
vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 102
Likes : 18
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por HALDYS em Dom Fev 12 2017, 18:43

vshappy a tua pergunta merece pesquisa.
Assim sem pesquisar direi que de facto há diferença entre eternidade e imortalidade sendo que poucos são os que tem a imortalidade (Deus, Jesus...) a eternidade seria a capacidade de viver para sempre...mas sob condições. Condição de respeitar as Leis da natureza (gravidade, etc...) e as Leis divinas, em caso de desobediência a pessoa poderá morrer.Mas sendo todos perfeitos provavelmente ninguém irá violar essas leis logo tecnicamente todos irão viver para sempre,
 Isto claro acreditando que a Biblia promete isto tudo e que a interpretação esteja certa.
Quanto à população mundial há varias teorias sendo que uma delas que a uma dada altura nao se fará mais filhos.São os mistérios da Biblia que provavelmente estao explicados nos novos rolos.
avatar
HALDYS
Membros
Membros

Mensagens : 390
Likes : 51
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 37
Localização : porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por vshappy34 em Dom Fev 12 2017, 20:53

@HALDYS escreveu:vshappy a tua pergunta merece pesquisa.
Assim sem pesquisar direi que de facto há diferença entre eternidade e imortalidade sendo que poucos são os que tem a imortalidade (Deus, Jesus...) a eternidade seria a capacidade de viver para sempre...mas sob condições. Condição de respeitar as Leis da natureza (gravidade, etc...) e as Leis divinas, em caso de desobediência a pessoa poderá morrer.Mas sendo todos perfeitos provavelmente ninguém irá violar essas leis logo tecnicamente todos irão viver para sempre,
 Isto claro acreditando que a Biblia promete isto tudo e que a interpretação esteja certa.
Quanto à população mundial há varias teorias sendo que uma delas que a uma dada altura nao se fará mais filhos.São os mistérios da Biblia que provavelmente estao explicados nos novos rolos.

Mas por exemplo, abiblia diz que será satisfeito o desejo de toda a coisa vivente. Então se um casal desejar ter mais filhos, deus não irá permitir? ou fará um controlo mental das pessoas?


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau
avatar
vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 102
Likes : 18
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Vermute Rossi em Dom Fev 12 2017, 23:26

@HALDYS escreveu:vshappy a tua pergunta merece pesquisa.
Assim sem pesquisar direi que de facto há diferença entre eternidade e imortalidade sendo que poucos são os que tem a imortalidade (Deus, Jesus...) a eternidade seria a capacidade de viver para sempre...mas sob condições. Condição de respeitar as Leis da natureza (gravidade, etc...) e as Leis divinas, em caso de desobediência a pessoa poderá morrer.Mas sendo todos perfeitos provavelmente ninguém irá violar essas leis logo tecnicamente todos irão viver para sempre,
 Isto claro acreditando que a Biblia promete isto tudo e que a interpretação esteja certa.
Quanto à população mundial há varias teorias sendo que uma delas que a uma dada altura nao se fará mais filhos.São os mistérios da Biblia que provavelmente estao explicados nos novos rolos.


Faço minhas as palavras da HALDYS. Penso que resumiu a forma como as TJ's vêm esta "problemática". Naquilo a que te referes, se Deus satisfaz tudo aquilo que os humanos querem, e do facto de um casal querer ter filhos, penso que qualquer Tj mais bitolada poderá resolver este problema dizendo que para Deus, nada é impossível, e que no novo mundo perfeito e espectacular do senhor Jójó, novos rolos serão abertos com leis super-fixes que irão agradar a todos. Também, é concordar ou então é a morte eterna, sem hipótese de salvação.
avatar
Vermute Rossi
Membros
Membros

Mensagens : 283
Likes : 62
Data de inscrição : 30/06/2016
Idade : 25
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Maer em Seg Fev 13 2017, 15:02

No artigo perguntas dos leitores da Sentinela de 2014 15/8 pp. 29-30, ao abordar a questão da ressurreição, também foi feita uma abordagem sobre a imortalidade e vida eterna. De fato, esse é um assunto que causa muita confusão na mente de alguns.Pois, ser imortal significa não morrer, e ter vida eterna também significa não morrer. Mas justamente aí que reside a confusão, pois costuma-se centrar na questão da vida infindável quando a questão vai mais além e abrange a indestrutibilidade da vida, ou seja, quem tem vida eterna teria vida duradoura, infindável, por si mesma. Já os beneficiários da imortalidade teriam uma vida indestrutível. Dito de outro modo, aquilo que dura não é o mesmo daquilo que não pode ser destruído.Portanto, na crença das testemunhas de Jeová, aqueles que tem esperança terrestre recebem a vida eterna, enquanto aqueles que tem esperança celestial, serão contemplados com a imortalidade. Vale ressaltar que os ungidos não o são por opção e sim por unção, e por isso, àqueles que vencerem e forem levados para o céu, estão predestinados a não cometerem erros.Já aos que terrenos, caso isso aconteça, receberão a punição instantânea.



avatar
Maer
Membros
Membros

Mensagens : 252
Likes : 9
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 47
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por TiagoCosta em Seg Fev 13 2017, 21:36

@vshappy34 escreveu:Mas, e se nos passar um camião por cima? morremos ou não?
Acho que isso não seria problema, que segundo aquilo que observava nas ilustrações das publicações e a maneira deles descreverem como seria, não haverá qualquer tipo de tecnologia. Ou seja, não vai haver camiões para atropelar ninguém. Cool
avatar
TiagoCosta
Membros
Membros

Mensagens : 9
Likes : 1
Data de inscrição : 07/02/2017
Idade : 27
Localização : Leiria

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por vshappy34 em Seg Fev 13 2017, 22:30

@TiagoCosta escreveu:
@vshappy34 escreveu:Mas, e se nos passar um camião por cima? morremos ou não?
Acho que isso não seria problema, que segundo aquilo que observava nas ilustrações das publicações e a maneira deles descreverem como seria, não haverá qualquer tipo de tecnologia. Ou seja, não vai haver camiões para atropelar ninguém. Cool

Resposta digna de um Oscar...depois disto, já nao tenho qualquer duvida Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau
avatar
vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 102
Likes : 18
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Sab Fev 18 2017, 15:12

Olá vshappy34,

Este tópico que abriste é muito interessante e o Maer também já colocou aqui um dos artigos, que a Sentinela apresenta sobre esta questão e o que a organização ensina, ou seja, aquilo que ela quer que "as sua ovelhas" acreditem.

A meu ver, mesmo dentro do grupo das TJ activas, não existe uniformidade e cada um pensa um pouco aquilo que cada um quer, consegue ou lhe é permitido imaginar, dependendo muito do perfil/personalidade da pessoa, do local onde vive, da educação que teve, do seu nível intelectual e consecutivamente com o meio em que está inserido e por exemplo da congregação que frequenta e com as pessoas com quem convive mais.

Definir corretamente a “imortalidade” é muito complicado e a biblia diz que somente Deus possui imortalidade. Sempre existiu. Não teve começo e não tem fim.

TUDO que veio à existência por esta força --> Deus, ou seja, tudo o que foi criado, teve um início e normalmente tem um fim.

A existência da terra e tudo o que nela existe, inclusivé, o ser humano, teve um início e por isso, tudo pode ciclicamente ter um fim.
Estas são as leis universais cósmicas, nas quais o ser humano foi aqui propositadamente inserido e as quais não há como alterar.

Por isso, neste contexto, tudo o que veio à existência por Deus, não é imortal.
No entanto, é precisamente e somente no ser humano que existe a possibilidade de conseguirmos passar para a “imortalidade”, até porque o ser humano foi criado de forma a ter algo que nós aqui chamamos de alma/espirito, que nos pode possibilitar a hipótese de passarmos a ter uma vida eterna, que se define como imortal. Digamos que, esta “partícula de Deus” em nós e existente no nosso ADN, existe em nós todos e essa sim, é imortal. Por isso, quando nós morremos, este “algo” sai do nosso corpo e vai para outro lugar. E lugares diferentes podem haver muitos!

Mas agora eu vos pergunto e gostava que me dessem a vossa opinião:
Supomos que uma  TJ comete um grande pecado. O que ela diz, o que lhe vai acontecer?    
“Eu vou morrer no Armagedom”.
Então, e se esta pessoa morrer antes do Armagedom, o que lhe vai acontecer? Para onde acredita que irá?
Digam-me: O que acredita uma TJ, se eu perguntasse, o que acontece aos Ungidos, quando morrem?

O que deverá uma TJ acreditar e o que dirá uma TJ em resposta a estas duas perguntas que eu coloquei aqui?
(para aqueles que já deixaram de ser TJ, pensem naquilo que acreditavam e diziam antes!) affraid

Kristy123

avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por vshappy34 em Dom Fev 19 2017, 19:36

@Kristy123 escreveu:

Mas agora eu vos pergunto e gostava que me dessem a vossa opinião:
Supomos que uma  TJ comete um grande pecado. O que ela diz, o que lhe vai acontecer?    
“Eu vou morrer no Armagedom”.
Então, e se esta pessoa morrer antes do Armagedom, o que lhe vai acontecer? Para onde acredita que irá?
Digam-me: O que acredita uma TJ, se eu perguntasse, o que acontece aos Ungidos, quando morrem?

O que deverá uma TJ acreditar e o que dirá uma TJ em resposta a estas duas perguntas que eu coloquei aqui?
(para aqueles que já deixaram de ser TJ, pensem naquilo que acreditavam e diziam antes!)  affraid

Kristy123


Segundo aquilo que entendo, supostamente quando um ungido morre vai diretamente para o ceu....fica a ver-nos a todos junto com deus....ou seja, assiste ao seu proprio funeral Morrer a rir a meu ver...


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau
avatar
vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 102
Likes : 18
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Ter Fev 21 2017, 14:44

Olá vshappy34,

Quando um suposto ungido morre, vamos dizer que ele será enterrado num cemitério, como qualquer outra pessoa.
E então, o que é que no teu entendimento, iria diretamente para o céu, se os ensinamentos dizem que não existe mais nada após a morte e é firme em afirmar que a alma também morre, por ser a própria pessoa?

O que eles têm a mais,  do que qualquer outro ser mortal?
Pensas que neste caso,  os seja, que existe esta classe de pessoas, que ao morrerem e irem para o céu, estão a ser ressuscitados?

Estas perguntas são para todos que queiram responder.
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por hocosi em Ter Fev 21 2017, 19:23

Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo o propósito e para toda a obra.
Disse eu no meu coração, quanto a condição dos filhos dos homens, que Deus os provaria, para que assim pudessem ver que são em si mesmos como os animais.
Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade.
Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.
Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra?
Assim que tenho visto que não há coisa melhor do que alegrar-se o homem nas suas obras, porque essa é a sua porção; pois quem o fará voltar para ver o que será depois dele?
Eclesiastes 3:17-22

Está tudo dito. A crença na vida após a morte é terreno fértil para a fraude. Os charlatães religiosos aproveitam-se dessa crença para faturar.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão
avatar
hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2619
Likes : 354
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Ter Fev 21 2017, 19:55

Olá Hocosi,

Estava mesmo agora a pensar em te dizer alguma coisa aqui e pedir para me responderes e eis que respondes precisamente nesta altura.

Não, não está tudo dito, porque te estás a basear num texto com um contexto específico e que por sinal, é retirado de um livro, no qual já não acreditas. Da mesma forma existem inúmeros outros textos do mesmo livro, que dizem exatamente o contrário e que dos quais outros charlatães também se aproveitam.

E eu concordo com o Eclesiastes.

Como é que Deus julgará o justo e o ímpio, se depois da morte não há mais nada?????

avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por hocosi em Ter Fev 21 2017, 20:05

@Kristy123 escreveu:Olá Hocosi,

Estava mesmo agora a pensar em te dizer alguma coisa aqui e pedir para me responderes e eis que respondes precisamente nesta altura.

Não, não está tudo dito,  porque te estás a basear num texto com um contexto específico e que por sinal,  é retirado de um livro, no qual já não acreditas.

É verdade que já não acredito nem neste nem nos outros como palavra inspirada de Deus. Mas para quem acredita o que lá diz é bem claro. E ou a Bíblia é a palavra inspirada de Deus ou não é. Se não é porque acreditar nas outras passagens que, como dizes, dizem o contrário?

A verdade é que não há dados fiáveis acerca dessa existência no além nem forma de ir lá ver e voltar. A hipótese da vida depois da morte é contrária ao que sabemos ser necessário à vida e, principalmente, à consciência. Viver exige capacidades, mudança, dinamismo, energia.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão
avatar
hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2619
Likes : 354
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Maer em Qua Fev 22 2017, 19:47

Tenho de admitir que no diz respeito ao assunto morte, nós não temos certeza de nada, pois não  morremos para contar a experiência. Sendo assim, nos resta confabular com base no que a Bíblia e as religiões dizem. Chamo atenção para a carta de primeira aos coríntios capítulo quinze. Neste capítulo, o apóstolo Paulo, o grande teólogo do cristianismo, faz uma defesa da ressurreição. Nos versículos 35 a 40 o apóstolo teoriza sobre a natureza do corpo na ressurreição. ele diz ''Deus lhe dá um corpo, como determinou"vers, 38. Em 1 Pedro 3:18 que faz referência à ressurreição de Cristo confirma esse conceito. "Ele foi morto no corpo, mas vivificado pelo Espírito".
Ainda sobre isso, Paulo cita que "carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem o que é perecível pode herdar o imperecível"(1 Cor 15:50), indicando-se assim que a natureza do corpo a ser recebido na ressurreição é de acordo com a perspectiva de cada um, pois se  é celestial o corpo é espiritual, mas se é terrena o corpo é físico. Elucidando ainda mais essa questão, Paulo diz em  Romanos 6:5  "Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição". Isso significa que todos passam pela morte, e que a transformação mencionada em 1 Cor 15:52, simplesmente indica que em dado momento na corrente cronológica, o candidato ao céu, não terá de esperar para ser ressuscitado, mas será transformado de um corpo físico para corpo celestial, pois neste momento ocorre o que diz o versículo 53 "Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade". Mas por que essa ressurreição é tão diferente, tão especial ? Apocalipse 20:6 responde : "  Felizes os santos os que participam da primeira ressurreição! A segunda morte não tem poder sobre eles; serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante mil anos". Sim, esses receberão a imortalidade, ou seja, não morrerão mais. Em relação aos que recebem a vida eterna, tudo será condicionado à questão da obediência, do contrário a morte os alcançará. Tudo isso é que se infere do que tanto a Bíblia quanto a religião, particularmente as tj ensinam. Mas em relação a minha opinião, concordando com o ponto aqui explanado. Os eleitos para o céu, observe "eleitos" ou seja, aqueles que tem perspectiva celestial, não têm escolha. Vão para o céu e pronto, de modo que acredito que estes estão predestinados , por isso têm a garantia da imortalidade. Quanto aos demais, não há predestinação. Nós os terrenos, somos livres para decidir se obedecemos ou não, portanto sujeitos ao erro e consequentemente, a punição da morte.



avatar
Maer
Membros
Membros

Mensagens : 252
Likes : 9
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 47
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por hocosi em Qua Fev 22 2017, 19:58

@Maer escreveu:Tenho de admitir que no diz respeito ao assunto morte, nós não temos certeza de nada, pois não  morremos para contar a experiência. Sendo assim, nos resta confabular com base no que a Bíblia e as religiões dizem...

[img][/img]



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão
avatar
hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2619
Likes : 354
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Qua Fev 22 2017, 20:09

Olá Hocosi,

Sobre o que Salomão terá dito (e que se poderá ler em Eclesiastes) muito antes de Jesus vir à terra, coloco aqui um blog, que de certa forma vai ao encontro daquilo que eu acho, para te conseguir dar mais ou menos o meu ponto de vista, sobre esta questão.

Vai lá à procura da tua Bíblia lá em casa e quase que consigo afirmar que estes textos que mencionaste até estão bem sublinhados. E quantas centenas de vezes não os terás apresentado ao teu 'ouvinte' de forma convincente.
Mas talvez não esteja lá sublinhado o capítulo 12:7  que diz: "E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu."  ou Eclesiastes 3:11 que diz: "Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem"

Salomão não está a negar a vida após a morte, mas adverte-nos, sobre a futilidade de vivermos somente para esta vida “debaixo do sol”.

http://juntoscomapalavra.blogspot.pt/2014/10/eclesiastes-95610-mostra-um-estado-de.html?m=1
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Qui Fev 23 2017, 14:18

Olá Maer,

Entendi o teu ponto de vista, que é muito jeovista. Morrer a rir

Agora não posso desenvolver muito a minha opinião sobre o que escreveste,  mas fiquei com a sensação de que Deus tem 'filhos' e 'enteados' e que Deus predestina certas pessoas para reinarem no céu, pelo que até parece que nem têm escolha.

Sabes, a meu ver todos têm uma garantia de 'eternidade', mas uns têm-na para a vida eterna e outros para a condenação eterna.

Acreditas na ressurreição do justo e do injusto?
A meu ver, a Bíblia fala que todos irão ressuscitar.
Então porque um injusto (aquele que não merece vida eterna) haveria de ter que ser ressuscitado, para depois ser morto outra vez por Deus, se ele por si só já estava morto? Silêncio Morrer a rir

Achas que a ressurreição já está em andamento?
Eu digo que Não.
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Maer em Qui Mar 02 2017, 15:45

@Kristy123 escreveu:Olá Maer,

Entendi o teu ponto de vista, que é muito jeovista.  Morrer a rir

Agora não posso desenvolver muito a minha opinião sobre o que escreveste,  mas fiquei com a sensação de que Deus tem 'filhos' e 'enteados' e que Deus predestina certas pessoas para reinarem no céu, pelo que até parece que nem têm escolha.

Sabes, a meu ver todos têm uma garantia de 'eternidade', mas uns têm-na para a vida eterna e outros para a condenação eterna.

Acreditas na ressurreição do justo e do injusto?
A meu ver, a Bíblia fala que todos irão ressuscitar.
Então porque um injusto (aquele que não merece vida eterna) haveria de ter que ser ressuscitado, para depois ser morto outra vez por Deus, se ele por si só já estava morto?  Silêncio  Morrer a rir

Achas que a ressurreição já está em andamento?
Eu digo que Não.

Infelizmente também tenho andado com pouco tempo para o aprofundamento da questão,  grosso modo posso externar algum pensamento. É verdade minha visão é um pouco "Jeovista", lembra? apesar de visitar este site, eu ainda sou TJ ativa. Mas por outro lado não concordo com toda a teologia tj, por exemplo o tratamento dispensado aos familiares disassociados.
Tento na medida do possível manter alguma coerência em relação às questões doutrinais. Levo muito em conta as questões linguísticas e histórico-sociais, por isso entendo que muitas expressões, principalmente as idiomáticas precisam ser analisadas com mais cuidado, e isso não é fácil, daí a razão de haver tantas formas de traduzir um texto. Será que o juizo de valor aplicado aos termos  Justo/injusto de Atos 24:15  é referente ao ponto de vista divino ou será que refere-se ao conceito justo/injusto do ponto de vista humano, uma vez que diante da lei os cristãos também eram considerados infratores? ou mesmo será que ser injusto é o mesmo que ser iníquo, ou se trata de alguém que por força das circunstâncias não teve a oportunidade de aprender ou viver de acordo com os padrões de Deus?. Também há reflexões, tais como; de que se trata a condenação eterna? Pode o espírito sofrer as dores impostas pelo "fogo do inferno"? Ou tudo não passa de alegorismo?
Bem, vamos aos poucos trocando ideia.



avatar
Maer
Membros
Membros

Mensagens : 252
Likes : 9
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 47
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Dom Mar 12 2017, 19:35

Olá Maer,

É sempre bom, poder dar largas aos nossos pensamentos e conseguir trocar ideias. O diálogo é importante, até porque através disso, por vezes conseguimos chegar à conclusão que estávamos errados e conseguimos mudar de opinião. Não é assim?

Ser uma TJ activa e não concordar com toda a teologia TJ não deve ser fácil, porque a nossa consciência nos dá por vezes alertas…. E é essa consciência que revela o nosso verdadeiro “EU”.

E também precisamente, devido à dificuldade na genuina tradução do original e consequentemente às diversas interpretações dadas ao mesmo texto, existem tantas diferenças doutrinais. Mas há algo que eu acho bastante curioso…. Se as TJ se intitulam os verdadeiros cristãos, como é possível existirem também outras religiões que se dizem cristãs, tais como por exemplo os católicos, protestantes, evangélicos, etc., cujas doutrinas são exatamente o oposto? E porque a maior número de cristãos, no mundo inteiro, acredita na existência da alma/espirito? Não me faças rir, se me responderes a isto, que a tua religião, criada em 1800 e tal, é a única religião verdadeira e que os outros estão todos errados….

Infelizmente e desculpa de o dizer assim, mas a religião das TJ é das poucas existentes, que sugam a verdadeira essência da alma e MATAM a alma e a reduzem a nada….
Em algo de inexistente…
 
A biblia, no seu todo, consegue ser coerente e fala sempre na existência de uma alma e também fala na imortalidade. O velho testamento consegue apresentar-nos um quantidade de acontecimentos, hábitos e costumes que os povos tinham e observavam. O novo testamento, com a vinda de Jesus à terra, apresenta-nos a vinda de um homem chamado de Jesus, que veio abolir muitos dos hábitos e costumes anteriores. E se Jesus viesse agora, também iria abolir ou contrariar os hábitos e costumes que existiam há 2000 anos atrás. Hoje em dia, ser cristão, não é copiar os hábitos e costumes dos povos nem do velho e nem do novo testamento. O passado já lá vai…. E o que deve contar, é ter uma postura cristã, da atualidade, ou seja, do presente, ter bom senso e conseguindo-nos adaptar aos hábitos e costumes actuais. Porque Deus é um Deus de amor e de evolução.  

Se me disseres que os povos na altura do VT não acreditavam na imortalidade da alma, dir-te-ei que não concordo com isso, porque eu penso que eles acreditavam sim. E o novo testamento ainda fala muito mais nisto. Por exemplo, o NT fala em “Pai, Filho e Espirito Santo”, mas no VT não encontras esta expressão. O VT não poderia falar em “ressurreição” ou em “corpos gloriosos e transformados” ou até em “vida eterna”, tal como nós conseguimos perceber no NT. Isto para dizer, que à medida que o tempo vai evoluindo, se vai tendo mais conhecimento ou entendimento para certas situações.    
 
A nível humano, tudo é relativo. Vivemos num mundo material e temporal e por isso, tudo é relativo. O considerar alguém de injusto é por isso muito relativo. Eu posso achar a atitude de alguém muito injusta, mas esta pessoa, pelas suas próprias razões, acha que foi justo. Eu até me atrevo a dizer, que nós seres humanos já perdemos a sensibilidade de saber o que é justo ou injusto, porque vivemos num mundo completamente manipulado. E é por isso que eu acho que o principal mandamento para os dias de hoje é : “ama o teu próximo”. E sabes porquê? Porque se tu o conseguires fazer, não serás injusto para aqueles que te fizeram mal ou bem. Porque nós não temos a faculdade de conseguir determinar as atitudes das pessoas e podemos ser injustos com a nossa conclusão para com a outra parte. O ser humano age por emoção (deturpada ou não) e por vezes por falta de informação e falsos pressupostos e pode correr o risco de “condenar” alguém injustamente. Isto tudo, porque quem saberá julgar corretamente, será mesmo a tal figura de “DEUS” que não conhece integralmente.
E este único mandamento é por consequência o mais importante, mas o mais difícil de conseguir. Chega este, para seres alguém “digno” aos olhos de Deus.

O juízo de valor referido em Atos 24:15, escrito por um ser humano, demonstra o ponto de vista humano, mas efectivamente o juizo de valor para determinação do justo ou injusto caberá finalmente, única e exclusivamente a Deus. E acredita que muitos que nós consideraríamos injustos, afinal são justos e muitos considerados justos são na realidade injustos ou iníquos. Mas todos eles têm uma alma! E por isso, o tal juízo caberá Àquele que conhece cada uma dessas almas e os seus pensamentos. Podemos estar a nossa vida toda a mentir a nós próprios e a fingir certas situações, mas é na alma, na tua própria essência, que fica tudo intimamente armazenado, quer seja algo de bom ou algo de mau. Esta será mesmo o teu verdadeiro EU, sem mentiras e com as tuas puras verdades.

E é talvez por isso, que a alma, após a nossa morte, terá que abandonar o seu corpo.
E nessa altura, até nem interessa, se esta pessoa teve algum contacto com alguma religião, ou não. Se ela sabe ler e escrever, ou não. Se viveu no campo ou na cidade. Se é bonito ou feio. O que interessa, é o que fez ao longo da sua vida, ou seja, como é que alimentou a sua alma enquanto teve o presente VIDA nas suas mãos. Em como se encontra a sua alma.

E talvez será nessa altura que receberão a sua recompensa, uns para a “vida eterna” em condições inexplicáveis para o ser humano materialista, ou seja, numa ressurreição, a reunião da sua própria alma com um “corpo glorificado” para ter condições para viver uma “vida eterna”.

E os outros, não merecedores de “vida eterna”? Deus matará? Não, Deus não é um Deus de morte, mas de vida e é a surpema justiça. Por issso, penso que a justiça será feita. E a justiça será aplicada consoante a atitude que esta alma teve em vida. Uns mais e uns menos. Uns mais perto de Deus e outros mais afastados de Deus. Uns mais na luz e outros mais na escuridão. Uns mais na glória e alegria e outros mais na vergonha e desprezo.
Repara por exemplo o que diz em Daniel 12:2 ou Jo 5:29
Se o iníquo fosse completamente eliminado, ou que não ressuscitasse (como as TJ ensinam) não haveria justiça….  E uma pessoa morta, não sente nem vergonha, nem desprezo….
Um morto não sente NADA, mas a alma sente!
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Vermute Rossi em Dom Mar 12 2017, 22:34

@Kristy123 escreveu:Olá Maer,

É sempre bom, poder dar largas aos nossos pensamentos e conseguir trocar ideias. O diálogo é importante, até porque através disso, por vezes conseguimos chegar à conclusão que estávamos errados e conseguimos mudar de opinião. Não é assim?

Ser uma TJ activa e não concordar com toda a teologia TJ não deve ser fácil, porque a nossa consciência nos dá por vezes alertas…. E é essa consciência que revela o nosso verdadeiro “EU”.

E também precisamente, devido à dificuldade na genuina tradução do original e consequentemente às diversas interpretações dadas ao mesmo texto, existem tantas diferenças doutrinais. Mas há algo que eu acho bastante curioso…. Se as TJ se intitulam os verdadeiros cristãos, como é possível existirem também outras religiões que se dizem cristãs, tais como por exemplo os católicos, protestantes, evangélicos, etc., cujas doutrinas são exatamente o oposto? E porque a maior número de cristãos, no mundo inteiro, acredita na existência da alma/espirito? Não me faças rir, se me responderes a isto, que a tua religião, criada em 1800 e tal, é a única religião verdadeira e que os outros estão todos errados….

Infelizmente e desculpa de o dizer assim, mas a religião das TJ é das poucas existentes, que sugam a verdadeira essência da alma e MATAM a alma e a reduzem a nada….
Em algo de inexistente…
 
A biblia, no seu todo, consegue ser coerente e fala sempre na existência de uma alma e também fala na imortalidade. O velho testamento consegue apresentar-nos um quantidade de acontecimentos, hábitos e costumes que os povos tinham e observavam. O novo testamento, com a vinda de Jesus à terra, apresenta-nos a vinda de um homem chamado de Jesus, que veio abolir muitos dos hábitos e costumes anteriores. E se Jesus viesse agora, também iria abolir ou contrariar os hábitos e costumes que existiam há 2000 anos atrás. Hoje em dia, ser cristão, não é copiar os hábitos e costumes dos povos nem do velho e nem do novo testamento. O passado já lá vai…. E o que deve contar, é ter uma postura cristã, da atualidade, ou seja, do presente, ter bom senso e conseguindo-nos adaptar aos hábitos e costumes actuais. Porque Deus é um Deus de amor e de evolução.  

Se me disseres que os povos na altura do VT não acreditavam na imortalidade da alma, dir-te-ei que não concordo com isso, porque eu penso que eles acreditavam sim. E o novo testamento ainda fala muito mais nisto. Por exemplo, o NT fala em “Pai, Filho e Espirito Santo”, mas no VT não encontras esta expressão. O VT não poderia falar em “ressurreição” ou em “corpos gloriosos e transformados” ou até em “vida eterna”, tal como nós conseguimos perceber no NT. Isto para dizer, que à medida que o tempo vai evoluindo, se vai tendo mais conhecimento ou entendimento para certas situações.    
 
A nível humano, tudo é relativo. Vivemos num mundo material e temporal e por isso, tudo é relativo. O considerar alguém de injusto é por isso muito relativo. Eu posso achar a atitude de alguém muito injusta, mas esta pessoa, pelas suas próprias razões, acha que foi justo. Eu até me atrevo a dizer, que nós seres humanos já perdemos a sensibilidade de saber o que é justo ou injusto, porque vivemos num mundo completamente manipulado. E é por isso que eu acho que o principal mandamento para os dias de hoje é : “ama o teu próximo”. E sabes porquê? Porque se tu o conseguires fazer, não serás injusto para aqueles que te fizeram mal ou bem. Porque nós não temos a faculdade de conseguir determinar as atitudes das pessoas e podemos ser injustos com a nossa conclusão para com a outra parte. O ser humano age por emoção (deturpada ou não) e por vezes por falta de informação e falsos pressupostos e pode correr o risco de “condenar” alguém injustamente. Isto tudo, porque quem saberá julgar corretamente, será mesmo a tal figura de “DEUS” que não conhece integralmente.
E este único mandamento é por consequência o mais importante, mas o mais difícil de conseguir. Chega este, para seres alguém “digno” aos olhos de Deus.

O juízo de valor referido em Atos 24:15, escrito por um ser humano, demonstra o ponto de vista humano, mas efectivamente o juizo de valor para determinação do justo ou injusto caberá finalmente, única e exclusivamente a Deus. E acredita que muitos que nós consideraríamos injustos, afinal são justos e muitos considerados justos são na realidade injustos ou iníquos. Mas todos eles têm uma alma! E por isso, o tal juízo caberá Àquele que conhece cada uma dessas almas e os seus pensamentos. Podemos estar a nossa vida toda a mentir a nós próprios e a fingir certas situações, mas é na alma, na tua própria essência, que fica tudo intimamente armazenado, quer seja algo de bom ou algo de mau. Esta será mesmo o teu verdadeiro EU, sem mentiras e com as tuas puras verdades.

E é talvez por isso, que a alma, após a nossa morte, terá que abandonar o seu corpo.
E nessa altura, até nem interessa, se esta pessoa teve algum contacto com alguma religião, ou não. Se ela sabe ler e escrever, ou não. Se viveu no campo ou na cidade. Se é bonito ou feio. O que interessa, é o que fez ao longo da sua vida, ou seja, como é que alimentou a sua alma enquanto teve o presente VIDA nas suas mãos. Em como se encontra a sua alma.

E talvez será nessa altura que receberão a sua recompensa, uns para a “vida eterna” em condições inexplicáveis para o ser humano materialista, ou seja, numa ressurreição, a reunião da sua própria alma com um “corpo glorificado” para ter condições para viver uma “vida eterna”.

E os outros, não merecedores de “vida eterna”? Deus matará? Não, Deus não é um Deus de morte, mas de vida e é a surpema justiça. Por issso, penso que a justiça será feita. E a justiça será aplicada consoante a atitude que esta alma teve em vida. Uns mais e uns menos. Uns mais perto de Deus e outros mais afastados de Deus. Uns mais na luz e outros mais na escuridão. Uns mais na glória e alegria e outros mais na vergonha e desprezo.
Repara por exemplo o que diz em Daniel 12:2 ou Jo 5:29
Se o iníquo fosse completamente eliminado, ou que não ressuscitasse (como as TJ ensinam) não haveria justiça….  E uma pessoa morta, não sente nem vergonha, nem desprezo….
Um morto não sente NADA, mas a alma sente!

Olá Kristy123,

Deixaste-nos aqui um longo discurso, com muita coisa que poderia ser dita. Apesar de estar cansado e com pouca força para debater esta noite assuntos como a imortalidade da alma, se a alma é imortal ou não, vou apenas te dizer o seguinte, remetendo aquilo que escrevi na primeira parte da frase para outro dia:

TODAS as religiões, quando são seguidas de modo fanático, sugam uma parte de ti. Todas elas têm a capacidade de te fazer viver num mundo de enganos, por meio daquilo que chamamos a fé. Fé num Deus, numa divindade, num céu, num inferno, no medo de desagradar... As testemunhas de Jeová são apenas mais uma dentre muitas.
avatar
Vermute Rossi
Membros
Membros

Mensagens : 283
Likes : 62
Data de inscrição : 30/06/2016
Idade : 25
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Kristy123 em Seg Mar 13 2017, 14:47

Olá Vermute Rossi,

Antes que tenhas a oportunidade de fazeres as tuas próprias observações sobre as minhas, só gostaria de te recordar que eu não pertenço absolutamente a nenhum grupo ou idealogia religiosa e a bem dizer,  sou anti-religião.

A minha fé é q.b. e o meu fanatismo é nulo.

Acredito sim,  que Jesus  existiu e posto isto não o considero um mentiroso e também penso que ele ressuscitou em carne e osso, tal como relata a história e é isto que faz toda a diferença....

Só falo aqui sobre o tema "religião" ...

Estou preparada, Vermute Rossi cotchi
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4243
Likes : 240
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Vermute Rossi em Seg Mar 13 2017, 20:27

@Kristy123 escreveu:Olá Vermute Rossi,

Antes que tenhas a oportunidade de fazeres as tuas próprias observações sobre as minhas, só gostaria de te recordar que eu não pertenço absolutamente a nenhum grupo ou idealogia religiosa e a bem dizer,  sou anti-religião.

A minha fé é q.b. e o meu fanatismo é nulo.

Acredito sim,  que Jesus  existiu e posto isto não o considero um mentiroso e também penso que ele ressuscitou em carne e osso, tal como relata a história e é isto que faz toda a diferença....

Só falo aqui sobre o tema "religião" ...

Estou preparada, Vermute Rossi cotchi


Ahahah tem calma, eu não estou aqui para julgar ninguém, apenas para discursar e debater assuntos, mais nada... acreditas na ressurreição de Jesus? Mas não pertences a nenhuma religião? De onde, então foste tirar essa ideia? De onde foi que ela nasceu?Não foi numa religião?
avatar
Vermute Rossi
Membros
Membros

Mensagens : 283
Likes : 62
Data de inscrição : 30/06/2016
Idade : 25
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Altar em Ter Mar 14 2017, 09:20




avatar
Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1753
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vida Eterna: significa ou não imortalidade?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum