EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Porque as Testemunhas de Jeová não recorrem aos tribunais?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Porque as Testemunhas de Jeová não recorrem aos tribunais?

Mensagem por Clix em Seg Fev 06 2017, 15:53

Já sabemos que quando uma TJ têm um "problema", violação, violência domestica, abuso sexual, etc... têm que falar com os anciãos.
Eles marcam uma comissão comissão judicativa e depois fazem o "julgamento".

*** km 11/73 p. 4 Perguntas Respondidas ***

Quando um casal tem problemas devem procurar resolvê-los sozinhos em harmonia com o conselho da Palavra de Deus. Entretanto, se não puderem fazer isso e o problema for sério, é correto que um ou ambos falem com os anciãos da comissão judicativa. — Veja Mateus 18:15-17.

Por exemplo, um sério problema doméstico seria o caso dum homem que espancasse fisicamente a sua mulher causando-lhe ferimentos. O cristão não deve ser espancador. (1 Tim. 3:3; Tito 1:7).

Se a evidência indicar que houve séria violência, a comissão judicativa da congregação investigará o assunto para descobrir o motivo que levou aos maus tratos infligidos à esposa e dará conselho bíblico a ambos, no empenho de restabelecer a paz na família. Talvez verifique que é preciso dar mais do que apenas conselho: talvez se tenha de dar ao homem repreensão particular ou pública.

NOTA: Quando é publica nunca dizem o motivo!!!! E o resto do pessoal fica logo a pensar o que será??????
Eles só dizem: O I.Tomé foi repreendido e deixa de ser ancião, servo ministral, pioneiro, etc.


Quando alguém mostra ser espancador habitual de sua esposa, não tendo autodomínio e sendo feroz (2 Tim. 3:3), e se ele não acatar o conselho bíblico dado pelos anciãos da congregação, o homem violento pode ser desassociado.

A comissão Judicativa da congregação não deve espionar os assuntos pessoais e particulares de família dos outros; mas quando alguém procura seu conselho, então tem a grande responsabilidade de julgar os assuntos em harmonia com as Escrituras e proteger o bom nome da congregação.

Sem mais comentários ....
avatar
Clix

Mensagens : 79
Likes : 6
Data de inscrição : 21/03/2015
Idade : 46
Localização : Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum