EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Oficializar cartão do sangue - DPA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Ter Nov 22 2016, 18:33

Olá gente boa,

Neste momento estou a ser confrontada com a questão de tornar o cartão do sangue legal através dum notário ou do RENTEV (não sei se é assim que se escreve).
Estou num beco sem saída, ja tentei esquibar-me 3 vezes mas começo a não ter desculpa perante os meus familiares. Alguem está a passar o mesmo?
Não sei o que fazer, nao quero assinar a minha sentença de morte. Mad Sad Silêncio
Será que posso depois cancelar sem ninguem saber?

Help meee Sad


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por Helena Vieira em Ter Nov 22 2016, 18:57

Ola minha querida!. Seri por experiência que não é fácil, acredita que sei perfeitamente como te sentes. Tenho 53 anos, e os meus pais tornaram-se TJ tinha eu 5 anos de idade e até aos 21 vivi uma dualidade permanente, ainda por cima não os queria magoar, pois sempre tive a plena consciência que eles faziam o que acreditavam ser o melhor para mim. Mas acredita que não terás outra opção que não seja abrir o jogo. É o caminho mais difícil, mas o mais correcto . Em primeiro lugar tens que ser honesta contigo mesma e não deixar que os outros ( mesmo que sejam os teus pais) decidam por ti o que queres da vida. É um processo muito duro , que que se torna inevitável mais cedo ou mais tarde caso não seja isso que queres para a tua vida. Se não é isso que queres para a tua vida, fá-lo de forma honesta e transparente. Com muita coragem terás que acabar por dizer : " sei que querem o melhor para mim, mas eu não quero mais seguir esta religião, porque não acredito nas suas premissas, ou no que achares melhor dizer.
Claro que terás que arcar com as consequências de tal decisão , o que não irá ser fácil, mas é o único caminho. Se não fores batizada será mais fácil, se fores batizada poderás ter que arcar com as consequências de uma dessassociação . Depois tens outro problema, se tiveres independencia económica, ficará mais fácil, mas se estiveres dependente economicamente dos teus pais torna-se mais difícil, mas não impossível, porque juridicamente, os teus pais não te poderão expulsar de casa, por não quereres partilhar a mesma fé . Desculpa estar a ser um pouco radical , mas não vivas uma mentira apenas porque não queres magoar alguém. O que disseres fá-lo sempre com muito respeito, mas com convicção.

Abraços

Helena Vieira
Membros
Membros

Mensagens : 18
Likes : 6
Data de inscrição : 27/10/2016
Idade : 53
Localização : área metropolitana Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Ter Nov 22 2016, 19:49

@Helena Vieira escreveu:Ola minha querida!. Seri por experiência que não é fácil, acredita que sei perfeitamente como te sentes. Tenho 53 anos, e os meus  pais tornaram-se TJ  tinha eu 5 anos de idade e até aos  21  vivi  uma dualidade permanente, ainda por cima  não os queria magoar, pois   sempre tive a plena consciência que eles faziam o que   acreditavam ser  o melhor para mim. Mas acredita que  não terás outra opção que não seja abrir o jogo. É o caminho mais  difícil, mas o mais correcto . Em primeiro lugar  tens que ser  honesta  contigo mesma e não deixar que  os outros ( mesmo  que sejam os teus pais) decidam por  ti o que  queres da vida.  É um processo muito duro , que  que  se torna inevitável mais cedo ou mais tarde caso não seja isso que  queres para  a tua vida.  Se não é isso que  queres para a tua vida, fá-lo de forma honesta e transparente. Com muita coragem  terás que acabar por dizer : " sei que  querem o melhor para mim, mas eu não quero mais seguir esta religião, porque não acredito nas suas premissas, ou no que achares melhor dizer.
Claro que  terás que arcar com as  consequências de tal decisão , o que não  irá ser fácil, mas é o único caminho.  Se não  fores batizada será mais fácil, se fores batizada poderás  ter que arcar com  as consequências de uma  dessassociação . Depois tens outro  problema, se tiveres independencia económica, ficará mais fácil, mas se estiveres dependente economicamente dos teus pais torna-se mais difícil, mas não impossível, porque  juridicamente, os  teus pais não  te poderão  expulsar de casa,  por não quereres partilhar a mesma fé .  Desculpa estar a ser um pouco radical , mas não vivas uma mentira apenas porque não queres  magoar alguém. O que disseres fá-lo sempre com muito respeito, mas com  convicção.

                                                                          Abraços
Esse caminho ja tentei mas correu mal, sofri uma pressão extremista...os juizes da fé condenaram me diretamente à morte. Dizem coisas horriveis e rogam pragas sem fim....acabei por cair na depressao e fui parar ao hospital e nem os medicos os demoveram em relação a tanto fanatismo. E ainda assim, continuando nesta farça, ouço constantemente comentarios desagradaveis para me atingirem e ferirem. Todos os dias vivo com esta revolta, farta de comentarios discriminatorios, achando-se os donos da perfeita verdade e melhores que toda a gente. Não sei mais o que fazer!!


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por Helena Vieira em Ter Nov 22 2016, 23:07

Minha querida......não há nenhum antidepressivo no mundo inteiro que faça aquilo que terás que fazer por ti própria.
Enfrenta os "juízes" e diz NÃO! Vivemos num país que apesar de muitos problemas políticos, ainda existe liberdade de pensamento e liberdade religiosa. Quanto a "eles" condenarem-te á morte ( a mim também o fizeram, nem que seja pela forma sobejamente conhecida : " vais ser destruida no Armagedão" ...no meu caso "os teus filhos vão ser destruidos contigo"!........sinceramente, sabes o que eu respondi?
- " assim seja, não quero, nem posso acreditar nesse deus cruel que fará isso a mim e meus filhos, só porque eu penso diferente" e sem medo nenhum dessa destruição , eu estou á disposição desse castigo divino tão temido por vós, mas em nada temido por mim.

Bem haja minha querida, penso que aqui terás muitos ex-TJ dispostos a te ajudar.

Helena Vieira
Membros
Membros

Mensagens : 18
Likes : 6
Data de inscrição : 27/10/2016
Idade : 53
Localização : área metropolitana Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por SenorRodriguezG em Qua Nov 23 2016, 05:05

Olá vshappy34 compreendo a situação difícil pela qual estás a passar. Não comentei antes porque sinceramente não tenho nenhuma "solução milagrosa" para o teu problema. No entanto, embora compreenda o conselho que a Helena Vieira e não o queira invalidar, dá para perceber que não se aplica na tua situação, assim como não se aplica na situação de muitas pessoas que se encontram numa posição e com circunstâncias similares às tuas.
Por muito que alguns de nós tenhamos o desejo de nos libertarmos completamente das amarras daquele culto nocivo e expor toda falsidade que lá se encontra, na realidade, nem todos nós temos condições para o fazer e tomar uma postura mais ativa trás consequências pessoais piores do que continuar nesse limbo/naquela "fantochada".

Sabemos que aquilo é culto de alto controle mental e que não é fácil sair de lá quando todo o circulo social e familiar se encontra envolvido. Caso a pessoa queira evitar tudo o que acarreta uma desassociação para a nossa vida e para a nossa saúde mental, tem mesmo de ter cuidado ao abordar alguns assuntos sensíveis e além da "apostasia" o "sangue" é um deles. Basta a pessoa não apoiar aquela política para automaticamente ser considerada como se tivesse dissociado!

Será que podias explicar aqui em maiores detalhes como funciona esse novo processo com uma declaração escrita? É apenas um documento que fica autenticado legalmente ou existe depois uma comunicação para o ministério da saúde e a apresentação do documento torna-se de certa forma irrelevante?

Talvez com esses detalhes, mais pessoas aqui do fórum com mais conhecimentos possam dar-te uma ajuda.

Coragem  Wink

SenorRodriguezG
Membros
Membros

Mensagens : 439
Likes : 83
Data de inscrição : 16/04/2015
Idade : 26
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por Juba em Qua Nov 23 2016, 10:29

Exactamente como o SenorRodriguezG diz.

Primeiro, quais os passos e depois, como podes fintá-los.

Não sei bem o procedimento mas, acho que só há duas hipóteses:

1ª (mais arriscada)
No médico és sincera quanto ao que queres que seja escrito e, no caso de te dar alguma cópia, não a mostras a ninguém.
Alteras o texto que é para entregar no Notário e, por isso, também não o podes mostrar a ninguém.


2ª (menos arriscada mas, mais trabalhosa)

Fazes tudo, tal e qual.

Depois, vais aos sítios todos anular tudo, ou substituir por aquilo que queres mesmo.

Não digo logo no próprio dia, porque é demasiado constrangedor.

Deixas passar 1 mês, mais ou menos.

Vais ao médico, notário, etc. e dizes que tens que alterar esses documentos, porque já não pertences à religião mencionada.

Para os teus pais a 1ª declaração está válida, porque não sabem que alteraste e para as instituições de saúde, será esta 2ª que conta e, por isso, ficas tranquila.



Juba
Membros
Membros

Mensagens : 153
Likes : 22
Data de inscrição : 06/06/2016
Idade : 39
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por EstudanteCurioso em Qua Nov 23 2016, 15:08

Sabes que legalmente não és obrigada a partilhar  informação relacionada com a tua saúde ou cuidados médicos  com NINGUÉM, contudo dadas as tuas circunstancias de elevado grau de  envolvimento familiar na religião, uma confrontação aberta e directa deve ser evitada, pondera sériamente os os conselhos do, SenorRodriguezG e do Juba.

Agora um à parte Conheces o filme "The Shawshank Redemption" ?  se não conheces conta a historia de um condenado à prisão perpétua que passa 20 anos a planear meticulosamente  a cada de talhe a sua fuga da prisão  desde a abertura do  túnel de fuga até definir para onde ir e assegurar meios financeiros de subsistência, no fim executa a fuga com grande sucesso.

Eu costumo dizer que um jovem que procura libertar-se das garras da STV tem que imitar a paciência o calculismo do personagem desse filme, sei bem que não é fácil eu próprio sou muito impaciente,, mas no teu caso, no imediato seria muito mais eficaz usar um sistema de duas casas , ou vida dupla por assim dizer ,pela frente dizes que sim a tudo e mostras-te obediente e concordante, quando virarem costas fazes o que bem entenderes.

Quanto menos obediente te mostrares maior vai ser o escrutínio sobre ti, és muito mais observada, e ficas com um espaço de manobra muito reduzido, logo é mais provável seres apanhada a dar um passo em falso,  por outro lado se te mostras uma ovelha mansa eles ficam mais descansados, já não andam tanto e cima de ti e tu ficas com mais espaço para viveres a tua vida.

Se ainda não viste vê o filme pode ser que te inspire, e lembra-te se queres mesmo sair começa a fazer planos hoje.

Boa sorte Wink

EstudanteCurioso
Membros
Membros

Mensagens : 169
Likes : 22
Data de inscrição : 03/11/2011
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Qua Nov 23 2016, 18:57

@EstudanteCurioso escreveu:Sabes que legalmente não és obrigada a partilhar  informação relacionada com a tua saúde ou cuidados médicos  com NINGUÉM, contudo dadas as tuas circunstancias de elevado grau de  envolvimento familiar na religião, uma confrontação aberta e directa deve ser evitada, pondera sériamente os os conselhos do, SenorRodriguezG e do Juba.

Agora um à parte Conheces o filme "The Shawshank Redemption" ?  se não conheces conta a historia de um condenado à prisão perpétua que passa 20 anos a planear meticulosamente  a cada de talhe a sua fuga da prisão  desde a abertura do  túnel de fuga até definir para onde ir e assegurar meios financeiros de subsistência, no fim executa a fuga com grande sucesso.

Eu costumo dizer que um jovem que procura libertar-se das garras da STV tem que imitar a paciência o calculismo do personagem desse filme, sei bem que não é fácil eu próprio sou muito impaciente,, mas no teu caso, no imediato seria muito mais eficaz usar um sistema de duas casas , ou vida dupla por assim dizer ,pela frente dizes que sim a tudo e mostras-te obediente e concordante, quando virarem costas fazes o que bem entenderes.

Quanto menos obediente te mostrares maior vai ser o escrutínio sobre ti, és muito mais observada, e ficas com um espaço de manobra muito reduzido, logo é mais provável seres apanhada a dar um passo em falso,  por outro lado se te mostras uma ovelha mansa eles ficam mais descansados, já não andam tanto e cima de ti e tu ficas com mais espaço para viveres a tua vida.

Se ainda não viste vê o filme pode ser que te inspire, e lembra-te se queres mesmo sair começa a fazer planos hoje.

Boa sorte Wink

Adorei a citação ao filme....é o filme mais marcante para mim até hoje, nao admira que esteja no top dos melhores.
Tenho feito planos para a minha vida fora disto mas infelizmente esta é uma situação que tenho de resolver a curto prazo...vou seguir os vossos conselhos. Obrigada Laughing


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Qua Nov 23 2016, 19:03

@SenorRodriguezG escreveu:Olá vshappy34 compreendo a situação difícil pela qual estás a passar. Não comentei antes porque sinceramente não tenho nenhuma "solução milagrosa" para o teu problema. No entanto, embora compreenda o conselho que a Helena Vieira e não o queira invalidar, dá para perceber que não se aplica na tua situação, assim como não se aplica na situação de muitas pessoas que se encontram numa posição e com circunstâncias similares às tuas.
Por muito que alguns de nós tenhamos o desejo de nos libertarmos completamente das amarras daquele culto nocivo e expor toda falsidade que lá se encontra, na realidade, nem todos nós temos condições para o fazer e tomar uma postura mais ativa trás consequências pessoais piores do que continuar nesse limbo/naquela "fantochada".

Sabemos que aquilo é culto de alto controle mental e que não é fácil sair de lá quando todo o circulo social e familiar se encontra envolvido. Caso a pessoa queira evitar tudo o que acarreta uma desassociação para a nossa vida e para a nossa saúde mental, tem mesmo de ter cuidado ao abordar alguns assuntos sensíveis e além da "apostasia" o "sangue" é um deles. Basta a pessoa não apoiar aquela política para automaticamente ser considerada como se tivesse dissociado!

Será que podias explicar aqui em maiores detalhes como funciona esse novo processo com uma declaração escrita? É apenas um documento que fica autenticado legalmente ou existe depois uma comunicação para o ministério da saúde e a apresentação do documento torna-se de certa forma irrelevante?

Talvez com esses detalhes, mais pessoas aqui do fórum com mais conhecimentos possam dar-te uma ajuda.

Coragem  Wink
Nao sei detalhar muito bem o processo porque nem eu percebi bem. Vou tentar explicar....a partir de agora, os cartoes que tinhamos anteriormente perderam a validade dado que não tem nenhum valor juridico nem estavam legalizados no ministerio da saude. Assim sendo, agora temos que os preencher e assinar na presença de um notario (se serve como testemunha) funcionando como uma especie de testamento e entregamos no RENTEV (temos que pagar ao notario). A outra opção é preenchermos o cartao com assinatura de 2 testemunhas (como era antes) e entregar diretamente no hospital para ser introduzida a informação no serviço nacional de saude, ou seja, qualquer medico tem acesso ao documento mesmo que eu nao seja portadora do cartão na ocasiao (assim é gratuito).


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Qua Nov 23 2016, 19:08

@Juba escreveu:Exactamente como o SenorRodriguezG diz.

Primeiro, quais os passos e depois, como podes fintá-los.

Não sei bem o procedimento mas, acho que só há duas hipóteses:

1ª (mais arriscada)
No médico és sincera quanto ao que queres que seja escrito e, no caso de te dar alguma cópia, não a mostras a ninguém.
Alteras o texto que é para entregar no Notário e, por isso, também não o podes mostrar a ninguém.


2ª (menos arriscada mas, mais trabalhosa)

Fazes tudo, tal e qual.

Depois, vais aos sítios todos anular tudo, ou substituir por aquilo que queres mesmo.

Não digo logo no próprio dia, porque é demasiado constrangedor.

Deixas passar 1 mês, mais ou menos.

Vais ao médico, notário, etc. e dizes que tens que alterar esses documentos, porque já não pertences à religião mencionada.

Para os teus pais a 1ª declaração está válida, porque não sabem que alteraste e para as instituições de saúde, será esta 2ª que conta e, por isso, ficas tranquila.


Ja ponderei na tua 2º opção...talvez seja o melhor a fazer, só nao sei até que ponto é possivel fazer isso. Expus aqui a questão para perceber se alguem ja passou o mesmo, assim saberia ao certo que passos dar.
Obrigada flower


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por Juba em Qua Nov 23 2016, 20:43

@vshappy34 escreveu:
@Juba escreveu:Exactamente como o SenorRodriguezG diz.

Primeiro, quais os passos e depois, como podes fintá-los.

Não sei bem o procedimento mas, acho que só há duas hipóteses:

1ª (mais arriscada)
No médico és sincera quanto ao que queres que seja escrito e, no caso de te dar alguma cópia, não a mostras a ninguém.
Alteras o texto que é para entregar no Notário e, por isso, também não o podes mostrar a ninguém.


2ª (menos arriscada mas, mais trabalhosa)

Fazes tudo, tal e qual.

Depois, vais aos sítios todos anular tudo, ou substituir por aquilo que queres mesmo.

Não digo logo no próprio dia, porque é demasiado constrangedor.

Deixas passar 1 mês, mais ou menos.

Vais ao médico, notário, etc. e dizes que tens que alterar esses documentos, porque já não pertences à religião mencionada.

Para os teus pais a 1ª declaração está válida, porque não sabem que alteraste e para as instituições de saúde, será esta 2ª que conta e, por isso, ficas tranquila.


Ja ponderei na tua 2º opção...talvez seja o melhor a fazer, só nao sei até que ponto é possivel fazer isso. Expus aqui a questão para perceber se alguem ja passou o mesmo, assim saberia ao certo que passos dar.
Obrigada flower


Sim. Podes alterar.

Vê aqui: http://www.hlalentejano.min-saude.pt/downloads/RENTEV_FAQ_20140704_v3%201.pdf

"O que é uma Diretiva Antecipada de Vontade ou Testamento Vital?
Uma DAV é um documento formal, feito por iniciativa do cidadão, onde este pode inscrever
os cuidados de saúde que pretende ou os que não pretende receber e permite também a
nomeação de um procurador de cuidados de saúde. O documento pode ser alterado ou
revogado pelo utente a qualquer momento."

E, se pensares tem mesmo que ser assim.
Há muitos factores que mudam na vida das pessoas.
Hoje estamos bem e amanhã descobrimos que somos diabéticos, alérgicos a qualquer coisa ou que temos uma doença qualquer.
Íamos ter que rever algumas coisas e acrescentar outras.

Juba
Membros
Membros

Mensagens : 153
Likes : 22
Data de inscrição : 06/06/2016
Idade : 39
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Qua Nov 23 2016, 21:45

[/quote]Sim. Podes alterar.

Vê aqui: http://www.hlalentejano.min-saude.pt/downloads/RENTEV_FAQ_20140704_v3%201.pdf

"O que é uma Diretiva Antecipada de Vontade ou Testamento Vital?
Uma DAV é um documento formal, feito por iniciativa do cidadão, onde este pode inscrever
os cuidados de saúde que pretende ou os que não pretende receber e permite também a
nomeação de um procurador de cuidados de saúde. O documento pode ser alterado ou
revogado pelo utente a qualquer momento."

E, se pensares tem mesmo que ser assim.
Há muitos factores que mudam na vida das pessoas.
Hoje estamos bem e amanhã descobrimos que somos diabéticos, alérgicos a qualquer coisa ou que temos uma doença qualquer.
Íamos ter que rever algumas coisas e acrescentar outras.[/quote]

Eu lembro me de terem falado em DAV realmente....obrigada, foste muito util. Vénia


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por Juba em Qui Nov 24 2016, 10:38

Sim. Podes alterar.

Vê aqui: http://www.hlalentejano.min-saude.pt/downloads/RENTEV_FAQ_20140704_v3%201.pdf

"O que é uma Diretiva Antecipada de Vontade ou Testamento Vital?
Uma DAV é um documento formal, feito por iniciativa do cidadão, onde este pode inscrever
os cuidados de saúde que pretende ou os que não pretende receber e permite também a
nomeação de um procurador de cuidados de saúde. O documento pode ser alterado ou
revogado pelo utente a qualquer momento."

E, se pensares tem mesmo que ser assim.
Há muitos factores que mudam na vida das pessoas.
Hoje estamos bem e amanhã descobrimos que somos diabéticos, alérgicos a qualquer coisa ou que temos uma doença qualquer.
Íamos ter que rever algumas coisas e acrescentar outras.[/quote]

Eu lembro me de terem falado em DAV realmente....obrigada, foste muito util. Vénia [/quote]


Há sempre forma de contornar tudo ou quase tudo, é preciso é calma.
Por isso, tenta não stressar muito com as coisas da organização, foca-te mais no teu futuro, porque mais cedo ou mais tarde, a organização, para ti, vai ser passado.

E, já sabes, sempre que precises, dispõe, estamos aqui Smile

Juba
Membros
Membros

Mensagens : 153
Likes : 22
Data de inscrição : 06/06/2016
Idade : 39
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por SenorRodriguezG em Sex Nov 25 2016, 09:40

Olá vshappy34, segundo me disseram não és a única a passar por esta situação com respeito ao preenchimento destes documentos (chega o final do ano e tipicamente os anciãos costumam ter esta tarefa na sua lista de coisas a fazer). Também já me informei melhor sobre o procedimento e há a possibilidade de fazeres isto sem muitos constragimentos e sem envolveres a tua família. Para isso é preciso que faças o preenchimento do Modelo da Diretiva Antecipada de Vontade (DAV) ( neste site tens o PDF http://spms.min-saude.pt/2014/06/rentev/ ) e que não nomeies nenhum procurador (caso nomeies alguém terá de ser uma pessoa de confiança que saiba as tuas reais convicções, não pode ser um "maninho"). Entregas este documento preenchido num dos balcões ( http://spms.min-saude.pt/blog/2014/06/30/lista-de-balcoes-rentev/ ) e assinas na frente do funcionário que servirá como "notário" e por isso não tens custos acrescidos.
Caso a DAV seja entregue em mão no Balcão RENTEV, a assinatura poderá ser feita presencialmente junto de um Funcionário RENTEV, sendo que o Utente deverá ser portador de documento de identificação.

É claro que este documento só tem maior importância no caso de estares numa situação de saúde critica e impossibilitada de expressares a tua vontade. Se estiveres consciente, terás de responder por ti e perante a pressão dos teus familiares (nesse caso ou assumes a tua posição ou arriscas os tratamentos sem sangue que os teus familiares vão "impor"). No caso mais grave de estares inconsciente, esse documento será de extrema importância para decidirem que cuidados de saúde irás ter e por isso não faz muito sentido estares a arriscar a tua própria vida por algo em que não acreditas. Nunca pensamos que iremos chegar a uma situação em que isso seja necessário, mas sem querer parecer demasiado frio, caso estejas numa situação dessas, a possível ostracização da família e a expulsão do grupo religioso não são nada comparado com colocares seriamente a tua vida em risco. Seria muito estúpido a pessoa ser um mártir religioso devido a algum em que não acredita.

A minha sugestão só é válida consoante o nível de controlo que te fizerem, isto porque pode haver a possibilidade de preencheres o documento e mostrares o mesmo preenchido aos teus familiares de forma a "ficarem descansados", depois basta fazeres com que eles fiquem com a ideia que o foste entregar ao balcão RENTEV e que a situação está tratada. Também podes preencher dois formulários, onde só um menciona os tratamentos sem sangue e o outro menciona por exemplo os teus desejos sobre o que fazer numa situação de prolongamento de vida, entregas apenas o segundo formulário e pode ser assim mais fácil provar que já "trataste do assunto" tass bem

SenorRodriguezG
Membros
Membros

Mensagens : 439
Likes : 83
Data de inscrição : 16/04/2015
Idade : 26
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por vshappy34 em Seg Nov 28 2016, 21:35

Obrigada, foi muito util essa informação...vou fazer isso


"A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero."
Jean-Jacques Rousseau

vshappy34
Membros
Membros

Mensagens : 57
Likes : 11
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oficializar cartão do sangue - DPA

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 02:22


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum