EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Sab Abr 02 2016, 11:45

Pergunte a uma Testemunha de Jeová se ela acha que a sua religião é “fundamentalista” e os seus aderentes são “fanáticos”. Que resposta acha que vai receber? Quando nós fomos Testemunhas activas, o que achávamos disso? Naturalmente, a resposta seria um rotundo e ligeiramente indignado “NÃO!” A que usualmente se seguiria uma diatribe apontando o dedo aos Islamitas e aos Evangélicos e Neo-Pentecostais, e acusando os apóstatas de espalharem “mentiras” a respeito das Testemunhas de Jeová.

Mas, será que realmente entendemos do que se está a falar quando se fala em conceitos como “fundamentalismo” e “fanatismo”? E, uma vez esclarecidos esses conceitos, será que se aplicam ás Testemunhas de Jeová?

Neste ensaio, em várias partes (para mais fácil leitura) vou procurar esclarecer estas questões, para depois podermos dar uma resposta mais objectiva e esclarecida a esta questão.

----------

PARTE 1 – CONCEITOS: O QUE É FUNDAMENTALISMO? O QUE É FANATISMO?

Fundamentalismo é “um movimento ou atitude que insiste na aderência estrita e literal a um conjunto de princípios básicos; um movimento no Protestantismo do século XX que enfatiza a interpretação literal da Bíblia como algo fundamental para a vida e o ensino Cristãos. (Dicionário Mirriam-Webster); “a prática ou o seguimento muito estritos de regras básicas e ensinos de uma religião; (no Cristianismo) a crença de que tudo o que está escrito na Bíblia é inteiramente verdade” (Oxford Advanced Learner’s Dictionary); “um movimento religioso caracterizado por uma estrita crença na interpretação literal de textos religiosos.” (Dictionary.com) “Doutrina que defende a fidelidade absoluta á interpretação literal dos textos religiosos; Atitude de intransigência ou rigidez na obediência a determinados princípios ou regras.” (Dicionário Priberam da Língua Portuguesa); “manutenção e defesa dos princípios religiosos tradicionais e ortodoxos, como a infalibilidade dos textos sagrados, e sua aceitação como verdades fundamentais imprescindíveis para a formação da consciência.” (Infopédia)

A Wikipédia (edição em inglês) define fundamentalismo como “o firme apego a um conjunto irredutível de crenças; [este conceito] tem sido aplicado a uma ampla tendência entre certos grupos, principalmente, mas não exclusivamente, no contexto da religião. Esta tendência caracteriza-se frequentemente por um vincado e estrito literalismo aplicado a certas escrituras, dogmas ou ideologias, e um forte sentido da importância de se estabelecerem e manterem separações internas e externas no grupo, conduzindo a uma ênfase na pureza e no desejo de retornar a um ideal de pureza da qual se acredita que os membros em algum momento se começaram a desviar. Frequentemente, o resultado desta tendência ao ser aplicada aos ensinos fundamentais e á sua interpretação comummente aceite é a rejeição da diversidade de opinião.

Fanatismo é “devoção, dedicação e entusiasmo irracionais ou excessivamente  descontrolados.” (Dictionary.com); “o carácter, disposição ou conduta de uma pessoa com um zelo e entusiasmo acríticos, tanto em religião como na politica.” (The Free Dictionary); “perspectiva ou comportamento fanático, especialmente exibido através de excessivo entusiasmo, zelo irracional, ou ideias extravagantes e ferozes sobre um determinado assunto”. (Merriam-Webster) “Adesão cega e inconsiderada a um partido, uma opinião, uma pessoa”. (Dicionário Priberam) “Fé exclusiva numa religião, doutrina ou ideologia; intolerância; sectarismo, facciosismo; culto excessivo de alguém ou de alguma coisa; dedicação excessiva” (Infopédia)

A Wikipédia (em inglês) observa: “Fanatismo é a crença ou compotamento que envolve o zelo acrítico demonstrado pelo entusiasmo obcessivo. (...) O fanático exibe normas muito estritas e pouca tolerância para com ideias e opiniões contrárias. No seu livro Crazy Talk, Stupid Talk, o autor Neil Postman declara que “a chave para todas as crenças fanáticas é que elas confirmam-se a si próprias ... (algumas crenças são) fanáticas, não porque sejam ‘falsas’, mas porque são expressas de tal maneira que nunca podem ser demonstradas como falsas.” O comportamento do fã que tem um entusiasmo exacerbado por um determinado assunto [N.R. como por exemplo uma paixão por um clube de futebol] distingue-se do comportamento do fanático, porque este último viola as normas sociais vigentes. [N.R. como quando um fã de um clube adopta um comportamento violento e desordeiro]. Apesar do fã poder ser julgado como estranho ou excêntrico, ele não viola as normas sociais (...) o objecto da obsessão entusiástica do fanático pode até ser considerado “normal”, tal como o interesse em religião ou politica, excepto que a escala do seu envolvimento, devoção ou obsessão com essa actividade ou causa é anormal ou desproporcional face á média.”

----------

Em face dos conceitos acima, podem as Testemunhas de Jeová ser caracterizadas como um movimento fundamentalista e os seus aderentes como fanáticos? A resposta só pode ser afirmativa, conforme passarei a demonstrar nas partes seguintes.

EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por Kristy123 em Sab Abr 02 2016, 12:04

Olá EdenOne,

Sem dúvida alguma, são extremamente fundamentalistas e fanáticos.
E não só...  Por isso,  aguardemos a tua boa análise. tass bem

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por Sr. José em Sab Abr 02 2016, 12:07

Também concordo em fanáticos, um dia partilho uma daquelas reuniões que é feita em Betel para verem o nível de fanatismos que há nos comentários.

Sr. José
Membros
Membros

Mensagens : 55
Likes : 6
Data de inscrição : 26/10/2015
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Sab Abr 02 2016, 15:45

Parte 2 – FUNDAMENTALISMO E COMPORTAMENTO FANÁTICO NO ANTIGO TESTAMENTO  (I)

Bastam seis capítulos no primeiro livro da Bíblia para ler acerca de como Jeová causou um genocídio por atacado sobre a humanidade, através de um dilúvio que matou humanos e animais, permitindo-se que apenas Noé e seus familiares, e os animais com eles na arca sobrevivessem á catástrofe. Porquê? Jeová justificou: “Decidi pôr um fim a toda a humanidade, porque a terra está cheia de violência por causa deles; por isso vou arruiná-los junto com a terra”. Assim, para pôr côbro á violência, o Deus Todo-Poderoso decide responder com um acto de inimaginável e desproporcional violência – que iria aniquilar não somente os perpetradores da violência, mas também as alegadas vítimas dessa violência, bem como a vida animal, que era alheia a essa violência. É legítimo questionar: Não poderia o Deus que formou todo o universo arranjar uma maneira de punir selectivamente apenas os causadores da violência, preservando os inocentes, a vida animal, e a terra? Afinal, que respeito tem Deus pela vida e pelas suas criações? E não poderia o omnisciente Deus prever que esse massacre épico seria perfeitamente fútil, uma vez que, passadas apenas algumas gerações, os descendentes de Noé voltaram a descambar na violência e iniquidade? – Genesis 6:13; 7:1-13; 10:8-10

Abraão, o patriarca que está na origem das três maiores religiões monoteístas – Judaísmo, Cristianismo e Islão – é um personagem cuja existência não pode ser atestada por meios históricos, independentes, e externos aos textos sagrados. A sua existência pode ter sido, ou não, real, e o que foi escrito acerca dele pode ser apenas material lendário; mas um episódio que lhe é atribuído constitui o epítome do fanatismo religioso: Quando assim instruído por Jeová, sem qualquer justificação ou explicação, a oferecer o seu filho Isaque em sacrifício no monte Moriá, Abraão reagiu com zelo acrítico e estrita obediência, disposto a tirar a vida ao seu filho, apenas porque uma voz do domínio espiritual, que ele acreditava tratar-se do verdadeiro Deus, lhe ordenou que o fizesse. Ele “praticamente ofereceu Isaque”, porque ele acreditava que “Deus era capaz de levantar Isaque até mesmo dentre os mortos”. Este comportamento faz de Abraão um fanático religioso e também um fundamentalista, um digno fundador de religiões que demandam dos seus membros similar obediência cega e aderência estrita e exclusiva. – Génesis 22:1.18; Hebreus 11:17-19

Quando Jeová decidiu colocar um ponto final na escravidão dos descendentes de Abraão no Egipto, a décima praga trouxe um incompreensível e desproporcionado sofrimento ás famílias dos egípcios, a maioria dos quais era completamente alheia ao sofrimento dos hebreus, ao matar-lhes os seus filhos primogénitos. Não se tratava de matar os filhos daqueles que estavam directamente envolvidos na sua opressão; “Jeová matou todo primogênito na terra do Egito, desde o primogênito do Faraó que estava sentado no trono até o primogênito do cativo que se achava na prisão, e todo primogênito dos animais.” (Êxodo 12:29) Assim entendeu Jeová vindicar o seu importantíssimo nome, á custa de presumíveis centenas de milhares de vidas humanas e animais, a maior parte das quais eram crianças inocentes.

Durante o Êxodo, Jeová era muito rápido em causar matanças por atacado entre o seu próprio povo de adoradores, sempre que eles foram achados culpados de idolatria, má conduta sexual, ganância, ou dissidência relativamente á liderança de Moisés. (Êxodo 32:27, 28; Números 25:1-9; 11:31-33; 16:1-35) Jeová declarou a respeito de si mesmo que “de modo algum deixará impune o culpado, pois trará punição pelo erro dos pais sobre os filhos e sobre os netos, sobre a terceira geração e sobre a quarta geração.” (Êxodo 34:17) Concordemente, nenhuma misericórdia era estendida aos culpados (excepto, convenientemente, aos familiares de Moisés, Arão e Miriã): “Assim disse Jeová, o Deus de Israel: ‘Ponha cada um de vocês a sua espada na cintura e percorra o acampamento, de entrada a entrada, matando irmão, vizinho e amigo.’” Os levitas fizeram o que Moisés havia ordenado. Assim, naquele dia cerca de 3.000 homens foram mortos” (Êxodo 32:27, 28) Os que nesse dia mataram os seus filhos e familiares foram contados como especialmente dignos da bênção de Jeová. – Êxodo 32:29

EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Sab Abr 02 2016, 17:47

Parte 3 – FUNDAMENTALISMO E COMPORTAMENTO FANÁTICO NO ANTIGO TESTAMENTO  (II)

Após o êxodo, Jeová ordenou aos descendentes de Abraão que perpetrassem actos barbáricos que na sociedade actual seriam descritos como “crimes de guerra”: limpeza étnica, genocídio e violações em massa.

“Não permita que nada que respira continue vivo nas cidades destes povos, as quais Jeová, seu Deus, lhe dá como herança. Você deve entregá-los à destruição — os hititas, os amorreus, os cananeus, os perizeus, os heveus e os jebuseu — assim como Jeová, seu Deus, lhe ordenou, para que eles não ensinem vocês a imitar todas as coisas detestáveis que eles fazem para os seus deuses, levando-os a pecar contra Jeová, seu Deus.” - Deuteronómio 20:16-18

“Agora, vocês devem matar todos os meninos, e também todas as mulheres que tiverem tido relações sexuais com um homem. Mas podem deixar vivas todas as jovens que não tiveram relações sexuais com um homem.” – Números 31:17, 18

“Jeová, nosso Deus, o entregou a nós, de modo que derrotamos a ele, a seus filhos e a todo o seu exército. Tomamos todas as suas cidades naquela ocasião e entregamos todas as cidades à destruição, incluindo homens, mulheres e crianças. Não deixamos sobrevivente.” – Deuteronómio 2:33, 34

“Depois disso, o povo avançou, cada um em direção à cidade, e tomou a cidade. Entregaram à destruição pela espada tudo o que havia na cidade, homens e mulheres, jovens e idosos, também touros, ovelhas e jumentos.” – Josué 6:20, 21

A lei que Jeová deu a Moisés era absolutamente intolerante para com quaisquer outras formas de adoração: “Suponhamos que em seu meio, em uma das cidades que Jeová, seu Deus, lhe dá, seja encontrado um homem ou uma mulher fazendo o que é mau aos olhos de Jeová, seu Deus, e violando o seu pacto. E essa pessoa se desencaminhe, adore outros deuses e se curve diante deles (...) Se for confirmado que essa coisa detestável foi feita em Israel,você deve levar para fora, aos portões da cidade, o homem ou a mulher que fez essa coisa má, e o homem ou a mulher deve ser apedrejado até a morte.” - Deuteronómio 17:2-5

Os profetas de Jeová são apresentados no Antigo Testamento como os campeões da adoração exclusiva, completamente intolerantes relativamente a outras devoções concorrentes no território de Israel, tais como a devoção a Baal. Elias supervisionou pessoalmente a matança de 450 ‘profetas de Baal’ no Monte Carmelo. (1 Reis 18:39-46) Outro profeta, Eliseu, ficou registado como tendo causado a morte de 42 crianças ás mãos de ursos selvagens, apenas porque estas não mostraram o devido respeito pelo profeta de Jeová e feito troça dele porque era careca. (2 Reis 2:23) Quando os estrangeiros de outras nações foram deslocados para o território de Samaria, não tendo nunca conhecido a Jeová nem havendo ninguém para ensiná-los, Jeová enviou leões selvagens para matar alguns deles; só para mostrar quem era o Deus que mandava ali. – 2 Reis 17:25, 26

Após o cativeiro em Babilónia, a nova elite religiosa de Israel, liderada pelos fundamentalistas Esdras e Neemias, ficou imbuída de um zelo fanático, destinado a garantir que os Israelitas nunca mais retornassem aos pecados do passado, sobretudo á impureza espiritual, a qual, na sua opinião, era o motivo principal do descontentamento de Jeová para com a nação. Foram implementadas políticas xenofóbicas, que resultaram na dissolução forçada de casamentos mistos de homens israelitas com mulheres estrangeiras (não adoradoras de Jeová), e estas mulheres e seus filhos serem repudiados e expulsos do país e deixados á sua sorte. Este assunto recebeu tanta atenção e foi considerado tão premente, que uma assembleia foi convocada para Jerusalém com apenas três dias de aviso prévio, sob uma severa tempestade de inverno, e ao qual todos os homens de Israel tiveram de comparecer, sob pena de verem todos os seus bens serem confiscados. – Esdras 10:1-44

O Deus do Antigo Testamento na fase pós-exílica é ainda mais fundamentalista e não leva em conta a carreira de integridade de um servo seu; um erro, e tal pessoa deverá morrer. “O justo não será preservado vivo por sua justiça no dia em que pecar.” – Ezequiel 18:24-26; 33:12, 13

Muitos outros exemplos poderiam ser mencionados; há abundante evidência que os livros do Antigo Testamento apresentam a Jeová como um Deus mesquinho, vingativo, colérico e cruel, e os seus mais zelosos adoradores como fanáticos fundamentalistas. No entanto, para o verdadeiro crente, o zelota entusiástico e acrítico, o Deus Todo-Poderoso não pode agir injustamente. Tudo o que ele faça, mesmo aquilo que desafia a razão, o senso comum e a decência básica, para tudo isso deve haver uma motivação superior que o justifique - ainda que tal não seja aparente - uma vez que Deus é ‘infinitamente sábio’ e 'os seus caminhos são mais altos do que os nossos caminhos'. Ou seja, as decisões de Jeová estão além de escrutínio e avaliação.

Aqueles entre as Testemunhas de Jeová que assentem em aprovação quando lêm matéria nas publicações da Sociedade Torre de Vigia que justifica as acções bárbaras de Jeová ou aquelas feitas em seu nome no Antigo Testamento, estão simplesmente a ser fanáticas.

Mas, será que o Novo Testamento veio abolir o fundamentalismo e o fanatismo? Ou continua a estimular a tais?

(continua...)

---------

EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por Setubalense em Sab Abr 02 2016, 17:58

Temos homem.


"A estupidez humana é a única coisa que dá uma ideia do infinito"
Ernest Renan

Setubalense
Membros
Membros

Mensagens : 681
Likes : 49
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 52
Localização : Setubal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por gregdagangue em Sab Abr 02 2016, 19:05

Não é necessário muito esforço para uma pessoa com bom senso concordar em gênero e grau com o fato de que a organização das tjotas é fanática, fundamentalista e radicalmente doentia, quando nos deparamos com as incidências de mortes de membros seus que morrem à míngua por causa de sua proibição de transfusão de sangue. NÃO obstante, junte a isso a perda de cidadania, o obscurantismo intelectual (qdo. desestimulam a frequencia acadêmica) ou quando passam um cerca de arame farpado em sentido social em volta de seus adeptos enrodilhado na estaca de 1 cor 15:33 , quando rotulam o resto do mundo simplesmente de 'más associações', pior ainda, afirmar categóricamente que todas as pessoas sem exceção alguma que não estiverem na sua organização vão ser totalmente dizimadas pelo seu 'bicho papão' o tal armagedon, que nunca veio segundo suas falsas afirmações.

gregdagangue
Membros
Membros

Mensagens : 1429
Likes : 59
Data de inscrição : 01/06/2014
Idade : 61
Localização : boa vista/roraima

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por Kristy123 em Sab Abr 02 2016, 19:26

EdenOne,

Sei que irás continuar com a tua Parte 4 e vais abordar o NT....

Estou á espera e na expectativa que nessa tua conclusão também fales do ÓDIO que as TJ conseguem desenvolver com as pessoas que não concordam com elas.

Quando por vezes leio alguns comentários de TJ nas redes sociais, a falar com os "famosos apostatas" Morrer a rir então aí "estala o verniz" e eu até fico perplexa com os insultos e conversa baixa e tanto ódio dito!

Eu vou dar um exemplo: Em Novembro do ano passado, fiz circular a "Reportagem" por diversas páginas e grupos, e por acaso também partilhei este video num grupo TJ. Resultado: ao fim de alguns segundos (nem sequer houve tempo para que tivessem visto o video em questão), houve uma reacção em cadeia e fui insultada da pior forma e passei a ser a "Kristy diabólica" Morrer a rir Morrer a rir
- "Quém é ela? - "Expulsem esta apóstata daqui" - "Ela é do diabo", etc etc.
Eu nem respondi.... E no dia a seguir, já tinha sido expulsa pelo Administrador desse grupo, a pedido de muitos! Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
Foi hilariante! "O povo de Jeová em acção" Suspect


Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Sab Abr 02 2016, 20:06

Parte 4 – Ignorar selectivamente a evidência de fundamentalismo no Novo Testamento

Previsívelmente, tal como fazem a maior parte das denominações cristãs, também as Testemunhas de Jeová preferem chamar a atenção para os ensinos de Jesus em suporte da sua tese de que o Cristianismo é uma religião de não-violência. Tais como a declaração de Jesus no Sermão do Monte: “Felizes os pacíficos, porque herdarão a terra”. (Mateus 5:5) Também argumentam que Jesus terá ensinado os seus discípulos que é errado portar armas, nem que seja para defender a adoração verdadeira. (Mateus 26:52) Mas, será que se pode verdadeiramente dizer que Jesus advogava a paz e a tolerância entre pessoas de diferentes crenças religiosas?

Se fosse esse o caso, então Jesus certamente teria de demarcar-se de qualquer ligação ao Deus do Antigo testamento, e teria sem margem para dúvidas feito saber que desaprovava as acções de Yahweh. Fez ele isso? Não. Ele nunca objectou a ser chamado de “Jesus, o filho do Deus Altíssimo” (Marcos 5:7; Lucas 8:28) ou “filho de Yahweh”, na sociedade judaica. Recorrentemente referiu-se ao Deus do judeus simultâneamente como seu Deus e seu Pai. (João 20:17) Nisto, ele repetia o credo judaico desde os dias do profeta Isaías: “Tu, ó Jeová, és nosso Pai. O teu nome é Nosso Resgatador desde os tempos antigos”. (Isaías 63:16) Ele  reconheceu que este é o mesmo Deus do Gênesis e das Escrituras Hebraicas. – Marcos 10:6-9

Na sua parábola sobre o nobre que viajou para uma terra distante, Jesus concluíu com a seguinte lição: "Além disso, tragam para cá esses meus inimigos, que não quiseram que eu me tornasse rei sobre eles, e matem-nos na minha frente.’” (Lucas 19:26, 27) Até mesmo a mais benevolente interpretação preterista dos Evangelhos vê nesta parábola um aviso sinistro de Jesus aos judeus que se lhe opunham: a menos que o aceitassem como rei, em breve eles seriam chacinados – o que de facto veio a suceder no período compreendido entre 66-70 EC quando os Romanos cercaram e posteriormente devastaram Jerusalém. Mas acontece que as Testemunhas de Jeová não têm uma interpretação preterista destas parábolas. Pelo contrario; elas têm uma interpretação muito literal destas palavras proféticas, como tendo o seu cumprimento num futuro a ocorrer “no final dos dias”. Elas na realidade acreditam – e ferverosamente apóiam essa idéia – que Jesus está inteiramente justificado em chacinar os que não o aceitam como rei, mesmo que isso se traduza em biliões de mortos.

Mesmo aqueles que não se opõem, mas que meramente não apóiam activamente os “irmãos de Cristo” na terra, são considerados como merecedores de destruição. Na parábola sobre as ovelhas e os cabritos, Jesus descreveu como aqueles que falharam em mostrar suficiente apoio aos seus discípulos seriam tratados: “Estes partirão para o decepamento eterno.” – Mateus 25:31-46

Muitas Testemunhas estão convencidas que Jesus condenou a posse de armas e a violência aquando do incidente com Pedro no Jardim de Getsêmani. Dizem: “Jesus ensinou que ‘quem viver pela espada, morrerá pela espada’, e isso prova que não podemos recorrer á violência, nem que seja para defender a adoração verdadeira”.  Mas, um olhar mais atento sobre este incidente e o seu contexto traz á luz um relato bastante diferente. Primeiramente, é preciso notar que os quatro relatos do incidente nos Evangelhos não concordam entre si. Só em Mateus é que Jesus aparentemente repreende a Pedro por recorrer á violência: “Devolve a espada ao seu lugar, pois todos os que tomarem a espada perecerão pela espada.” (Mateus 26:52); em Marcos, Jesus não repreende o apóstolo, que não é nomeado. (Marcos 14:47, 48); em Lucas, Jesus limita-se a apelar para que a escaramuça termine imediatamente (Lucas 22:49-51); em João, Jesus repreende Pedro, não pelo recurso á violência, mas porque este tentou impedir o cumprimento das profecias que indicavam que ele teria de ser morto. (João 18:11) Na realidade, apenas algumas horas antes, Jesus advogou que, após a sua partida, os seus discípulos deveriam adquirir armas para se protegerem de inimigos no seu ministério (Lucas 22:36) e ele não repreendeu os seus discípulos por portarem armas; até mesmo as aprovou. (Lucas 22:39) Portanto, é este incidente no Jardim de Getsêmani “evidência” de que Jesus advogou a não-violência como princípio norteador para os seus discípulos daí em diante? Um exame honesto dos factos mostra que não foi isso que aconteceu. As palavras de Jesus em Mateus 26:32 não são um “ensino cristão”, mas simplesmente um aviso circunstancial para os seus discipulos que portavam armas naquele momento e naquele lugar, que se tentassem sacar delas para se defenderem, seriam provavelmente mortos pelos seus atacantes, que eram em maior número.

As Testemunhas de Jeová talvez chamem a atenção para a passagem em que o apóstolo Paulo exortou os Cristãos a “empenharem-se pela paz para com todos e pela santificação, sem a qual nenhum homem verá o Senhor”. (Hebreus 12:14) No entanto, foi este mesmo apóstolo, campeão do cristianismo, que concordou com a “obsoleta” Lei de Moisés, considerando que era inteiramente justo que os pecadores, entre os quais contava os “cochichadores, caluniadores, odiadores de Deus, insolentes, arrogantes, presunçosos, inventores de coisas más, desobedientes aos pais, desleais nos acordos, desnaturados e sem misericórdia” merecessem a morte. (Romanos 1:28-32) O apóstolo Paulo advogava esta mesma perspectiva vingativa de Deus e de Jesus como inteiramente justificável: “… é justo da parte de Deus retribuir com tribulação aos que lhes causam tribulação. (…) por ocasião da revelação do Senhor Jesus desde o céu, com os seus anjos poderosos, em chamas de fogo, ao trazer vingança sobre os que não conhecem a Deus e os que não obedecem às boas novas a respeito do nosso Senhor Jesus. Esses mesmos sofrerão a punição judicial da destruição eterna, sendo eliminados de diante do Senhor”. – 2 Tessalonissenses 1:6-8

O escritor de Revelação, que na óptica das testemunhas foi escrita pelo apóstolo João, afirma ter recebido visões de uma futura destruição cabal dos seguidores da “fera”, um inimigo do Cristianismo, que inclui ‘reis, comandantes militares, homens fortes, cavalos, e todos, homens livres e escravos, pequenos e grandes’. (Revelação 19:18) Aqueles achados culpados de graves pecados – incluindo o pecado de não ser crente, que é equiparado a ser um assassino – “terão a sua parte no lago que queima com fogo e enxofre. Esse representa a segunda morte.” – Revelação 21:8

As Testemunhas também apontam para 1 Pedro 2:17, onde os Cristãos são instados a mostrar respeito por “homens de todo o tipo”, presumivelmente incluindo os descrentes. No entanto, o escritor de 2 Pedro, que as Testemunhas acreditam ser o apóstolo Pedro, expressou a sua crença de que os hereges merecem ser mortos: “… haverá falsos instrutores entre vocês  … trazendo sobre si mesmos uma destruição rápida. (…) A condenação deles, decretada há muito tempo, não tardará, e a destruição deles não está dormindo.” (2 Pedro 2:1-3) Adicionalmente, depois de recordar aos seus leitores outros actos de chacina perpetrados por Deus no Antigo Testamento, tais como o Dilúvio e a Destruição de Sodoma e Gomorra, o escritor de 2 Pedro expressou a sua convicção e desejo de que Deus reserva “os injustos para serem destruídos no dia do julgamento”. – 2 Pedro 2:4-9

Em conclusão, por muito que se diga que o Deus do Novo Testamento (quer se acredite que Deus e Jesus sejam a mesma pessoa ou não) não tem nada a ver com o Yahweh do Antigo Testamento, a verdade é que SIM, são o mesmo Deus, e Jesus atestou isso. Por outro lado, Jesus não foi apologista da não-violência e da tolerância. Bem pelo contrario, ele anunciou a destruição violenta daqueles que não o aceitassem. Os três mais destacados discípulos de Jesus, Pedro, Paulo e João, todos eles partilhavam da opinião de que aqueles que não aceitassem a Cristo mereciam a destruição.

Portanto, o padrão que encontramos no Novo Testamento é exactamente o mesmo que no Antigo Testamento, com algumas nuances. O mesmo tipo de fundamentalismo religioso e fanatismo está presente, embora de uma forma mais latente no Novo Testamento, mas pronto a ser explorado por líderes religiosos e teólogos com uma agenda agressiva, como se veio a verificar em dois milénios de história posteriores ao Cristianismo do primeiro século.

Como estes dois universos teológicos, os do Antigo Testamento e os do Novo Testamento, são conjugados pelas Testemunhas de Jeová? Que leitura fazem deles? Uma leitura liberal e misericordiosa, ou uma leitura fundamentalista e fanática? Vou abordar isso na próxima parte.


EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por hocosi em Sab Abr 02 2016, 20:36

Em continuação, eis alguns versículos do Novo Testamento que atestam o extermínio ou destruição dos descrentes e ou infiéis.


“Aquele que cair sobre esta pedra será despedaçado, e aquele sobre quem ela cair será reduzido a pó”  Mateus 21:44

“Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens”  Mateus 5:13

“Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode destruir no inferno tanto a alma como o corpo” Mateus 10:28

“Faltava-lhe ainda um para enviar: seu filho amado. Por fim o enviou, dizendo:  A meu filho respeitarão. Mas os lavradores disseram uns aos outros: ‘Este é o herdeiro. Venham, vamos matá-lo, e a herança será nossa’.  Assim eles o agarraram, o mataram e o lançaram para fora da vinha. O que fará então o dono da vinha? Virá e exterminará aqueles lavradores e dará a vinha a outros”  Marcos 12:5-9

“Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos. Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos”  Lucas 17:27-29

“Ele, porém, lhes disse: Pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem padecido estas coisas? Não eram, eu vo-lo afirmo; se, porém, não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis”  Lucas 13:2,3

“Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis”  Lucas 13:4,5

“Mas os seus concidadãos o odiavam e enviaram após ele uma embaixada, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós. Quanto, porém, a esses meus inimigos, que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui e executai-os na minha presença” Lucas 19:14,27

“Jesus olhou fixamente para eles e perguntou: Então, qual é o significado do que está escrito? ‘A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular’. Todo o que cair sobre esta pedra será despedaçado, e aquele sobre quem ela cair será reduzido a pó”  Lucas 20:17,18

“Pois quem quiser salvar a sua vida a perderá; mas quem perder a vida por minha causa, este a salvará”  Lucas 9:24

“Pois que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se ou destruir a si mesmo?”  Lucas 9:25

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho único, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”  João 3:16

“Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna. Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram. Este é o pão que desce do céu, para que todo o que dele comer não pereça. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne” João 6:47-51

“Eu lhes disse que vocês morrerão em seus pecados. Se vocês não crerem que Eu Sou, de fato morrerão em seus pecados”  João 8:24

“Disse-lhes Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente”  João 11:28

“Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna”  João 12:25

“Eu lhes dou a vida eterna, e eles jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão”  João 10:28

“Pois Davi não subiu ao céu, mas ele mesmo declarou: O Senhor disse ao meu Senhor: Senta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigos como estrado para os teus pés” Atos 2:34,35

“Acontecerá que toda alma que não ouvir a esse profeta será exterminada do meio do povo”  Atos 3:23

“Cuidem para que não lhes aconteça o que disseram os profetas: Olhem, escarnecedores, admirem-se e pereçam; pois nos dias de vocês farei algo que vocês jamais creriam se alguém lhes contasse!”  Atos 13:40,41

“Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam”  Romanos 1:32

“Todo aquele que pecar sem Lei, sem a Lei também perecerá, e todo aquele que pecar sob a Lei, pela Lei será julgado”  Romanos 2:12

“Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva a morte”  Romanos 6:16

“Que fruto colheram então das coisas das quais agora vocês se envergonham? O fim delas é a morte!”  Romanos 6:21

“E se Deus, querendo mostrar a sua ira e tornar conhecido o seu poder, suportou com grande paciência os vasos da sua ira, preparados para a destruição?”  Romanos 9:22

“Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis”  Romanos 8:13

“Que fruto vocês colheram então das coisas as quais agora vocês se envergonham? O fim delas é a morte!”  Romanos 6:21

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” Romanos 6:23

“Pois a palavra da cruz é uma estultícia para os que perecem, mas para nós que somos salvos é o poder de Deus”  I Coríntios 1:18

“Entretanto, falamos de sabedoria entre os que já têm maturidade, mas não da sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo reduzidos a nada”  I Coríntios 2:6

“Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; pois o santuário de Deus, que são vocês, é sagrado” I Coríntios 3:16,17

“Pois para Deus somos o bom cheiro de Cristo nos que são salvos e nos que perecem. Para estes somos cheiro de morte; para aqueles, fragrância de vida” II Coríntios 2:15,16

“Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica” II Coríntios 3:6

“Se ainda um véu permanece sobre o nosso Evangelho, naqueles que perecem está o véu” II Coríntios 4:3

“A tristeza segundo Deus não produz remorso, mas sim um arrependimento que leva à salvação, e a tristeza segundo o mundo produz a morte”  II Coríntios 7:10

“Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá vida eterna”  Gálatas 6:8

“Sem de forma alguma deixar-se intimidar por aqueles que se opõe a vocês. Para eles isso é sinal de destruição, mas para vocês, de salvação, e isso da parte de Deus” Filipenses 1:28

“Quanto a estes, o seu destino é a destruição, o seu deus é o estômago e têm orgulho do que é vergonhoso; eles só pensam nas coisas terrenas”  Filipenses 3:19

“Ele punirá os que não conhecem a Deus e os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus. Eles sofrerão a pena da destruição eterna, a separação da presença do Senhor e da majestade do seu poder” I Tessalonicenses 1:8,9

"Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão”  I Tessalonicenses 5:3

“E com sinais e com prodígios mentirosos e com toda a sedução da injustiça para aqueles que perecem, porque não receberam o amor da verdade, a fim de serem salvos”  II Tessalonicenses 2:10

“Portanto, deixemos os ensinos elementares a respeito de Cristo e avancemos sem lançar novamente o fundamento do arrependimento de atos que conduzem à morte” Hebreus 6:1

“Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a destruição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma” Hebreus 10:39

“Se continuarmos a pecar deliberadamente depois que recebemos o conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados, mas tão-somente uma terrível expectativa de juízo e de fogo intenso que há de devorar os rebeldes”  Hebreus 10:26,27

“Mas quando este sacerdote acabou de oferecer, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à direita de Deus. Daí em diante, ele está esperando até que os seus inimigos sejam colocados como estrado dos seus pés”  Hebreus 10:12,13

“Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo?”  Tiago 4:12

“Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados” Tiago 5:20

“Aquele que pratica o pecado é do diabo, porque o diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo” I João 3:8

“Se alguém vir seu irmão cometer pecado que não leva à morte, ore, e Deus lhe dará vida. Refiro-me àqueles cujo pecado não leva à morte. Há pecado que leva à morte; não estou dizendo que se deva orar por este”  I João 5:16

“No passado surgiram falsos profetas no meio do povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres. Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição”  II Pedro 2:1

“Em sua cobiça, tais mestres os explorarão com histórias que inventaram. Há muito tempo a sua condenação paira sobre eles, e a sua destruição não tarda”  II Pedro 2:3

“Mas eles difamam o que desconhecem e são como criaturas irracionais, guiadas pelo instinto, nascidas para serem capturadas e destruídas; serão corrompidos pela própria corrupção. Eles receberão retribuição pela injustiça que causaram” II Pedro 2:12,13

“Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios” II Pedro 3:7

“O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento”  II Pedro 3:9

“Também condenou as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-os as cinzas, tornando-as como exemplo do que acontecerá com os ímpios”  II Pedro 2:6

“Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo”  Revelação 20:14,15

“E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os consumiu”  Revelação 20:9

“As nações se iraram; e chegou a tua ira. Chegou o tempo de julgares os mortos e de recompensares os teus servos, os profetas, os teus santos e os que temem o teu nome, tanto pequenos como grandes, e de destruir os que destroem a terra”  Revelação 11;18


Última edição por hocosi em Sab Abr 02 2016, 20:41, editado 1 vez(es)



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2575
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Sab Abr 02 2016, 20:40

De facto, hocosi, a lista de textos no NT é vasta ... eu só quis abordar uns poucos exemplos, mas eles abundam. Obrigado pela lista exaustiva.

EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por hocosi em Sab Abr 02 2016, 20:46

@EdenOne escreveu:De facto, hocosi, a lista de textos no NT é vasta ... eu só quis abordar uns poucos exemplos, mas eles abundam. Obrigado pela lista exaustiva.

EdenOne

Sim caro EdenOne. Eu partilho dessa opinião que as Testemunhas de Jeová são sem dúvida fundamentalistas e fanáticas. Mas como já comentei no tópico sobre "MONSTROS EM SENTIDO MORAL" a base destas atitudes, como tens demonstrado também, encontram-se enraizadas na mensagem dos livros da Bíblia.

É irónico que por um lado lemos lá que Deus é: “Jeová, Deus misericordioso e clemente, vagaroso em irar-se e abundante em benevolência.” — ÊXODO 34:6.
Por outro lemos N relatos de mortos por "dá cá aquela palha"



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2575
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Sab Abr 02 2016, 22:53

Parte 5 – Como o literalismo das Testemunhas de Jeová resulta em Fundamentalismo e Fanatismo (I)

Os assumidamente fundamentalistas cristãos, usualmente os do ramo evangélico, ás vezes referem-se a si próprios como “literalistas bíblicos”. O que é “literalismo”? Significa “aderência ao sentido literal ou ao pé da letra”, “em concordância com o sentido estrito da palavra ou palavras”, e “não-figurativo ou não-metafórico”. Tais ramos conservadores usualmente também acreditam que a Bíblia é inerrante.

Para dar um exemplo singelo do que afirmei vou mencionar o relato da criação em Gênesis.

Os fundamentalistas, por acreditarem que as palavras da Bíblia são tanto literais como inerrantes, acham que o universo e a vida vieram a existir directamente pelo poder e desenho do Deus Criador, em seis dias, (de 24 horas literais ou “dias criativos” de duração variável, consoante alguém adira á corrente “Young Earth Creationism” ou á corrente “Old Earth Creationism”), de acordo com os estágios descritos na Bíblia, culminando com a criação do primeiro homem Adão a partir do pó do solo, e da mulher a partir da costela do homem. A imensa evidência científica que contraria este relato é descartada como originando-se do Diabo, e apenas alguns factos científicos que parecem ajustar-se ao relato de Gênesis são aceites e distorcidos para parecer que “provam” o que a Bíblia diz.

Os cristãos liberais, como os católicos, anglicanos e outros, aceitam as evidências científicas e olham para o relato de Gênesis de forma não-literalista, metafórica e alegórica, não como se de um relato de uma testemunha ocular se tratasse, mas como uma mera explicação teológica para procurar entender e explicar fenómenos complexos tais como a origem do universo, da vida, do homem, e o problema da existência do mal. Para eles, a Bíblia pode conter imprecisões e bastantes liberdades literárias, mas ainda assim aceitam-na como um livro que foi produzido pela vontade de Deus ou, pelo menos, inspirado na pessoa de Deus.

Em que campo encaixam as Testemunhas de Jeová? Obviamente, elas são literalistas e acreditam na inerrância da Bíblia. Um ancião disse-me recentemente, a respeito da questão da cronologia bíblica: “Eu não me interessa o que a arqueologia diz, ou o que os historiadores dizem. Para mim, o que vale é o que está escrito na Bíblia. Se houver uma contradição, eu vou sempre escolher o que a Bíblia diz como sendo a verdade.”

Isto espelha aquilo que é o ensino oficial das Testemunhas de Jeová. Por exemplo, o livro Estudo Perspicaz (it-2, pp.339-403) diz: “Mostrando sua plena fé na qualidade inerrante dos Escritos Sagrados, Jesus disse que “a Escritura não pode ser anulada”; A Sentinela (W02 1/3 pp.3-5) diz: “A profecia infalível e a profunda sabedoria da Bíblia atestam que ela é o que afirma ser — a comunicação de Deus com a humanidade”.

A Organização procura distanciar-se de outros grupos religiosos com interpretações literalistas ainda mais extravagantes. Em Despertai (G 11/11 pp. 7-9), por exemplo, diz-se: “alguns criacionistas defendem a ideia equivocada de que Deus criou a Terra em seis dias literais alguns milhares de anos atrás. Por já terem se comprometido com esse conceito, eles tentam forçar as evidências para que elas apoiem sua interpretação extremamente literal da Bíblia.” Notem que apesar de criticar outros pela sua interpretação extremamente literal da Bíblia, a verdade é que a Watchtower Society também interpreta a Bíblia de forma literal. Apenas menos “extremamente literal” que os mais extremistas.

Conforme abordei nas partes 2-4, a Bíblia é um conjunto de obras cujos textos foram escritos com o objectivo de motivar os crentes, mantê-los puros e separados dos descrentes, dar-lhes um senso de unidade, e um código de conduta moral ao qual aderir. Para atingir esses objectivos, os escritores da Bíblia não hesitaram em recorrer ao fundamentalismo e ao fanatismo como recursos para atingir os seus fins. Sim, a própria Bíblia é uma obra literária fundamentalista que faz apelo a uma adesão fanática. Como podemos determinar isso?

Recordemos que a definição de “fundamentalismo” implica a aderência estrita e literal a um conjunto de crenças fundamentais e irredutíveis, bem como uma atitude de intransigência ou rigidez na obediência a determinados princípios ou regras. E não é isso que a Bíblia advoga? Noé “fez exactamente assim” como Jeová lhe ordenou. (Génesis 6:22);  As palavras da Lei ordenada por Deus “têm de estar sobre o teu coração ... tens de atá-las como sinal na tua mão, e têm de servir de frontal entre os teus olhos...” (Deuteronómio 6:6-Cool; “Temos de obedecer a Deus como governante antes que aos homens” (Atos 5:21) “Quem aceita os meus mandamentos e obedece a eles á o que me ama” (João 14:21); “Vós sois meus amigos se fizerdes o que vos mando” (João 15:14) “você é um povo santo para Jeová ... sua propriedade especial dentre todos os povos que há na face da terra” (Deuteronómio 7:6); “tens de cuidar em fazer segundo tudo o que te instruírem ...Não te deves desviar nem para a direita nem para a esquerda” (Deuteronómio 17:10, 11); “mantenham-se firmes e apegados às tradições que lhes foram ensinadas, quer tenha sido por uma mensagem falada, quer por uma carta nossa.” - 2 Tess 2:15

Por outro lado, entre os heróis exaltados na Bíblia contam-se óbvios fanáticos religiosos como Jeú, Elias, Sansão, Abraão, Esdras, Neemias, Jeremias, Ezequiel, Josias, João Baptista, Jesus. “O zelo pela tua casa me consumirá”, observou o evangelista João a propósito do episódio em que um extravagante Jesus invade o templo e provoca distúrbios, expulsando cambistas e mercadores. (João 2:17) Jesus, íntegro á sua doutrina até á morte, é o exemplo último do crente fanatizado, disposto até a perder a vida em nome das suas crenças. Esse tipo de espírito, como “um fogo encerrado nos meus ossos” é o que os escritores da Bíblia esperavam inculcar nos seus leitores. – Jeremias 20:7-9

Assim, sendo que a Bíblia é, ela própria, uma obra fundamentalista que apela a uma aderência fanatizada, não é de admirar que as religiões que a interpretam de forma literal e não admitam que ela passa conter erros, também sejam, elas mesmas, caracterizadas pelo fundamentalismo e pelo fanatismo. Tal é, sem dúvida, o caso das Testemunhas de Jeová.

(continua...)

---------

EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por EdenOne em Dom Abr 03 2016, 10:21

Parte 5 – Como o literalismo das Testemunhas de Jeová resulta em Fundamentalismo e Fanatismo (II / Conclusão)

Bruce Bower, no livro Stealing Jesus – How Fundamentalism Betrays Christianity, dividiu os grupos fundamentalistas cristãos protestantes em dois campos: legalistas e não-legalistas. Num futuro post irei discutir as características de cada uma destas correntes, porque é um assunto fascinante. Claramente, as Testemunhas de Jeová pertencem ao ramo fundamentalista-legalista. A ênfase da corrente legalista protestante é colocar-se á parte da cultura dominante e assim manter-se “pura”. Membros destes grupos acreditam num Deus colérico que recompensa os crentes genuínos com a vida eterna, ao passo que destina todos os outros a uma condenação eterna.

Mas aqui está o ponto que quero destacar deste livro: Bruce Bower escreve que o problema com o Cristianismo legalista é que não só afirma que Deus pode ser mau; é que imagina Deus como um ser manifestamente mau e chama a tal mal de “bem”. Na realidade, conforme se demonstrará, [este tipo de Cristianismo] adora o mal.”

As Testemunhas de Jeová advogam que Deus está inteiramente justificado a trazer uma destruição a granel a todos os que não praticam a “adoração verdadeira” – ainda que aceitem a Jesus como o seu Salvador e professem crer no Deus da Bíblia - e que apenas elas estão em boa posição para serem salvas enquanto grupo. Isto pode ser visto pelas seguintes citações:

“(…) sem dúvida, a execução do julgamento divino sobre a Cristandade apóstata e o resto do mundo de Satanás está iminente”. – A Sentinela 84 1/10, p.11

“Há biliões de pessoas que não conhecem a Jeová. Muitas delas praticam em ignorância coisas que a Palavra de Deus mostra serem iníquas. Se persistirem neste rumo, elas estarão entre aqueles que perecerão durante a grande tribulação” – A Sentinela 93 1/10 p.19

“Só as Testemunhas de Jeová – os que pertencem ao restante ungido e a “grande multidão” – como organização unida sob a protecção do Supremo Organizador, têm uma esperança bíblica de sobreviverem ao iminente fim deste condenado sistema de coisas controlado por Satanás o Diabo”. – A Sentinela, 89 1/09, p. 19

Como todas as outras denominações cristãs, as Testemunhas seleccionam textos da Bíblia que lhes são convenientes e se adequam á sua teologia, ao passo que ignoram ou obscurecem outras que não se adequam ou lhes são inconvenientes. No entanto, quando alguém advoga que “TODA a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa” e afirma que isto significa que esta colecção de livros é a “infalível Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada”, e que, portanto, deve ser aceite na sua inteireza, não pode deixar de admitir que os seus dois protagonistas principais – Jeová e Jesus – advogam e consentem actos de extrema violência, quer por mão própria, quer por humanos em seu nome e actuando sob suas ordens directas. Porque são precisamente essas as narrativas que constam da Bíblia. A Bíblia, quando analisada friamente, na sua globalidade, é um livro extremamente violento.

O fundamentalismo e o fanatismo acrítico das Testemunhas de Jeová fica evidente em pelo menos seis grandes temas:

• A infalibilidade da Bíblia como Palavra de Deus
• A destruição dos iníquos no Armagedom
• O ódio aos dissidentes e apóstatas
• O tratamento dispensado aos desassociados
• Recusa de tratamentos com sangue
• Idolatria da Organização e do Corpo Governante

As Testemunhas de Jeová, apesar de se dizerem mansas e pacíficas, são o tipo de grupo religioso que é fácilmente susceptível de ser radicalizado – basta a liderança querer enveredar por esse caminho. Na realidade, já é radicalizado; simplesmente não no sentido da violência física, que é o sentido que normalmente é atribuído ao termo “radical”. Veja-se, por exemplo, como a recusa de transfusões de sangue foi introduzida e agora é universalmente aceite entre as Testemunhas de Jeová, apesar do risco de perderem a vida em resultado dessa recusa. É um exemplo de radicalização.

Basta que um grupo de crentes fanatizados aceite uma teologia em que o Antigo Testamento seja tão valorizado como o Novo testamento e o aceite literalmente, faça tábua rasa de 350 anos de humanismo europeu e passaremos a ter algo semelhante ao radicalismo islâmico, desta vez com ideologia judaica-cristã. Convêm não esquecer que em tempos idos, o Islão foi uma religião liberal, progressista, amiga da ciência e tolerante para com outras crenças. Foram eles que preservaram para nós a filosofia e a ciência da Grécia antiga, e na época medieval eram incomparavelmente mais avançados do que a Europa ocidental. No entanto, vejam como regrediram, em resultado do avanço do fundamentalismo e do fanatismo. O Cristianismo pode também regredir, se sucumbir ao fundamentalismo e ao fanatismo, como é agora o que se passa nos EUA com o avanço das religiões evangélicas e o seu envolvimento progressivo na política norte-americana.

Para aqueles que seguem a Bíblia á letra, e se orgulham disso, não deveria ser um problema admitir, e até ter orgulho, em ser chamado de fundamentalista. Na realidade, o único motivo pelo qual as Testemunhas evitam o termo prende-se com questões de “marketing” religioso. O proselitismo da Watchtower Society tem sido baseado no contacto porta-a-porta e cara-a-cara com o seu público-alvo. Isso implica o recurso a técnicas de venda agressivas, que só funcionam se conseguirem gerar simpatia na cabeça das pessoas. Os termos “fundamentalismo” e “fanatismo” evocam imediatamente sentimentos negativos na cabeça das pessoas, e as Testemunhas precisam distanciar-se desses rótulos o mais possível, para que o seu marketing religioso seja eficaz. Por isso é que o tom da comunicação e os conteúdos no site JW.ORG são completamente distintos do tom da comunicação e dos conteúdos das informações que só estão disponíveis aos anciãos e superintendents de circuito. Porque se trata de uma ferramenta de marketing destinada a atraír os de fora e manter encantados os que já lá estão. Mas, uma vez lá dentro, a pessoa recrutada vai acabar por lentamente assimilar o ensino, e tornar-se gradualmente naquilo que nunca imaginou ser: um fundamentalista e um fanático.

Basta olhar para as páginas do Facebook ou nos fórums de Testemunhas de Jeová activas para perceber que elas em nada diferem de membros de religiões evangélicas como a Igreja Maná ou a IURD ou a Assembéia de Deus, com a agravante de que, á devoção cega a Jesus e a Deus se junta a idolatria á Organização e ao Corpo Governante. Basta fazer o mais pequeno comentário dissonante e observar como aquelas pessoas simpáticas e sorridentes se transformam em monstros intolerantes e os insultos começarem a chover; bastam uns poucos segundos para o ódio e a intolerância entrarem em erupção como um vulcão e a fúria dos crentes se abater sobre o “transgressor”, que é imediatamente diabolizado e rejeitado. Essa é a face do fundamentalismo fanatizado, que espelha a filosofia e o ensino que são administrados a partir de cima, da liderança.

Portanto, em conclusão:

As Testemunhas de Jeová são fundamentalistas? SIM, porque a Bíblia é um livro fundamentalista e elas têm uma leitura literalista das Escrituras.

As Testemunhas de Jeová são fanáticas? SIM, embora o grau de fanatismo varie de pessoa para pessoa, há sempre áreas onde esse fanatismo fica evidente.

FIM
---------------------

EdenOne


"O homem que não pensa por si próprio é um escravo, um traidor de si mesmo e dos seus companheiros". - Robert G. Ingersoll
"A religião é encarada pelas pessoas comuns como 'a verdade'; pelos sábios como falsidade; e pelos governantes como útil". - Séneca
"Se fosse possível raciocinar com pessoas religiosas, não haveria pessoas religiosas." - Gregory House

EdenOne
Membros
Membros

Mensagens : 271
Likes : 87
Data de inscrição : 25/03/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por SenorRodriguezG em Dom Abr 03 2016, 13:38

aplausos aplausos aplausos aplausos

SenorRodriguezG
Membros
Membros

Mensagens : 439
Likes : 83
Data de inscrição : 16/04/2015
Idade : 26
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por Kristy123 em Dom Abr 03 2016, 15:20

EdenOne,
aplausos  aplausos

Sim. Também gostei das tuas considerações/ensaios e principalmente da Parte 5 !

Estive a ler, o que tu escreveste aqui e foi bastante interessante.  Good                             Desconfiado
Tenho algumas questões para te colocar, mas para isso, terei que voltar a ler com um pouco mais de atenção.

Sabes, para todas as análises ou circunstâncias da vida, existe sempre o "negativo" e o "positivo" e é isso tudo que faz equilibrar tudo.  Cool
Para se conseguir deixar de ser uma pessoa fanática ou fundamentalista, ter-se-á analisar tudo á volta, porque se a pessoa considera só
um lado da questão, continuamos a ser parciais e podemos incorrer em passar de um extremo para outro extremo e por vezes, nessa caminhada, pode sempre existir o perigo de haver um pantanal....   Wink
Posto isto, não tens já aí uns "ensaios" preparados que falam exactamente do oposto....  affraid

Mas hoje estás de folga...  tass bem

Kristy

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por HALDYS em Dom Abr 03 2016, 19:03

muito bom por acaso meu marido sempre me disse que as TJ sao fanaticas, e eu defendia que nao, que são mansas mas no fundo sabia que eramos fsnaticos e com um fundamento, a Biblia.é o livro que nos induz a ser fanaticas. Como bem lembraste os exemplos de alguns homens do passado.A TJ deve estar disposta a morrer e a deixar morrer se for por uma questão de neutralidade ou de obedeincia às normas Biblicas (cfr.sangue) Excelente!

HALDYS
Membros
Membros

Mensagens : 353
Likes : 47
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 37
Localização : porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por JaFuiTJ em Seg Abr 04 2016, 00:37

Que as TJ são fanáticas e fundamentalistas já o nosso filho adolescente me atirava á cara quando eu ainda estava lá dentro. É evidente aos de fora. Só quem está enfronhado na idolatria á ORGa e ao CG é que não consegue ver.
Os seis pontos que apresentastes desmonstram bem isso!
Excelente trabalho EdenOne.

JaFuiTj

JaFuiTJ
Membros
Membros

Mensagens : 219
Likes : 64
Data de inscrição : 19/02/2016
Idade : 45
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Testemunhas de Jeová são FUNDAMENTALISTAS e FANÁTICAS ?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:20


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum