EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por ellipsis em Sab Jan 02 2016, 16:50


Clique na imagem para ver o Filme


Provavelmente muitos já viram este filme da orga. Sim um filme. Puxa a ORGA já faz filmes e tudo!!! Já não falta muito e vão começar à procura de actores nas congregações para os próximos filmes... Evil or Very Mad Evil or Very Mad

O filme conta uma história bastante conhecida entre as testemunhas de Jeová, pois mas agora é num filme... Morrer a rir Morrer a rir
Uma jovem que reencontra outro jovem da escola no local de trabalho, mas esta aconselhada pelos pais, leva em conta a sua espiritualidade e abandona este namoro. Já amiga não tem meias medidas e cai em cima do jovem que ainda por cima é ricaço. Esta não leva em conta a espiritualidade e claro o fim vai ser trágico. Já a outra jovem deixa-se levar pelos conselhos dos mais velhos e acaba por conhecer um jovem pioneiro por quem se apaixona. Vem a saber por intermédio de uma irmã que ele é um fotografo muito assediado pelo mundo, mas ele sempre põe Jeová em primeiro lugar. A desassociação também é levada em conta neste filme em dois pequenos momentos.

Todavia eu achei algumas coisas estranhas.
Na ORGA pode-se utilizar o beijo técnico? Ou será que foram utilizados casais?.

Como é um filme tem que se investir de forma a poder transparecer o mais real possivel.Pelo menos o ambiente do "mundo".
E para isso recorre-se a Luzes de Natal, cigarros, brincos em homens (ou então foram buscar alguém do mundo...LOL) e como sempre tentam mostrar o "mundo" como um local de devassidão com pessoas a consumir álcool e drogas.

Mas vejamos alguma fotos do filme.

O filme praticamente começa com este gesto que sinceramente não percebo porque ele é  feito, visto que o actor está a fazer uma pergunta.
O jovem faz o gesto da mão chifrada. Isto é um símbolo satânico.



Aqui temos duas cenas que envolvem um beijo.

Pergunta-se tendo em conta o espírito e ambiente que se vive e se aprende lá.
Existe beijos técnicos? Se sim, então eu já não percebo mais nada. Se não pior ainda.
Como se explica estes beijos? Só podem ser casais ou pessoas do Mundo.




Eu pergunto? Como se pode utilizar cigarros num filme numa religião que proíbe o tabaco, mesmo sendo para dar o ar mais parecido. Além disso, quem acendeu o cigarro? Pelo menos tiveram que dar uma passas. Isto não é errado, para uma religião que proíbe quase tudo?
E o brinco? Pode ser que a orelha não esteja furada, mas se assim é está muito bem feito.
Junto com estas fotos temos mais um a das bebidas tudo para manchar o dar a entender que as pessoas que não são TJ só se divertem na devassidão com álcool e tabaco e coisas do género.





A certa altura do filme existe uma cena onde mostra que o local está com enfeites de Natal.
Não consegui perceber a intenção.

Será que foi para dar um ar mundano, ou porque ficava bem nesta cena?



Digam lá da vossa justiça o que vocês acham?




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 276
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Tomé em Sab Jan 02 2016, 20:07

Fico á espera dos filmes de educação sexual para casais: "Leito Imaculado", ou "Leito imaculado II - O regresso" só para publicadores casados maiores de 18. (beijo técnico incluído)

Tomé
Membros
Membros

Mensagens : 90
Likes : 8
Data de inscrição : 15/08/2013
Idade : 45
Localização : Bragança

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por ellipsis em Sab Jan 02 2016, 22:05

@Tomé escreveu:Fico á espera dos filmes de educação sexual para casais: "Leito Imaculado", ou "Leito imaculado II - O regresso" só para publicadores casados maiores de 18. (beijo técnico incluído)

Isso seria um escândalo. Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 276
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por HALDYS em Dom Jan 03 2016, 16:59

Beijos tecnicos provavelmente, mas o mais certo é serem casais.A orga sempre tem esse cuiado mesmo nos dramas onde nada acontece escolhem casais, falsos cigarros tambem existem.
No nosso tempo não era nada disso nós cresciamos  e só tinhamos o livro "jovens perguntam" hoje os jovens tem muito mais proteção são apaparicados.Tem filmes e videos etc.
Mas bem, não passa de um filme.
Quanto às luzes de Natal é para ser realista as luzes de Natal tambem podem ser uma tentação.O Natal e fim de ano de 2014 calhou com fim de semana prolongado quantas TJs não terão aproveitado para "festejarem" tambem?

HALDYS
Membros
Membros

Mensagens : 357
Likes : 47
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 37
Localização : porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por ellipsis em Seg Jan 04 2016, 10:08

nubia escreveu:Beijos tecnicos provavelmente, mas o mais certo é serem casais.A orga sempre tem esse cuiado mesmo nos dramas onde nada acontece escolhem casais, falsos cigarros tambem existem.
No nosso tempo não era nada disso nós cresciamos  e só tinhamos o livro "jovens perguntam" hoje os jovens tem muito mais proteção são apaparicados.Tem filmes e videos etc.
Mas bem, não passa de um filme.
Quanto às luzes de Natal é para ser realista as luzes de Natal tambem podem ser uma tentação.O Natal e fim de ano de 2014 calhou com fim de semana prolongado quantas TJs não terão aproveitado para "festejarem" tambem?

Falsos cigarros??? Se fazem fumo, não são falsos cigarros, mesmo que sejam aqueles de lançar um género de vapor. Mas se reparares bem aquilo são cigarros normais. E gesto satânico?

Me desculpem mas a ORGA cometeu demasiados erros para uma organização que se diz santa.

Se alguém usa-se algum deste material em alguma brincadeira , provavelmente passaria um mau bocado. Portanto. quem proíbe tanto, não tem legitimidade para usar tais coisas em filmes.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 276
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Jaffar em Seg Jan 04 2016, 13:35

Estou indeciso no dia de São Valentim em ver este filme ou o tal famoso: Fifty Shades of Black.

hehe tou a brincar.
Creio que se pode aprender uma ou duas coisas ao ver esse tal filme da orga.

Jaffar
Membros
Membros

Mensagens : 171
Likes : 5
Data de inscrição : 02/07/2014
Idade : 49
Localização : Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por River raid em Ter Jan 05 2016, 21:14

É de fazer inveja ao Steven Spielberg...

A intenção deles -CG ou quem está por detrás até que é boa - mas que exageraram é um facto.

Nesse aspecto estou de acordo com o Ellipsis.

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Dream5 em Sab Jan 09 2016, 14:01

Bem eu até gostei do filme,,Boa imagem, bom som, bem enquadrado, bons cenarios, boas passagens para a imagem seguinte, boa fotografia,mas de informação mediucre,,,,ou seja ..segundo o filme a miuda que casou com o não batizado era Tj ferranha visto que o facto de ele não ter tempo para ir ás reuniõres devido ao trabalho que tinha e que exigia a presensa dele todas as noites no restaurante, para ganhar do belo para sustentar aquela pindérica, que antes não tinha onde cair morta.
Segundo o filme todas as discusões do casal era em torno de ele não ter tempo para ir a todas as reuniões,,,,ou seja se não fosse a m**** da religião o casal não se desentendia.
E segundo,,, ela recebeu um convite da antiga escola para uma festa e ela aceitou e produziu-se toda e retirou a aliança para estar solteirona e preparada para encornar o desgaçado que não podia ir á reunião.
Portanto queridos amigos que namoram as Irmãzinhas Tj, perparem-se que se não forem á reunião levam com um par de cornos.
E se forem levam tambem.




Dream5
Membros
Membros

Mensagens : 1008
Likes : 94
Data de inscrição : 04/12/2012
Idade : 42
Localização : palmela

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por River raid em Dom Jan 10 2016, 16:27

na qualidade de "não batizado" revi-me nalgumas cenas do filme....... e mais não digo.

Fiquei emocionado na parte final do filme onde ela responde o porquê de que não o abandonaria:
"Porque quero que vivas para sempre"!

Estes senhores são mestres em mexer com o coração das pessoas...

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Kristy123 em Seg Jan 11 2016, 18:39

Olá,

Aquando dos congressos do ano passado, em que este video foi colocado no site da jw.org, eu já tinha visto somente
algumas cenas deste filme, mas só agora o vi com mais atenção.....  (das 14 ás 18 horas) com várias interrupções no meio. Morrer a rir Morrer a rir
Ó pá.... eu até gostei do filme.... e neste momento estou a "digerir" o que vi, antes de fazer alguns outros comentários
sobre o que achei do filme. tass bem

benvindo


Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Jaffar em Sab Jan 30 2016, 12:50

A "torre" está de parabéns.
Videos em mp4 720p em Hd com legendas à escolha já embutidas no ficheiro! e compatível com qualquer dispositivo.

gostava de saber como se faz isso.
Não é para qualquer um nesse aspeto eles são muito bons.



"Jeová deu Jesus para salvar-nos.Olhando para ele e seguindo-o,podemos ter a vida eterna." - Meu livro de Histórias Bíblicas WTBTSP 1978 Parte 3 -41

Jaffar
Membros
Membros

Mensagens : 171
Likes : 5
Data de inscrição : 02/07/2014
Idade : 49
Localização : Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por River raid em Sab Jan 30 2016, 14:24

Os actores são escolhidos a dedo...

O "galã" é sempre o vilão,o horroroso é o "discreto" enquanto a dama (santinha) casa sempre com o mais feio.

Exatactual o que acontece na vida real! Sinceramente, vejo cada miuda gira casada com cada cromo (mais feios que a parte da frente dum comboio)  que até penso se tal comportamento não vai contra a ordem natural das coisas... depois queixem-se que a maior parte das desassociações são por fornicação, adultério, etc...
___________________

És feio ou não cuidasde tua imagem  e queres namorar ou casar com uma mulher acima do teu "grau de beleza"? Torna-te TJ e dá a imagem que és "espiritualmente" forte, não faltará é mulheres em busca de carne fresca... hihihihi Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

Cuidado, as mais velhas são as primeiras a "atacar"...as mais novas atacam posteriormente e com a permissão dos pais. Silêncio

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por DarkCat em Sab Jan 30 2016, 14:47

Não achei nada de especial este filme, tem tudo o que a ORGA costuma meter em videos e noutros filmes, fotografia, enquadramento, etc... estão de parabéns, em termos técnicos não tenho nada a apontar, jà no que toca à história está um nojo: Falta de realismo, manipulação, mensagens subliminares, etc... Ou seja parabéns á equipa técnica e um chuto no c* no realizador.
A ORGA tem pessoas que sabem o que fazem, só tenho pena de desperdicarem o seu talento nesta seita...


"Há duas coisas que nos dão ideia do infinito, o universo e a estupidez humana. Mas acerca do universo ainda não adquiri certeza absoluta."
Albert Einstein

DarkCat
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 359
Likes : 21
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 22
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Kristy123 em Qui Fev 04 2016, 19:49

Olá,

Então vamos lá ver, se eu consigo dar aqui a minha interpretação e análise ao filme,  de uma forma imparcial e com a minha própria opinião, com aquilo que vi e como interpretei. O filme chama-se "um amor de verdade"

Como já é de esperar, a orga está cada vez mais refinada e sabe muito bem o que está a fazer, ao utilizar meios "modernos" para a captação e doutrinção das pessoas, em geral. Mesmo no final do filme existe a referência das entidades que colaboraram na realização do filme e pelos vistos recorreram também a uma empresa que se chama Shutterstock que é especialista em imagem, fotos e afins. (http://www.shutterstock.com) e a outras empresas especializadas no ambito filmatográfico, nas quais provavelmente a orga também tem as suas acções.

Por isso, também direi que o filme até está muito bem feito, o que diz respeito á imagem, música e todos os demais pormenores que um filme exige para ser realizado, no sentido de captar os receptores ou o seu público alvo, sendo que também tenho a dizer, que está longe de ganhar os Oscares para este ano.

Temos aqui quatro belos principais protagonistas: A Liz, a Megan, o Jack e o John.

Em primeiro lugar, gostaria de dizer, que até gostei de ver o filme, mais no sentido de ver, o que lá é dito e como ele foi feito e começo por dizer que concordo plenamente com o que a Liz diz no início do filme:
"A vida é uma caixinha de surpresas".


E depois a Liz arremata, e diz que, ainda assim, não se arrepender das escolhas que fez.

Colocando-me no lugar da Liz, eu até consigo compreender o que ela está a querer dizer...
Mas isto também pode significar, que nada invalida que um dia, a Liz se poderá vir a arrepender, pelas escolhas que fez...

A Liz encontra o Jack pela primeira vez no Restaurante, onde também a sua amiga Megan trabalha. O Jack frequenta as reuniões das TJ e ficamos a saber, que o pai do Jack quer que ele acabe os estudos e que depois ele irá tomar conta de um dos restaurantes do pai. O Jack refere que o pai dele não é cristão.

Eu pessoalmente fico sempre incomodada, quando alguma TJ diz que "os outros não são cristãos"
O que Jack pretende dizer com isto? Será que ele estava a querer dizer, que o pai dele é Budista, um Judeu ou um radicalista do islão, ou é talvez um ateu ou será um pastor numa igreja adventista ou evangélica ou vai regularmente á igreja católica ou protestante? Ou será que o Jack estava a dizer, que unicamente todas as TJ é que são cristãs??!  O que vos pareçe?...

A Megan incentiva a Liz de começar o namoro com o Jack, até porque ela própria diz, que o acha muito "engraçado".
A Liz e o Jack começam a sair juntos e a conhecerem-se melhor.

O Jack conta á Liz que tem que ajudar o pai dele no restaurante e que agora também perdeu a bolsa de estudo da escola, por faltar por vezes ao desporto da escola, para também conseguir ir ás reuniões. E a Liz diz ao Jack, que ele fez muito bem em tentar colocar a espiritualidade dele á frente e ele assim poder continuar a ir e não faltar ás reuniões. Aqui não é difícil de perceber, que a orga. incute e enfatiza de uma forma bem subtil, a não-importância da frequência dos estudos....  

Pois...., mas ninguém se lembra ou leva em conta, a situação de que a partir desse momento, a escola do Jack teria que ser paga pelo pai. Ao deixar ou faltar muitas vezes ás actividades desportivas obrigatórias nas escolas americanas, perde-se o benefício de uma bolsa de estudo.  Mas isso no filme não é nada relevante e passa ao lado, até porque se parte do princípio, de que o pai do Jack, que á partida teria posses financeiras para pagar a escola do filho, não teria outra alternativa de o fazer, por ser esse o desejo do pai do Jack ou de quase de todos os outros pais no mundo.

Mas isto é só um filme..... porque na América na relidade, o que poderia ter acontecido ao Jack, ao perder a sua bolsa de estudo, era ter que sair da escola de vez e não poder conseguir estudar mais, por ele próprio ou os seus pais não terem dinheiro para pagar a frequência dele na escola. E depois o Jack teria que ir procurar um trabalho e talvez, com a ajuda de Jeová, ele conseguisse ficar no espaço da escola, mas a trabalhar como jardineiro...
E assim, talvez o Jack teria muito mais tempo, para não faltar ás reuniões e assim tornar-se-ía uma pessoa com uma grande espiritualidade e ao agrado da sua futura namorada....

Quando a Liz fala com os seus pais sobre ela querer namorar com o Jack, os pais acham que o Jack não tem espiritualidade e não concordam com o namoro deles, por ele não ser batisado. Seguindo os concelhos dos pais e deixando-se influenciar também pela formatação de que todas as jovens TJ estão sujeitas, resolve colocar um ponto final no relacionamento da pessoa que estava a gostar, e muito. E apesar de essa decisão lhe ter custado e a ter deixado muito triste, os objectivos dela estavam bem definidos de querer ser pioneira e principalmente de nunca vir a namorar com uma pessoa que não estivesse batisada.

Quando as duas amigas falam do Jack, a Liz diz que o Jack não leva a sério a verdade, por ele não ser batisado, o que me leva a interpretar que, todos as pessoas que não são batisados, não levam a sério a verdade e que todas as pessoas batisadas é que levam a sério a verdade...  What a Face

Apesar das duas amigas serem ambas TJ, elas são muito diferentes, na sua postura e na sua actuação...
E quando a Megan soube que a amiga tinha terminado o relacionamento com o Jack, não esperou pela demora e atirou-se ao bife.  Morrer a rir  
A Megan é uma mulher muito mais irreverente e eles os dois começam a namorar.

Quando o Jack leva a Megan a casa e ele entra, para ir buscar o seu casaco, eles ficam os dois na sala e eu pensei que me tinha deixado dormir, porque ficou tudo ás escuras...  e eu pensei... mas o que se passou aqui ao minuto 20:15 a 20:22 ??   Será que eles estavam os dois abraçados e a beijar-se??!!  Suspect

O pai da Megan fala com ela e lhe diz que não é muito do seu agrado, que ela namore com o Jack, precisamente por ele já estar a estudar há anos, mas ainda não ser batisado e assim não fazer progressos.
A Megan responde ao pai algo de curioso: "quando se trata de progressos, o senhor não pode falar muito.... "

O que ela queria dizer com isso? Que o pai também não era suficientemente espiritual? Que não terá subido na escada teocrática que a orga preconiza e ao fim destes anos todos ainda não era ancião? Talvez até já o poderia ser, por não ser dono de um restaurante. E o pai nem responde e depois diz que a escolha e as consequências são dela, ao que eu pessoalmente concordo.  

Quando a Megan se encontra com o Jack, ele diz para ela confiar mais no seu próprio coração e no Jack, até porque agora ele confirma-lhe que estava a trabalhar muito mais, com a finalidade de a pedir em casamento. Eles casam.

E eu pessoalmente fiquei um pouco admirada com esta situação. Sabendo que no filme tanto a Megan como os familiares dela são TJ, mesmo assim, ela casou com uma pessoa que não era TJ, sem que vissemos algum outro grande obstáculo neste casamento!
Porquê? Talvez porque se parte do princípio, de que o Jack, ao casar com a Megan, se batisaria logo a seguir?  

A Liz fala com os seus amigos, a dizer que ainda está triste e magoada, por ter perdido o Jack, mas que as suas decisões foram certas. E os amigos dizem algo que eu gostei de ouvir:
"Leva algum tempo para saber: "Quem é a pessoa secreta do seu coração""
Mas isso, também não tem propriamente nada a ver com o filme.

Mais tarde, a Liz conheçe o John num casamento. Durante o diálogo deles, a Escola de Pioneiros para todos os jovens, é muito enfatizada e todos os jovens amigos e conhecidos que são TJ, aspiram como meta principal a Escola de Pioneiros. E a maior parte dos jovens (principalmente as jovens mulheres TJ) também deliram com isto, porque a orga incute neles que esta "escola", é a melhor, a principal e a mais acertada para a vida de todos os jovens TJ, em detrimento de qualquer outra escola ou ensinamento....    

Mais tarde, a Liz e o John encontram-se numa galeria. Ela pergunta ao John se ele já tinha tomada uma decisão, que sabia que estava certa, mas que ainda magoa e o John diz que sim, porque deixou de falar com o seu próprio irmão, por ele ter sido desassociado e o John afirma que foi a coisa mais certa que ele fez. O filme induz claramente a pessoa que se deve colocar de parte qualquer pessoa que é desassociada. E esta forma de ostracização é incutida e ensinada, como se fosse a coisa mais certa e correcta....  Entretanto, a Liz e o John também casam.

O restaurante que o Jack está a gerir, está a progredir e tem um aumento de trabalho e o amigo dele da Faculdade, também trabalha lá e ajuda-o. O Jack tem que se dividir entre as reuniões obrigatórias e a gerência do restaurante e o amigo da faculdade que o Jack convidou para o ajudar na gerência do restaurante, chama-o á atenção, ao dizer que a presença do Jack também é importante. O Jack, começa a sentir muita pressão de um lado e de outro, porque também a Megan mostra todos os dias o seu descontentamento quando o Jack falta ás reuniões ou quando chega mais tarde e lhe diz que quer que o marido dela seja um homem espiritual.

E eu pergunto: O que é ser um homem espiritual??? O que a Megan estava á espera que o Jack fizesse ainda mais por ela?
Talvez para a Meg seria muito "espiritual" o marido deixar de vez o restaurante e assim nunca mais faltaria ás reuniões e se batisaria e faria grandes progressos "espirituais". Mas isso, implicaria, que o nível de vida que o Jack lhe estava a proporcionar, iria diminuir ou deixava de existir. O Jack talvez teria feito bem, em devolver este restaurante ao pai e empregar-se no MC Donalds, e seria suficiente que no seu trabalho ele se limitaria a passar a virar hamburguers na chapa, com a vantagem de poder estudar a Sentinela nos seus intervalos. Mas isto talvez também implicaria que a Meg teria que ir trabalhar, talvez também no Mc Donalds, a fritar batatas, com uma touca na cabeça. Assim, talvez a Meg seria mais feliz e não teria mais motivos para reclamar da sua vida e sempre poderia dizer a toda a gente na reunião que tinha um marido muito espiritual e assim eles poderiam ter cada vez mais algo em comum e quando chegassem os dois a casa, certamente teriam pelo menos o cheiro a óleo de fritar, em comum.   Morrer a rir

E a Megan, iria ficar muito satisfeita com toda esta situaçao diferente e não o chateava mais.... Será mesmo ?!?
Pois, eu pessoalmente, não acho nada disso... mas isto também é só um filme....

A Megan vai ter com a amiga Liz a queixar-se que ele está muito ocupado no restaurante e a faltar muito ás reuniões.
Então e se, em vez de a Megan se ir queixar á amiga, levantasse o rabinho do sofá e se lembrasse ir ajudar o Jack a gerir o restaurante...  não teria feito melhor figura?

Todos consideram o John uma pessoa muito espiritual, até porque ele, como bom profissional de fotografia que é, tem recusado muitos trabalhos de fotógrafo, para não faltar a nenhuma reunião e para poder dedicar-se mais áquilo que a orga. diz para fazer, como por exemplo ajudar nas novas construções das obras de novos salões e é lá que encontra novamente a Liz, pelo que começam a namorar e depois também casam.

Megan continua insatisfeita com a vida que leva e diz que está cançada desse casamento, por o marido nunca estar em casa e ele ter que ficar a maior parte do seu tempo no restaurante e por ele não progredir e não se batisar e eles os dois, sempre que tentam falar, acabam brigando, até que um dia Jack sai de casa.

Entretanto, a Liz, preocupada com a amiga, aconselha-se com o marido e o John refere um versículo da Biblia que diz:
"um verdadeiro amigo ama em todos os momentos e se torna um irmão, em tempos de aflição"
Eu pessoalmente concordo com esta frase, que "por acaso"  Morrer a rir  está na Biblia e que não tem nada a ver com a seita das TJ.

A Liz, preocupada com a amiga, vai visitá-la e fica a saber, que a amiga Megan já está a tratar do seu divórcio e não espera pela demora, de poder saír...   A Liz pergunta se é isso que o Jack quer, mas a Megan simplesmente responde que agora está na hora de pensar nela. E a Meg não espera pela demora e decide ir á Festa dos ex-alunos da escola.

A Meg encontra lá o colega Derik na festa e eles os dois vão falar para o jardim que está enfeitado com luzes --> que eu não vejo como serem enfeites de natal, mas os identifico mais como luzes de decoração, devido ao evento da festa dos ex-alunos da escola.

É natural que no filme se mostre as pessoas a falarem, a fumarem e que se veja a servirem e a beberem bebidas não-alcoólicas e alcoólicas e que algumas pessoas usem brincos, sejam homem ou mulher, porque hoje em dia está na moda. É basicamente o normal, que se costuma ver numa festa deste género, pelo que no filme está bem retratado e para isso foram usadas diversas pessoas "de fora" -  os chamados figurinos - para dar um ar mais "sério". Todos estes pormenores, fazem parte da realização de um filme que daqui a uns anos ganhará os óscares. Morrer a rir

É verdade que a Megan não fez nada de mal em ir á festa dos ex-alunos da escola e terá ido á festa mesmo só para se distraír, e também não a critico por ela também não estar a beber nenhum sumo de laranja e ter optado por beber um copo de uma bebida alcoólica. E o que eu tenho a dizer, é que não é a festa que faz as pessoas, mas as pessoas é que fazem a festa e cada indivíduo, deve saber portar-se devidamente em qualquer lado e seja lá a festa que for.

Na minha opinião, a postura dela, olhando para ela como sendo uma TJ, não deixa de ser igual a qualquer outra pessoa que não é TJ. Mas não me parece ter sido a atitude mais correcta de uma pessoa que se diz ser uma TJ e que passa o tempo todo a apontar o dedo ao Jack, por ter falta de espiritualidade, sendo que não consegui perceber em parte nenhuma do filme de se falar directamente da falta de espiritualidade da própria Megan. Deve ser porque já se tornou normal apontar o dedo ás atitudes dos outros, que não se encontram na dita "verdade".

No filme, de uma forma intencional, o amigo da Megan coloca em causa a veracidade da Biblia, que diz ter sido escrita há 2000 anos, como se mais ninguém, além das TJ, acreditassem ou lessem a Biblia. E só para dizer para alguém que ainda não saiba:  Morrer a rir  Biblia já existia, muito antes da existência do Russell e do Rutherford. E as TJ não são os únicos que têm e lêem a Biblia. E o que me mais incomoda é que as TJ se julgam o povo eleito ou da elite, separatista, os mais crentes e espirituais, especiais e únicos, como se fossem o último Mon Cherry da embalagem.
 
E é por isso, que eu acho que o papel dela no filme não é melhor nem pior do que outras tantas pessoas que há por ai e a meu ver, se a Megan tivesse ido ter com o Jack para ver pelo menos, se ele a acompanhava á festa, em vez de intencionalmente querer ir sozinha, teria feito melhor figura. Até poderia ser, que eles os dois se reconciliassem, atrás de uns arbustos, ao luar e a ver as estrelas.... tass bem

O amigo, ao que parece, é Coselheiro matrimonial ou tem alguma experiência nessa área. Ele próprio diz que ás vezes e consoante o caso, vale a pena continuar e lutar pela continuação do casamento. E o concelho que este amigo "mundano" dá, é que muitos casamentos acabam em divórcio, porque eles os dois não têm nada a ver um com o outro e se vão distanciando. O amigo dela também lhe deu uma recomendação válida que é de que a Megan deverá confiar mais no seu próprio coração, que nos poderá ajudar a perceber, quem será a pessoa certa.

Se formos analisar melhor, o que o amigo da Megan lhe disse, percebemos que ele até não lhe deu concelhos assim tão "depravados" e se quisermos ver a situação um pouco mais a fundo, o próprio amigo fica admirado de ela estar ali sozinha e até a interroga, se ela ainda é uma Testemunha de Jeová e até lhe pergunta, se na realidade ela foi à festa só para se distraír.

No filme, felizmente ela só esteve a falar com o amigo que ela já conhecia da escola. Mas por acaso e hipoteticamente também poderia ter conhecido um outro "macaco amigo malandro" que lhe iria colocar alguma coisa na bebida e ela ficasse inconsciente, e na pior das hipóteses, no dia a seguir ainda acordava sem um rim ou então com uma grande dor nos rins e o filme até se poderia ter tornado num filme de terror...
 
Entretanto, também o amigo "mundano" de Jack tenta ajudá-lo porque o vê muito nervoso e fica a saber, com alguma surpresa, que é a própria Megan a pretender o divócio e que o Jack até já nem sabe, se é isso que também pretende, porque ele só quer é paz.

E também aqui, é o próprio amigo "mundano" de Jack que o aconselha que vale a pena lutar pelo casamento. E aí o amigo diz que estava errado por ter dito ao Jack para se dedicar mais ao restaurante e que ele era mais feliz, quando ia ás reuniões. E este comentário a meu ver, é mais uma "colherada" da orga, que quer dar a entender, que o Jack só era feliz, quando ia ás reuniões e que o trabalho dele teria que estar sempre em segundo plano....

Entretanto, o pai da Megan vai ter com ela e diz-lhe que ele próprio também nunca foi um bom exemplo e nunca se esforçou para ter mais espiritualidade e que a filha tem que tomar as suas próprias decisões.
A orga é muito subtil neste aspecto e consegue introduzir sempre um grande sentimento de culpa nas pessoas. Quanto mais nos sentimos fracos e inúteis, mais nos teremos que "agarrar" á organização, porque sem ela, nada funciona....  

A Megan diz que quer ser feliz e que o divórcio é que seria a solução para ela. A Megan diz que o Jack mudou muito, mas o pai responde não foi isso, porque a escolha de querer casar com o Jack foi da própria Megan:
O pai da Megan pergunta: "Você levou em conta Jeová?" A Megan confirma, ou não?! O pai da Megan explica que nenhum casamento é perfeito e se Jeová for incluído, os dois podem-se "tornar uma só carne"  
Para mim, estes comentários são muito subjectivos....

Quando Jack vai a casa buscar umas coisas dele, a Megan tenta falar com Jack, mas o Jack fica irritado e nem a quer ouvir, porque já era habitual, a Megan o chatear e lhe dizer que estava arrependida de ter casado com ele e que tinha sido um erro.

O Jack culpabiliza-se de nunca ter sido um bom marido, um bom pai e nunca se ter batisado. Até que a Megan lhe diz que não o vai deixar. O Jack pergunta, porque é que ela estaria a dizer isso e a resposta da Megan é : "porque quero viver com você no Paraíso" Eu até compreendo o que ela está a dizer, mas peço desculpa, porque da forma como ela o diz e da forma como tudo é transmitido, de uma forma tão "lamecha" e irreal, tive que me rir. Soa-me tudo a falso.
E eu pessoalmente acredito na vida após a morte...  

A Megan envia uma mensagem à amiga Liz, a dizer que desistiu do divórcio e que está tentando aplicar os princípios da Biblia e espera que o Jack progrida.

E diz á amiga, algo que eu gostei de ouvir (até que enfim) : "Obrigada por nunca desistir de mim!"

A Liz e o John são convidados os dois a ir para a "Escola para Evangelizadores do Reino"
E pelos vistos, irão viver felizes, á espera do dia do Armagedon....

Assim se finaliza um bonito "Happy End" do casal Megan e Jack e Liz e John.

No entanto, se este filme tivesse uma continuação, então um dos cenários poderia ser este:

No filme é dito, e eu concordo com: "Nunca é tarde, quando os dois querem melhorar"

Então vejamos: As cenas do próximo capítulo:

Tal como vimos, a Megan e o Jack não se divorciam e ela começa a ajudar umas horas no restaurante, até que o Jack consegue colocar mais empregados e mais um gerente no restaurante, o que possibilitaria o Jack a ir ao restaurante unicamente uma vez por semana. Desta forma, eles os dois teriam mais tempo um para o outro e depois o Jack não faltaria nunca mais a uma reunião. Ele batiza-se e com o tempo torna-se um ancião dos mais respeitáveis, dedicados e obedientes á organização e fica conhecido por ser uma das pessoas mais espirituais de todos os salões do reino ao redor...
Lindo, não é?!?! Morrer a rir

A Liz e o John decidem ir viver para Betel, porque os objectivos deles os dois seria sempre uma dedicação integral para a organização. O John e a Liz gostam muito de lá estar, mas com o tempo começam a perceber, que talvez teria sido melhor, terem ficado na cidade de onde vieram, até porque ambos gostavam muito de ter filhos mas abdicaram de os ter, ao serviço de Betel.

Ambos dedicam-se muito á leitura, e um belo dia o John, por pura coinciência, começa a ouvir uns rumores de outros betelistas, que existem sites na internet que falam muito mal das TJ e o John, para conseguir contrapôr estas teorias e melhor defender a organização, começa a fazer umas pesquisas na internet, até que começa a entrar ás escondidas, em sites que se dizem apóstatas, até que chega a um ponto, após muitas pesquisas, que afinal, desperdiçou a sua vida pessoal e profissional, em prole de uma organização completamente hipócrita e com falsos e graves ensinamentos biblicos deturpados.

Ele fala com a Liz, para os dois abandonarem Betel, porque ele gostar muito de crianças e de ter gostado de ter sido pai, mas a Liz, que teve sempre os seus objectivos bem traçados e irredutível, dedicada à orga. diz não querer sair de lá e começa a não o compreender, acusando-o de ele se ter tornado "fraco espiritualmente", por estar agora a contradizer tudo o que a orga impõe, até que um dia lhe diz: "a partir de hoje, não me chamas mais de amorzinho e eu nunca mais quero falar contigo, porque tu agora és um apóstata e eu quero já o divórcio"

E o John sai de Betel, de cabeça erguida, mas sem que a Liz se queira despedir dele e o John, como não tem onde ficar, porque toda a familia dele deixou de falar com ele, telefona ao seu irmão, que o abraça calorosamente, quando eles se encontram ao fim de tantos anos e o convida a morar durante uns tempos na casa dele. E é lá que o John fica a saber, que o irmão dele nos entretantos, se tem dedicado a uma causa muito nobre, que é passar a ilucidar e a informar todas as pessoas dos perigos inerentes ao entrar numa seita que manipula as pessoas e que inverte as verdades biblicas e o que na realidade implica ser uma TJ obediente e entregue a uma organização que usa e utiliza as pessoas de uma forma enganadora, e fica a saber, que o irmão dele gere um Forum e diversas páginas na internet, para o efeito. tass bem
O John passa a fazer parte de um grupo, que analisa todo o conteúdo da literatura publicada pela organização e como ele sempre teve um grande golpe de vista em análise de fotos e afins, começa a ser um grande analisador e comentador de todas as imagens e fotografias subliminares que se encontram sempre nas publicações da orga. e não tem dúvidas, que estas simbologias não provêm de algo positivo, que é comandada por esta entidade e que marca sempre presença...      
E como o John sempre foi um bom fotógrafo, a empresa Shutterstock convida-o para fazer parte de um novo lançamento de fotografias inéditas e é cada vez mais requisitado, até que depois até vai trabalhar para as maiores empresas de cinema, das quais ironicamente a organização também é accionista.

A Liz continua em Betel e um dia, num congresso regional, fala pessoalmente com o irmão Lett, que engraçou com ela e a convida a ajudar na finalização da construção da nova sede em Warwick e diz que a Liz pode passar a viver lá num quarto, só para ela, ao que a Liz aceita com todo o entusiasmo. Mas ao fim de uns tempos começa a ser assediada em Betel por um imão muito bem visto e espiritual, mas que ás escondidas começa a dizer palavras despropositadas à Liz e assim do nada e cada vez que ela tem que passar por ele nos corredores, ele apalpa-lhe o rabo, ao que a Liz não tem coragem de contar a ninguém o que se está a passar, porque todos iriam duvidar dela e começa a ficar cada vez mais tempo fechada no seu quarto, com vista para o rio, á espera que chegue a Quarta-feira, para poder ir novamente á farmácia comprar mais anti-depressivos e a rezar cada vez mais, para que o armagedon chegue já amanha...    

E é como a Liz disse no início do filme:  
"A vida é uma caixinha de surpresas".


------------------------------------------------
Querem saber, se existiu um beijo técnico?? Não existiu, porque foi real!

Trata-se aqui de casais verdadeiros. lol!
E a orga nunca arriscaria "usar" para os seus filmes, casais não-casados.

Na vida real, a "Megan" é casada com o "Jack" e a "Liz" é casada com o "John".
E até acho que fazem ambos um casal interessante.
Mas ainda não consegui descobrir o nome real deles.

Mas deixo-vos aqui alguns links, onde se pode chegar a alguma conclusão....

No Facebook:

jwumamordeverdade

Alegrando a Vida
"Nossos queridos irmãos que participaram do filme:Um amor de verdade, que fizeram os papéis de Megan e Jackie. Em São Paulo, Brasil, Betel em Cesário Lange."

Pérolas Teocráticas
"Se eles são casados?
Sim, até porque eles fazem uma pequena participação no filme do "Filho Pródigo" ele é o primo do Alan,
aquele do apartamento, e aparece a irmã como namorada dele."

Jóvenes JW
https://m.facebook.com/468722076638669/photos/a.468948456616031.1073741828.468722076638669/550318111812398/?type=3&p=40&_ft_=top_level_post_id.550318111812398%3Atl_objid.550318111812398%3Athid.468722076638669

E no site:
https://cuerpogobernante.wordpress.com/2015/06/01/asamblea-de-distrito-de-los-testigos-de-jehova-2012-2013/
fotos de Megan a interpretar outros filmes

http://wol.jw.org/de/wol/pc/r10/lp-x/1200273097/0/0
A Megan até aparece no site da JW.org


Eu até me benzo  Morrer a rir com os diversos comentários que eu leio, maioritariamente por mulheres.
Talvez a Megan, como muitas tantas raparigas ou jovens mulheres TJ, vivem um mundo "á parte" e ilusório, de uma forma mimada, interesseira e egoista e a maior parte delas pensam e sonham sempre com o tal principe encantado....
É como numa história conhecido, em que a princesa beija um sapo, que se transforma num belo principe.
Mas na vida real, a maior parte das princesas depois de beijarem o seu principe encantado, ele transforma-se num sapo...    
E por vezes, quando porventura saem do seu "meio ambiente", não sabem lidar com certas situações e depois aquelas mais "espirituais" partem a loica toda.....

Digo-vos que, se eu não tivesse ouvido falar a palavra de "Testemunha de Jeová" ou "Jeová", eu até poderia achar, que estava a ver um filme qualquer de uma outra religião evangélica. Quero dizer com isto, que cada vez mais a organização se vai adaptando e ajustando ás "modernices dos tempos de hoje", porque sabe, que só assim consegue captar ainda mais a "malta jovem" que a meu ver anda muito enganada, tanto de um lado como do outro....

Eu não gostei do papel da Megan porque, a bem dizer e do meu ponto de vista, ela foi uma péssima TJ.
Mas penso que terá um brilhante futuro "cinematográfico", ao serviço da orga!

Na minha opinião, depois de ter visto o filme, digo-vos que eu não gostei nada do nome que foi dado ao filme "um amor de verdade"  Este filme para mim não tem nada a ver com "um amor de verdade".
Talvez teria sido mais acertado, o filme se chamar por exemplo: "Um namoro das TJ, que dá em casamento".

E posto isto, agora gostava de vos perguntar o seguinte:  O que significa "um amor de verdade" ????????????????????????

Vou abrir um tópico novo que se vai chamar: O que significa "um amor de verdade" ?


Kristy123


Última edição por Kristy123 em Sex Fev 05 2016, 20:43, editado 1 vez(es)

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por ellipsis em Sex Fev 05 2016, 20:18

Nossa "ganda texto"

Excelente resumo e mais uma bela pesquisa da Kristy. Obrigado.

Mas não tocastes em alguns pontos que eu chamei à atenção no inicio do tópico.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 276
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Kristy123 em Sex Fev 05 2016, 21:02

Olá, ellipsis,

Eu penso que tentei abordar todos os pontos por ti referidos... Lê lá tudo outra vez. Morrer a rir Morrer a rir

A minha observação sobre a mãozinha do Jack está mais no final do texto de forma subliminar.... Suspect

Mas olha: Tiveste muito bem, em conseguir ver o gesto da mão, porque eu não consegui ver e tive que repetir essa cena várias vezes, porque é quase imperceptível e passa muito rápido.

Custa-me muito falar nestes pontos, porque são muito "pesados" e eu até não sou supersticiosa e também não quero assustar ninguém.... Mas estes gestos de mão e demais imagens,
são indícios de que o "chefe principal" desta organização (e de outras) é .......

Efésios 6 11-13
affraid


Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por HALDYS em Dom Fev 07 2016, 08:38

sim excelente analise Kristy bravo.
Quanto ao casamento da Liz foi um simples casamento no civil sem a alegria do casamento onde a Megan conheceu o John e isto o filme tambem quer focar aos jovens que teimam em casar sem ser com alguem baptizado.Não terão direito a casamento no  Salão de Reino e provavelmente ninguem irá assistir ao casamento, Para uma TJ sobretudo uma irma isto é grave o dia em que pode brilhar,(afinal nunca teve muitas festas não é esta é uma das raras a que tem direito) o dia que sonhou como o mais feliz da sua vida, nao estar la ninguem , nenhum amigo proximo,para testemunhar...

Cada vez mais me convenço que a Bilia exige demais das pessoas.A jovem muito novinha que até tem o bom senso de casar e nao de cometar algum pecado,tem o sentimento de culpa por nao estar a casar com alguem baptizado e logo nao tem direito a um verdadeiro casamento mas a uma simples cerimonia civil triste e restrita.Oideal seria mais uma irma renuciar ao amor porque a pessoa nao era espiritual (ja seria a segunda rapariga a renunciar ao amor por amor a Jeova ) e se 10 anos mais tarde não tivessem encontrado o amor pode ter acontecido que nem 20 anos mais tarde ou mesmo 30 anos mais tarde encontrassem o amor nao é exagero acontece muitas vezes.

Isso leva-me aos diferentes cenarios que criaste, disseste bem o irmao com quem A Megan quase namorou poderia ter se tornado num cristão com os criterios que ela sempre sonhou, e o irmao com que ela realmente casou poderia tornar se numa pessoa que ela ja não admira.E isto é vida real.Porque na vida real tudo acontece até irmaos fortes na fé se separarem...Vale a pena tanto sacrificio? estou curiosa e vou já ler o tópico que criaste sobre o verdadeiro amor

HALDYS
Membros
Membros

Mensagens : 357
Likes : 47
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 37
Localização : porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Jaffar em Ter Mar 15 2016, 19:42

Boas.

Alguem sabe o nome da musica no min 36:08 ?


"Jeová deu Jesus para salvar-nos.Olhando para ele e seguindo-o,podemos ter a vida eterna." - Meu livro de Histórias Bíblicas WTBTSP 1978 Parte 3 -41

Jaffar
Membros
Membros

Mensagens : 171
Likes : 5
Data de inscrição : 02/07/2014
Idade : 49
Localização : Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por PenaBranca em Dom Mar 20 2016, 01:14

Kristy123, adorei o final!!!
Estou a rebolar de rir com o teu desfecho fantástico!

PenaBranca
Membros
Membros

Mensagens : 169
Likes : 44
Data de inscrição : 22/05/2015
Idade : 56
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Índigo em Ter Mar 22 2016, 23:36

Kristy adorei a tua reviravolta na história!

Fantástica mais uma vez... Smile


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FILME da ORGA - Um Amor de Verdade

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 08:03


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum