EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por esperandosentado em Dom Ago 16 2015, 12:33

@Altar escreveu:
@esperandosentado escreveu:

Bom dia Altar, desde já umas boas férias para ti e para os teus, se for caso disso.


obrigado


@esperandosentado escreveu:

Basear modos de vida num livro com milhares de anos, é de facto, um grande erro.


Eu entendo a tua posição

Eu sou católico e é como dizes, até morrer, LOL

mas olha que eu não sou assim muito ignorante sobre a minha religião

A data do teu registo é relativamente recente e não deves ter lido o que escrevi sobre a ICAR

acho que a minha presença neste fórum contribuiu para suavizar algumas opiniões muito más sobre a Católica, ou pelo menos muitas pessoas ficaram a conhecer mais a ICAR através de um católico praticante e ativo. Eu quando entrei aqui as coisas eram bem piores

eu já falei falei sobre isso algures dizendo que a ICAR não é uma religião do livro, é totalmente errado o que dizes

A ICAR é uma religião que ensinou durante séculos barbaridades, e continua a ensinar coisas completamente loucas para a sociedade atual. Eu compreendo que séculos de ensinos e de cultura influenciada pela mesma tenham o seu preço, mas afirmar que não é uma religião do livro (se te estás a referir à Bíblia) é rejeitar que a base dos ensinos não estão no famoso livro. Estarei correto?

esperandosentado

Mensagens : 32
Likes : 6
Data de inscrição : 22/05/2015
Idade : 82
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário http://personagemqueescreve.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por River raid em Dom Ago 16 2015, 19:47

Em parte estás correto.

Mas há que perceber o contexto daqueles tempos.

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por TJ esclarecido em Dom Ago 16 2015, 20:39

Segundo a nossa legislação, violência doméstica é considerado crime público, o que quer dizer que qualquer pessoa que observe ou tenha conhecimento de algum caso de violência doméstica pode e deve denunciar essa situação.

Nas testemunhas de Jeová também esses casos são mais frequentes do que muitos imaginam e os anciãos ou os que serviram como tal sabem bem que é verdade, contudo, à semelhança dos casos de abuso de crianças, os anciãos não denunciam o agressor às autoridades policiais limitando-se a retirar do agressor se for caso disso os privilégios especiais de serviço.

Em casos de ameaça à integridade física o agressor aí sim, pode ser desassociado e é concedido à vítima o direito “biblicamente aceitável” de requerer o divórcio sem no entanto ficar livre para se casar de novo enquanto não existirem evidências de que o ex-marido tem outra companheira.


"Se apenas houvesse uma única verdade, não poderiam pintar-se cem telas sobre o mesmo tema"
Pablo Picasso

TJ esclarecido
Moderador
Moderador

Mensagens : 1805
Likes : 151
Data de inscrição : 13/11/2011
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por River raid em Dom Ago 16 2015, 23:25

@TJ esclarecido escreveu:Segundo a nossa legislação, violência doméstica é considerado crime público, o que quer dizer que qualquer pessoa que observe ou tenha conhecimento de algum caso de violência doméstica pode e deve denunciar essa situação.

Nas testemunhas de Jeová também esses casos são mais frequentes do que muitos imaginam e os anciãos ou os que serviram como tal sabem bem que é verdade, contudo, à semelhança dos casos de abuso de crianças, os anciãos não denunciam o agressor às autoridades policiais limitando-se a retirar do agressor se for caso disso os privilégios especiais de serviço.

Em casos de ameaça à integridade física o agressor aí sim, pode ser desassociado e é concedido à vítima o direito “biblicamente aceitável” de requerer o divórcio sem no entanto ficar livre para se casar de novo enquanto não existirem evidências de que o ex-marido tem outra companheira.

Concordo plenamente com o que dizes mas muitas das vezes o que é aconselhado nas Congregações (em alternativa ao divorcio de uma TJ com mundano) é a chamada "separação judicial de pessoas e bens", ou seja, os conjugues vão a tribunal e o mesmo decreta que estão "separados", embora o vínculo do casamento ainda exista.

Neste caso a pessoa segue legalmente casada pelas leis de César mas está oficialmente "separada".

Na minha opinião, isto é absolutamente ridículo.


River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por TJ esclarecido em Seg Ago 17 2015, 00:01

@River raid escreveu:

Concordo plenamente com o que dizes mas muitas das vezes o que é aconselhado nas Congregações (em alternativa ao divorcio de uma TJ com mundano) é a chamada "separação judicial de pessoas e bens", ou seja, os conjugues vão a tribunal e o mesmo decreta que estão "separados", embora o vínculo do casamento ainda exista.

Neste caso a pessoa segue legalmente casada pelas leis de César mas está oficialmente "separada".

Na minha opinião, isto é absolutamente ridículo.


Em mais de duas décadas como ancião, jamais ouvi tais conselhos.
Os anciãos não têm indicações da Orga para dar conselhos ou sugestões nesse sentido e se conheces algum caso em que anciãos fizeram isso, foi seguramente de sua própria autoria e não corresponde às indicações que eles têm para lidar com esse tipo de situações.





"Se apenas houvesse uma única verdade, não poderiam pintar-se cem telas sobre o mesmo tema"
Pablo Picasso

TJ esclarecido
Moderador
Moderador

Mensagens : 1805
Likes : 151
Data de inscrição : 13/11/2011
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Ago 17 2015, 00:16

River raid
TJ esclarecido

Já passaram por ESTE tópico?

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8325
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por TJ esclarecido em Seg Ago 17 2015, 00:54

@Investigando a Torre escreveu:River raid
TJ esclarecido

Já passaram por ESTE tópico?

IT

Já tinha visto o tópico em tempos sem prestar muita atenção, mas sabia que estão previstos casos muito excepcionais à(s) regra(s) que têm a ver com a oficialização de casamentos em situações complicadas para o fazer do ponto de vista legal.

Conheci um caso de alguém que esteve nessas circunstâncias no período do pós 25 de Abril de 74.
Uma mulher que foi abandonada pelo marido ainda antes de 74 que foi para África e por lá ficou. A mulher veio a viver em união de facto com outro homem e já com duas crianças, começaram a estudar com as TJs e quando foi abordado o assunto do casamento disseram que não eram casados porque ela nem sequer sabia do marido para lhe pedir o divórcio.

Sabiam que o marido dela estava em África e estava vivo porque estava registado na embaixada mas não o conseguiam contactar para ela obter o divórcio e eles queriam muito tornar-se publicadores e baptizar-se. Depois de muitos esforços envolvendo anúncios até em jornais e embaixada nada se conseguiu por forma a que o marido a "libertasse" para casar.

Depois do assunto exposto a betel e ter decorrido algum tempo, chegou à congregação a informação de que acima de César está Deus, que o mais importante era a sua relação com Deus e como se deveria proceder para fazerem os votos diante de testemunhas.
Essa excepção foi aplicada. Só passados ainda alguns anos conseguiram contactar o marido que veio a Portugal com despesas pagas pelo casal para tratarem do divórcio. Hoje são casados e continuam a ser TJs.

Acho que o orientação da Orga para estes casos específicos é acertada e o Cristo em pessoa não faria mais.


"Se apenas houvesse uma única verdade, não poderiam pintar-se cem telas sobre o mesmo tema"
Pablo Picasso

TJ esclarecido
Moderador
Moderador

Mensagens : 1805
Likes : 151
Data de inscrição : 13/11/2011
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sheik Munir acusado pela mulher de violência doméstica

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 04:11


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum