EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por TJ Curioso em Sab Mar 03 2012, 22:17

Parece que as repercussões relacionadas com a desassociação, estão começando a levar pessoas a fazer coisas estúpidas!
Vejam a notícia aqui:

http://www.adelaidenow.com.au/church-leader-poisons-rival/story-e6frea6u-1226288214719

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 44

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Justiceiro em Dom Mar 04 2012, 01:24

Este não aguentou a pressão... Agora é que vão dizer que os apóstatas são doente mentais! Ele devia era ter tentado envenenar o Corpo Governante... isso é que era bonito (não liguem, isto já sou eu a sonhar alto de mais!)! Twisted Evil Morrer a rir




Justiceiro

Mensagens : 1126
Likes : 57
Data de inscrição : 27/09/2011
Localização : N/C

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Crystal em Dom Mar 04 2012, 12:52

Pois, é como eu costumo dizer...os extremos levam a outros extremos. E quando é assim, não existe apenas um culpado.



avatar
Crystal

Mensagens : 310
Likes : 37
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 49
Localização : Sintra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por ellipsis em Dom Mar 04 2012, 14:26

calimera escreveu:Pois, é como eu costumo dizer...os extremos levam a outros extremos. E quando é assim, não existe apenas um culpado.

Nem mais....

Esta pessoa certamente foi tratado injustamente pelos anciosos que não mandam em casa e descarregam suas frustações na congregação.

A pessoa em questão talvez não aceitou o tratamento pelo qual passou e como esta lavagem cerebral não deixa a pessoa em perfeitas condições, tudo junto o levou a um plano maquiavélico.

Não é certamente uma atitude bonita de se ver muito menos humana... mas eu o entendo.... confused




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8087
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por erreve em Dom Mar 04 2012, 17:08

@TJ Curioso escreveu:Parece que as repercussões relacionadas com a desassociação, estão começando a levar pessoas a fazer coisas estúpidas!
Vejam a notícia aqui:

http://www.adelaidenow.com.au/church-leader-poisons-rival/story-e6frea6u-1226288214719

Estúpido! Você não poderia ter definido melhor a ação do louco.

Nada, mas A-B-S-O-L-U-T-A-M-E-N-T-E nada justifica o que esse louco fez!

O lugar desse cara, na melhor das hipóteses, é num hospício, numa cela acolchoada!


Favor considerar este "link". Smile
avatar
erreve

Mensagens : 78
Likes : 4
Data de inscrição : 07/12/2011
Idade : 68
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Mar 04 2012, 17:42

@erreve escreveu:Estúpido! Você não poderia ter definido melhor a ação do louco.

Nada, mas A-B-S-O-L-U-T-A-M-E-N-T-E nada justifica o que esse louco fez!

O lugar desse cara, na melhor das hipóteses, é num hospício, numa cela acolchoada!

É óbvio que o tipo é LOUCO!
É óbvio que necessita de internamento/tratamento!

Mas, a pergunta que se impõe é: Quem o formatou para actuar desta maneira? Quem, em primeira mão, deve ser corresponsabilizado por este comportamento?

Afinal, ele foi expulso da congregação com todas as possíveis consequências já aqui abordadas em outros tópicos.

Porque foi expulso?
Que tipo de constrangimentos passou a sofrer a partir desse momento?

Na análise deste comportamento, todos estes factores têm inevitavelmente que ser considerados.

Finalmente, nem todos reagem da mesma forma a este tipo de situações. Uns serão mais temperamentais do que outros. Muitos de nós temos a cabeça fria para analisar toda a situação envolvente e não nos deixarmos cair numa situação extrema, mas nem todas as pessoas têm a mesma capacidade de análise.

Tal como diz o Ellipsis,
Não é certamente uma atitude bonita de se ver muito menos humana... mas eu o entendo....
Eu diria mais, não é uma atitude razoável, mas dadas as condições é uma atitude, entre outras possíveis, em certa medida expectável!!!

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por erreve em Dom Mar 04 2012, 21:02

@Investigando a Torre escreveu:Mas, a pergunta que se impõe é: Quem o formatou para actuar desta maneira? Quem, em primeira mão, deve ser corresponsabilizado por este comportamento?

Não tenho muita dificuldade em dar esta resposta. Para mim, em primeira mão, ele mesmo tem que ser o responsabilizado, desde que mentalmente capaz de distinguir entre o certo e o errado. Se não for mentalmente capaz, ninguém, nem nada, pode ser responsabilizado, a não ser que se deseje responsabilizar a própria vida, que tem seus sucessos e suas decepções. A religião é apenas uma dessas decepções e, nem sempre, se pensarmos com isenção, uma das mais nobres.

@Investigando a Torre escreveu:Afinal, ele foi expulso da congregação com todas as possíveis consequências já aqui abordadas em outros tópicos.
Mas a única rejeição que ele teve na vida foi a da religião? Todo o dia e toda a hora nos deparamos com situações e com o que classificamos como injustiças feitas contra nós. Diariamente vemos nos fóruns pessoas desequilibradas emocionalmente e, muitas vezes, mesmo, mentalmente, aparentando com muita dificuldade um certo equilíbrio e orientando contra a religião seu ódio devido a suas frustrações e fracassos pessoais, mas será mesmo da religião a culpa por suas agruras? Ninguém, absolutamente ninguém, nem mesmo um jovem nascido na alegada "Verdade", se torna uma Testemunha de Jeová batizada sem saber o que o aguarda, caso decida se afastar da religião.

Portanto, em minha opinião, não cabe alegar que foi a desassociação o gatilho que disparou o crime. Se foi um dos fatores, também o deve ter sido outras rejeições que o indivíduo recebeu ao longo de sua desequilibrada vida.

Em minha opinião, pode-se e deve-se lutar - usando os dispositivos e meios legais disponíveis, sem violar direitos maiores e fundamentais - contra as atitudes e o comportamento dos membros das Testemunhas de Jeová, aprendido através das publicações da ACTJ, contra os desassociados e dissociados. O que não se deve, em minha opinião, é justificar ser uma pessoa pior porque foi rejeitado pelos outros membros da religião. Afinal a religião foi uma escolha pessoal nossa e temos que nos responsabilizar por nossas escolhas e suas consequências.


Favor considerar este "link". Smile
avatar
erreve

Mensagens : 78
Likes : 4
Data de inscrição : 07/12/2011
Idade : 68
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por ellipsis em Dom Mar 04 2012, 21:17

Erreve concordo com você até certo ponto... mas, deixe que lhe diga que a formatação que a ORGA faz nas TJ tem muita culpa em situações como esta.

Eu por exemplo foi vitima de um jogo dos anciãos e deixe que lhe diga uma coisa, Sofrimento eu tive e muito, por isso posso lhe dizer que vai haver o dia que pelo menos dois anciãos vão sentir o peso dos meus socos. Quem vai se responsabilizar... Eu certamente, mas como não sou desassociado vou ver eles cobardemente se calarem para não manchar o nome de Jeová, não é assim que eles dizem... pois é eu vou fazer questão de fazer isso num dia de reunião.

E agora eu sou o quê, doente mental. Que seja. Agora que eles não vão sair por cima,não vão não.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8087
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Mar 04 2012, 21:48

erreve,

Concordo em grande medida com tudo o que você escreveu, mas parece-me que não entendeu muito bem o meu pensamento.

É óbvio que o sujeito é o principal responsável pelos seus actos condenáveis. Penso que ninguém coloca isso em causa!

Agora veja bem o que eu escrevi: "Quem, em primeira mão, deve ser corresponsabilizado por este comportamento?"

O que eu digo é que neste caso, existe um responsável principal (o sujeito) e um corresponsável principal (a "santa organização e o seu corpo desgovernado").

Português é uma língua difícil de entender... por vezes!

Um Abraço,

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Regis Medina em Seg Mar 05 2012, 01:08

Lendo os comentários tenho a impressão que todos basicamente concordam com a questão.

Nas minhas palavras eu vejo a influencia do tratamento da Watchtower da seguinte maneira.
Existem pessoas com um, digamos "gatinho mental mais sensível que outros". Falo de modo genérico e não exatamente deste caso pois somente um psiquiatra pode determinar isso.
Mas não tenho dividas que a opressão e manipulação mental que a Watchtower promove é extremamente perigosa em certos indivíduos da sociedade.
Pessoas com uma impensável predisposição para uma doença mental podem muito bem ter sua doença acionada pelo tratamento dado a um desassociado/dissociado.
Sabemos muito bem que nem precisa ser desassociado para o mundo das TJs testemunhas de jeová ser insalubre a saúde mental. Um mar de doenças como depressão, síndrome do panico, transtorno bipolar e neuroses num simples salão do reino.
Uma pessoa com uma predisposição para psicose não deveria pisar num salão do reino assim como aqui é proibido de tomar ayahuasca ( chá alucinógeno religioso de origem amazônica).

A Watchtower é uma organização que trás sérios riscos a saúde mental e expõe pessoas já doentes possivelmente atentarem contra a própria vida e a de outros.


Acredita porque é cego ou é cego porque acredita Question
avatar
Regis Medina
Membros
Membros

Mensagens : 320
Likes : 6
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 47
Localização : Araçoiaba da Serra S.P. Brasil

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por ellipsis em Seg Mar 05 2012, 09:33

Regis quando você acertou uns valentes murros num anciao, achas que o tratamento da
ORGA teve influência?




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8087
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Mar 05 2012, 09:39

@ellipsis escreveu:Regis quando você acertou uns valentes murros num anciao, achas que o tratamento da
ORGA teve influência?

Eheheheheh! Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

Regis,

Conta essa história aqui!

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Regis Medina em Seg Mar 05 2012, 11:40

Mas claro. (Poxa Ellipsis nem sabia que sabia dessa) Eu estava esgotado mentalmente e a estrutura da organização promoveu um processo de desgaste que atinge justamente os que mais se empenham em cumprir o que ela exige. Isso é uma ironia facilmente observada lá dentro.

Por outro lado os que levam seus compromissos teocráticos sem muito comprometimento, os ditos mornos ou mesmos os fracos na fé tem menos preocupações, não se desgastam em funções e atividades e aproveitam a vida mais. Esses são os que geralmente aprontam de tudo como adolescentes e jovens adultos, não se preocupam com nada, mas que eventualmente se enquadram mais ou menos nos moldes da organização e logo se tornam anciãos.

Caso

Eu era um TJ que dava o sangue para fazer o que a Organização pedia.
Trabalhava num hospital psiquiátrico como aux. de enfermagem. Morrer a rir e o resto do período fazia as horas de pioneiro regular naquela época de 1000 horas anuais. Estava doido para fazer a Escola do Ministério teocrático e também doido por namorar. Era conflituoso visto na época exigir 2 anos sem namoros. Deixei o emprego por um tempo para ir a Betel e isso me preocupava também. Betel me estressou muito, perdi minha câmera com todas as fotos e o betelita imbecil era meu encarregado e nada fez de fato para recuperar, como viram no meu outro relato fomos humilhados naquele lugar e tratados como sendo uns "bostas" mesmo tendo de se matar de trabalhar também no mundo real.

Voltar para a congregação foi estressante pois fui contra todas as pressões dos anciãos para eu ficar em Betel. Minha recusa foi muito mal vista e minha desculpa de querer ir para a Escola do Ministério foi por água abaixo ao eu meio que galinhar entre duas irmãzinha e acabar namorando uma (outra história estressante).
Para piorar escolhi a pioneira errada segundo a opinião local e recebi uma outra pressão por isso. Minha vida era sempre monitorada e palpitada pelos anciãos e suas esposas, eles realmente esperavam que eu seguisse suas vontades em campos estritamente pessoais. Quando isso não acontecia era visto como uma rebeldia.

Voltei ao hospital e a velha rotina desgastante mais as pressões ditas acima alem do dinheiro ser pouco por conta de ser pioneiro e minha família achar que eu precisava "trabalhar de verdade".
Pioneiro é Durango Kid e namorando fica ruim isso, mesmo que seja outra pioneira. Se não bastasse tudo isso nosso namoro se tornou com o tempo mais "caliente" e a consciência pesou. Não foi nada demais do ponto de vista de hoje, não "fornicamos", mas contamos ao pai dela que era ancião e que contou aos outros que me fritaram em óleo escaldante. Umas mãos no peito que vieram a custar muito caro para nós dois. Pisotearam a gente em comissões separadas, embora a gente tivesse contado o que aconteceu por ingenuidade e fé sincera, isso foi oportunidade para nos humilhar e dar a entender para outros que a coisa era mais grave. Ambos perdemos o trabalho de pioneiros e eu fui retirado se Servo Ministerial e de todas outras funções. Minha cong. era muito severa e eu tivera no passado alguns atritos com anciãos que se aproveitaram. Para piorar designaram ancião um retardado pouco mais jovem que se aproveitou disso para mostrar que agora ele era o tal.
Começou ele espalhar boatos de que minha namorada tinha sido estuprada. Eu e ela não sabíamos de nada, mas a coisa cresceu no salão.

Eu estava arrasado e ainda por cima tinha rasgado meu cartão de pioneiro num momento raiva e isso me custou outra comissão que sapateou de novo na minha carcaça. A questão segundo a comissão era que o cartão não me pertencia pra eu rasgar, era propriedade da Sociedade e eu teria de devolver.
Nisso passou uns quatro de pressão sem a gente saber o que alguns do salão pensavam que tinha acontecido. Ninguem nunca falou para a gente ou para o pai dela sobre isso, rolava apenas as fofocas, mas minha namorada estranhou que as irmãs idosas a tratavam as vezes como uma vitima. Perguntavam com olhar de dó:- Você esta bem querida? Passaram-se muitos meses aquele novo ancião era designado para nomear os KM e distribuir. Minha namorada se chama Telma Cristina F. Ele aproveitou o nome para fazer no Km um trocadilho infame, ele escrevia Telma Cristiane F.
Era uma alusão ao livro e filme "Cristiane F. Drogada e prostituída". Ele repetiu isso varias vezes e ao pedir para corrigir isso notamos sarcasmo e maldade. Fui conversar com o presidente e ele me assegurou que ia resolver. De fato soube que houve uma conversa, mas depois disso as coisas pioraram mais, até porque o ancião presidente logo se mudou de salão. Conversei com o outro ancião presidente e este embora fosse cunhado do ancião que estava fazendo aquela alusão, também me garantiu que resolveria. Passou quase um ano desde que perdemos os privilégios e varias provocações continuaram. Coisas bobas como segurar no ombro de minha já então noiva e forçar para baixo perguntando: - Tá firme? Cuidado para não cair.
Eu depois de tudo que aconteceu estava tentando me segurar pois até reclamar disso era perigoso. Queríamos voltar ao normal. Perder a chance da EM me frustrou, embora fui eu quem quis namorar. Mas tudo isso acumula e nosso namoro quase terminou por conta de tanta frustrações, pressões e monitoramento.
Mas tudo tem limite, pedi muita ajuda para os anciões, o limite foi quando dois senhores idosos mas novas TJ que muito ajudei vieram em minha casa perguntar sobre alguns boatos que eles não acreditavam ser possível. Foi então que soubemos o que tinha se espalhado. Eu fiquei furioso, fui na casa de um monte de gente, de ancião e então que eu e minha noiva começamos a encaixar alguns comportamentos. Eu estava até sendo evitado por alguns. Por seguirmos e confiarmos estritamente a organização nossa reputação foi destruída no salão. Para nós não existe maior prova que calunia não da em nada na organização TJ de que nosso caso.
Os dois idosos foram testemunhas minha de que o ancião tinha falado isso para eles, mas esse caso foi tratado entre anciãos que eram todos parentes e ficou dito por não dito.
Eu tive uma paciência de Jó, mas ameacei que se isso não parasse eu iria resolver isso pessoalmente ( creio ter falado em outros termos ).
O que aconteceu foi que não me aguentei. Saí para o campo mas acabei indo na casa dele. Ali ainda fui zombado e descobri que a quem eu e a Telma pedíamos ajuda (o ancião presidente e cunhado dele) não estava nem aí e ainda brincava com isso. Literalmente arrebentei o nariz ancião.
Arrebentei mesmo e foi um escândalo. Me cansa até lembrar isso, mas o cara se fez de vitima, as comissões foram uma palhaçada e tudo o que aconteceu depois da uma outra história enorme com momentos absurdos. Houve até comissão para minha noiva me declarar iníquo e depois Betel mandou fazer comissão para desfazer essa comissão, comissão que nunca foi cumprida. Acabei desassociado e apesar de tudo isso ainda acreditando na organização e em Jeová, pois aqueles absurdos eram um caso isolado, na ocasião jamais pensei que ocorriam milhares de casos similares. Alguns se arrependeram e se desculparam até das comissões que me fizeram passar, contaram das pressões de outros ancião e tanta coisa mais que rolou. Levou um ano para eu ser readmitido.
Nesse tempo passei num concurso publico do estado e comecei a trabalhar em tempo integral num hospital clinico, comprei meu primeiro computador e comecei a ter tempo para navegar pela internet.
Não foram as coisas que me aconteceram que fizeram eu e a Telma deixar as TJs, sempre separamos o que fazem as pessoas do que imaginávamos ser deus e sua organização. Com contato com informação de reais apostatas (não de evangélicos fingindo ser) começamos a ver que casos similares aconteciam por toda parte. O site veterano apostata Paralelos e Perpendiculares foi um que nos mostrou isso e era de um ex ancião conhecido da Telma em nossa região, nesse tempo eu já estava pirando com a questão de 607AEC.
Não sei se conseguem imaginar meu estado mental ao descobrir que tudo que acreditei, passei e suportei foi por uma mentira. Quando isso finalmente aconteceu tinham-se passado uns dois anos e meio desde minha readmissão. Aqui não menciono nem de leve o que passamos a partir daquele murro no ancião, foi o inferno o tempo todo, acabei casando desassociado.
Então ao final de muita pesquisa descobrir isso me levou a uma estafa.
Fiquei sem condições de trabalhar num lugar onde dois segundos de desatenção faz diferença que era o setor de hemodialise. Minha chefe uma pessoa muito boa me arrumou licença médica de 20 dias tal era minha condição. Foi assim que comecei a postar primeiramente no Orkut , conheci vários apostas veteranos como o Erreve, o Romeu, Johannes que muito me ajudaram. Depois colaborei muito com o inicio do TJ Livres pois escrever me ajudava também.
O que ganhei da Watchtower ao final de tantos anos de dedicação foi vir a conhecer profundamente algo que em toda minha vida era impensável: A depressão.
Conheci da depressão grave a moderada, tudo depois disso. É estranho pois isso marca a gente, não tomo medicações pois nunca me adaptei a elas e isso dificultou tratamento, aprendi a conviver com uma marca que isso causa, embora eu esteja muito bem, não é mais como eu fui antes da Torre de Vigia.
Me considero um sobrevivente, pois segui a Watchtower com intensidade e com muito mais integridade de muitos que ficaram lá, podia ter endoidecido de vez.
Tento atualmente pensar no que de bom tirei de lá sem levar em conta o que me custou. Ganhar uma ótima esposa e família já me valeram os anos de estupidez.


Última edição por Regis Medina em Seg Mar 05 2012, 11:53, editado 1 vez(es)


Acredita porque é cego ou é cego porque acredita Question
avatar
Regis Medina
Membros
Membros

Mensagens : 320
Likes : 6
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 47
Localização : Araçoiaba da Serra S.P. Brasil

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por so em Seg Mar 05 2012, 11:48

A maneira como o desassociado é tratado leva qualquer pessoa perto da loucura
avatar
so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1973
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por TJ Curioso em Seg Mar 05 2012, 12:17

Regis realmente a tua experiência revela muito daquilo que se passa em muitas congregações onde a tagarelice e a calúnia andam de mãos dadas.

Muitas vezes, são as próprias mulheres dos anciãos que acabam promovendo essas intrigas.

Com respeito ao murro no nariz, apesar de não concordar com a violência física, acredito que ninguém é de ferro e às vezes esse tipo de atitudes são resultado da pressão emocional e psicológica sofrida às mãos de abusadores (bullying).

Às vezes esse tipo de situações, apesar de muito más, acabam por nos abrir os olhos para a realidade das coisas e são o trampolim necessário para nos libertarmos daquilo que nos amarra e prende.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9046
Likes : 417
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 44

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Mar 05 2012, 12:33

@TJ Curioso escreveu:Com respeito ao murro no nariz, apesar de não concordar com a violência física, acredito que ninguém é de ferro e às vezes esse tipo de atitudes são resultado da pressão emocional e psicológica sofrida às mãos de abusadores (bullying).

Concordo, mas o murro no nariz do ancião comparado com o caso ocurrido na Austrália, acaba até por ser cómico! Morrer a rir

De facto, tal como eu escrevi acima, nem todas as pessoas têm a mesma capacidade de encaixe, pelo que situações deste tipo acabem por ter que ser aceites como "normais" em face da grave perturbação psico/emocional que muitas das "regras" estúpidas desta malfadada organização provocam na vida das pessoas.

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por hocosi em Seg Mar 05 2012, 12:36

Para sermos justos, e muitos que estão por aqui sabem isso, acontece muitas vezes que as certas pessoas que antes eram violentas e de má educação ou "já meios avariados da cabeça", se tornam testemunhas de Jeová por razões que não a aceitação das doutrinas. Conheci um caso aqui na minha zona em que um individuo se tornou testemunha de Jeová porque se interessou por uma irmã que era sua colega de trabalho. Antes era um homem sem freios, fumava, era imoral, violento. Enfim!. batizou-se e veio a casar com essa irmã. Pouco tempo depois a verdadeira personalidade veio ao de cima e as coisas começaram a correr mal. Constantes discuções, violência familiar. Duas semanas após o casamento atirou um homem, seu colega de trabalho abaixo de um prédio. Sua esposa saiu de casa. Um dia (no dia do memorial) entra no salão do Reino e criou uma confusão terrivel. Tivemos que o segurar fisicamente para que não matasse a esposa.

Tudo isto para dizer o quê?
Não podemos atirar com as culpas para cima da congregação apenas. É verdade que a desassociação é traumatizante, mas neste caso provavelmente, o homem foi bem removido, digo eu!!!



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão
avatar
hocosi
Moderador
Moderador

Mensagens : 2699
Likes : 360
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Moçambique

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Mar 05 2012, 12:47

@hocosi escreveu:
Tudo isto para dizer o quê?
Não podemos atirar com as culpas para cima da congregação apenas. É verdade que a desassociação é traumatizante, mas neste caso provavelmente, o homem foi bem removido, digo eu!!!

É óbvio que para lá dos aspectos focados relativos à Organização, existem os factores exógenos que são intrínsecos a cada indivíduo. Mas, não é desses que estamos as falar aqui, porque isso requereria a análise clínica de alguém especilaizado na matéria caso a caso.

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Regis Medina em Seg Mar 05 2012, 13:50

O que posso dizer é que a depressão foram marcas criadas pelo ambiente TJ. Não é comum casos assim em minha família nem eu nunca demonstrei essa tendencia antes. Passei um desgaste mental muito grande e por muito tempo, não sei exatamente como isso poderia se desenrolar em alguém com uma pré-disposição para esquizofrenia. Conheci no hospital psiquiátrico inúmeros casos de esquizofrenia precoce ( ocorrem por 20- 30 anos de idade ) que são iniciados por eventos estressantes.

A Watchtower não pode ser responsabilizada por alguns de seus membros poderem ser mais sensíveis a doenças mentais, mas ela com certeza é responsável ter criar um ambiente de stress insalubre por meio de toda paranóia teológica e cobranças (ps: parei de escrever e fui atender TJs rsrs isso sempre acontece) Até perdi o raciocínio.


Acredita porque é cego ou é cego porque acredita Question
avatar
Regis Medina
Membros
Membros

Mensagens : 320
Likes : 6
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 47
Localização : Araçoiaba da Serra S.P. Brasil

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por ellipsis em Seg Mar 05 2012, 14:20

Há situações e situações e não podemos julgar umas pelas outras.

Mas depois da história que eu sem querer fiz o regis contar,ja podem talvez entender a minha expressão...


Não é certamente uma atitude bonita de se ver muito menos humana... mas eu o entendo.

Todavia não se pode culpar a ORGA de tudo...




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8087
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por erreve em Seg Mar 05 2012, 16:11

As histórias do Reginaldo sempre são boas, principalmente porque ele, apesar da seriedade dos relatos, tempera com uma dose de bom humor.

Quanto ao exposto por mim, reflete apenas a situação relatada. Há uma diferença entre tentar evenenar toda uma família e dar "uns socos" em algum idiota que se pavoneia entre as pessoas por ser ancião, ajudando os amigos e prejudicando os desafetos.

Embora, pessoalmente eu não adotaria essa atitude, cada um é cada um, e reage de modos diferentes à mesma situação.

Outra coisa, o fato de eu ter uma opinião que em alguns aspectos difere da dos demais, não os torna de imediato meus inimigos, ou eu, inimigo dos demais. Aceito e convivo bem com diferenças de opinião. O dificil para mim é engolir o mau-caratismo de uns poucos - graças a Deus que são poucos - mas acho que isso não é privilégio só meu. Wink Mesmo nesse caso, do mau-caráter, nunca chegaria às vias de fato. O máximo que eu faço é ignorá-lo.

O ponto em questão, aqui, em minha opinião, não é o "troco" dado a um pseudo-ancião mau-caráter, que é um assunto pessoal e depende de como o tal mau-caráter agiu pessoalmente contra o ofendido. A questão, para mim é: "tenho eu a desculpa de ser uma má pessoa porque a "Congregação me trata, ou tratou, mal"? Eu acho que não. Só isso. Smile


Favor considerar este "link". Smile
avatar
erreve

Mensagens : 78
Likes : 4
Data de inscrição : 07/12/2011
Idade : 68
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por ellipsis em Seg Mar 05 2012, 18:13

@erreve escreveu:
A questão, para mim é: "tenho eu a desculpa de ser uma má pessoa porque a "Congregação me trata, ou tratou, mal"? Eu acho que não. Só isso. Smile

Erreve como regra geral as pessoas que saem da ORGA se tornam pessoas melhores e mais humanas.

Agora conflitos isso existe em todo o lado, só que à pessoas que juntam uma dose excessiva de raiva...




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8087
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Regis Medina em Seg Mar 05 2012, 19:27

@ellipsis escreveu:como regra geral as pessoas que saem da ORGA se tornam pessoas melhores e mais humanas.

Após alguns meses de eu e a Telma deixarmos a organização, numa conversa entre nós começamos a concordar que essa decisão nos tornou pessoas melhores e isso melhorou com o tempo.
Antigos preconceitos mais enraizados começaram a cair, uma forma mais empática de encarar o próximo e não aquela empatia estratégica que aprendemos para conquistar novos estudantes.
Me tornei bem mais tolerante com fé alheia, embora não deixe de achar algumas coisas muito doidas, ainda assim compreendo melhor me vendo como eu pensava antes.


Acredita porque é cego ou é cego porque acredita Question
avatar
Regis Medina
Membros
Membros

Mensagens : 320
Likes : 6
Data de inscrição : 04/10/2011
Idade : 47
Localização : Araçoiaba da Serra S.P. Brasil

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por ellipsis em Seg Mar 05 2012, 20:29

@Regis Medina escreveu:
@ellipsis escreveu:como regra geral as pessoas que saem da ORGA se tornam pessoas melhores e mais humanas.

Após alguns meses de eu e a Telma deixarmos a organização, numa conversa entre nós começamos a concordar que essa decisão nos tornou pessoas melhores e isso melhorou com o tempo.
Antigos preconceitos mais enraizados começaram a cair, uma forma mais empática de encarar o próximo e não aquela empatia estratégica que aprendemos para conquistar novos estudantes.
Me tornei bem mais tolerante com fé alheia, embora não deixe de achar algumas coisas muito doidas, ainda assim compreendo melhor me vendo como eu pensava antes.

Isso aconteceu contigo e acontece com muita gente. Concordo quando dizes que nos tornamos mais tolerantes... tass bem




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.

avatar
ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8087
Likes : 277
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 43
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por hocosi em Seg Mar 05 2012, 20:59


Ellipsis escreveu:
Isso aconteceu contigo e acontece com muita gente. Concordo quando dizes que nos tornamos mais tolerantes

Eu também concordo. Quando a pessoa passou tempo suficiente e cresceu em conhecimento e depois saiu, ela torna-se de facto muito mais compreensiva da ideologia dos outros.
O meu comentário anterior referia-se a pessoas que entraram na organização e, ou já tinham uma personalidade belicosa e vingativa ou entraram e pouco depois sairam sem terem chegado a amadurecer(usando a linguagem da ORGA). Nestes casos a reação a uma desassociação poderá ser violenta mesmo que haja motivos para tal desassociação. O caso apresentado neste tópico parece-me mais um caso de uma pessoa de má índole. Mas esta é a minha opinião.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão
avatar
hocosi
Moderador
Moderador

Mensagens : 2699
Likes : 360
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Moçambique

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociado tenta envenenar ancião e sua família

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum