EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Mensagem por Kristy123 em Sab Abr 18 2015, 14:18

Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Texto de M. James Penton
:

A Bíblia diz-nos que devemos testar tudo. (1 Tessalonicenses 5:21) Ao longo dos anos eu testei as Testemunhas de Jeová. Fui criado nessa religião e os meus pais, avós e bisavós eram Estudantes da Bíblia ou Testemunhas de Jeová. Estou feliz por já não ser membro da comunidade conhecida como Testemunhas de Jeová porque não acredito que os ensinos delas sejam religiosos, nem cristãos.

Alguns talvez perguntem: "Bem, porque é que não permaneceu lá para tentar mudar o movimento?" Muitos de nós tentaram fazer isso, mas foi impossível, do mesmo modo que foi impossível para os cristãos primitivos reformar o Judaísmo dos seus dias. Nós fomos expulsos das sinagogas. Portanto, para avisar outras pessoas e para refutar algumas das alegações disparatadas feitas por apologistas das Testemunhas de Jeová, neste artigo apresento razões concretas porque penso que a fé das Testemunhas de Jeová é estéril, não-cristã. Embora até seja possível encontrar Cristo entre algumas Testemunhas de Jeová, a mentalidade dessa comunidade é basicamente anti-cristã.

Portanto, aqui estão algumas razões históricas porque as Testemunhas de Jeová, dirigidas pela Watchtower Bible and Tract Society, não são de Deus:

1. As Testemunhas de Jeová ensinaram continuamente falsas profecias desde o início do seu movimento.

Afirmaram falsamente que o fim do mundo actual, ou sistema de coisas, viria em 1914 e 1925. Deixaram repetidamente implícito que o mundo acabaria em 1975.

Disseram que os santos (o restante dos 144.000) seriam levados para o céu em 1878, 1881, 1914, 1918 e 1920.

Entre 1925 e 1950, ensinaram que os príncipes da antiguidade (os antepassados de Jesus) regressariam na ressurreição antes da batalha do Armagedom.

Ensinaram durante muito tempo que o "fim derradeiro" viria em 1914. Quando isso não aconteceu, eles passaram a dizer que o fim viria antes de desaparecer a geração que estava viva em 1914. Agora também mudaram isto.

2. As Testemunhas de Jeová afirmam que a luz aumenta mais e mais. De facto, elas mudaram certas doutrinas para trás e para a frente muitas vezes.

Em 1880 Russell disse que a Igreja não estava sob o novo pacto. Em 1881 disse que estava. Em 1907 disse outra vez que não estava. Como resultado disto, ocorreu o Cisma [divisão] do Novo Pacto, que incluiu alguns dos familiares de Russell. Mais tarde, Rutherford recuou exactamente para a posição defendida pelos New Covenanters [os dissidentes que defendiam que a igreja estava sob o novo pacto].

A organização mudou a sua posição muitas vezes sobre quem seria e quem não seria ressuscitado. Os pobres habitantes de Sodoma ora são ressuscitados ora são enviados para a geena, com intervalos de poucos anos.

A organização vacilou vez após vez em assuntos médicos, muitas vezes com consequências sérias para as vidas e saúde das Testemunhas de Jeová. Vejam-se, por exemplo, as muitas posições diferentes acerca das vacinas, dos transplantes de órgãos e do sangue.

A organização andou para trás e para a frente na questão do serviço alternativo.

A organização agora defende que os Poderes Mais Altos ou Autoridades Superiores mencionados em Romanos capítulo 13 são os governantes seculares das nações, exactamente como Russell e a maioria das igrejas defenderam. Rutherford teve uma nova luz acerca deste assunto em 1929 que lhe disse que as Autoridades Superiores eram Jeová Deus e Cristo Jesus.

3. A organização das Testemunhas de Jeová nem sempre afirmou ser guiada pelo espírito. Nos dias de Russell, o pastor acreditava que ele e o restante ungido eram a Igreja e eram guiados pelo espírito. Mas quando Rutherford tomou o poder, ele argumentou que como Cristo veio ao Templo em 1918 e estava a governar, o espírito santo já não estava presente com o restante. Rutherford ensinou que recebia mensagens ou "flashes de luz no Templo" que vinham dos tronos de Jeová e de Cristo. Dizia também que "novas verdades" eram-lhe reveladas pessoalmente pelos anjos. Depois de ele morrer, Knorr e Franz regressaram ao ensino que diz serem as Testemunhas de Jeová dirigidas pelo espírito.

4. As Testemunhas de Jeová foram muito além das Escrituras. Muitas leis que elas desenvolveram não têm nada a ver com as Escrituras: o registo do tempo gasto a pregar, a criação de uma forma hierárquica de governo, a desassociação [excomunhão] dos que fumam ou celebram o Natal e aniversários, muitas regras a respeito do que é próprio ou impróprio o casal fazer na cama, leis a respeito de votar, aceitar cargos públicos, etc., etc.

5. Através da Watch Tower Society e de inúmeras declarações públicas, a liderança do movimento tem dito muitas vezes mentiras ultrajantes.

Em 1894, tanto C. T. Russell como a esposa disseram que o seu casamento era muito harmonioso e que não havia problemas entre eles. Mais tarde, no momento em que se divorciaram, ambos admitiram que tinham existido problemas entre eles em 1894. E apesar disto eles amaldiçoaram vários trabalhadores da Casa da Bíblia [nome do Betel naquele tempo] por terem dito a verdade na publicação Harvest Siftings [Peneira das Colheitas].

As declarações de Russell acerca de não ter mudado as suas doutrinas em 1909 durante o Cisma do Novo Pacto são pura e simplesmente escandalosas. Se ele acreditava no que disse, estava-se a enganar a si próprio em grande escala.

Rutherford e companhia mentiram abertamente acerca da razão porque os 4 directores da Watch Tower foram afastados em 1917. A Watch Tower Society perpetua esta mentira até ao dia de hoje. Pode-se mostrar claramente que eles mentiram e ainda estão a mentir através das declarações que fizeram sob juramento no caso de tribunal United States vs. Rutherford et al..

A Watch Tower tem mentido continuamente acerca da natureza das políticas que tinha na Alemanha Nazi em 1933. A Declaração publicada em Berlim em 1933 foi uma tentativa de colaboração [ou compromisso] com os Nazis, foi abertamente anti-semita, anti-britânica e anti-americana.

Os ataques que a Sociedade fez contra várias pessoas que questionaram o comportamento dos seus líderes não foi outra coisa senão uma tirada contínua de mentiras. Foi isso que aconteceu em 1894, 1909, 1917, 1918, durante a guerra de Rutherford contra os anciãos electivos no fim da década de 1920 e na década de 1930, e especificamente no caso de pessoas como Walter Salter, Olin Moyle, Carl Jonsson, Raymond Franz e muitos outros milhares de pessoas, incluindo eu próprio.

6. As assim chamadas 'comissões judicativas' das Testemunhas de Jeová não operam com base nos princípios bíblicos, com os assuntos tratados de forma aberta e perante pessoas comuns como era o caso em Israel e nas congregações cristãs primitivas. As Testemunhas de Jeová seguem o exemplo do Santo Ofício da Inquisição e dos tribunais feitos à porta fechada, em segredo. Consequentemente, acontecem muitas injustiças perante estas 'comissões judicativas.'

7. A pesquisa da Watch Tower é infantil e muitas vezes é desonesta. É típico eles não citarem correctamente as fontes, fazerem citações fora do contexto e avançarem ideias que são completamente bizarras.

A New World Translation [Tradução do Novo Mundo] contém uma enorme quantidade de argumentação tendenciosa e deturpações intencionais.

Os artigos da Watch Tower sobre ciência são extremamente maus, e o material que publicam sobre assuntos tais como a evolução é notoriamente desonesto.

Os trabalhos de tipo histórico feitos pela Watch Tower são ainda piores. O livro Proclamadores [editado em 1993] e o livro As Testemunhas de Jeová no Propósito Divino são uma tentativa de se travestirem de historiadores profissionais para contarem a sua história. Pessoalmente, sinto-me ofendido pelo facto de ao mesmo tempo que me condenam como apóstata e vituperam as minhas publicações, apropriam-se livremente da minha informação e chegam até a usar o meu trabalho nos tribunais.

8. As Testemunhas de Jeová ignoram as claras instruções bíblicas em Tiago e noutras partes do Novo Testamento a respeito de obras de caridade, como cuidar das viúvas, dos órfãos e do próximo. Vender revistas de porta em porta não enche barriga. Neste sentido, as Testemunhas de Jeová têm fé (tal como os demónios) mas não têm obras. Não passam de "címbalos barulhentos que retinem".

9. As Testemunhas de Jeová ensinam que, com excepção do restante ungido, são salvas através das obras em vez de ser pela fé. Mais ainda, é-lhes dito que só o restante tem Jesus Cristo como mediador. A vasta maioria é informada que não deve participar na comunhão [Ceia de Cristo]. Como lhes é dito que não são membros do corpo de Cristo, não nascem de novo e não são guiados pelo Espírito (excepto os membros do restante), em que situação se encontram as Testemunhas de Jeová? Romanos 8:9 (RSV) diz: "Todo o que não tem o Espírito de Cristo, não lhe pertence."

10. As Testemunhas de Jeová tornaram-se conhecidas devido ao seu papel na destruição casamentos e nos casos de custódia de crianças. Nos tribunais dos Estados Unidos e do Canadá existem mais casos de custódia de crianças envolvendo Testemunhas de Jeová do que todos os outros casos de custódia de crianças (relacionados com religião) juntos. É óbvio que isto diz algo a respeito das Testemunhas de Jeová que não é particularmente atractivo.

Fonte: http://corior.blogspot.com/2006/02/dez-razes-que-provam-que-as.html
M. James Penton é Emeritus Professor de História e Estudos Religiosos na Universidade de Lethbridge, Canadá. A família dele tem uma longa história de envolvimento com os Estudantes da Bíblia e as Testemunhas de Jeová. Depois de ter feito numa carta certas críticas às doutrinas da Watchtower e àquilo que ele considerou práticas não-éticas, os líderes das Testemunhas de Jeová desencadearam certas manobras que resultaram na desassociação [excomunhão] dele em Fevereiro de 1981. O processo foi de tal maneira rude e anti-cristão que provocou a saída dessa seita controversa de mais de 80 membros que residiam na área de Lethbridge. A interessante história deste incidente foi escrita por James A. Beverly em Crisis of Allegiance [Crise de Lealdade] (Burlington, Ca: Welch Publishing, 1986).

O Professor Penton escreveu posteriormente artigos acerca de vários assuntos e também escreveu o livro que é o texto definitivo sobre as Testemunhas de Jeová: Apocalypse Delayed -- The Story of Jehovah's Witnesses [Apocalipse Adiado -- A História das Testemunhas de Jeová] (Toronto: University of Toronto Press, 1985). Ele também escreveu a secção sobre as Testemunhas de Jeová na mais recente edição da Encyclopedia Americana, e pode ser descrito, sem qualquer exagero, como sendo um dos maiores peritos mundiais sobre a religião das Testemunhas de Jeová.

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Mensagem por gregdagangue em Sex Abr 24 2015, 02:36

Um pouco exaustivo mas, verdadeiro. Só é de lamentar que cerca de milhões de pessoas estejam presas nessa "teia" de ensinamento FALSOS desencadeados pela liderança maluca desta seita e suas sempre "luminosas" interpretações bíblicas e entendimentos proféticos.

gregdagangue
Membros
Membros

Mensagens : 1429
Likes : 59
Data de inscrição : 01/06/2014
Idade : 61
Localização : boa vista/roraima

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Mensagem por antonio1965 em Sex Abr 24 2015, 08:31

10 verdades que as TJ não conseguirão refutar.




antonio1965
Membros
Membros

Mensagens : 1260
Likes : 85
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 51
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Mensagem por River raid em Sex Abr 24 2015, 13:55

Ele esqueceu-se de escrever um "pisca pisca" muito importante e que mexe com a intimidade e os sentimentos de muitas TJ´s viúvas:

- a questão da ressurreição e a possibilidade ou não de poderem manter o casamento no Paraíso.

Há cerca de dois anos não podiam, agora não se sabe se pode, blá, blá...

Conheço uma TJ que até morrer esteve 30 anos sem dar a oportunidade a outro homem porque diziam-lhe que estaria reunida com ele no Paraíso.

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4532
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dez razões que provam que as Testemunhas de Jeová não são de Deus

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 12:07


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum