EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

“Tratem bem as mulheres”, pede o Estado Islâmico antes de apedrejamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

“Tratem bem as mulheres”, pede o Estado Islâmico antes de apedrejamento

Mensagem por Altar em Ter Out 21 2014, 16:54

Nas imagens do incidente a vítima pede ao pai que a perdoe, mas este recusa, participando na lapidação.

Pelo menos uma mulher e um homem foram apedrejados nos últimos dias na Síria, em territórios ocupados pelo Estado Islâmico. As vítimas foram acusadas de adultério.

Não parece existir relação entre os dois casos mortais nem se sabe ao certo quando ocorreram, mas o mais provável é ter sido ao longo das últimas semanas.

No caso da mulher apedrejada há mesmo uma gravação vídeo que foi colocada online por activistas contra o Estado Islâmico na cidade de Raqqa, mas parece ter sido filmada e produzida por membros do Estado Islâmico.

Nas imagens, um islamita é visto a ler a sentença da mulher, acusada de adultério. A dada altura ele indica que parte da culpa será do marido, que se terá ausentado durante um longo período e termina com uma recomendação aos presentes: “Não deixem as mulheres. Não se ausentem por um período maior do que o permitido. Voltem-se para Deus, irmãos, e tratem bem as mulheres.”

De seguida pergunta-se ao pai da acusada se ele a quer perdoar, mas ele recusa. Levada para uma cova no chão, de braços e pernas atadas, começa então o apedrejamento, no qual participam os homens do Estado Islâmico e o alegado pai da vítima.

O outro caso, do qual não há imagens, foi confirmado pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos e, ao que tudo indica, será o primeiro caso de um homem executado por adultério desde o início da guerra civil na Síria.

Estes não são os primeiros apedrejamentos por adultério levados a cabo pelo Estado Islâmico. Em Julho deste ano houve notícia de, pelo menos, mais dois incidentes.

O Estado Islâmico controla grande parte da Síria e do Iraque e tem sido responsável por um longo rol de atrocidades, desde decapitações, massacres, abuso sexual e venda de mulheres para escravatura e até crucifixões. Muitos destes actos são filmados e circulados nas redes sociais pelos militantes.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=166031




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1714
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum