EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

A utilidade ou não das religiões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Altar em Dom Out 05 2014, 16:27

na thread

http://testemunhasdejeova.forumeiros.com.pt/t3001p90-nao-querem-agradecer-a-organizacao-por-tudo-o-que-ela-fez-por-vos#67979

acharam boa sugestão começar um tópico sobre a utilidade das religiões

ok, então vamos lá

espero que não seja uma leitura cansativa, e claro podem concordar ou não, eu dou apenas a minha perspectiva. Acho que também é bom para vós saber a perspectiva de um católico que nunca o deixou de ser


PRIMEIRA QUESTÃO : O que é uma religião ?!

1. Culto prestado à divindade.
2. [Por extensão]  Doutrina ou crença religiosa.
3. [Figurado]  O que é considerado como um dever sagrado.
4. Reverência, respeito.
5. Escrúpulo.
6. Comunidade religiosa que segue a regra do seu fundador ou reformador.

"religião", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/DLPO/religi%C3%A3o [consultado em 05-10-2014].


Religião portanto é uma comunidade, um conjunto de pessoas que segue uma via de pensamento comum, que professam e adoram a mesma divindade e suas doutrinas e costumes

Muito resumidamente, Charles Taze Russell formou um grupo de estudiosos da bíblia, reuniam-se para falar sobre a bíblia, todos partilhavam dos mesmos pensamentos e estavam em sintonia sobre o que era verdadeiro e correcto, e assim por definição surgiu uma nova religião - as TJs


SEGUNDA QUESTÃO : porque é que elas existem ?!

O ser humano é um ser social, não vive isolado, precisa dos outros para conviver, construir, partilhar, ser feliz

por isso temos amigos intímos, por isso nos casamos, isto é : juntamo-nos a grupos e/ou pessoas que partilham connosco os mesmos gostos e pensamentos

aqui, neste mesmo fórum, cada um de vós já tem os seus grupos formados : eu gosto mais de X do que de Y, identifico-me mais com estes do que com aqueles. Logo eu vou segui-los mais atentamente. Criam-se então assim mini-religiões dentro de um fórum

tudo isto é natural, porque o ser humano é assim, e às vezes criam-se religiões péssimas, quando alguém tem um carisma muito forte e consegue cativar multidões. Dou o exemplo do nazismo, que por definição é uma religião. Milhares de pessoas reuniam-se nos famosos comícios de Nuremberga - eram milhares e milhares a gritarem - Heil Hitler - o fundador, o líder, e identificavam-se completamente com ele, com as suas ideias

até os banqueiros e os magnatas e os multimilionários, professam a religião do dinheiro, juntam-se na Wall Street e convivem entre eles, reúnem-se e falam entre si com os mesmos gostos e pensamentos e objectivos : dinheiro e mais dinheiro, e como ganhar ainda mais e mais até se afogarem nele não deixando nada para ninguém

portanto, as religiões são inevitáveis, o ser humano procura religiões porque é ser social, precisa de identificar-se com algo, precisa de grupo de amigos, de partilhar as suas ideias e convicções com os outros

sabendo isso, se alguém disser : vamos acabar com elas todas, está a ser completamente radical, porque está a ser contra a própria natureza humana da socialização

imaginem que alguém surge, alguém com grande carisma, que tem os mesmos pensamentos radicais e deseja erradicar as religiões do mundo, vocês podem correr o risco de aderir a esse sistema de ideias desse líder carismático, que por definição é religião


TERCEIRA QUESTÃO : são todas más ?!

não, não são todas más

mas se não são todas más, então como distingui-las ?!

Jesus foi claro nesse aspecto :

Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos?
Mateus 7:16


falava claramente dos falsos profetas, dos falsos líderes, daqueles que pelo seu incrível carisma movem multidões em religiões que só causam sofrimento, morte e destruição

Deus não deseja nada disto, condena tudo isto

O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir. Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância.
João, 10-10

e o seu jugo é leve :

Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas.
Porque meu jugo é suave e meu peso é leve.
São Mateus 11, 29-30


Estou a falar-vos sob uma perspectiva completamente nova, católica como é óbvio porque não consigo evitar

Eu acredito mesmo que se muitos considerassem a hipótese de Jesus ser Deus e lessem os evangelhos nessa perspectiva, vocês veriam um Deus tão humilde e tão simples como nunca imaginaram antes. Esses evangelhos parecer-vos-iam totalmente diferentes, eram como se os estivésseis a ler pela primeira vez

E direis : mas a trindade é falsa, como posso acreditar nisso ?!

claro que sim, é falsa, mas apenas baseada nos critérios das traduções bíblicas e pareceres duvidosos ( sobre essas traduções ) de pessoas comprometidas com alguma crença. Esta discussão eterna esbarra sempre nisto, e é sempre inconclusiva

Alguns não sei se perceberam muito bem isto que disse :

"que Deus morre de sede por nós, pecadores"

Veio uma mulher da Samaria tirar água. Pediu-lhe Jesus: Dá-me de beber.
São João 4, 7

Como poderíamos dizer que Deus é amor se não tivesse ninguém em quem aplicar esse amor ?! Ele tem mesmo sede imensa de amar, e amar-nos a nós, os pecadores, deseja-nos perdoar, beijar-nos, abraçar-nos,

deseja aplicar em nós a sua verdadeira natureza - AMOR

vai aplicar em quem esse amor e essa sede insaciável ?! nos anjos ?! mas eles já são perfeitos...

não, não e não, é em nós que derrama o seu Amor....Ele fez-nos para Ele, literalmente

e nós precisamos d'Ele, porque só n'Ele encontramos descanso, claro que alguns encontram descanso nas drogas e álcool...mas nada disso satisfaz...só destrói

Jesus esteve 3 anos a pregar, vocês acham porventura que tudo o que Ele disse durante esses 3 anos está na bíblia ?

Os apóstolos não seguiam Jesus, o seu líder ?! logo havia ali uma religião por definição, uma comunidade, um grupo

o que é que eles faziam ao serão, quando estavam juntos longe das multidões ?!

supostamente conversavam, sobre muitas e diversas coisas

É ridículo pensar-se o contrário, o que faziam as pessoas ao serão há uns séculos atrás quando não havia eletricidade ?! não se juntavam todas a falar à lareira ?!

onde estão todas essas coisas de que falaram ?! todos estes ensinamentos ?!

mantém-se na tradição oral, obviamente, aquilo que a igreja católica muito preza e defende, aquilo que é transmitido de geração em geração



QUARTA QUESTÃO : são as religiões úteis ?!


volto citar o próprio Jesus para entender melhor, porque é muito clara nesse sentido

a parábola das 10 virgens :


1. Então o Reino dos céus será semelhante a dez virgens, que saíram com suas lâmpadas ao encontro do esposo.
2. Cinco dentre elas eram tolas e cinco, prudentes.
3. Tomando suas lâmpadas, as tolas não levaram óleo consigo.
4. As prudentes, todavia, levaram de reserva vasos de óleo junto com as lâmpadas.
5. Tardando o esposo, cochilaram todas e adormeceram.
6. No meio da noite, porém, ouviu-se um clamor: Eis o esposo, ide-lhe ao encontro.
7. E as virgens levantaram-se todas e prepararam suas lâmpadas.
8. As tolas disseram às prudentes: Dai-nos de vosso óleo, porque nossas lâmpadas se estão apagando.
9. As prudentes responderam: Não temos o suficiente para nós e para vós; é preferível irdes aos vendedores, a fim de o comprardes para vós.
10. Ora, enquanto foram comprar, veio o esposo. As que estavam preparadas entraram com ele para a sala das bodas e foi fechada a porta.
11. Mais tarde, chegaram também as outras e diziam: Senhor, senhor, abre-nos!
12. Mas ele respondeu: Em verdade vos digo: não vos conheço!
Mateus 25, 1-12


o que isto tudo quer dizer ?!

que o que alimenta a fé ( o azeite ) pode acabar, extinguir-se, e depois a candeia ( a própria fé ) apaga-se, e depois como se acende novamente ?!

precisamos de alimento para a fé, é isso que quer dizer esta parábola, e onde é que ela se obtém ?!

pois como diz no versículo 9 :

"é preferível irdes aos vendedores, a fim de o comprardes para vós."

os vendedores estão nas religiões, os que dão o azeite, o alimento ....

olhem à vossa volta, tudo parece estar combinado pelas potestades e espíritos do mal para acabar com a nossa fé, para destruir e distorcer a imagem de Deus.

é muito fácil perder a fé quando estamos sozinhos, todos os dias somos bombardeados com coisas que nos fazem duvidar e vacilar na nossa fé

olhem aquele pseudo estudo de que Jesus não existiu jamais

para uma alma mais frágil, mais magoada com religiões, esta facilmente perde completamente o azeite para a sua candeia

portanto, a religião é útil sim, para nós ouvirmos a palavra de Deus, para estarmos em comunhão alimentando-nos de Deus ( do útil azeite )

o azeite na ICAR é a sagrada comunhão, Deus no sacrário,e também claro ouvir a sua palavra da bíblia

para um católico é paz e felicidade saber que toma em si o próprio Deus na hóstia consagrada, "Deus que entra em mim"...é esse o pensamento


QUINTA QUESTÃO : e então quem não está associado a nenhuma religião ?! perde-se ?! Deus rejeita-a ?!

não, Deus não rejeita quem nao tem nenhuma religião

como eu disse anteriormente, foi uma questão que me inquietou durante algum tempo

a explicação do papa João Paulo II, na Lumen Gentium, um dos mais importantes textos do Concílio Vaticano II

diz o seguinte :

But the plan of salvation also includes those who acknowledge the Creator. In the first place amongst these there are the Muslims, who, professing to hold the faith of Abraham, along with us adore the one and merciful God, who on the last day will judge mankind. Nor is God far distant from those who in shadows and images seek the unknown God, for it is He who gives to all men life and breath and all things,(127) and as Saviour wills that all men be saved.(128) Those also can attain to salvation who through no fault of their own do not know the Gospel of Christ or His Church, yet sincerely seek God and moved by grace strive by their deeds to do His will as it is known to them through the dictates of conscience.(19*) Nor does Divine Providence deny the helps necessary for salvation to those who, without blame on their part, have not yet arrived at an explicit knowledge of God and with His grace strive to live a good life


O plano de salvação estende-se a toda a humanidade

pertençam a esta ou aquela religião

Deus está acima de qualquer religião, está acima de tudo, nós é que não

inclusive aos não crentes

para isso, segundo a igreja católica, servem os méritos dos anjos

é tipo isto :

um por todos e todos por um

para que ninguém se perca

por último : quando falo da religião católica não me refiro especificamente à ICAR, mas incluo também a Igreja do oriente. Os santuários na terra santa estão sob controlo da Igreja Católica Ortodoxa

considero os braços de Cristo na cruz orientados para ocidente e oriente, a sua Igreja

é opinião pessoal, claro

bom, espero não ter sido muito maçador  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1715
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por hocosi em Dom Out 05 2014, 19:47

Altar admiro a tua disponibilidade para criar um texto que expressa as tuas convicções. Mas não posso deixar de te questionar sobre a tua interpretação sobre a personalidade de Deus.  
 
Porque nas cartas do NT nomeadamente em 2 Tessalonicenses 1:5-10 o apóstolo Paulo terá dito que:
prova clara do justo juízo de Deus, para que sejais havidos por dignos do Reino de Deus, pelo qual também padeceis;  se, de fato, é justo diante de Deus que dê em paga tribulação aos que vos atribulam,  e a vós, que sois atribulados, descanso connosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu, com os anjos do seu poder,  como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo;  os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder,  10 quando vier para ser glorificado nos seus santos e para se fazer admirável, naquele Dia, em todos os que creem (porquanto o nosso testemunho foi crido entre vós).

E em Hebreus 10:28-31 diz:


Quem rejeitava a Lei de Moisés morria sem misericórdia pelo depoimento de duas ou três testemunhas.
29 Quão mais severo castigo, julgam vocês, merece aquele que pisou aos pés o Filho de Deus, profanou o sangue da aliança pelo qual ele foi santificado e insultou o Espírito da graça?
30 Pois conhecemos aquele que disse: "A mim pertence a vingança; eu retribuirei"; e outra vez: "O Senhor julgará o seu povo".
31 Terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo!
 No livro de Jeremias 25:31 diz:

Naquela dia, os mortos pelo Senhor estarão em todo lugar, de um lado ao outro da terra. Ninguém pranteará por eles, e não serão recolhidos e sepultados, mas servirão de esterco sobre o solo.

1 Coríntios 16:22 diz:

Se alguém não ama o Senhor, seja amaldiçoado. Vem, Senhor!

Muitos outros poderia citar para te mostra que essa treta tua e do Papa Francisco de dizer que Deus ama a todos e vai salvar todo mundo não passa de conversa suave para atrair. Mas também é verdade que as moscas apanham-se com mel e não com fel.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Altar em Dom Out 05 2014, 20:57

@hocosi escreveu:

Altar admiro a tua disponibilidade para criar um texto que expressa as tuas convicções. Mas não posso deixar de te questionar sobre a tua interpretação sobre a personalidade de Deus.  


tudo bem, estás à vontade, hocosi !!!!

sinceramente eu gosto de discutir isto muito mais se calhar outra coisa

falo de dar a conhecer aquilo que me move como católico, e as nossas convicções


@hocosi escreveu:
Muitos outros poderia citar para te mostra que essa treta tua e do Papa Francisco de dizer que Deus ama a todos e vai salvar todo mundo não passa de conversa suave para atrair. Mas também é verdade que as moscas apanham-se com mel e não com fel.

é verdade, muitos outros versículos poderias citar

e eu porém, como católico, cito-te apenas uma parábola sobre a personalidade de Deus que nos inclui a todos : católicos ou não, crentes em Deus ou não

a parábola dos Trabalhadores da Última Hora :


1. Com efeito, o Reino dos céus é semelhante a um pai de família que saiu ao romper da manhã, a fim de contratar operários para sua vinha.
2. Ajustou com eles um denário por dia e enviou-os para sua vinha.
3. Cerca da terceira hora, saiu ainda e viu alguns que estavam na praça sem fazer nada.
4. Disse-lhes ele: - Ide também vós para minha vinha e vos darei o justo salário.
5. Eles foram. À sexta hora saiu de novo e igualmente pela nona hora, e fez o mesmo.
6. Finalmente, pela undécima hora, encontrou ainda outros na praça e perguntou-lhes: - Por que estais todo o dia sem fazer nada?
7. Eles responderam: - É porque ninguém nos contratou. Disse-lhes ele, então: - Ide vós também para minha vinha.
8. Ao cair da tarde, o senhor da vinha disse a seu feitor: - Chama os operários e paga-lhes, começando pelos últimos até os primeiros.
9. Vieram aqueles da undécima hora e receberam cada qual um denário.
10. Chegando por sua vez os primeiros, julgavam que haviam de receber mais. Mas só receberam cada qual um denário.
11. Ao receberem, murmuravam contra o pai de família, dizendo:
12. - Os últimos só trabalharam uma hora... e deste-lhes tanto como a nós, que suportamos o peso do dia e do calor.
13. O senhor, porém, observou a um deles: - Meu amigo, não te faço injustiça. Não contrataste comigo um denário?
14. Toma o que é teu e vai-te. Eu quero dar a este último tanto quanto a ti.
15. Ou não me é permitido fazer dos meus bens o que me apraz? Porventura vês com maus olhos que eu seja bom?
16. Assim, pois, os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos. [ Muitos serão os chamados, mas poucos os escolhidos.]

Mateus 20,1-16

o que isto quer dizer ?!

olha para mim, um trabalhador provavelmente das primeiras horas

olha para ti, alguém com muitas dúvidas, quiçá com muito ódio às religiões, frustrado perante a justiça Deus

mas que interessa isso para Deus ?!

se tu na última hora ( uns segundos antes de morreres, milésimos, sei lá ) disseres SIM, ou te entregares a Ele em plena consciência ?!

vais receber menor recompensa que eu ?! que sempre acreditei n'Ele e fui católico ?! nem pensar, nunca !!! ....se calhar vais receber bem mais porque na última hora lhe entregas tudo o que tens, e serás tu o primeiro, não eu

nessa última hora se calhar chorarás de plena humildade e submissão, e eu se calhar não

tenhas a religião que tiveres, sejas o que fores, tenhas os pecados que tiveres, não interessa absolutamente nada para Deus se na última hora da tua vida Ele te chamar e tu disseres SIM com todo o teu coração

porque é que tens versículos que dizem o contrário fora do evangelho de Jesus ?!

porque os Dogmas da Igreja sempre foram os mesmos, mas a maneira de os entender é que progrediram ao longo da história

por isso é que me atormentou durante algum tempo o facto de quem está fora da ICAR ser condenado, porque de facto era isso que era transmitido durante séculos, era essa a doutrina da ICAR

até os próprios apóstolos levaram tempo a entender Deus, e eles mantêm-se assim durante os restantes livros

a própria Igreja manteve-se assim durante séculos....

Deus manifesta-se progressivamente à humanidade

e a Igreja também não entendeu tudo desde o início, daí a tal enciclica lumen gentium e tantas outras....

agora está a decorrer algo sobre a família

julgarás tu que a igreja católica ( ocidental e oriental ) terá o conhecimento absoluto de Deus ?!

Deus em si mesmo é que é absoluto, as religiões tentam é aproximar-se

umas mais próximas e outras bué de afastadas, a anos luz






Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1715
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Kristy123 em Sab Out 11 2014, 20:26

Olá Altar,
sunny

Gostava de te agradecer a atenção que tiveste em teres aberto este tópico que tinha sido sugerido pelo Greg.
Muito Obrigada de o teres feito, porque abordas questões muito interessantes.
  Tankx

Entre outras, destaco o que escreveste e que gostei muito de ler:

"Eu acredito mesmo que se muitos considerassem a hipótese de Jesus ser Deus e lessem os evangelhos nessa perspectiva, vocês veriam um Deus tão humilde e tão simples como nunca imaginaram antes. Esses evangelhos parecer-vos-iam totalmente diferentes, eram como se os estivésseis a ler pela primeira vez"

Logo que me seja possivel, irei comentar melhor este tópico
(e outros aos quais ainda não tive tempo de responder).

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Altar em Sab Out 11 2014, 21:22

ainda bem que não me considerais um católico bué de chato e inconveniente Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir


Última edição por Altar em Sab Out 11 2014, 21:27, editado 1 vez(es)




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1715
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por hocosi em Sab Out 11 2014, 21:26

Altar escreveu:

porque é que tens versículos que dizem o contrário fora do evangelho de Jesus ?!

Não me parece. Basta ler alguns versículos dos evangelhos: Mateus 10:14,15; 11:20-24; 13:41,42; João 3:18; 15:6 entre outros.

até os próprios apóstolos levaram tempo a entender Deus, e eles mantêm-se assim durante os restantes livros

Pensei que os livros do NT foram escritos por homens conforme eram movidos pelo Espirito Santo. Afinal eles escreveram o que bem entenderam. A Igreja também está a demorar muito tempo a chegar ao pleno entendimento. Não é de estranhar então que o Corpo Governante ande às aranhas para descobrir o verdadeiro entendimento da verdade.

O Corpo Governante das TJ precisam talvez da tal enciclica lumen gentium.

Deus em si mesmo é que é absoluto, as religiões tentam é aproximar-se

umas mais próximas e outras bué de afastadas, a anos luz


A ser assim, a que conclusão chegamos?



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Altar em Sab Out 11 2014, 23:15

[quote="hocosi"]

Altar escreveu:

porque é que tens versículos que dizem o contrário fora do evangelho de Jesus ?!

Não me parece. Basta ler alguns versículos dos evangelhos: Mateus 10:14,15; 11:20-24; 13:41,42; João 3:18; 15:6 entre outros.

até os próprios apóstolos levaram tempo a entender Deus, e eles mantêm-se assim durante os restantes livros


acho que é melhor transcrever esses versículos de que falas


14. Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés.
15. Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade.
Mateus 10:14,15


20. Depois Jesus começou a censurar as cidades, onde tinha feito grande número de seus milagres, por terem recusado arrepender-se:
21. Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida! Porque se tivessem sido feitos em Tiro e em Sidônia os milagres que foram feitos em vosso meio, há muito tempo elas se teriam arrependido sob o cilício e a cinza.
22. Por isso vos digo: no dia do juízo, haverá menor rigor para Tiro e para Sidônia que para vós!
23. E tu, Cafarnaum, serás elevada até o céu? Não! Serás atirada até o inferno! Porque, se Sodoma tivesse visto os milagres que foram feitos dentro dos teus muros, subsistiria até este dia.
24. Por isso te digo: no dia do juízo, haverá menor rigor para Sodoma do que para ti!
Mateus 11:20-24


41. O Filho do Homem enviará seus anjos, que retirarão de seu Reino todos os escândalos e todos os que fazem o mal
42. e os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes.
Mateus 13:41,42


18. Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado; por que não crê no nome do Filho único de Deus.
João 3:18

6. Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á.
João 15:6


agora que todos vêm os versículos, permite-me então responder :

não é claro para ti que muitas religiões e pessoas não acreditem na Santíssima Trindade porque discordam das traduções bíblicas ?!

também não é claro para ti que muitas religiões diferem da interpretação bíblica ?!

bom, então sobre isto só te posso responder segundo a minha doutrina, certo ?!

e o que diz a minha doutrina é isto :

naqueles tempos Jesus andou pelo meio do povo a fazer milagres e mais milagres e a pregar, coisas maravilhosas que hoje apenas nos apercebemos por uns míseros versículos bíblicos. Achas que Jesus só fez isso ?! O final do evangelho de S. João é bem claro : muito mais foi feito que não se encontra escrito

25. Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever.
João, 21

Mesmo vendo essas coisas maravilhosas muitos não acreditaram, não acreditaram mesmo

Tal como Jesus foi claro em dizer que toda a lei se resume a apenas 2, Ele também foi claro em dizer que há um pecado imperdoável : o pecado contra o Espírito Santo, pecado esse que resume todos esses versículos

Não importa o que se faça, o que se demonstre, o que se observa, os chamamentos que cada um de nós recebe nos corações, nada, nada, e nada adianta, nem uma só brecha existe por onde Deus possa penetrar

é a negação, completa, total, e absoluta de Deus em plena consciência

É o que diz a Igreja Católica :

os gajos viram Deus Filho a fazer todo o bem e todos aqueles milagres e rejeitaram-no

e hoje continuam a rejeitá-lo de diversas formas

mas o mais grave é mesmo não acreditar em Deus, rejeitá-lo completamente e conscientemente, porque ninguém cai nele que não o saiba e o consente

é o tal pecado imperdoável que encontras na bíblia e resume todos esses versículos

outras religiões poderão ter interpretações diferentes


@hocosi escreveu:

Pensei que os livros do NT foram escritos por homens conforme eram movidos pelo Espirito Santo. Afinal eles escreveram o que bem entenderam. A Igreja também está a demorar muito tempo a chegar ao pleno entendimento. Não é de estranhar então que o Corpo Governante ande às aranhas para descobrir o verdadeiro entendimento da verdade.


A bíblia é uma revelação progressiva de Deus, os australopithecus e os neandertais não tinham a mesma percepção de Deus que aqueles do tempo do Rei David, nem o patriarca Abraão

os dogmas são os mesmos, mas o entendimento sobre eles é que mudou

@hocosi escreveu:

O Corpo Governante das TJ precisam talvez da tal enciclica lumen gentium.


LOL Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

talvez

uma religião não pode ficar presa no tempo sem questionar os seus dogmas à luz do novo entendimento sobre Deus

será que a ICAR vai permitir que os divorciados e etc... comunguem ?!

é coisa muito sagrada para nós, como sabes

mas quem sabe se o Espírito Santo ilumine um papa e venha explicar que tudo isso é errado ?!



A ser assim, a que conclusão chegamos?


a mesma de sempre

é completamente falso considerar que uma determinada religião tem o conhecimento absoluto da natureza de Deus

tudo porque o entendimento sobre Deus é progressivo ao longo da bíblia, da história e do ser humano

mas existem umas que se aproximam mais rápido e outras que se afastam na mesma velocidade em sentido inverso





Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1715
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Kristy123 em Dom Out 12 2014, 00:15

Altar,

Considero-te uma pessoa com muito valor e também gosto aquilo que escreves.
Olha, agora és o meu novo papa.  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir    

Igualmente também gosto muito do hocosi e também o estimo muito.

Opinar ou falar sobre este tema convosco, é quase uma utopia para mim.
E o que eu poderia dizer, no meio destes dois "gurus" de lados opostos neste diálogo
interessante?
benvindo

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por hocosi em Dom Out 12 2014, 10:17

Prezado Altar, quando apesentei os textos dos evangelhos(Mateus 10:14,15; 11:20-24; 13:41,42; João 3:18; 15:6 entre outros.), foi em sequência do assunto que apresentas-te no sentido de dizer que Deus é amor e quer salvar todos, mesmo os ateus segundo o Papa.

Também disseste que eu apenas usei as cartas do apostolo Paulo.

Acontece que os textos dos evangelhos demostram igualmente que Deus irá matar muita gente. Por exemplo quando diz que vai ser mais fácil para os habitantes de Sodoma e Gomorra do que para os que não escutarem os pregadores cristãos. Ora todos sabes o que Deus fez àquelas cidades.

Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado; por que não crê no nome do Filho único de Deus.
João 3:18

Isto é o mesmo que apontar uma pistola a alguém e dizer: ou me amas ou morres. Ou um homem dizer à namorada: ou casas comigo ou então não és para ninguém pois vou matar-te.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por hocosi em Dom Out 12 2014, 14:44

Sobre a questão da salvação a Igreja Romana, anteriormente ensinava dogmaticamente que a salvação é limitada aos católicos enquanto que o Concílio Vaticano II ensina que as pessoas em outras denominações cristãs e de outras religiões também podem ser salvos. 

 O Concílio de Florença proclamou solenemente que :
" aqueles que não vivem dentro da Igreja Católica, não só pagãos, mas também judeus e hereges e cismáticos não podem se tornar participantes da vida eterna, mas irão partir para o fogo eterno, que foi preparado para o diabo e seus anjos "(Dezinger, página 230).
 
Agora segundo o Concílio  do Vaticano II:
"
Todo o homem que, na ignorância do Evangelho de Cristo e da sua Igreja, procura a verdade e faz a vontade de Deus conforme o conhecimento que dela tem, pode salvar-se.   II Concílio do Vaticano, Const. past. Gaudium et spes. 22: AAS 58 (1966) 1043; cf. In.. Const. dogm. Lumen Gentium.

 Evidentemente, estamos perante uma enorme contradição numa Igreja que  diz ser sempre a mesma. Mas, se Roma estava certa em Florença, então está errada agora. Mas se a Igreja Católica moderna está certa, então estava errada no passado. 





"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Agnostic em Dom Out 12 2014, 14:52

Como já uma vez tinha comentado aqui, ao de leve, no ambito de outro assunto, considero as religiões completamente inuteis, na sua essência. Mais do que inuteis, prejudiciais.

Não considero exacta a abordagem do Altar, referindo que quem se agrega ou congrega porque gosta de dinheiro, ou de qualquer outra coisa  de caracter terreno, material, que esteja a criar uma religião.  Só mesmo em sentido figurado isso fará sentido. O termo "religião" pressupõem a existencia de uma divindade, de algo etereo, invisivel, sobrenatural, que depende da fé, e a fé não está associado ao culto do dinheiro, por exemplo.

Ter fé, por si, e apenas,  não é mau. Pode ser positivo. Já lá diz o ditado "A fé move montanhas".  A fé gera esperança, gera vontade, iniciativa, energia positiva. A fé, conduzida, canalizada de forma construtiva, faz nascer boas obras (no mais lato dos sentidos) .

O que estraga tudo é a compulsão gregária que o ser humano tem, porque a compulsão é simultaneamente responsável pelos mais admiráveis feitos, mas tambem pelos mais repugnantes e destrutivos momentos da história da humanidade.

Se alguem gosta muito de musica clássica, sente-se compelido a encontrar quem partilhe esse gosto com ele.  Mas se alguem gosta muito de violar criancinhas, tambem quer encontrar com quem partilhe essa perversão.  

Se eu tenho fé num Deus eterno, perfeito e unico para toda a humanidade, e vivo feliz comigo e não o quero partilhar com ninguem, não vem daí mal ao mundo.  Mas se eu procurar reunir á minha volta gente com a mesma fé, ou até inculcar essa fé em novas pessoas, já estou a criar um problema.  Porquê?  Porque passarei a fazer parte de um clube que tem uma devoção e crença comuns. E, unidos nessa devoção, alimentarão dentro do seu grupo a ideia de que a sua fé é a verdadeira, e que os outros, que tem outra fé, ou nenhuma, estão errados. E como este processo de consciencialização colectiva se retroalimenta, não faltará muito até que os outros sejam os hereges, os infieis, os que vão ser dizimados por Deus, ou os que merecem ser dizimados por ordem de Deus. Tanto gera animosidades de dentro para fora, como de fora para dentro. E pronto, aqui começam os problemas. E são esses problemas que ao longo de séculos tem conduzido a alguns dos maiores conflitos da historia da humanidade, tudo em nome de Deus, ou de vários deuses.  Tal como alguem disse, a Religião é o ópio do povo. Foi um filósofo, não me lembro qual. E eu acrescento: é uma poderosa droga, que quando usada nas quantidades certas e muito bem controladas, gera consequencias positivas, mas que se usada em excesso e sem controlo, produz resultados desastrosos. Infelizmente, foi, e continua a ser usada maioritáriamente da forma errada, e sem controlo.  Creio sinceramente que a humanidade seria mais feliz e bem sucedida sem a alienação mental provocada pela religião.


"meu amor eu gosto tanto da forma como tu gostas,
mas por favor anda buscar as tuas unhas ás minhas costas" - Sérgio Godinho

Agnostic
Membros
Membros

Mensagens : 912
Likes : 37
Data de inscrição : 21/11/2013
Idade : 20
Localização : Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por hocosi em Dom Out 12 2014, 15:16

@Agnostic escreveu:
Ter fé, por si, e apenas,  não é mau. Pode ser positivo. Já lá diz o ditado "A fé move montanhas".  A fé gera esperança, gera vontade, iniciativa, energia positiva. A fé, conduzida, canalizada de forma construtiva, faz nascer boas obras (no mais lato dos sentidos) .

O que estraga tudo é a compulsão gregária que o ser humano tem, porque a compulsão é simultaneamente responsável pelos mais admiráveis feitos, mas tambem pelos mais repugnantes e destrutivos momentos da história da humanidade.
 
Caro Agnostic, gostei destas tuas palavras e concordo com elas.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Kristy123 em Dom Out 12 2014, 20:29

Ó pessoal :

ENTÃO VAMOS LÁ TODOS TER MAIS FÉ !!!!!
I love you I love you I love you

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por antónio silva em Dom Out 12 2014, 21:06

A questão é "A utilidade ou não das religiões".
Sobre tal, é dito:
1 - - comunidade, um conjunto de pessoas que segue uma via de pensamento comum, que professam e adoram a mesma divindade e suas doutrinas e costumes ´
Boa definição do que é a religião.
2 - a religião é útil sim, para nós ouvirmos a palavra de Deus, para estarmos em comunhão
Claro está que é para isso que a religião serve; independentemente da sua maior proximidade ou afastamento da Palavra.
3 - O ser humano é um ser social, não vive isolado, precisa dos outros para conviver, construir, partilhar, ser feliz
Infeliz daquele que foge de algum tipo de associação que lhe seja útil como humano.
4 - por isso temos amigos íntimos, por isso nos casamos, isto é: juntamo-nos a grupos e/ou pessoas que partilham connosco os mesmos gostos e pensamentos
E sentimo-nos muito bem, se somos pessoas normais.
Palavras para quê. É a vida real.

antónio silva

Mensagens : 121
Likes : 11
Data de inscrição : 03/08/2013
Idade : 55
Localização : braga

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Altar em Seg Out 13 2014, 13:19

@hocosi escreveu:

 Evidentemente, estamos perante uma enorme contradição numa Igreja que  diz ser sempre a mesma. Mas, se Roma estava certa em Florença, então está errada agora. Mas se a Igreja Católica moderna está certa, então estava errada no passado. 


Já tinha afirmado que de facto no passado, durante séculos, a ICAR tinha essa postura que só se salvava quem estava dentro da Igreja

e também como tinha afirmado, os dogmas não mudaram - o que mudou foi o entendimento sobre eles, evoluiu-se no entendimento daquilo que se entende por Deus BOM

eu acho que ainda bem que o fizeram, e espero que o continuem a fazer

como disse o Papa Francisco :

"Ninguém pode reivindicar exclusividade dos dons de Deus"

não considero, portanto, nada mau essas pseudo-contradições




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1715
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Altar em Seg Out 13 2014, 13:37

@Agnostic escreveu:

Tal como alguem disse, a Religião é o ópio do povo. Foi um filósofo, não me lembro qual.


foi Karl Marx


@Agnostic escreveu:

Creio sinceramente que a humanidade seria mais feliz e bem sucedida sem a alienação mental provocada pela religião.



Se tiveres uma fé ou religião em particular, isso é bom. Mas também sobrevives sem isso.
Dalai Lama

Em toda a religião, o homem religioso é uma excepção.
Nietzsche




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1715
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A utilidade ou não das religiões

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 19:19


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum