EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por TJ Curioso em Ter Set 09 2014, 08:36

Foi Testemunha de Jeová durantes 13 anos, agora a sua única missão é denunciar as mentiras que viveu




Actualizado 29 de Julho de 2014

Fernando de Navascués / ReL

Antonio Carrera é um ex-testemunha de Jeová de origem basco que permaneceu nesta organização durante 13 anos. Autor de numerosos escritos nos quais explica qual foi a sua experiência e quais são as grandes mentiras que viveu, Carrera pede sempre “a Deus que nunca tenham que sofrer o desengano que eu experimentei ao descobrir a falsidade dos testemunhas de Jeová. Dou graças a Deus pela sua bondade e misericórdia, já que me salvou de afundar-me no ateísmo, como costuma suceder a quase todos os que abandonam a seita de ‘A Atalaia”.

Até aos 28 anos viveu como católico, mas nessa idade, movido pela curiosidade, entregou-se aos Testemunhas de Jeová. Desde há já uns anos, Antonio explica que de novo “sou católico, e desejo reparar de alguma maneira o dano que fiz, escrevendo para afastar as ovelhas do redil de Cristo, contra os falsos profetas chamados testemunhas de Jeová”. 


O meu desengano como testemunha de Jeová
Dentro da organização ocupou altos cargos como dirigente: membro do Comité da Congregação, superintendente de campo, servo da escola, organizador de assembleias e conferencista por toda a zona norte de Espanha: Bilbao, Durango, Munguía, Guernica, Barcelona, Éibar, San Sebastián, Irún, Pamplona, Burgos, Santander...

O mesmo Carrera explica que devido ao seu carácter entusiasta e zelo propagandístico a favor dos testemunhas, “visitei milhares de lares pregando os falsos ensinamentos da seita e fazendo proselitismo. Praticamente dediquei toda a minha vida, durante os 13 anos com eles, pois somente em conceito de pregar, empreguei 3,542 horas, vendi-lhes 570 livros, 580 folhetos e 3,700 revistas. E quantas pessoas captei para a seita?” Não se sabe exactamente.

Mas como cheguei até aqui?
Para António há três tipos de pessoas que ingressam nos Testemunhas: os que tem muito pouca formação cultural e a manipulam, os que entram procurando algum tipo de benefício e os que, como ele, entram por curiosidade. Quando ele chegou, os testemunhas de Jeová eram algo novo em Espanha: “O primeiro contacto costuma ser deslumbrador. Oferecem-te ingressar num grupo no qual todas as pessoas são excelentes, bondosas e amorosas em grau máximo. As primeiras visitas às suas reuniões aturdem com tanta saudação e amabilidades; mas isto dura pouco tempo: depois ninguém se preocupa com alguém, excepto para vigiá-lo se falha às reuniões, ou se não sai com frequência a visitar os lares para vender-lhes a sua literatura”.

A mensagem que te oferecem é o “da salvação por Deus e viver eternamente nesta terra, feita um paraíso depois do fim do mundo, que será de um dia para o outro, ainda que levem 100 anos anunciando-o. Então – descreveram-lhe bem Antonio -, a terra desfrutará de paz, sem enfermidade nem cemitérios, pois ninguém morrerá. Mas, claro, ninguém poderá salvar-se... Com excepção dos que se façam testemunhas de Jeová”.

Parte do seu negócio é encher a casa dos candidatos de livros, folhetos e revistas que vendem com as ideias da organização: “A lavagem do cérebro que te fazem – assinala este testemunho de primeira linha- fará que aceites o mais disparatado, como deixar morrer um familiar antes que submetê-lo a uma transfusão de sangue. Inculcam-te ódio contra toda a religião e governo. Também – conclui Carrera - rompem com amizades e familiares, e isto faz que adirão mais ao grupo e se fanatizem”.

Uma fanatização que segundo explica o ex-testemunha partilha-se parte por meio de uma reunião semanal de cinco horas, mais o que tens que estudar em casa, o pregar e vender os seus livros... E tudo isso motivado porque o fim do mundo está próximo e só se salvarão os que tenham muito trabalho a favor do grupo, tal e como assinala a Bíblia que eles usam, a qual está previamente falsificada e mal interpretada.

Falsos profetas
Por tudo isso, Carrera recorda as palavras de Jesus: “Cuida dos falsos profetas, que vem a vós com pele de ovelha, mas por dentro são lobos vorazes. E muitos falsos profetas se levantarão e enganarão muitos” (Mt 7, 15 e 24).

Eles alardeiam de ser isso, de ser profetas, mas parece ser que as suas profecias nunca acabam cumprindo-se, apesar de “assegurar que eles, os dirigentes da seita, são iluminados por Deus, e vêem a verdade com exacta harmonia, que Deus lhes permite entender a verdade e que as páginas da sua revista A Atalaia estão reveladas por Deus”, explica o ex-testemunha.

A segunda vinda de Cristo
Um exemplo clássico é o da segunda vinda de Cristo. Primeiro acreditaram que Cristo tinha voltado em 1874, mas de forma invisível. Depois anunciaram que para 1914 viria em pessoa, corporalmente. O anúncio vinha em letras maiúsculas. Textualmente: “O Segundo Advento PESSOAL e Pré-milenário do Nosso Senhor”. A palavra PESSOAL no original aparece com maiúsculas. “Como sabemos – explica Antonio Carrera - Cristo não chegou em 1914. Mas hoje, na sua literatura, ensinam que sim voltou, mas espiritualmente, de forma invisível. Que lhes parece? – pergunta-se o ex-testemunha. Vocês estão no aeroporto esperando um familiar e, depois de comprovar que não chegou, alguém pretende fazer-lhes crer que sim, que chegou, mas espiritualmente, e que já não o podem ver. A mentira sempre se pretende tapar com outra mentira”. [/size]

Outras falsas profecias
O fim do mundo também é outro tema recorrente, profetizaram-no pelo menos para as seguintes datas: 1799, 1874, 1914, 1915, 1918, 1925, 1975… e, igualmente, para antes da mudança de milénio.Em 1914 tinha que ter desaparecido o papado: “Em 1889 profetizaram: a extinção total desta hierarquia falsa - o Papado - próxima à terminação do Dia da Ira... que terminará... com o ano 1914. Como vemos, o Papado continua em pé, e os profetas de A Atalaia falharam”.

Desde 1879 até 1912 ensinaram como verdade de Deus que os judeus regressariam à Palestina, e que isto seria uma mais das provas do fim do mundo: “Desde 1932, e usando sempre Deus como o revelador destas ‘verdades’ ou ‘profecias’, ensinam que não, que os judeus não seriam nação na Palestina”. Sem comentários.

Perante a dúvida, excomunhão
“A Divina Providência tem caminhos – conclui Antonio Carrera - que os humanos não podemos conhecer. E sempre darei graças a Deus por ter descoberto o engano e ter-me libertado de tal fixação”. O seu descobrimento provocou-lhe um imenso vazio e estar quatro meses doente. Afortunadamente com ele, saíram a sua esposa e filhos, assim como o seu irmão Abel, com a sua família, e outros.

Tudo sucedeu através de uma conversa amistosa com um testemunha que levava já muitos anos no grupo: “Disse-me que se eu pudesse ler livros antigos da Organização, que já não editam, poderia comprovar uma multidão de mudanças e erros nos seus ensinamentos, os quais, segundo eles, estão inspiradas por Deus”. Isto levou-o a entrar num processo de grandes dúvidas, as quais se confirmaram quando “por casualidade caíram nas minhas mãos” alguns livros que datavam de 1918.

Quando quis comunicar a sua descoberta, logicamente, não o deixaram falar.O seguinte foi expulsá-lo e proibir todos os membros de falar, com a ameaça de ser eles também expulsos. De facto vários já foram excomungados.

Nestes momentos, Antonio Carrera conclui: “Sou católico e dou graças a Deus por conhecer e viver na verdade”.


Última edição por TJ Curioso em Qua Set 10 2014, 13:06, editado 1 vez(es)

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por antonio1965 em Ter Set 09 2014, 09:02

Excelente depoimento e retrata fielmente o que acontece no seio desta malévola seita.




antonio1965
Membros
Membros

Mensagens : 1260
Likes : 85
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 51
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por Kristy123 em Ter Set 09 2014, 09:43

São também estes depoimentos e testemunhos que eu considero muito importantes e que eu aprecio e valorizo imenso, provenientes de pessoas muito bem entendidas na matéria e que tentam divulgar os enganos desta organização.

Ele diz:
"Dou graças a Deus pela sua bondade e misericórdia, já que me salvou de afundar-me no ateísmo, como costuma suceder a quase todos os que abandonam a seita de ‘A Atalaia”. "


Isto é algo que me faz reflectir muito e até já falei sobre isso....

Não acham curioso, isso acontecer?
Porque será?

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por DoC em Ter Set 09 2014, 10:37

@Kristy123 escreveu:São também estes depoimentos e testemunhos que eu considero muito importantes e que eu aprecio e valorizo imenso, provenientes de pessoas muito bem entendidas na matéria e que tentam divulgar os enganos desta organização.

Ele diz:
"Dou graças a Deus pela sua bondade e misericórdia, já que me salvou de afundar-me no ateísmo, como costuma suceder a quase todos os que abandonam a seita de ‘A Atalaia”. "


Isto é algo que me faz reflectir muito e até já falei sobre isso....

Não acham curioso, isso acontecer?
Porque será?

Kristy123, é comum (não é regra) os indivíduos que saem de um movimento religioso constritor e radical, seja ele qual for, enquadrarem-se no ateísmo/agnosticismo. Isto é válido no contexto do cristianismo, pelo menos, e não é uma característica única da dissidência entre as Testemunhas de Jeová.

Os motivos de isso acontecer são diversos e também evidentes, a meu ver. Há vários fatores que determinam a direção da forma de pensar do indivíduo após a saída do movimento religioso. A estrutura doutrinal dos movimentos religiosos como o das Testemunhas de Jeová é dura e rígida, extremamente comprometedora. O outro lado da moeda desta estrutura é a fragilidade. Como uma fileira de peças dominó, a queda de uma implica a queda de todas, num processo auto-catalítico de descrença. Se a isto for associado o acesso fácil e abundante à informação, ficam criadas excelentes condições para serem dissolvidos quaisquer traços da crença anterior, até nos seus aspetos mais primários e transversais à religião como um todo.


DoC

DoC
Membros
Membros

Mensagens : 882
Likes : 81
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 35
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por antonio1965 em Ter Set 09 2014, 11:10

@DoC escreveu:
@Kristy123 escreveu:São também estes depoimentos e testemunhos que eu considero muito importantes e que eu aprecio e valorizo imenso, provenientes de pessoas muito bem entendidas na matéria e que tentam divulgar os enganos desta organização.

Ele diz:
"Dou graças a Deus pela sua bondade e misericórdia, já que me salvou de afundar-me no ateísmo, como costuma suceder a quase todos os que abandonam a seita de ‘A Atalaia”. "


Isto é algo que me faz reflectir muito e até já falei sobre isso....

Não acham curioso, isso acontecer?
Porque será?

Kristy123, é comum (não é regra) os indivíduos que saem de um movimento religioso constritor e radical, seja ele qual for, enquadrarem-se no ateísmo/agnosticismo. Isto é válido no contexto do cristianismo, pelo menos, e não é uma característica única da dissidência entre as Testemunhas de Jeová.

Os motivos de isso acontecer são diversos e também evidentes, a meu ver. Há vários fatores que determinam a direção da forma de pensar do indivíduo após a saída do movimento religioso. A estrutura doutrinal dos movimentos religiosos como o das Testemunhas de Jeová é dura e rígida, extremamente comprometedora. O outro lado da moeda desta estrutura é a fragilidade. Como uma fileira de peças dominó, a queda de uma implica a queda de todas, num processo auto-catalítico de descrença. Se a isto for associado o acesso fácil e abundante à informação, ficam criadas excelentes condições para serem dissolvidos quaisquer traços da crença anterior, até nos seus aspetos mais primários e transversais à religião como um todo.

Gostava de acrescentar algo que talvez ajude a contribuir para esta situação. A maior parte dos membros que compõem as Testemunhas de Jeová vieram de outras religiões onde, para muitos, o conceito de Deus era algo mais ou menos abstrato. Ao se associarem com as TJ, o seu conceito de adoração a Deus muda e passa a ser algo bem forte que invade a pessoa -toda a vida da pessoa passa a girar em volta disso.

Quando o individuo toma consciência de que foi enganado o seu primeiro sentimento é geralmente de revolta e a probabilidade de ir parar ao outro extremo é muito grande.




antonio1965
Membros
Membros

Mensagens : 1260
Likes : 85
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 51
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por hocosi em Ter Set 09 2014, 13:53

António 1965 escreveu:

Gostava de acrescentar algo que talvez ajude a contribuir para esta situação. A maior parte dos membros que compõem as Testemunhas de Jeová vieram de outras religiões onde, para muitos, o conceito de Deus era algo mais ou menos abstrato. Ao se associarem com as TJ, o seu conceito de adoração a Deus muda e passa a ser algo bem forte que invade a pessoa -toda a vida da pessoa passa a girar em volta disso.

Quando o individuo toma consciência de que foi enganado o seu primeiro sentimento é geralmente de revolta e a probabilidade de ir parar ao outro extremo é muito grande.





De acordo. Se antes Deus era um mistério. Se era abafado pela adoração de senhoras e senhorinhas, santos e santinhas e se ninguém sabia explicar quem era o pai  e quem era o filho!

Após isso, é-nos apresentado um Deus com características que podemos entender. Com nome, com personalidade, com propósito, que nos ama e que vai recompensar os que seriamente o buscam. Não obstante, chegamos à conclusão que é tudo uma montagem engendrada por homens que visam o lucro e promoção pessoal, que caminho temos senão duvidar de tudo e de todos os que se dizem iluminados?

Agora, este senhor deixou a Organização por volta de 1974, há 40 anos e voltou para a sua antiga Igreja. Teve todo o direito. Se se sente bem ok. Mas que deseja ele com a sua história? Impedir que outros caiam no conto do vigário? A mim parece-me que o conto em que ele caiu agora é bem pior. "pior do que cuspir no prato em que comeu é comer no prato em que cuspiu"



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por Kristy123 em Ter Set 09 2014, 19:27

Doc, antonio1965 e hocosi,

Gosto sempre muito de saber dos vossos bons comentários e pontos de vista. Cada um, á sua maneira.
Muito bem visto.

Mas existem mais motivos ainda.... bounce





Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por ellipsis em Ter Set 09 2014, 19:47

O primeiro contacto costuma ser deslumbrador. Oferecem-te ingressar num grupo no qual todas as pessoas são excelentes, bondosas e amorosas em grau máximo.

Esta frase mostra claramente o que fez com muitas pessoas fizessem a decisão de ingressarem nas TJ.

As próprias TJ dizem isso várias vezes. Alias quantas vezes eles dizem algo do género: "As pessoas lá fora no mundo andam como ovelhas sem pastor. Abandonadas de lado para lado, mas quando tem contacto com o conhecimento exacto vêem como são acarinhadas nas congregações ela descobrem que aqui está a "verdade".

Mas todo este amor demonstrado não é nada mais do que um chamariz. Pois todo esse amor e carinho vai-se desvanecendo como o nevoeiro com o seguir do tempo.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 276
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por hocosi em Ter Set 09 2014, 19:50

Foi Testemunha de Jeová durantes 13 anos, agora a sua única missão é denunciar as mentiras que viveu


Vejamos. Sua única missão é denunciar as mentiras que viveu. A mim isto não me parece lógico. Se após termos sido enganados, não importa os motivos que nos levaram a tal situação, a nossa única missão na vida é denunciar as tramas e mentiras da religião que nos enganou, porca de vida a nossa. Precisamos levantar a cabeça e seguir a nossa vida, cuidando dos nossos e procurando ser felizes.



O meu relatório de pregação ao longo de 30 anos é muito superior ao deste senhor e no entanto eu não vivo para denunciar a religião. Tenho outros interesses na vida.



A verdade é que este senhor ainda é um herói depois de 40 anos aos olhos da ICAR e continua a recolher elogios, claro. E os sites da ICAR deleitam-se a contar a história.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por hocosi em Ter Set 09 2014, 20:00

@ellipsis escreveu:
O primeiro contacto costuma ser deslumbrador. Oferecem-te ingressar num grupo no qual todas as pessoas são excelentes, bondosas e amorosas em grau máximo.

Esta frase mostra claramente o que fez com muitas pessoas fizessem a decisão de ingressarem nas TJ.

As próprias TJ dizem isso várias vezes. Alias quantas vezes eles dizem algo do género: "As pessoas lá fora no mundo andam como ovelhas sem pastor. Abandonadas de lado para lado, mas quando tem contacto com o conhecimento exacto vêem como são acarinhadas nas congregações ela descobrem que aqui está a "verdade".

Mas todo este amor demonstrado não é nada mais do que um chamariz. Pois todo esse amor e carinho vai-se desvanecendo como o nevoeiro com o seguir do tempo.

Claro que isso é verdade. Lembra-me bem como em 1973 na primeira reunião, eu era o centro das atenções. Todos amorosos e solícitos. E não quero dizer que era tudo fachada. O ambiente e os ensinamentos de que as TJ em breve sobreviveriam ao fim do sistema tornava as coisas propícias a tal aconchego. Mal sabia que eu (e mal sabem os atuais crentes)que aquilo era tudo mentira.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por TJ esclarecido em Ter Set 09 2014, 20:30

@hocosi escreveu:
Agora, este senhor deixou a Organização por volta de 1974, há 40 anos e voltou para a sua antiga Igreja. Teve todo o direito. Se se sente bem ok. Mas que deseja ele com a sua história? Impedir que outros caiam no conto do vigário? A mim parece-me que o conto em que ele caiu agora é bem pior. "pior do que cuspir no prato em que comeu é comer no prato em que cuspiu"

Não consigo apanhar esse pormenor (sublinhado) no depoimento dele que refere que ele era conferencista em assembleias e congressos e, segundo sei, até 1974 a religião TJ sofria também algumas restrições em Espanha.
Penso assim (mas poderei estar a ver mal), que ele deve ter deixado as TJ's mais tarde, mas isso não é relevante.
No essencial, concordo com o comentário do hocosi.


"Se apenas houvesse uma única verdade, não poderiam pintar-se cem telas sobre o mesmo tema"
Pablo Picasso

TJ esclarecido
Moderador
Moderador

Mensagens : 1805
Likes : 151
Data de inscrição : 13/11/2011
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por hocosi em Ter Set 09 2014, 20:48

@TJ esclarecido escreveu:
@hocosi escreveu:
Agora, este senhor deixou a Organização por volta de 1974, há 40 anos e voltou para a sua antiga Igreja. Teve todo o direito. Se se sente bem ok. Mas que deseja ele com a sua história? Impedir que outros caiam no conto do vigário? A mim parece-me que o conto em que ele caiu agora é bem pior. "pior do que cuspir no prato em que comeu é comer no prato em que cuspiu"

Não consigo apanhar esse pormenor (sublinhado) no depoimento dele que refere que ele era conferencista em assembleias e congressos e, segundo sei, até 1974 a religião TJ sofria também algumas restrições em Espanha.
Penso assim (mas poderei estar a ver mal), que ele deve ter deixado as TJ's mais tarde, mas isso não é relevante.
No essencial, concordo com o comentário do hocosi.  


Mi caso es parecido a miles de otros que se hicieron testigos. Yo vivía mi existencia normal como católico, con mi esposa y nuestro primer hijo -hoy tenemos tres, Agustín, Noé y Andrés. Esto sucedió en 1961, teniendo yo 28 años, la edad de las inquietudes religiosas. De ese tiempo en adelante, los testigos de Jehová son novedad y noticia en España, y como cualquier cosa nueva, atraen la curiosidad, en especial de personas sencillas y carentes de formación religiosa e intelectual.


http://www.gbasesores.com/testimonios/carrera.html




"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2577
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por River raid em Ter Set 09 2014, 20:49

@TJ esclarecido escreveu:
@hocosi escreveu:
Agora, este senhor deixou a Organização por volta de 1974, há 40 anos e voltou para a sua antiga Igreja. Teve todo o direito. Se se sente bem ok. Mas que deseja ele com a sua história? Impedir que outros caiam no conto do vigário? A mim parece-me que o conto em que ele caiu agora é bem pior. "pior do que cuspir no prato em que comeu é comer no prato em que cuspiu"

Não consigo apanhar esse pormenor (sublinhado) no depoimento dele que refere que ele era conferencista em assembleias e congressos e, segundo sei, até 1974 a religião TJ sofria também algumas restrições em Espanha.
Penso assim (mas poderei estar a ver mal), que ele deve ter deixado as TJ's mais tarde, mas isso não é relevante.
No essencial, concordo com o comentário do hocosi.  

Não sei o que ele teria a ganhar materialmente em denunciar a Torre. Possivelmente ele terá consciência do que fez e quer redimir-se.

Denunciar a Torre não é algo que seja apelativo do ponto de vista comercial porque não é uma religião que tenha muitos adeptos ou um grande impacto na sociedade.

Sinceramente, não quero ofender ninguém, mas para a maior parte das pessoas - opinião pública - as TJ´s são taxadas de "chatos", incomodativos e fanáticos que deixam seus filhos morrer por causa das transfusões.
Nos meios religiosos são taxados de "falsos profetas".

Agora eu pergunto: a culpa de tão má imagem é de quem?



River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por TJ esclarecido em Ter Set 09 2014, 22:01

@hocosi escreveu:
@TJ esclarecido escreveu:
@hocosi escreveu:
Agora, este senhor deixou a Organização por volta de 1974, há 40 anos e voltou para a sua antiga Igreja. Teve todo o direito. Se se sente bem ok. Mas que deseja ele com a sua história? Impedir que outros caiam no conto do vigário? A mim parece-me que o conto em que ele caiu agora é bem pior. "pior do que cuspir no prato em que comeu é comer no prato em que cuspiu"

Não consigo apanhar esse pormenor (sublinhado) no depoimento dele que refere que ele era conferencista em assembleias e congressos e, segundo sei, até 1974 a religião TJ sofria também algumas restrições em Espanha.
Penso assim (mas poderei estar a ver mal), que ele deve ter deixado as TJ's mais tarde, mas isso não é relevante.
No essencial, concordo com o comentário do hocosi.  

Mi caso es parecido a miles de otros que se hicieron testigos. Yo vivía mi existencia normal como católico, con mi esposa y nuestro primer hijo -hoy tenemos tres, Agustín, Noé y Andrés. Esto sucedió en 1961, teniendo yo 28 años, la edad de las inquietudes religiosas. De ese tiempo en adelante, los testigos de Jehová son novedad y noticia en España, y como cualquier cosa nueva, atraen la curiosidad, en especial de personas sencillas y carentes de formación religiosa e intelectual.



http://www.gbasesores.com/testimonios/carrera.html



Caro hocosi,

As minhas desculpas e obrigado por colocares o link porque eu tinha lido a experiência no da "igrejaemmovimento".
Acho contudo, e para quem conhece um pouco da história das TJ's no período Franquista, que o CV dele pode estar algo "forjado".
Mas tens toda a razão; 40 anos é muito tempo e por isso, a real motivação dele levanta-me algumas dúvidas.
No lugar dele já nem me lembrava que algum dia tinha sido TJ.


"Se apenas houvesse uma única verdade, não poderiam pintar-se cem telas sobre o mesmo tema"
Pablo Picasso

TJ esclarecido
Moderador
Moderador

Mensagens : 1805
Likes : 151
Data de inscrição : 13/11/2011
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por estudante eterno em Qua Set 10 2014, 10:47

@hocosi escreveu:
António 1965 escreveu:

Gostava de acrescentar algo que talvez ajude a contribuir para esta situação. A maior parte dos membros que compõem as Testemunhas de Jeová vieram de outras religiões onde, para muitos, o conceito de Deus era algo mais ou menos abstrato. Ao se associarem com as TJ, o seu conceito de adoração a Deus muda e passa a ser algo bem forte que invade a pessoa -toda a vida da pessoa passa a girar em volta disso.

Quando o individuo toma consciência de que foi enganado o seu primeiro sentimento é geralmente de revolta e a probabilidade de ir parar ao outro extremo é muito grande.





De acordo. Se antes Deus era um mistério. Se era abafado pela adoração de senhoras e senhorinhas, santos e santinhas e se ninguém sabia explicar quem era o pai  e quem era o filho!

Após isso, é-nos apresentado um Deus com características que podemos entender. Com nome, com personalidade, com propósito, que nos ama e que vai recompensar os que seriamente o buscam. Não obstante, chegamos à conclusão que é tudo uma montagem engendrada por homens que visam o lucro e promoção pessoal, que caminho temos senão duvidar de tudo e de todos os que se dizem iluminados?

Agora, este senhor deixou a Organização por volta de 1974, há 40 anos e voltou para a sua antiga Igreja. Teve todo o direito. Se se sente bem ok. Mas que deseja ele com a sua história? Impedir que outros caiam no conto do vigário? A mim parece-me que o conto em que ele caiu agora é bem pior. "pior do que cuspir no prato em que comeu é comer no prato em que cuspiu"



O que incita este homem depois de 40 anos de sair das TJ's a falarem mal delas? Ódio e puro ódio. Desejo de vingança. Para mim, e esta é a minha opinião, este senhor não conseguiu seguir a sua vida normalmente, pis necessita de algo que lhe dê prazer. E esse algo prende-se com a critica excessiva para com as TJ's.

Acham que vai ajudar alguém com a sua história? Pois bem, poderá conseguir com que algumas TJ's saiam da organização. E depois? De ceretza que este senhor não ajudará ninguém a encontrar um caminho para a espiritualidade dessa pessoa que saia.

Pois bem, além de um egoísmo e uma hipocrisia estúpida (porque se este senhor se sente bemcom a sua nova religião, então que siga em frente com a sua vida, algo que ele afinal não fez.)

A mim relembra-me aqueles individuos que namoraram com a rapariga lá no liceu e que depois de 30 anos, casados,e com filhos, ainda vão atrás do "amor" da adolescência... Pelos vistos a diferença entre um adolescente e este homem não é nenhuma, na minha opinião...

Há que seguir em frente! Olhar para trás muitas vezes só traz mais desgostos!

estudante eterno
Forista desativado

Mensagens : 950
Likes : 38
Data de inscrição : 19/12/2013
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por Ana Cláudia em Qua Set 10 2014, 11:25

Expor e criticar a Organização das TJs não pressupõe que as pessoas não tenham seguido em frente com a sua vida.

Quem o faz não tem obrigação nenhuma de dar alternativas para a espiritualidade das pessoas. Para isso fundava uma nova religião...

Não entendo esta coisa do odio, e de falar mal mas não dar alternativas... devo ser realmente muito limitada. Sad

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por estudante eterno em Qua Set 10 2014, 12:09

Atena escreveu:Expor e criticar a Organização das TJs não pressupõe que as pessoas não tenham seguido em frente com a sua vida.

Quem o faz não tem obrigação nenhuma de dar alternativas para a espiritualidade das pessoas. Para isso fundava uma nova religião...

Não entendo esta coisa do odio, e de falar mal mas não dar alternativas... devo ser realmente muito limitada. Sad  


Ninguém é muito limitado Atena, basta apenas saber que cada um deve seguir a sua vida, para o seu próprio bem...

estudante eterno
Forista desativado

Mensagens : 950
Likes : 38
Data de inscrição : 19/12/2013
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por Ana Cláudia em Qua Set 10 2014, 12:29

@estudante eterno escreveu:
Atena escreveu:Expor e criticar a Organização das TJs não pressupõe que as pessoas não tenham seguido em frente com a sua vida.

Quem o faz não tem obrigação nenhuma de dar alternativas para a espiritualidade das pessoas. Para isso fundava uma nova religião...

Não entendo esta coisa do odio, e de falar mal mas não dar alternativas... devo ser realmente muito limitada. Sad  


Ninguém é muito limitado Atena, basta apenas saber que cada um deve seguir a sua vida, para o seu próprio bem...
Mas é exactamente isso que eu não entendo. A grande maioria das pessoas que criticam a Organização das Tjs e que frequentam ou estão até na genese da existencia de foruns como este seguiram com a sua vida!

A critica ás TJs é uma parcela da vida das pessoas, não estamos apenas centrados nisto.

Posso falar por mim e por muitos aqui no forum que eu conheço. Passamos algumas horas no forum e a pesquisar informação para aqui colocar? Passamos, mas não é o centro da nossa vida!

Todos nós vamos de ferias, trabalhamos, temos familia, fazemos desporto (eu faço!!!), vamos a concertos, fazemos tudo o que fazem as pessoas "normais"... Até temos participação noutras causas...

Não estamos focados apenas nisto, não é o centro da nossa vida!!!

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por estudante eterno em Qua Set 10 2014, 12:36

Atena escreveu:
@estudante eterno escreveu:
Atena escreveu:Expor e criticar a Organização das TJs não pressupõe que as pessoas não tenham seguido em frente com a sua vida.

Quem o faz não tem obrigação nenhuma de dar alternativas para a espiritualidade das pessoas. Para isso fundava uma nova religião...

Não entendo esta coisa do odio, e de falar mal mas não dar alternativas... devo ser realmente muito limitada. Sad  


Ninguém é muito limitado Atena, basta apenas saber que cada um deve seguir a sua vida, para o seu próprio bem...
Mas é exactamente isso que eu não entendo. A grande maioria das pessoas que criticam a Organização das Tjs e que frequentam ou estão até na genese da existencia de foruns como este seguiram com a sua vida!

A critica ás TJs é uma parcela da vida das pessoas, não estamos apenas centrados nisto.

Posso falar por mim e por muitos aqui no forum que eu conheço. Passamos algumas horas no forum e a pesquisar informação para aqui colocar? Passamos, mas não é o centro da nossa vida!

Todos nós vamos de ferias, trabalhamos, temos familia, fazemos desporto (eu faço!!!), vamos a concertos, fazemos tudo o que fazem as pessoas "normais"... Até temos participação noutras causas...

Não estamos focados apenas nisto, não é o centro da nossa vida!!!

No caso deste homem, depois de 40 anos?! O que ele queria depois de 40 anos? Aparece assim do meio do nada, como se tivesse de provar alguma coisa a alguém?

estudante eterno
Forista desativado

Mensagens : 950
Likes : 38
Data de inscrição : 19/12/2013
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por River raid em Qua Set 10 2014, 12:54

Quem é ex-TJ nunca esquecerá que um dia o foi, seja durante 4 ou 40 anos do mesmo modo que se eu fosse vítima de um crime grave também não esqueceria a cara do ladrão.

Este homem nunca conseguiu esquecer o que passou, simplesmente somente nos últimos anos surgiu a oportunidade (internet) de expressar publicamente sua insatisfação.

É notório o esforço de ex-TJ´s em promover seu descontentamento na comunicação social assim como é a receptividade da mesma em expor a religião americana.




River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por TJ Curioso em Qua Set 10 2014, 13:18

Aqui está um programa de entrevistas espanhol que aborda o tema das Testemunhas de Jeová. Entre os convidados está este senhor António Carreras. Podem vê-lo a partir do minuto 14:10.



TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por estudante eterno em Qua Set 10 2014, 13:19

@River raid escreveu:Quem é ex-TJ nunca esquecerá que um dia o foi, seja durante 4 ou 40 anos do mesmo modo que se eu fosse vítima de um crime grave também não esqueceria a cara do ladrão.

Este homem nunca conseguiu esquecer o que passou, simplesmente somente nos últimos anos surgiu a oportunidade (internet) de expressar publicamente sua insatisfação.

É notório o esforço de ex-TJ´s em promover seu descontentamento na comunicação social assim como é a receptividade da mesma em expor a religião americana.





Epá, eu também não esqueço a primeira namorada que tive, que me marcou, que me fez acreditar no verdadeiro amor, com quem perdi a minha virgindade, que me fez acreditar, mas achas que fazia sentido voltar atrás para ir ter com ela agora, passados alguns anos? Tudo indica que para ser feliz, há que olhar em frente, senão vives infeliz para toda a vida. É como eu e tu: tu podes me responder ou não, estou me nas tintas. Se quiser olhar em frente e resolver o "nosso" caso, estás à vontade. Eu vou continuar a respodner aos teu comentários. Se não quiseres responder,pelos menos directamente, já que indirectamente, mostras que olhas para as minhas mensagens e me "respondes", estás à vontade. é para o lado que durmo melhor e que acho que continuo com a razão.

Cumprimentos.

estudante eterno
Forista desativado

Mensagens : 950
Likes : 38
Data de inscrição : 19/12/2013
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por estudante eterno em Qua Set 10 2014, 13:22

@TJ Curioso escreveu:Aqui está um programa de entrevistas espanhol que aborda o tema das Testemunhas de Jeová. Entre os convidados está este senhor António Carreras. Podem vê-lo a partir do minuto 14:10.



Pera lá.. o sonehor de bigode ora se refere as TJ's como seita, ora se refere como a uma religião, a partir dos 14:10 minutos. Vocês decidam-se lá! Chauffeur não! Motorista! Prostituta não! Pega, se faz favor... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

estudante eterno
Forista desativado

Mensagens : 950
Likes : 38
Data de inscrição : 19/12/2013
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por TJ Curioso em Qua Set 10 2014, 13:32

estudante eterno, uma religião pode ser uma seita ou não, depende de preencher os critérios que são atribuídos a uma seita. As Testemunhas de Jeová podem ser encarados como religião (e são de facto uma religião reconhecida em muitos países), mas a sua matriz comportamental e doutrinal preenche os requisitos de uma seita (prefiro a expressão seita destrutiva para diferenciar das seitas inócuas).

Os ingleses têm a expressão cults para estes grupos religiosos, diferenciando uma sect de um cult.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por estudante eterno em Qua Set 10 2014, 13:35

@TJ Curioso escreveu:estudante eterno, uma religião pode ser uma seita ou não, depende de preencher os critérios que são atribuídos a uma seita. As Testemunhas de Jeová podem ser encarados como religião (e são de facto uma religião reconhecida em muitos países), mas a sua matriz comportamental e doutrinal preenche os requisitos de uma seita (prefiro a expressão seita destrutiva para diferenciar das seitas inócuas).

Os ingleses têm a expressão cults para estes grupos religiosos, diferenciando uma sect de um cult.

sim, ok, nomes são nomes, é como chamar pega ou prostituta ou chamar técnico de armazém ou empregado de supermercado, vai dar tudo ao mesmo.

estudante eterno
Forista desativado

Mensagens : 950
Likes : 38
Data de inscrição : 19/12/2013
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A experiência da ex-Testemunha de Jeová Antonio Carrera (espanhol)

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 16:33


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum