EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por River raid em Sex Jun 27 2014, 17:57

Népia Morrer a rir Morrer a rir 

Simplesmente acho que as mulheres encaram os gays como amigos assexuados. Mas mesmo assim, se o gay for bonito ou "sensível", é um "desafio, logo, inconscientemente para elas um gay é um alvo a obter.

Do ponto de vista da mulher imagina a vitoria pró ego dela em conseguir "converter" um homossexual!

Elas gostam é dos mais difíceis Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4565
Likes : 204
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 42
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sex Jun 27 2014, 18:05

@River raid escreveu:Simplesmente acho que as mulheres encaram os gays como amigos assexuados.

Depende amigo... depende!
Não te deixes enganar...  Morrer a rir 
Normalmente é assim, quando decididamente a mulher percebe que do outro lado não vai levar mesmo nada, porque se tiverem alguma réstia de esperança, não acredito nessa.  Evil or Very Mad 
Sabes que a teoria do homem a cheirar a cavalo atrair mais as mulheres também não cola, e neste respeito os gay acabam por marcar mais pontos do que esses machões de meia tigela.

O seguro morreu de velho... e como diz o nosso amigo ellipsis, que grande vantagem se acabou mesmo por morrer...  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por River raid em Sex Jun 27 2014, 18:15

Se o "machão de meia tigela" cheirando a cavalo tiver uma pipa de massa $$$ vais ver como "elas" mudam de ideias que é um instante Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

Olha, tens o exemplo do Knorr...

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4565
Likes : 204
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 42
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sex Jun 27 2014, 18:18

@River raid escreveu:Se o "machão de meia tigela" cheirando a cavalo tiver uma pipa de massa $$$ vais ver como "elas" mudam de ideias que é um instante Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

Olha, tens o exemplo do Knorr...

Aí já estamos a falar de imponderáveis... e o mesmo critério se aplica a um gay convicto ou ao invicto Pinto da Costa!  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Kristy123 em Sex Jun 27 2014, 18:44

TJC,

OK. Não te inclues, mas podes fazer o teste....  Wink 
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4415
Likes : 248
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por River raid em Sex Jun 27 2014, 18:46

@Investigando a Torre escreveu:
@River raid escreveu:Se o "machão de meia tigela" cheirando a cavalo tiver uma pipa de massa $$$ vais ver como "elas" mudam de ideias que é um instante Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

Olha, tens o exemplo do Knorr...

Aí já estamos a falar de imponderáveis... e o mesmo critério se aplica a um gay convicto ou ao invicto Pinto da Costa!  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir 

IT

Olha que o Pintinho tá muito bem servido!! Se morrer na cama, morrerá feliz.



River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4565
Likes : 204
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 42
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sex Jun 27 2014, 18:49

@Kristy123 escreveu:TJC,

OK. Não te inclues, mas podes fazer o teste....  Wink 

Ele tem receio de... escolher alguma opção que o comprometa!  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Kristy123 em Sex Jun 27 2014, 19:13

Não vejo problema nenhum de fazer o teste.
Aliás, os três testes são iguais na primeira página.
De facto, não finalizei o teste, porque algo não funcionou  Rolling Eyes 
Será que o teste soube, que eu sou normalmente louca e que
afinal eu não sou gay?  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4415
Likes : 248
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sex Jun 27 2014, 19:14

@Kristy123 escreveu:Não vejo problema nenhum de fazer o teste.
Aliás, os três testes são iguais na primeira página.
De facto, não finalizei o teste, porque algo não funcionou  Rolling Eyes 
Será que o teste soube, que eu sou normalmente louca e que
afinal eu não sou gay?  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

Se calhar só se aplica a homens...  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por mjp em Sex Jun 27 2014, 22:45

[quote]
@Investigando a Torre escreveu:
@mjp escreveu:Já só falta agora, meu caro amigo, vires insinuar que eu sou "tarado" "sexual"... 

Juro-te que nunca tal me passou pela cabeça!  Neutral 

Ok. Peço desculpa.

Honi soit qui mal y pense.  Embarassed 

A tua explicação foi suficientemente clara, mas não justifica o facto de invariavelmente te veres em "assados" nesta temática, apesar de tão esclarecido que me pareces ser...  Idea 
Explica-me por favor, qual o motivo então de tal desfasamento de opiniões.
Serás tu esclarecido demais, ou os outros que possuem graves falhas de entendimento?
IT



Vamos estabelecer aqui um paralelismo para facilitar e esquematizar a conversa.

Vamos colocar frente a frente os dois pilares em que assentam a grande globalidade do pensamento humano e em que assentam e se desenvolvem posteriormente todas as outras ciências empíricas, técnicas e humanas.

Num lado as ciências exactas: vou escolher a Matemática (como ponto de partida) que é uma área que eu sei que é subjacente à tua formação académica.

Do outro lado, mas de frente, como num espelho, e também como ponto de partida, as ciências humanas: vou escolher a Filosofia, que é uma área que eu conheço um pouco melhor.

E ainda bem que são estas as duas grandes áreas do conhecimento que cada um de nós, respectivamente, domina com algum relativo à vontade (nem muita modéstia nem muita vaidade).

Todas as comparações e paralelismos, explícitos ou implícitos, decorrerão deste ponto de partida comparativo e da sua lógica abrangente a todos os campos do saber e das realizações da humanidade.

Por mero acaso (acaso nenhum, em boa verdade), muitos filósofos são (foram) matemáticos célebres e o mesmo é verdade também em relação aos matemáticos que são (foram) filósofos.

Que têm ambas estas áreas em comum? Poderá parecer que nada numa primeira, apressada e grosseira observação, mas na verdade o seu tronco comum é um só: a razão.

Não a razão do “ eu tenho razão “, mas a razão enquanto a capacidade do homem em chegar, pelo menos, a algumas verdades que estão para além daquilo que é estritamente observável; isto, partindo do princípio, sim, que não se pode estabelecer nenhum fio condutor do pensamento se não estiver assente num princípio que, aquilo que é observável é real.

Como a escola céptica foi derrotada pelo pensamento lógico dos socráticos e mesmo pelo já desenvolvido raciocínio filosófico e matemático de alguns pré-socráticos, vamos partir do princípio que de alguma coisa podemos ter a certeza: ao pensamento da escola céptica que pretendia estabelecer como verdade que a única certeza é a que não podemos ter nenhuma certeza [muito conveniente hoje em dia a algumas tomadas de posição que pretendem manipular o pensamento político (em sentido latíssimo) comum da humanidade], contrapõe-se a posição que vem posteriormente a demonstrar-se verdadeira e válida pelos resultados que, podemos não ter a certeza de nada, excepto a certeza que pensamos ou que, mais recentemente, o pensamento é uma realidade, quer seja aquilo que ele racionaliza a representação exacta da realidade ou não. Aquilo que vemos e observamos pode não ser a descodificação exacta da realidade que circunda o ser pensante, mas que o pensamento é algo de real e que produz resultados, está hoje estabelecido como uma verdade além de qualquer dúvida intelectualmente honesta.

Como sabes, os postulados, axiomas e premissas da Matemática são inobserváveis pela experimentação empírica ou laboratorial enquanto no seu estado de razão pura. Como sabemos então que os seus raciocínios e conclusões são verdadeiros? A resposta é uma só: porque quando aplicados à vida real, do dia-a-dia, nos diferenciados campos do conhecimento, da física à engenharia, eles são comprovados verdadeiros pelos resultados. Um exemplo para perceberes logo onde eu quero chegar: uma construção de engenharia só é concretizável se essas leis não observáveis da matemática e da física tiverem sido bem aplicadas. Caso contrário, o edifício vem abaixo.

Como sabemos então que as verdades a que a Filosofia chegou, ela também em postulados, axiomas e premissas no estado de razão pura, não observáveis pela experimentação empírica ou laboratorial, são verdadeiras? Pela mesma razão: porque quando aplicadas à vida real, ao dia-a-dia, da ética à moral, os seus resultados são comprovados. Um exemplo para perceberes logo onde eu quero chegar: as regras de vida em sociedade, se não observarem essas leis da filosofia, resultam num colapso civilizacional se levadas às suas últimas consequências, que é onde se devem levar todos os raciocínios quando se pretende aferir da sua verdade e validade. Imagina que matar passava a ser ético e moral, e tenta imaginar como se poderia organizar a sociedade se essa lei ética e moral não materializada laboratorialmente deixasse de ser cumprida. Só pela violação dessa lei (não matar), se compreende a sua validade racional e o seu valor prático, tal como só pelo desrespeito da validade das leis matemáticas se compreende a sua validade racional e o seu valor prático.

Se 2+2 são 4, são-no porque essa é uma verdade independente da vontade humana ou de uma qualquer opinião. Se 2+2 não fossem 4, não havia uma única edificação da engenharia que estivesse de pé ( passe algum exagero técnico da metáfora em aspectos técnicos que não domino). Por outras palavras, que é como eu gosto de colocar a questão: o homem descobriu que 2+ 2 são 4, e não: o homem quis que 2+2 fossem 4. Perceber esta diferença é, em minha opinião, fundamental para se pensar de forma correcta.

Também assim, a lei que é simultaneamente filosófica, ética e moral, é que o homem descobriu que não matar é uma lei válida e verdadeira e não: o homem quis que não matar fosse uma lei válida e verdadeira.

Aqui chegados, parece-me tão somente lógico concluir que não se pode estabelecer uma verdade da razão que possa estar além da possibilidade de a comprovar na sua aplicabilidade prática, do tal dia-a-dia em que se desenrola toda vida humana na sua dimensão real, pragmática e utilitária. Por outras palavras: não há realidade prática que não tenha sido concebida, de alguma forma, na tal razão que se descobre e que não depende da vontade do homem; ela existe por si só, seja ou não descoberta pelo homem; se o homem não existisse, e no planeta Terra existissem 2 árvores de um lado do oceano e 2 do outro lado, a verdade que independe da vontade do homem é que no planeta Terra existem 4 árvores, venha ou não um dia o homem a descobri-las e a juntá-las de forma a somarem 4.

O desdobramento e a desmultiplicação desta razão primeira em todas áreas do saber, do conhecimento e da experiência, naturalmente, estabelece entre si uma complexíssima rede de conexões e de interdependências – científicas, técnicas, sociais, políticas, económicas, financeiras, culturais, etc., etc., etc., - que, para serem verdadeiras e válidas (neste sentido em que venho a raciocinar) têm de estar harmonizadas entre si de forma a se sustentarem e equilibrarem umas às outras e umas nas outras, sob pena de algumas conclusões não serem verdadeiras e válidas e desequilibrarem o todo global que é a humanidade e a sua herança de conhecimentos de verdadeira e válida evolução científica, técnica e humana.

A minha lucidez é, tão simplesmente, esta: compreender, perceber, abarcar, apreender que, neste complexíssimo sistema, não se podem, sob pena do colapso do “edifício humanidade global”, romper com certas e determinadas “harmonias” nesta rede de equilíbrios lógicos, porque verdadeiros e válidos, sem que todo o sistema “edifício humanidade global” seja ameaçado.

Um exemplo, para concluir este raciocínio tão sintético e curto quanto me foi possível encurtá-lo e sintetizá-lo, e mesmo também para que não tenham qualquer base para me poderem criticar do ponto de vista de qualquer fundamentalismo, seja ele qual for: edifícios há, cada vez mais arrojados do ponto de vista da sua concepção arquitectónica e de projecção de engenharia, que desafiam cada vez mais as tais leis da matemática e da física, indo aos limites da sua praticabilidade; no entanto, esta enorme margem de liberdade que as leis da razão matemática e física nos permitem, carecem sempre de equilíbrios delicados que compensem os aspectos onde o arrojo da capacidade inventiva e da liberdade humana permitem e permitirão chegar; o mesmo raciocínio, decorrente da mesma razão do lado das ciências humanas, deve ser percebido e desenvolvido no que à organização do edifício social diz respeito. Este jogo de equilíbrios, por exemplo, quando existe uma guerra, é compensado por normas que coloquem limites à violação de certos princípios e valores que, violados na sua essência, sejam compensados por outros que permitam a sustentabilidade desse arrojo humano que é o desafio das leis da ética e da moral.

Contraditório é o pensamento que não conduz a esta harmonia e sustentabilidade. Há enorme margem para desafiar as leis da razão, desde que sustentadas e equilibradas noutros reforços que também sejam sólidos e racionalmente bem alicerçados; fundamentalista é, e será sempre, quem pretenda desequilibrar a complexíssima rede do “edifício humanidade global” sem levar em conta que outros “edifícios”, inseridos nesse complexíssimo “edifício global”, não podem simplesmente ruir sem custos muitíssimos graves e mesmo irreparáveis, para o “edifício humanidade global”.

É neste jogo de equilíbrios que, muito possivelmente, encontrarás algumas aparentes contradições nos meus comentários; mas só caso a caso os poderia explicar, integra-los e saná-los ou, até mesmo, corrigi-los. É impossível, aqui, neste espaço e neste tempo, estar a reproduzir tudo o que eu penso, seja bem ou mal pensado.

O que é que tudo isto tem a ver com o tema? Pois trata-se simplesmente de integrar o tema nesta forma de pensar e perceber o mundo " edifício global da humanidade", do ponto de vista em que eu defendo as minhas opiniões.

Como penso que terá ficado bem claro, não era o tema em si que me interessava no momento em que comentei, mas a forma como na sua apresentação estavam implícitas contradições na raiz do pensamento de quem formulou a matéria. A maior parte das vezes, não são as opiniões que eu me permito ter a liberdade de criticar, mas o pensamento que lhe está na génese.

Aproveito, já agora, para te agradecer a oportunidade que me concedeste, com a tua interpelação, para que eu me pudesse defender, penso que de uma vez por todas, nalguns mal entendidos que pudessem eventualmente existir a respeito de algumas opiniões que emito, e que eu sei serem, muitas vezes, mal interpretadas, tidas como politicamente incorrectas e quase, ou mesmo, escandalosas.

avatar
mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sab Jun 28 2014, 00:12

Uffffff!!!

E digam lá que por vezes não vale a pena puxar pelo senhor "gajo"...  Morrer a rir 

Obrigado pela tua explicação.  tass bem 

Espero que tenha sido tão clara para a maioria como foi também para mim.  Smile 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Kristy123 em Sab Jun 28 2014, 09:02

IT,

Pois, se calhar o teste só se aplica a homens.
Mas agora colabora lá um bocadinho e vê lá, se o teste funciona e
para veres, se descobres, se és lésbica.  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4415
Likes : 248
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sab Jun 28 2014, 09:06

@Kristy123 escreveu:IT,

Pois, se calhar o teste só se aplica a homens.
Mas agora colabora lá um bocadinho e vê lá, se o teste funciona e
para veres, se descobres, se és lésbica.  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

O pior (ou melhor) de tudo é que eu já respondi e.... fiquei completamente baralhado!
Vou ter que andar até ao fim dos meus dias como terreno, para descobrir a minha verdadeira identidade... mas não sou como alguns, simplesmente não tenho medo do desconhecido  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Kristy123 em Sab Jun 28 2014, 09:58

IT,

Calma, não fiques baralhado, isso nem pareçe teu....  Morrer a rir  Morrer a rir 
Os testes têm que ser feitos, um de cada vez, para não haver misturas. Morrer a rir  Morrer a rir 
Concentra-te e vê lá se consegues responder com mais sinceridade.

Deixa estar, todos nós andamos aqui como terrenos, sem perceber muito bem a nossa verdadeira identidade...
(don't worry, baby...)
E lá vou ter que dizer que isso só iremos descobrir mais tarde....

Todo o ser humano tem medo ou receio do desconhecido e tu não serás uma excepção.
A não ser que: não me digas, que já te passaste para o outro lado?  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4415
Likes : 248
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por River raid em Sab Jun 28 2014, 12:33

Hummm, Mjp e IT, às vezes as coisas não são tão simples.
Em física quântica o 2+2 já não é igual a 4 devido à transversalidade das 4 grandes forças fundamentais (energia nuclear forte, e.n. fraca, gravidade e electromagnética).

O mesmo se aplica ao 3º género, ou seja, pessoas que não são nem carne nem peixe e talvez o estudo proposto pelo amigo do TJC tenha um pouco que ver com a implementação de métodos de diagnóstico para facilitar a detecção desses casos, muitos deles considerados na legislação de diversos países.




River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4565
Likes : 204
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 42
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por DoC em Sab Jun 28 2014, 15:32

mjp, a "objeção" que fazes (acerca da expressão "heterossexual com comportamento homossexual") encontra algum sentido naquilo que eu entendo da lógica do teu pensamento. E digo isto por que ao preencher o inquérito e, sem querer penicar no mérito científico deste trabalho, deparei-me com algumas questões envoltas numa névoa de estereótipo (ainda que não as conseguisses perceber) pelo menos da forma como estão colocadas.

De qualquer forma, não vejo razão para não colaborar no trabalho de mestrado do colega do TJC, quem se enquadrar no âmbito do estudo. Dou valor ao que é elaborar um trabalho/dissertação de mestrado, por que por lá já passei e não vejo razão para não ajudar alguém pelas razões que colocaste.

Eu aprecio muito debater o assunto da sexualidade humana contigo e estou plenamente consciente que estamos em regiões opostas do espetro da visão sobre o assunto. Porém, (e apesar de te dar parte da razão na objeção que fazes) "heterossexual com comportamento homossexual" não obedece que seja bissexual (não te dou a razão toda). Não obedece no sentido de ser implicitamente consequente. Não é evidente que seja bissexual. Para ti talvez sim (e não me leves a mal este comentário caro mjp) por que, tanto quanto percebo, a tua visão acerca da sexualidade humana é cartesiana e discreta (já explico melhor).

Vou lançar aqui perguntas que deixo para tu (ou quem mais o desejar) responderes.

O que faz de alguém bissexual?

Que tipo de ligações a indivíduos de ambos os géneros (por "ambos os géneros" estou eu próprio a ser cartesiano e discreto mas não tenho outra forma de me exprimir neste momento por escrito) são requisitos para um indivíduo ser bissexual?

Por exemplo, eu poderia ser um homossexual com comportamentos heterossexuais. Faria isso de mim bissexual?

Na minha compreensão as respostas as estas perguntas são tão específicas e objetivas quanto ser evidente que um "heterossexual com comportamentos homossexuais" é bissexual, ou seja, muito pouco ou nada. Há muitas questões inerentes ao assunto que não podem ser reduzidas a "1 + 1 = 2".

Vou tentar explicar-me quanto ao que penso acerca da tua visão usando um paralelismo matemático.

Encaremos o conjunto dos números inteiros (conjunto Z): ...-3, -2, -1, 0, 1, 2, 3,... Este conjunto só admite números inteiros (positivos ou negativos) mas é extremamente útil para muitas tarefas comuns e importantes. Por exemplo, quando vamos comprar laranjas recorremos inconscientemente a este conjunto: "vou comprar 5 laranjas". O número 5 faz parte do conjunto Z. Todavia, há um bolo de laranja, delicioso, que se for feito com 3 laranjas, não chega, mas se levar 4 já é demais. O que fazer? O senso comum e a intuição dizem-nos automaticamente para preparar o bolo com, por exemplo, três laranjas e meia (3,5). Mas, se não podemos usar 3 ou 4 laranjas não devíamos sequer tentar fazer o bolo sob pena do forno explodir por que o conjunto Z não admite frações, certo? Não. Podemos fazer o bolo sem qualquer problema por que existe um outro conjunto, maior e que abraça mais realidades e aplicações (incluindo fazer o bolo), que é o conjunto dos números fracionários (racionais), o conjunto Q. Este conjunto inclui o conjunto Z e ainda todas as frações e dízimas periódicas possíveis. Podemos então cortar uma laranja ao meio e preparar o bolo. Todavia, por melhor que possa ser face ao conjunto Z, o conjunto Q possui limites no número de aplicações que satisfaçam as nossas necessidades. Se quiséssemos calcular o perímetro da forma em que vamos fazer o bolo de laranja já não nos serviria o conjunto Q. Será que isso é razão para não calcularmos o perímetro da forma, sob pena da forma derreter? Não. Claro que podemos fazer esse cálculo, mas para tal temos de abandonar o conjunto Q e abraçar o conjunto R, dos números reais, pois este inclui todos os números inteiros (Z), todos os fracionários do conjunto Q e ainda inclui todas as dízimas não periódicas (o número Pi, por exemplo). Então se usarmos sempre o conjunto dos números reais não precisamos usar mais nenhum conjunto - podemos comprar laranjas, fazer o bolo e calcular o perímetro da forma - é simples e prático. Verdade!

Neste momento somos felizes com o conjunto R por que realmente ele adequa-se às nossas necessidades e abraça todo um conjunto de realidades que os conjuntos Z e Q não permitem compreender. Mas o conjunto R também tem limitações. Para que se projetasse o computador que temos à frente foi necessário mais do que o conjunto R. Para isso foi necessário o conjunto dos números imaginários (conjunto I). Este conjunto I inclui tudo dentro do R e ainda lhe adiciona números novos (literalmente inventados) para que a matemática pudesse abraçar e compreender a realidade dos fenómenos eletromagnéticos.

mjp, a tua opinião defende que as "modernices" acerca da sexualidade (sejam direitos e igualdade LGBT, casamentos, adoções, co-adoções, etc) assumem um espírito de violação de leis sociais universais intrínsecas (que existem independentemente da opinião e vontade do Homem) e que, quando consumada (essa violação), resulta em desastre para o "edifício" social. O que a mim me parece (matematicamente falando) é que tu vives a sexualidade humana dentro do conjunto Z - só aceitas como padrões sexuais valores inteiros. A tua conceção de sexualidade humana pode ser descrita por "um homem com um conjunto de características bem definidas que gosta ou sente-se atraído (física, emocional, psicologicamente, etc) exclusiva e unicamente a uma mulher com outro conjunto de características bem definidas". Este é o teu conjunto Z, que assume apenas valores inteiros (dois neste caso) e bem definidos. Tudo o resto que possa surgir são desvios perigosos àquilo que está previsto pelo conjunto Z e que ameaçam o bem estar e coesão sociais. Mas, mjp, a realidade que se nos apresenta e sempre se nos apresentou, independentemente da nossa vontade, é que a sexualidade humana está repleta de valores não inteiros e bem definidos à moda do conjunto Z. O que sempre aconteceu e agora está a deixar de acontecer é que a sociedade nunca abandonou ("teimosamente") o conjunto Z, nunca evoluiu no sentido de abraçar esses valores como válidos e igualmente merecedores de um lugar padrão. De facto, a tua visão é um reflexo bem próximo daquilo que sempre foi genericamente a limitação social nesse aspeto. Mas agora é a própria sociedade que está a perceber que só a "teimosia" pode obrigar a que ela se mantenha no conjunto Z e não evolua, não invente novos conjuntos que permitam abraçar todas as realidades. Por "teimosia" refiro-me a barreiras de ordem religiosa.

Por outras palavras, mjp, tu encaras essas "modernices" como a bomba relógio prestes a explodir que irá rebentar com o "edifício" da sociedade. Esta é uma forma de encarar o assunto que me parece estar envolto em medo e falta de compreensão pelo que se desconhece. Novamente, não me leves a mal caro amigo, mas acho que poderias estudar mais a sexualidade humana na sua vertente LGBT, procurando leitura/opiniões de pessoas que não pensam como tu. Se reduzires o teu estudo a leitura/opiniões de quem já pensa como tu vais entrar num efeito que em sociologia se chama de echo chamber. O que nós (sociedade) precisamos, pelo que compreendo, é de um paradigma social novo que inclua tanto aquilo que já conhecemos há muito tempo como aquilo que passamos agora a conhecer.

A mecânica clássica de Newton colocou o Homem na Lua e ainda hoje é válida. Mas só é válida como Lei dentro de um contexto. Quando as dimensões dos corpos são muito reduzidas a mecânica clássica deixa de funcionar e hoje nós sabemos isso. Existe uma nova área do conhecimento que é a física quântica, conforme referiu o River Raid, que abraça essas realidade. O conhecimento é novo, mas as realidades sempre existiram. Não se sabe tudo, nem acerca da mecânica nem da sexualidade humana. Por isso se fazem estudos. Por isso ainda se procuram novas áreas do conhecimento, novos "conjuntos", que permitam abraçar todas as realidades conhecidas (as "antigas" e as "novas"). Com o tempo, e à medida que conseguimos enxergar novas realidades, haverá necessidade de abandonar os paradigmas atuais e inventar outros que incluam cada vez mais realidades.

Um abraço, tass bem


DoC
avatar
DoC
Membros
Membros

Mensagens : 882
Likes : 81
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 36
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Sab Jun 28 2014, 16:59

Isto está lindo, está...  Morrer a rir 

Digam lá que não valeu a pena ser "subtil"!  silent 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por River raid em Sab Jun 28 2014, 17:03

Na minha opinião este tipo de debates coloca este espaço num nível cultural que em nada deve a muitos "fóruns e blogs" universitários.



River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4565
Likes : 204
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 42
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Setubalense em Sab Jun 28 2014, 22:20

Mjp, Doc, uauuuuuuuuuuuuuuuu...

Continuem, isto sim é de altíssimo nível.


"A estupidez humana é a única coisa que dá uma ideia do infinito"
Ernest Renan
avatar
Setubalense
Membros
Membros

Mensagens : 681
Likes : 49
Data de inscrição : 11/12/2012
Idade : 52
Localização : Setubal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por mjp em Dom Jun 29 2014, 00:14

Meu caro DoC, ler-te e interpretar-te tem sido sempre um enorme prazer para mim. Tenho já há algum tempo testemunhos pessoais que o que acabo de dizer é uma verdade desde a primeira hora. Nós próprios já nos conhecemos pessoalmente, pelo que sinto-me sempre muito mais à vontade para trocar algumas ideias sobre este assunto contigo (tenho pena que não o façamos também noutros) sabendo de antemão que, também tu, me lês e interpretas tão correctamente quanto é possível quando a comunicação está limitada à palavra escrita.

Penso que compreendi totalmente a exposição que fizeste; é lógica, tem a exposição estruturada e coerência interna.

Começo por te dizer que não encarei os teus argumentos como uma crítica ao que expus. Pelo contrário, veio antes complementá-lo, visto que eu tive o cuidado de deixar tão claro quanto possível que se tratava de um simples desenvolvimento de um raciocínio assente numa razão ou lógica primária - primária no sentido de inicial e não no sentido de exclusiva, que não admite outras, mas, antes, que é o ponto de partida para outras, como fizeste, e muito bem, nesta sequência do pensamento de explicar e, também, desenvolver um pouco mais.  

Deixa-me só fazer aqui, neste ponto, um parêntesis em virtude da observação/comentário do nosso caro forista River Raid quando introduziu um dado nesta equação a respeito da possibilidade de 2+2 poderem não ser 4: sem que esteja sequer em causa que a validade da observação seja verdadeira, não era essa a questão que estava em causa quando eu procurei desenvolver um paralelismo com a razão/lógica filosófica; o raciocínio baseava-se num ponto de partida que filosoficamente se designa (como fiz questão de mencionar) razão pura; Kant tem um livro, que faz parte de uma “trilogia”, com o título "Crítica da Razão Pura" e, foi em cima dessa lógica e, como o DoC também observou, da lógica linear cartesiana,  que eu iniciei o desenvolvimento do raciocínio. A observação que fizeste, volto a dizê-lo, está fora de qualquer observação no sentido de questionar sobre a sua validade informativa, mas também cai fora desta lógica da razão pura e cartesiana (introduzida por Descartes, filósofo e matemático) e, por consequência, não cabe nesta equação inicial.

Voltando, de novo, à tua exposição, meu caro DoC.

Gostava que relesses esta parte :  [os edifícios da engenharia humana e social ( lato sensu) obviamente] “…carecem sempre de equilíbrios delicados que compensem os aspectos onde o arrojo da capacidade inventiva e da liberdade humana permitem e permitirão chegar; o mesmo raciocínio, decorrente da mesma razão do lado das ciências humanas, deve ser percebido e desenvolvido no que à organização do edifício social diz respeito”.


Estou certo que percebes facilmente que, nesta projecção do raciocínio, estou, exactamente, a abrir a possibilidade coerente para que engenho técnico e científico e o desenvolvimento do pensamento sobre as relações de vida social extravasem largamente a lógica da linearidade cartesiana e se arrojarem em edifícios mais complexos; o que, no entanto, é necessário manter, para que qualquer edifício se sustenha, é a sua coerência interna, e a atenção e a cautela necessária para que esse desenvolvimento se mantenha consequente e harmonioso e não ponha em causa perigosos equilíbrios que ameacem, não somente a sua própria estrutura, como a dos edifícios adjacentes. À medida que o arrojo vai desafiando as leis primárias, cada vez mais importante e vital é que se preste atenção às áreas onde pode ameaçar a ruptura. Se começámos pela roda e já pusemos os pés na Lua, não foi certamente a descuidar os pontos de ruptura que cada passo, nestes arrojados desenvolvimentos, ameaçavam a sua concretização. Por que havemos de pensar que com as relações humanas e as ciências que envolvem a vida e a sociedade humana será diferente?

Os exemplos da História recente da humanidade, nos campos da economia e das finanças, por exemplo, são exemplos dos gravíssimos custos globais que o desrespeito pelo equilíbrio das leis destas duas ciências autónomas, mas intimamente ligadas e inter-relacionadas, trouxeram em atrasos no desenvolvimento civilizacional, técnico e científico e, mais grave que tudo isso, em sofrimento, angustia, dor e morte, para as pessoas que não puderam evitar serem atingidas pelo ruir desses edifícios, quais pilares para o seu bem-estar e plena harmonia das suas vidas.

E o que é que esteve na génese do ruir desses edifícios? A manipulação interesseira do seu sistema de leis, em violação do equilibro sustentado da interligação das suas leis internas e das que as interligavam harmoniosamente; das primárias (alicerces) e das mais complexas, por arrasto ( o caso português é típico da violação das leis da economia sustentada nos seus sectores produtivos, arrastando o edifício financeiro que se desenvolveu numa “bolha” de dinheiro sem contrapartida na verdadeira riqueza do país ( isto aconteceu 3 vezes em menos de 30 anos)   ou, noutros casos, pela manipulação das leis financeiras, criando artificialmente um mercado financeiro concorrente à economia, sendo que esta última é o verdadeiro pilar da  sustentabilidade financeira ( caso do crash da bolsa, nos EUA, em 1929).

Façamos-lhe as autópsias: mas que “vírus” ou “bactéria” abriu as portas para que se tivesse instalado nestes casos (e noutros), a “febre” da manipulação artificial das leis que mantinham vivos e saudáveis estes “organismos”?
O Direito (ciência que bebendo da Filosofia, da Ética e da Moral ( apoiando-se na Sociologia, nas Ciências Políticas e noutras áreas do saber humano, estuda, prevê e estatui as normas que regulam todas as relações sociais e humanas) tem a designação técnica para esse “vírus” ou “bactéria” que podem ser letais se não forem controlados na sua acção: dá-se-lhe a denominação técnica de INTERESSE ou INTERESSE SUBJECTIVO, e é regulado pelo Direito Civil (com um livro próprio ( o segundo) que lhe é dedicado quase que exclusivamente e que leva o nome de Direito das Obrigações, livro nuclear e de vital importância que vai influenciar todos os outros quatro livros do Código Civil e toda a subsequente legislação que das suas estatuições decorrem ), de maneira a que o seu papel seja benéfico para todos, mas para que a sua acção ilimitada não destrua outros direitos subjectivos (interesses), também juridicamente tutelados e igualmente dignificados perante a lei. Como qualquer “vírus” ou “bactéria” considerados isoladamente, esses microrganismos não constituem em si um mal e até desempenham papéis importantes no equilíbrio necessário para a vida no planeta. Têm é de ser controlados! Também o interesse subjectivo não é um mal em si mesmo e até é de grande importância no tecido social mas, se não for controlado, torna-se destruidor.

Pois foram, exactamente, os interesses subjectivos daqueles que tinham (e têm, e mantêm, e não largam) o acesso à manipulação das normas de regulação das leis dessas duas ciências (Economia e Finanças) quem as usou em benefício dos seus interesses subjectivos, sobrepondo-se aos direitos e interesses subjectivos de um número gigantesco de pessoas, de forma batoteira e despótica, em flagrante violação de tudo o que são as leis da razão pura, num estágio mais desenvolvido e complexo.

E, tudo isto, como? Criando artificialismos teóricos, sustentados em postulados nada óbvios (postulado é uma sentença que não é provada ou demonstrada mas que se torna óbvia ou se torna como consenso inicial para a aceitação de uma determinada teoria), mas que foram artificialmente manipulados para que fossem aceites como óbvias, concomitantemente a premissas falaciosas (premissa significa a proposição essencial que serve de base para um raciocínio), através da distorção de certos conceitos que na sua definição técnica base não dão lugar a mais que tudo aquilo que lhes não distorce a sua natureza conceptual de raiz, pretendo a imposição de axiomas (axiomas são verdades inquestionáveis universalmente válidas, muitas vezes utilizadas como princípios na construção de uma teoria ou como base para uma argumentação) através de um jogo de pressão política com vista ao reconhecimento oficial de todo um edifício que não passava de uma mera “realidade virtual.

E foi assim que se desenhou a destruição das complexidades lógicas e já há muito ultrapassadas linearidades do pensamento cartesiano e da lógica da razão pura, a ruína do estado português e a miséria, fome e morte nos EUA em 1929, e desenham hoje ( como vamos assistindo desde os finais do século XIX)a sobreposição dos interesses subjectivos de uns quantos, à impotência das vítimas destes senhores que constroem a sua riqueza em cima da violação das leis da Filosofia, do Direito, das Ciências Políticas, da Economia e das Finanças, com os estudos sociológicos a fazerem a certificação dos seus atestados de óbito.

Se agora me perguntares se eu estou muito preocupado com a má interpretação  e a má aplicação e distorção e manipulação  das boas leis e práticas da agricultura na sementeira da batata no quintal do meu vizinho... mas claro que não! Posso é olhar para ele e pensar para com os meus botões:  "só espero que a moda não pegue, caso contrário deixamos todos de comer batatas"( eu gosto de batatas, tu não?). Pois claro que gostas. Como qualquer pessoa inteligente, percebes que a questão não são as batatas, mas fazer perceber àquele senhor que as batatas dele são boas, são até de uma qualidade diferente, que há lugar para elas no mercado, mas que lá por serem diferentes não é preciso andar  a inventar artifícios, manipula-las geneticamente de forma a terem exactamente o sabor das outras, pois que  nós gostamos até muito das suas batatas, que elas têm todo o direito a serem cultivadas e acarinhadas e tratadas como as outras, e não é por serem de uma casta diferente que valem menos no mercado.

Já pensaste, por exemplo, se as mulheres só tivessem ficado satisfeitas com o seus estatuto de igual dignidade humana se tivesse sido decretado: elas são iguais aos homens porque, de facto, não são mulheres, mas sim homens?

Ah! Por favor! Não me venham objectar que a Física, entretanto, já descobriu que à medida que um objecto se aproxima de um buraco negro, começa a sofrer distorções no espaço e no tempo e que, provavelmente, temos aí um portal para outras dimensões num outro universo paralelo ou, neste mesmo universo, mas só que noutro espaço e noutro tempo, e que toda a lógica, por mais complexa que seja, não tem aí nenhuma aplicabilidade mesmo no que às leis da física como a conhecemos, diz respeito! Eu agradeço, mas já tenho essa informação.
avatar
mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por mjp em Dom Jun 29 2014, 10:07

Uma sociedade que decreta igualdades artificiais enquanto ignora desigualdades reais caminha para o descrédito. Agora até um homem pode ser mãe, mas não pode ganhar o mesmo que o colega que entrou algum tempo antes no mesmo emprego. No primeiro caso seria injusto dar-lhe tratamento diferente, no segundo seria injusto dar-lhe tratamento igual. Num impera a uniformização, no outro vigora a graduação. Como se compara o que se quer igual ou escalonado, ignoram-se todos os diferentes. E assim aí galopa a indiferença.
(texto de um amigo de infância, advogado)

O pessoal de direito pode não perceber nada de física quântica, de medicina nuclear ou de matemática aplicada... mas  lá que vão ter de esperar que desapareça a nossa raça, para depois poderem governar sem nenhuma censura e em absoluta liberdade as cabeças dos acham que é com artifícios à revelia de qualquer lógica, que se viverá numa sociedade mais justa e equilibrada... lá isso, meus caros amigos, também vão ter de esperar.

Eu vou ter de me ausentar de Lisboa por algum tempo, mas a verdade é que continuo sem vontade nenhuma de continuar esta ou qualquer outra conversa aqui no fórum.

Para aqueles que eu sei que até gostam de alguns comentários meus, repito o que lhes disse particularmente, por MP: eu, de quando em vez, vou aparecendo...

Abraços e beijinhos a todos e a todas.

mjp
avatar
mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Kristy123 em Dom Jun 29 2014, 12:45

TJC,

Bem... arranjaste aqui uma coisa bonita, com este pedido especial do teu colega. Se ele lesse isto tudo, ficava doido  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir 

Resta-me de vos desejar a todos um bom fim de semana:
http://www.1001receitasfaceis.net/sobremesas-e-doces/bolo-de-laranja
avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4415
Likes : 248
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Jun 29 2014, 12:57

@Kristy123 escreveu:TJC,

Bem... arranjaste aqui uma coisa bonita, com este pedido especial do teu colega. Se ele lesse isto tudo, ficava doido  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir  Morrer a rir 

Resta-me de vos desejar a todos um bom fim de semana:
http://www.1001receitasfaceis.net/sobremesas-e-doces/bolo-de-laranja

Pois é, essa receita de Pão de Ló é mesmo muito fácil de ser levada à prática.

Já as questões relacionadas com a sexualidade humana, essas sim são muito complicadas, quando não se percebe que o sexo é a coisa mais natural deste mundo e que seja ele tido entre pessoas de sexos diferentes (para reprodução) ou entre pessoas do mesmo sexo por puro prazer e satisfação, sempre foram prática comum desde os idos da estorieta de "Adão e Eva"!  tass bem 

Qual virtualidade ou artificialidade qual carapuça, ou desigualdades reais ou aparentes, deixem-se de tretas e vivam a vida de forma consciente e no respeito pelas diferenças dos outros (acabando dessa forma por também ser diferentes, merecendo o mesmo tipo de respeito!)...   bounce 

"Esmagados que somos por esta gravíssima depressão económica, parece-nos que apenas as questões monetárias conseguem produzir crises sociais, mas não é verdade. Os grupos humanos movimentam-se, agitam-se e podem chegar a desmoronar-se por causas de natureza muito diversa, sendo as mais graves de todas as espirituais, entenda-se, as motivadas por razões de ordem religiosa."

IT


Última edição por Investigando a Torre em Dom Jun 29 2014, 15:03, editado 4 vez(es)


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Kristy123 em Dom Jun 29 2014, 13:10

IT;

Pois... e quem fala assim, não é gago...

PS:
A receita não era de Pão de Ló  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
(era o suposto bolo de laranja do Doc Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir )

avatar
Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4415
Likes : 248
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 98
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Jun 29 2014, 13:43

@Kristy123 escreveu:IT;

Pois... e quem fala assim, não é gago...

PS:
A receita não era de Pão de Ló  Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
(era o suposto bolo de laranja do Doc Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir )

Tu sabes bem que eu em cozinha sempre fui um especialista!  Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11
avatar
Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8437
Likes : 318
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 58
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pedido Especial - Participação das comunidades gay, lésbica e bissexual ou heterossexual que tenha comportamentos homossexuais

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum