EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Dom Jun 01 2014, 10:23

Foi-me pedido que explicasse o que Tiago 2:19 quer dizer quando menciona os demónios acreditando em Deus e tremendo. Peço disculpa pelo tamanho deste texto - já sei que a maioria não vai ter paciência de ler tudo isto. Eu poderia ter escrito mais mas sei que quando chega a certo ponto as pessoas não continuam a ler, acho que toco nos pontos principais do assunto.

Para ler um estudo mais de certa maneira mais completo no que toca a possessão demoníaca aconselho que leiam o artigo completo para o qual dou o link abaixo.

Espero que achem interessante mesmo que não partilhem do meu ponto de vista.  Smile 

Qual era a missão de Jesus? Jesus veio para curar/salvar, sabemos que ele veio para cumprir as profecias, em Isaías lemos: "Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido." (Isaías 53:4)

Basta conferir todos os relatos de possessão e vemos que todos estão relacionados com condições médicas e nenhum está relacionado com condições morais(cf. obras da carne, mentira, fornicação, etc.). Os gregos e os judeus que haviam sido influenciados pelas superstições dos gentios acreditavam em espíritos que podiam possuir pessoas e causar todo o tipo de doenças. E isso se havia tornado a maneira de explicar certas condições que afetavam as pessoas. Jesus estava simplesmente usando a linguagem do dia, ele veio para salvar o mundo e ao curar as pessoas ele mostrava que tinha o poder sobre todas as coisas para efetuar essa salvação. No caso do menino com epilepsia o que era mais fácil? falar de alguma coisa que as pessoas não entendiam, explicando que demónios não existiam de verdade ou simplesmente usar a linguagem usual para tais casos e fazer o que importava - curar a pessoa mostrando o poder de Deus e provar que ele era realmente o Cristo?

De todas as maneiras vejamos Tiago 2:19:

"Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios crêem e tremem."

Para entender essa passagem temos que entender o que significa a palavra "demónio" na Bíblia, como ela é usada. Na bíblia diz que são anjos caídos? Que são almas dos finados? Ou o quê?

A palavra "demónios" nessa passagem é "daimonion" (Concordância de Strong número 1140). Agora vejamos onde encontramos mais essa palavra na Bíblia.

Muita gente tem um entendimento confuso sobre demónios, quer baseado em filmes ou pela cultura tradicional que nos rodeia. Mas quando olhamos na Bíblia vemos que demónios não são mais que "pequenos deuses", "falsos deuses", "ídolos". Isso pode parecer estranho. Como pode ser um "demónio" um "ídolo" ? - Mas isso é exatamente o que as pessoas do tempo da Bíblia acreditavam. Vejamos esses lugares onde a Bíblia equipara "demónios" e "ídolos".

1.
1 Coríntios 10:14-22- Sugere que ídolos e demónios são a mesma coisa, por isso o Apóstolo Paulo está dizendo aos crentes que eles não podem sacrificar aos ídolos e adorar Deus ao partirem o pão. ("Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios")

2.
As pessoas de Atenas quando ouviram Paulo pregando Jesus e a Ressurreição, que em Grego soaria como Jesus e Anastácia, pensaram que era um casal de deuses novo. Em Atos 17:18 diz "Parece pregador de estranhos deuses; pois pregava a Jesus e a ressurreição." Grego: "Ksenon daimonion... Iisou kai tin anastásin". A palavra traduzida para "deuses" em português é "daimonion" em grego - demónios. Por isso aqui temos mais uma vez a indicação que para os gregos "demónios" era o mesmo que deuses.

3.
Apocalipse 9:20 Fala das obras das mãos dos homens. Iguala demónios e ídolos. Diz que os homens adoravam demónios, mais uma vez sugerindo que eram deuses.

Em relação a Belzebu vejamos a ligação entre Mateus 2:24 e 2 de Reis 1:2:

2 Reis 1:2:

"E caiu Acazias pelas grades de um quarto alto, em Samaria, e adoeceu; enviou mensageiros e disse-lhes: Ide e consultai a Baal-Zebube, deus de Ecrom, se sararei desta doença."

Vemos aqui que Ball-Zebube era um falso deus e que era adorado pelas gentes de Ecrom - ele era um ídolo.

Mateus 12:24 No Novo Testamento este deus ídolo é mencionado também:

"Mas os fariseus, ouvindo isto, murmuravam: Este não expele demônios senão pelo poder de Belzebu, maioral dos demônios."

Aqui os Fariseus dizem que Belzebu é o príncipe dos demónios. Isto iguala os "falsos deuses/ídolos" do Antigo Testamento com os "demónios" do Novo Testamento, são a mesma coisa. Isto mostra que as crenças dos gentios haviam penetrado a crença de alguns dos Fariseus, o Antigo Testamento vez após vez diz que só existe um Deus verdadeiros que todos os outros são falsos deuses e que não têm poder algum. Por exemplo "Os ídolos são como um espantalho em pepinal e não podem falar; necessitam de quem os leve, porquanto não podem andar. Não tenhais receio deles, pois não podem fazer mal, e não está neles o fazer o bem" ( Jeremias 10:5).

Com isso em mente, sabendo que os demónios são o mesmo que 'ídolos" do Antigo Testamento - ambos são falsos deuses que não existem.

Mas então o que está dizendo Tiago 2:19 quando fala que estes falsos deuses acreditam em Deus e estremecem?

Eu acho que Tiago está fazendo uma referência a passagens do Antigo Testamento como 1 Samuel 5:3-4, por exemplo onde diz:

"3 Levantando-se, porém, de madrugada os de Asdode, no dia seguinte, eis que estava caído Dagom com o rosto em terra, diante da arca do SENHOR; tomaram-no e tornaram a pô-lo no seu lugar.
4 Levantando-se de madrugada no dia seguinte, pela manhã, eis que Dagom jazia caído de bruços diante da arca do SENHOR; a cabeça de Dagom e as duas mãos estavam cortadas sobre o limiar; dele ficara apenas o tronco."

Aqui esta linguagem nos apresenta Dagom caindo perante o Senhor.

Confiramos também Isaías 19:1:

"Sentença contra o Egito. Eis que o SENHOR, cavalgando uma nuvem ligeira, vem ao Egito; os ídolos do Egito estremecerão diante dele, e o coração dos egípcios se derreterá dentro deles."

Esses ídolos/falsos deuses / demónios que não existem são descritos de uma maneira em que mostra a supremacia de Deus sobre eles; até ídolos, que não existem, estremecem perante Deus.

A lição que tomamos de Tiago 2:19 é que até falsos deuses - deuses que não existem- "temem" Deus e se curvam perante ele!

O contexto em Tiago é de fé e obras; fé não é fé se não produzir obras (Tiago 2:17). De fato, em referência a Deuses pagãos no versículo 19, Tiago está dizendo "Se você tem somente fé (acredita em Deus), não é melhor que os ídolos/deuses falsos. Eles tinham "fé" (prostavam-se e tremiam perante Deus) mas não eram capazes de mostrar obras porque eles não passavam de madeira e pedra (e as pessoas que os adoramvam eram como eles - Salmo 135:15-18 - ou seja estão mortos) Se acreditamos no Deus Vivo o que estamos fazendo com nossa fé?

Os endemoninhados nos Evangelhos (já agora é de notar que no Evangelho de João não aparecem casos de possessão! Seria este Evangelho para crentes já mais maduros que haviam abandonado superstições?), também podem estar aqui sendo englobados na passagem em Tiago no sentido que eles tremiam perante Jesus e davam glória a ele dizendo que ele era Filho de Deus - isto mostrava que os endemoninhados qualquer que fosse a sua condição mesmo crendo que estavam possuídos por uma alma penada ou semi-deus maligno eles haviam escutado sobre Jesus e tinham fé que ele os curaria e que era o Filho de Deus. Será que demónios segundo a cultura popular - anjos caídos trabalhando para Satanás iriam dar esse testemunho de Jesus? Claro que não! seria uma contradição. "Satanás lutando contra Satanás").


Se os demônios não têm existência real então é óbvio que não podem possuir ninguém. Então como entenderemos essas referências nos Evangelhos como Lucas 9:42 onde lemos o que é dito sobre uma criança, "o demônio o atirou no chão e o convulsionou; mas Jesus repreendeu o espírito imundo, curou o menino e o entregou a seu pai."? Como podemos reconciliar estes relatos, que são frequentes nos Evangelhos, com o ensinamento claro da Bíblia de que os demônios sãos deuses pagãos (e que assim sendo não existem)?

Para fazer isso é necessário considerar que jeito os deuses pagãos eram adorados, já que era usualmente em festivais idólatras que a "possessão demoníaca" acontecia. Como resultado dos ritos e devoção pagãos se cria que o espírito da divindade que era adorada tomava possessão do adorador.

Enquanto podemos estar completamente seguros de que os demônios (deuses pagãos) não existem de verdade, é igualmente certo que algo realmente fora do comum acontecia com os adoradores que os convencia de que o deus os estava possuindo. De fato, tais coisas ainda acontecem nos nossos dias. Por exemplo, é possível visitar África e observar cerimônias devotadas ao culto de várias divindades Vudu e ver pessoas aparentemente possuídas pelo deus.(Dr Wm. Sargant, "The Mind Possessed"(A Mente Possuída), Heinemann, London, 1973. Neste livro que, devido à natureza do assunto, é de certa forma uma produção desagradável do ponto de vista Cristão, o autor descreve detalhadamente muitas cerimônias visitadas por ele pessoalmente em África, Brasil, Jamaica, Barbados, Haiti e Estados Unidos da América, nas quais fenômenos de possessão demoníaca foram vistos e muitos foram fotografados. )


Explicando a possessão

O que se segue é uma explicação simplificada do fenômeno da “possessão”. Em circunstâncias normais tudo o que vemos, escutamos e tocamos é recebido pelo cérebro, que atua como um computador. O cérebro-computador então compara essa nova informação recebida com todas as outras experiências registradas no passado que tenham alguma relação com essa nova informação. Na sua grande maioria isto é um processo automático que não requer esforço consciente(Dr. Wm. Sargant explica isso em grande detalhe, “The Physiology of Faith” (A Fisiologia da Fé), British Journal of Psychiatry 1969, p 505-18. Também seu livro “Battle for the Mind” (Batalha pela Mente), Heinemann, Lodres, 1957, p 41, é de ajuda. Deve-se notar que Sargant que estudou a moderna possessão “carismática” pelo “espírito santo”que é exatamente o mesmo fenômeno que possessão demoníaca mal aplicado quando igualando a moderna experiência “carismática” com o derramamento do Espírito Santo no Novo Testamento).

Assim, se você é informado de que a lua é feita de queijo verde, a sua resposta imediata é, “De jeito nenhum!” Essa resposta é o resultado do cérebro pesando essa proposição, comparando-a com certos fatos conhecidos como seja que o queijo é feito a partir do leite e que astronautas estiveram na lua e viram que era composta por rochas, e então decidindo que esta nova informação não pode ser aceite - a lua não pode ser feita de queijo verde! Tudo isso acontece a nível do subconsciente (ou seja, não precisa ser analisado conscientemente) numa fração de segundo.

Quando o cérebro é sujeito a grande estresse, ocorrem mudanças que alteram a forma como a informação é recebida, analisada e registrada. É esta alteração na função do cérebro que leva ao estado de “possessão”.

Em um festival religioso pagão as pessoas são submetidas a tal estresse. Por bater palmas ritmadamente, usando tambores e dançando; pela exaustão do corpo; induzindo dor; pelo uso de drogas e pelo uso de outros métodos degradantes; o cérebro é progressivamente cansado até que o estado é alcançado onde não mais analisa de forma crítica a informação recebida. Neste ponto quaisquer ideias que lhe são apresentadas são aceites sem qualquer questionamento. É neste ponto de rotura que a “possessão” ocorre. O indivíduo fica rodeado pela crença que a possessão ocorrerá, e já que o seu cérebro não consegue analisar de forma critica esta crença, ele aceita que está possuído e reage de conformidade com essa realidade.

Tal "possessão" é geralmente acompanhada por perda de consciência, convulsão ou estado de transe/hipnotismo, e foi observado e descrito por Sargant. Este estado de possessão, que ocorreram nos festivais pagãos no tempo do Novo Testamento, e que ainda se podem ver nos dias de hoje, é um fenômeno bem real e observável. Mas não se deve a possessão por demônio, (pois demônios não existem) e podem ser fisiologicamente explicados – deve-se à exaustão cerebral.
(fonte: Blog Boas Novas Do Reino de Deus)



Em resumo:

- A Bíblia ensina que demónios não passam de deuses falsos do gentios, superstições. Aos quais as pessoas davam poder - acreditando neles. Em vez de acreditar que só o Deus Verdadeiro tem poder e existe.

- No tempo do Novo Testamento as pessoas que padeciam de cegueira, mudez, surdez, problemas do foro psiquiátrico eram tidas como possuídas por certos grupos especialmente na Galeia onde a influência gentia era muito maior.

- Jesus veio para sarar, curar, salvar. Ele curava essas pessoas usando a linguagem que elas entendiam. O que importava era mostrar a supremacia de Deus sobre tudo. Temos o exemplo dos Fariseus que quando pensaram que Jesus estava louco usaram essa linguagem "Responderam, pois, os judeus e lhe disseram: Porventura, não temos razão em dizer que és samaritano e tens demônio?" (João 8:48) e "Muitos deles diziam: Ele tem demônio e enlouqueceu; por que o ouvis?" (João 10:20)

- Não temos qualquer indicação na Bíblia que demónios são anjos que se rebelaram contra Deus

- Ninguém tem poder sobrenatural a não ser o Deus verdadeiro o qual Ele outorga a quem quer, se os demónios fossem anjos caídos estariam usando o poder de Deus/Espírito Santo para o mal.

- Não existe deuses reais para além de Javé, só ele tem poder sobrenatural: "Portanto, grandíssimo és, ó SENHOR Deus, porque não há semelhante a ti, e não há outro Deus além de ti, segundo tudo o que nós mesmos temos ouvido." (2 Samuel 7:22), "para que todos os povos da terra saibam que o SENHOR é Deus e que não há outro." (1 Reis 8:60), "Eu sou o SENHOR, e não há outro; além de mim não há Deus... Para que se saiba, até ao nascente do sol e até ao poente, que além de mim não há outro; eu sou o SENHOR, e não há outro.Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas." (Isaías 45:5,6), "Respondeu-lhe o SENHOR: Quem fez a boca do homem? Ou quem faz o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o SENHOR?" (Êxodo 4:11), "Tocar-se-á a trombeta na cidade, sem que o povo se estremeça? Sucederá algum mal à cidade, sem que o SENHOR o tenha feito?" Amós 3:6, "Vede, agora, que Eu Sou, Eu somente, e mais nenhum deus além de mim; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e não há quem possa livrar alguém da minha mão." Deuteronómio 32:39. O Deus Verdadeiro não tem rival. A carne é que se rebelou contra Deus. Mas Ele na sua misericórdia não quer que ninguém se perca e deu e está dando tempo para arrependimento. A religião dualista dos Persas influênciou os judeus quando estiveram no cativeiro e passou ao cristianismo popular, a crença num Deus do bem incapaz de causar qualquer mal e um deus do mal, todo maligno. Há que reconhecer o verdadeiro inimigo, se não o conhecermos como poderemos lutar contra ele?

- Sabemos que a natureza espíritual/divina não peca somente a carne o faz. É um tema que encontramos muitas vezes nas Epístolas. Por exemplo em 2 Pedro 1:4 lemos sobre a promessa que foi feita aos crentes: " pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo", notemos que aqui está dizendo que ao partilhar dessa natureza as paixões da carne ficam para trás! Jesus também falou dessa herança, a natureza divina, dizendo em Marcos 12:25 "Pois, quando ressuscitarem de entre os mortos, nem casarão, nem se darão em casamento; porém, são como os anjos nos céus." e Lucas 20:36 "Pois não podem mais morrer, porque são iguais aos anjos e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição." Participar da natureza divina, ou natureza espíritual é ser igual aos anjos. Se depois da ressurreição os santos vão ser como os anjos de que servia a salvação se se poderia pecar? O próprio Deus Vivo não pode mentir qual é o espanto de que os anjos que partilham dessa mesma natureza não possam pecar. Sabemos que as tentações vêm de dentro Tiago 1:14-15 " Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta.
14 Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz.
15 Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.16 Não vos enganeis, meus amados irmãos." e Jesus também diz que o que contamina o homem vem do coração:Mateus 15:18-19 "o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. 19 Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias" e Paulo diz aos crentes que nãos lhes sobreveio tentação que não fosse humana: 1 Coríntios 10:13 "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar." Bem este tema é mais para outro tópico mas achei positivo incluir aqui para esclarecer que a natureza divina/espiritual que é a dos anjos e um dia será a dos santos não pode pecar.

- A palavra "anjo" em português denota sempre ser espiritual, na Bíblia essa palavra não existe, a palavra que é traduzida para "anjo" é sempre "mensageiro" que se aplica tanto a humanos como a seres celestiais conforme o contexto.

- Durante os milhares de anos que abarcam o Antigo Testamento não aparece nem sequer um caso de possessão. Só temos o caso de Saul em que foi Deus que o afligiu e que o espírito (estado mental) o deixava quando ele escutava música.

- No Evangelho de João menciona enfermidades e curas mas não menciona possessão, porque será?

- Paulo em nenhuma de suas Epístolas toca no assunto de possessão demoníaca. Quando escreve aos Coríntios - maioritariamente gentios, não regista qualquer dom de expulsão de demónios.

- A regionalização dos casos de possessão, concentrados na região norte, especialmente na Galileia é um forte indicador da contaminação pelas religiões pagãs. Se Satanás estava tentando atacar Cristo no seu ministério, porque os demónios eram tão ineficientes e virtualmente ausentes no sul? Se os demónios nos registos dos Evangelhos eram realmente anjos caídos agindo sobre ordem diabólica, porque não eram suficientemente poderosos para invadir as regiões a sul e afligir pessoas indefesas e tentar impedir o ministério de Cristo? Se eles tinham o poder de entrar em uma pessoa e causar-lhe uma doença

- Falando da apostasia do povo de Israel é nos dito que, "Sacrifícios ofereceram aos demônios (original em hebraico shedim = peludos, na Septuaginta, que é a antiga tradução do Antigo Testamento Hebraico para o Grego foi traduzido como daimonion), não a Deus; a deuses que não conheceram... (Deuteronômio 32:17).

IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Dom Jun 01 2014, 11:29

Conforme já havia mencionado em outro tópico, este é um dos assuntos que discordo completamente do ponto de vista Cristadelfiano.

Penso que desde Génesis a Revelação (Apocalipse), existe uma revelação gradual sobre o papel desempenhado pelo Opositor (Satanás) e Caluniador (Diabo) do Deus Todo-Poderoso.

O mesmo acontece em relação ao papel desempenhado pelos anjos decaídos desde os dias de Noé em diante.

Acho que nesta apresentação, apesar de haver argumentos plausíveis, existe uma grande mistura de argumentos de modo a tentar provar (quanto a mim de modo ineficaz), a inexistência de seres espirituais iníquos.

A ideia da existência do mal personificado existe desde que o homem é homem e desde sempre os israelitas acreditaram na existência da pessoa espiritual representada na Bíblia como Satanás, o Diabo, assim como outros povos (babilónios, etc.). Basta ler o livro de Jó e claramente se percebe que para estes, desde bem cedo, a existência de Satanás é real e que este desempenha um papel importante no desafio ao bom nome de Deus e daqueles que o desejam servir.

Negar a existência de Satanás e dos demónios é negar uma parte importante da explicação bíblica sobre a existência do mal e do seu impacto na humanidade, desde o começo do pecado até à restauração do Paraíso e consequentes bençãos futuras.

Jesus e seus discípulos não apenas falaram de Satanás como personagem alegórica, mas como pessoa real, poderosa e com profunda influência na vida humana. O próprio Jesus é tentado por este no início do seu ministério e reconhece a sua influência maligna ao longo do seu ministério terrestre, falando dele como "homicida, que não permaneceu na verdade" e como sendo o "pai da mentira", visto ter sido ele a lançar a primeira mentira quando no Jardim do Éden desencaminhou Eva a se tornar igual a Deus, prometendo que ela e Adão não morreriam devido à desobediência.

O próprio apóstolo Paulo expulsou, pelo menos um espírito iníquo:

"E aconteceu que, quando íamos para o lugar de oração, veio-nos ao encontro certa serva com um espírito, um demônio de adivinhação. Ela costumava fornecer muito ganho aos seus amos por praticar a arte do vaticínio. Esta [moça] seguia Paulo e a nós, e clamava com as palavras: “Estes homens são escravos do Deus Altíssimo, que vos estão publicando o caminho da salvação.” Ela fazia isso por muitos dias. Por fim, Paulo ficou cansado disso, e, voltando-se, disse ao espírito: “Ordeno-te em nome de Jesus Cristo que saias dela.” E saiu dela naquela mesma hora." – Atos 16:16-18


Argumentar que nas suas cartas, visto que Paulo não abordou o assunto da expulsão de demónios, então isto indica que não existem espíritos iníquos é enganoso em virtude daquilo que outros relatos apresentam e da Bíblia como um todo.

Este artigo apresenta algumas das razões que são propostas por eruditos, pelos quais o apóstolo João não terá mencionado nenhum exorcismo:

http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?head=0&num=151

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Dom Jun 01 2014, 11:57

Pensei logo que fosses o primeiro a comentar Smile

Nos tempos de Noé não temos qualquer indicação de anjos caídos. Menciona Filhos de Deus, mas isso na Bíblia na grande maioria dos casos referece aos crentes - humanos.

Também temos as palavras de Deus que explica a causa do Dilúvio:

Em Génesis ou nos livros seguintes Deus nunca adverte os humanos de seres sobrenaturais ou anjos que podiam desencaminhá-los ou possuí-los. O que temos sim é vez após vez Deus culpando os humanos pelos atos deles:

"5 Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;" (Génesis 6:5, RA)

"13 Então, disse Deus a Noé: Resolvi dar cabo de toda carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que os farei perecer juntamente com a terra." (Génesis 6:13,RA)

Deus promete não mais destruir a terra com um dilúvio porc ausa do homem:

"21 E o SENHOR aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz." (Génesis 8:21,RA)

Em todo o AT a culpa cai sempre sobre o homem.

Temos Satanás em Jó nas nossas traduções em português, mas no original não é o nome próprio, basta fazer um estudo dessa palavra no Antigo Testamento. É um adversário simplemente não significa que seja bom ou mau. Quantos anos passaram de Génesis até Jó? Nenhuma menção de anjos caídos, satanás e o perigo que representavam?

No final do livro de Jó vemos que diz "Então, vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado; cada um lhe deu dinheiro e um anel de ouro."

Aqui diz que todo o mal foi enviado por Deus, como foi então Satanás - um anjo caído que lhe fez mal?

E que dizer da natureza dos anjos? se eles podem pecar quer dizer que os forem aperfeiçoados e revestidos da nova natureza poderão pecar? Que promessa seria essa para os fiéis?

Que poder usam os demónios e Satanás? têm poder sobrenatural próprio à revelia de Javé? No texto acima citei várias passagens onde mostra que Javé é soberano e que não tem semelhante.

Satanás pode estar em todo o lado ao mesmo tempo e saber tudo? É omnipresente e Omnisciente?

Quando Jesus ensinou a orar para que viesse o reino e fosse feita a vontade de Seu Pai assim na Terra como no céu. Ele estava a ensinar que pedisse-mos que viesse essa confusão que se passava no céu(onde seres de natureza celestial se opunham a Deus) para a terra, já não estava suficente mal aqui? Onde Deus habita não há confusão nem rebelião.

Gostava que alguém que acredita que Satanás/diabo é um anjo caído fizesse uma biografia do mesmo como tal usando passagens da Bíblia.


IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Índigo em Dom Jun 01 2014, 12:22

Gostei da tua explicação Irmão ....

Acredito que a figura do Diabo foi criada para.inclucar medo nas pessoas como forma de controle.


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Jun 01 2014, 12:29

@Índigo escreveu:Gostei da tua explicação Irmão ....

Acredito que a figura do Diabo foi criada para.inclucar medo nas pessoas como forma de controle.
Índigo,

Obrigado por me dares a deixa...
Assim sendo, coloco Deus e o Diabo no mesmo patamar!  Evil or Very Mad  Twisted Evil 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Dom Jun 01 2014, 15:02

@IrmaoEmCristo escreveu:Pensei logo que fosses o primeiro a comentar Smile

Nos tempos de Noé não temos qualquer indicação de anjos caídos. Menciona Filhos de Deus, mas isso na Bíblia na grande maioria dos casos referece aos crentes - humanos.

Também temos as palavras de Deus que explica a causa do Dilúvio:

Em Génesis ou nos livros seguintes Deus nunca adverte os humanos de seres sobrenaturais ou anjos que podiam desencaminhá-los ou possuí-los. O que temos sim é vez após vez Deus culpando os humanos pelos atos deles:

"5 Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;" (Génesis 6:5, RA)

"13 Então, disse Deus a Noé: Resolvi dar cabo de toda carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que os farei perecer juntamente com a terra." (Génesis 6:13,RA)

Deus promete não mais destruir a terra com um dilúvio porc ausa do homem:

"21 E o SENHOR aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz." (Génesis 8:21,RA)

Em todo o AT a culpa cai sempre sobre o homem.


IrmaoEmCristo, embora a expressão "filhos de Deus" em si mesma não seja conclusiva sobre quem são estes, no entanto, a expressão é usada com relação à expressão “filhas dos homens”, o que indica que o relacionamento entre estes não era algo natural ou segundo o propósito divino.

Também o surgimento dos nefilins é relacionado com esta relação desnatural, e como consequência o aumento da iniquidade na terra.

A expressão “filhos de Deus” no AT é usualmente usada com respeito aos anjos e talvez por isso, os tradutores da Septuaginta verteram esta expressão hebraica האלהים בני (filhos de Deus) por “anjos” (מלאך) em Génesis 6:2.

Temos como exemplo, Jó 1:6, Jó 2:1 e Jó 38:7. Também em Daniel 3:25 a expressão refere-se inquestionavelmente a anjos (veja também Salmos 29:1; 89:7).



@IrmaoEmCristo escreveu:Temos Satanás em Jó nas nossas traduções em português, mas no original não é o nome próprio, basta fazer um estudo dessa palavra no Antigo Testamento. É um adversário simplemente não significa que seja bom ou mau. Quantos anos passaram de Génesis até Jó? Nenhuma menção de anjos caídos, satanás e o perigo que representavam?

Claro que não é nome próprio e por isso tive o cuidado de na minha resposta indicar o significado dos títulos atribuídos a esta criatura angélica.

Afirmar que o adversário de Deus não significa que seja bom nem mau, é fechar os olhos à descrição que emerge da Bíblia com respeito a Satanás. Conforme expus, até mesmo Cristo reconheceu Satanás como “homicida” e “pai da mentira”.

É engraçado que você usa a aparente ausência de Satanás de Génesis a Jó para apoiar a sua explicação da negação desta entidade, enquanto ignora as inúmeras referências feitas na Bíblia sobre ele (como pessoa real) ou então revestindo de explicações os factos que a Bíblia apresenta de forma direta sobre ele e/ou anjos decaídos.

Só a título de curiosidade, Satanás aparece descrito em 1 Crónicas 21:1:
“E Satanás passou a pôr-se de pé contra Israel e a instigar Davi a recensear Israel.”

Este relato demonstra mais uma vez a atitude de oponente desempenhada por esta criatura angélica, em oposição aos desígnios e vontades divinas.

@IrmaoEmCristo escreveu:No final do livro de Jó vemos que diz "Então, vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado; cada um lhe deu dinheiro e um anel de ouro."

Aqui diz que todo o mal foi enviado por Deus, como foi então Satanás  - um anjo caído que lhe fez mal?

Irmão em Cristo, afirmar à base deste texto que o mal que caiu sobre Jó foi da autoria de Deus é culpar Deus de uma profunda injustiça e ignorar o que o relato bíblico de Jó apresenta como verdadeiro culpado por esta prova de fé – Satanás, o Diabo.

Como é óbvio, o que aconteceu a Jó ocorreu com a permissão de Deus e por isso o relato apresenta nesta passagem a ideia de que tudo o que aconteceu foi pela vontade de Deus. Mas é preciso entender o contexto deste relato, bem como o uso destas expressões bíblicas, de modo a entender que nada do que acontece ocorre alheado da vontade Deus ou da sua permissão. Se não fosse assim, Deus não teria qualquer poder decisório na vida de seus servos ou no que ocorre a eles, seja bom ou mau.
Em último caso, está sempre na mão de Deus o poder decisório do bom e do mau.

Mas isso não invalida, conforme mostra o relato desde o capítulo 1, que foi lançado um desafio por Satanás perante a corte celestial (todos os “filhos de Deus”), de que Jó apenas servia a Deus porque este o protegia e o abençoava.

Escamotear ou ignorar este relato por inteiro e apenas apegar-se a um versículo, de modo a tentar negar o papel importante e decisivo que Satanás tem tido na história universal, é tentar esconder o sol com a peneira.





@IrmaoEmCristo escreveu:E que dizer da natureza dos anjos? se eles podem pecar quer dizer que os forem aperfeiçoados e revestidos da nova natureza poderão pecar? Que promessa seria essa para os fiéis?

Qualquer criatura, humana ou celestial, foi criada dotada de livre arbítrio. Ponto final.

@IrmaoEmCristo escreveu:Que poder usam os demónios e Satanás? têm poder sobrenatural próprio à revelia de Javé? No texto acima citei várias passagens onde mostra que Javé é soberano e que não tem semelhante.

Como é claro do relato de Jó, nada acontece sem a permissão de Deus. Apesar de Deus ter permitido que Satanás e seus demónios exerçam influência sobre a humanidade durante um período de tempo, ainda assim o poder destes é limitado.

Terem eles poder, não significa que sejam superiores a Deus ou Cristo e é claro nos relatos do NT que tal poder e influência irá terminar finalmente no futuro. (Revelação 21:1-3; 20:10)

@IrmaoEmCristo escreveu:Satanás pode estar em todo o lado ao mesmo tempo e saber tudo? É omnipresente e Omnisciente?

Vale a pena responder a esta pergunta?

@IrmaoEmCristo escreveu:Quando Jesus ensinou a orar para que viesse o reino e fosse feita a vontade de Seu Pai assim na Terra como no céu. Ele estava a ensinar que pedisse-mos que viesse essa confusão que se passava no céu(onde seres de natureza celestial se opunham a Deus) para a terra, já não estava suficente mal aqui? Onde Deus habita não há confusão nem rebelião.

Não percebi muito bem esta questão, mas como é óbvio a influência de Satanás e seus demónios na terra fazem-se sentir desde que Adão e Eva pecaram.

A vinda do Reino, não apenas terminará com a maldade praticada pelos humanos devido ao pecado adâmico, mas também porá um fim na revolta que se iniciou nos lugares celestias há milénios atrás.

Com respeito à biografia que pedes, acredito que basta ler a Bíblia e a visão clara que esta apresenta sobre o arqui-inimigo de Deus, Satanás o Diabo, aparecerá facilmente.

Eu pessoalmente prefiro ir debatendo os textos à medida que vão sendo expostos.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por River raid em Dom Jun 01 2014, 16:11

Acho que Satanás é real mas algumas dúvidas assolam minha mente:

- satanás sabe ler e interpretar as Escrituras, certo? Conforme sabemos, em Revelação é condenado ao lago de Fogo. Se ele sabe que irá morrer porque motivo continuaria tendo um papel activo nas profecias de Revelação?
Não faria mais sentido influenciar os líderes mundiais para a paz e prosperidade de modo a atingir seu objectivo: tornar-se o verdadeiro Deus dos mortais, retirando qualquer esperança de imortalidade?

Paradoxos... Evil or Very Mad 



River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4531
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Jun 01 2014, 16:59

@River raid escreveu:Acho que Satanás é real mas algumas dúvidas assolam minha mente:

- satanás sabe ler e interpretar as Escrituras, certo? Conforme sabemos, em Revelação é condenado ao lago de Fogo. Se ele sabe que irá morrer porque motivo continuaria tendo um papel activo nas profecias de Revelação?
Não faria mais sentido influenciar os líderes mundiais para a paz e prosperidade de modo a atingir seu objectivo: tornar-se o verdadeiro Deus dos mortais, retirando qualquer esperança de imortalidade?

Paradoxos... Evil or Very Mad 

River raid, tu estás quase no ponto!
Os crentes num Deus misericordioso, querem fazer crer que o Diabo é mesmo estúpido, quando ele supostamente foi criado com uma inteligência infinita.  tass bem 
Mas que inteligência, por mais diminuída que tenha sido, iria cair no laço do seu suposto criador para lhe dar motivos e razão para o destruir, sabendo de antemão toda a trama?
Daaaaaa.....   Twisted Evil 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Dom Jun 01 2014, 17:53

@TJ Curioso escreveu:
@IrmaoEmCristo escreveu:Pensei logo que fosses o primeiro a comentar Smile

Nos tempos de Noé não temos qualquer indicação de anjos caídos. Menciona Filhos de Deus, mas isso na Bíblia na grande maioria dos casos referece aos crentes - humanos.

Também temos as palavras de Deus que explica a causa do Dilúvio:

Em Génesis ou nos livros seguintes Deus nunca adverte os humanos de seres sobrenaturais ou anjos que podiam desencaminhá-los ou possuí-los. O que temos sim é vez após vez Deus culpando os humanos pelos atos deles:

"5 Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;" (Génesis 6:5, RA)

"13 Então, disse Deus a Noé: Resolvi dar cabo de toda carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que os farei perecer juntamente com a terra." (Génesis 6:13,RA)

Deus promete não mais destruir a terra com um dilúvio porc ausa do homem:

"21 E o SENHOR aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz." (Génesis 8:21,RA)

Em todo o AT a culpa cai sempre sobre o homem.


IrmaoEmCristo, embora a expressão "filhos de Deus" em si mesma não seja conclusiva sobre quem são estes, no entanto, a expressão é usada com relação à expressão “filhas dos homens”, o que indica que o relacionamento entre estes não era algo natural ou segundo o propósito divino.

Também o surgimento dos nefilins é relacionado com esta relação desnatural, e como consequência o aumento da iniquidade na terra.

A expressão “filhos de Deus” no AT é usualmente usada com respeito aos anjos e talvez por isso, os tradutores da Septuaginta verteram esta expressão hebraica האלהים בני (filhos de Deus) por “anjos” (מלאך) em Génesis 6:2.

Temos como exemplo, Jó 1:6, Jó 2:1 e Jó 38:7. Também em Daniel 3:25 a expressão refere-se inquestionavelmente a anjos (veja também Salmos 29:1; 89:7).[/quote]

O termo "filhas dos homens" será usado para aqueles que não invocavam o nome de Deus, aquelas da descendência de Caim, o casamento de pessoas fieis a Deus com descrentes ou pagãos dá mau resultado, e vemos isso aí em Génesis. Tanto que Deus culpa o homem por isso, e não é mencionado qualquer outro agente.

O termo nefilins significa caidos ou poderosos, havia agora gente maligna poderosa na terra.



@IrmaoEmCristo escreveu:Temos Satanás em Jó nas nossas traduções em português, mas no original não é o nome próprio, basta fazer um estudo dessa palavra no Antigo Testamento. É um adversário simplemente não significa que seja bom ou mau. Quantos anos passaram de Génesis até Jó? Nenhuma menção de anjos caídos, satanás e o perigo que representavam?

Claro que não é nome próprio e por isso tive o cuidado de na minha resposta indicar o significado dos títulos atribuídos a esta criatura angélica.

Afirmar que o adversário de Deus não significa que seja bom nem mau, é fechar os olhos à descrição que emerge da Bíblia com respeito a Satanás. Conforme expus, até mesmo Cristo reconheceu Satanás como “homicida” e “pai da mentira”.

Bem, eu não estou fechando os olhos, simplemente fiz o meu estudo de onde aparece a palavra satanás na Bíblia, no antigo testamento é simplesmente um substantivo que quer dizer adversário no novo testamento a palavra é usada como personificação do pecado em todas as suas manifestações.

No Antigo Testamento:

Como já mencionei não existe qualquer informação sobre um anjo caído em Génesis ou em todo o Antigo Testamento, as pessoas quando encontravam a palavra hebraica "satan" simplemente entendiam "adversário.

A primeira vez que a palavra aparece no original é em:

- Números 22:22 “...e o Anjo do SENHOR pôs-se-lhe(a Balaão) no caminho por adversário.”

Aqui o adversário e o próprio Anjo de Javé.

- 1 Samuel 29:4: “Faze voltar este homem(David), para que torne ao lugar que lhe designaste e não desça conosco à batalha, para que não se faça nosso adversário no combate.”

Aqui também a palavra original traduzida "adversário" é "satan". O adversário neste caso era David.

- 2 Samuel 19:22: “Que tenho eu convosco, filhos de Zeruia, para que, hoje, me sejais adversários?

Mais uma vez aqui "satan" são humanos.

- 1 Reis 5:4  “... não há nem inimigo, nem adversidade alguma.”

A palavra "inimigo" aqui é "satan" no original.

- 1 Reis 11:14: “Levantou o SENHOR contra Salomão um adversário...” (similarmente versículos 23 e 25).

Aqui temos um adversário enviado por Javé contra Salomão. A palavra no original é "satan"

- Salmo 109:6: “Suscita contra ele um ímpio, e à sua direita esteja um acusador.”

Aqui a palavra "acusador" é "satan" no original.

O verbo relacionado derivado do substantivo "satan" aparece em Salmo 71:13; Salmo 109:20,29 e Zacarias 3:1

As outras vezes em que aparece a palavra "satan" os tradutores resolveram vertê-la para português, como "Satanás".

Acontece um caso curioso em 1 Crónicas 21:1 onde diz “Então, Satanás se levantou contra Israel e incitou a David a levantar o censo de Israel.”

Aqui supostamente "Satanás" é o anjo caído da tradição popular mas quando olhamos a passagem paralela em 2 Samuel 24 lemos "“Tornou a ira do SENHOR a acender-se contra os israelitas, e ele incitou a David contra eles, dizendo: Vai, levanta o censo de Israel e de Judá.”

Certamente há qualquer coisa que não bate certo aí, a não ser que "satan" seja um adversário que moralmente tanto pode ser mau ou bom.

O Satanás em Jó já mencionei depois aparece em Zacarias. Em nenhumas destas instâncias é dito que Satanás é um anjo caído.

No Novo Testamento a história é outra onde o nome "Satanás" serve de personificação do pecado, assim como Espírito Santo é a personificação para o poder de Deus.

Satanás no NT nunca tem bom significado.



É engraçado que você usa a aparente ausência de Satanás de Génesis a Jó para apoiar a sua explicação da negação desta entidade, enquanto ignora as inúmeras referências feitas na Bíblia sobre ele (como pessoa real) ou então revestindo de explicações os factos que a Bíblia apresenta de forma direta sobre ele e/ou anjos decaídos.

Só a título de curiosidade, Satanás aparece descrito em 1 Crónicas 21:1:
“E Satanás passou a pôr-se de pé contra Israel e a instigar Davi a recensear Israel.”

Este relato demonstra mais uma vez a atitude de oponente desempenhada por esta criatura angélica, em oposição aos desígnios e vontades divinas.

Eu não ignoro nada, sim, as passagem parecem falar de alguém em particular, mas eu acredito que seja uma personificação do pecado em suas variadas formas, pessoas ou grupo de pessoas que se opõem a Deus e ao Seu plano. Em relação a Crónicas 21:1 veja o que escrevi na minha resposta anteriror. Você ainda não mostrou que Satanás é uma criatura angélica maléfica.


@IrmaoEmCristo escreveu:No final do livro de Jó vemos que diz "Então, vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado; cada um lhe deu dinheiro e um anel de ouro."

Aqui diz que todo o mal foi enviado por Deus, como foi então Satanás  - um anjo caído que lhe fez mal?

Irmão em Cristo, afirmar à base deste texto que o mal que caiu sobre Jó foi da autoria de Deus é culpar Deus de uma profunda injustiça e ignorar o que o relato bíblico de Jó apresenta como verdadeiro culpado por esta prova de fé – Satanás, o Diabo.

Como é óbvio, o que aconteceu a Jó ocorreu com a permissão de Deus e por isso o relato apresenta nesta passagem a ideia de que tudo o que aconteceu foi pela vontade de Deus. Mas é preciso entender o contexto deste relato, bem como o uso destas expressões bíblicas, de modo a entender que nada do que acontece ocorre alheado da vontade Deus ou da sua permissão. Se não fosse assim, Deus não teria qualquer poder decisório na vida de seus servos ou no que ocorre a eles, seja bom ou mau.
Em último caso, está sempre na mão de Deus o poder decisório do bom e do mau.

O texto diz claramente que foi Deus que enviou o mal. Como eu disse no meu estudo acima, Deus é o único que tem poder sobrenatural Ele o outorga conforme quer. Neste caso Deus permitiu que Jó fosse testado.



Mas isso não invalida, conforme mostra o relato desde o capítulo 1, que foi lançado um desafio por Satanás perante a corte celestial (todos os “filhos de Deus”), de que Jó apenas servia a Deus porque este o protegia e o abençoava.

Escamotear ou ignorar este relato por inteiro e apenas apegar-se a um versículo, de modo a tentar negar o papel importante e decisivo que Satanás tem tido na história universal, é tentar esconder o sol com a peneira.

Eu não ignoro como já disse, apenas não interpreto da mesma forma que você. Aqui o adversário qualquer que tenha sido pôs em causa a integridade de Jó. E não teve poder para fazê-lo por si mesmo teve que pedir a Deus. O que me parece estranho quando se toma em consideração o poder do Satanás da crença popular.





@IrmaoEmCristo escreveu:E que dizer da natureza dos anjos? se eles podem pecar quer dizer que os forem aperfeiçoados e revestidos da nova natureza poderão pecar? Que promessa seria essa para os fiéis?

Qualquer criatura, humana ou celestial, foi criada dotada de livre arbítrio. Ponto final.

Sim quem diz? A Torre de Vigia? Então Deus não tem livre arbítrio porque não pode mentir?



@IrmaoEmCristo escreveu:Que poder usam os demónios e Satanás? têm poder sobrenatural próprio à revelia de Javé? No texto acima citei várias passagens onde mostra que Javé é soberano e que não tem semelhante.

Como é claro do relato de Jó, nada acontece sem a permissão de Deus. Apesar de Deus ter permitido que Satanás e seus demónios exerçam influência sobre a humanidade durante um período de tempo, ainda assim o poder destes é limitado.

Sim? onde na Bíblia diz isto "Deus ter permitido que Satanás e seus demónios exerçam influência sobre a humanidade durante um período de tempo, ainda assim o poder destes é limitado" ?

Terem eles poder, não significa que sejam superiores a Deus ou Cristo e é claro nos relatos do NT que tal poder e influência irá terminar finalmente no futuro. (Revelação 21:1-3; 20:10)

De onde vem o poder deles então?

@IrmaoEmCristo escreveu:Satanás pode estar em todo o lado ao mesmo tempo e saber tudo? É omnipresente e Omnisciente?

Vale a pena responder a esta pergunta?

Você é que sabe. Eu na Bíblia vejo que só Javé tem poder sobrenatural e o dá a quem quer, não estou a conseguir imaginar seres como esse Satanás anjo caído e seus lacaios usando o poder de Deus para o mal e impedimento do plano de Deus.


@IrmaoEmCristo escreveu:Quando Jesus ensinou a orar para que viesse o reino e fosse feita a vontade de Seu Pai assim na Terra como no céu. Ele estava a ensinar que pedisse-mos que viesse essa confusão que se passava no céu(onde seres de natureza celestial se opunham a Deus) para a terra, já não estava suficente mal aqui? Onde Deus habita não há confusão nem rebelião.

Não percebi muito bem esta questão, mas como é óbvio a influência de Satanás e seus demónios na terra fazem-se sentir desde que Adão e Eva pecaram.

Porque não há relatos de possessão no Antigo Testamento ou os humanos são avisados para estarem alerta contra anjos caídos? Porque os humanos são sempre culpados e castigados? Seria injusto não? Para além de não conhecerem esse inimigo eram humanos o que poderiam fazer contra uma legião de anjos caídos?



A vinda do Reino, não apenas terminará com a maldade praticada pelos humanos devido ao pecado adâmico, mas também porá um fim na revolta que se iniciou nos lugares celestias há milénios atrás.

Por favor passagens Bíblia para apoiar essa afirmação: "porá um fim na revolta que se iniciou nos lugares celestias há milénios atrás".


Com respeito à biografia que pedes, acredito que basta ler a Bíblia e a visão clara que esta apresenta sobre o arqui-inimigo de Deus, Satanás o Diabo, aparecerá facilmente.

Eu pessoalmente prefiro ir debatendo os textos à medida que vão sendo expostos.

Faça como quiser  Basketball

IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por River raid em Dom Jun 01 2014, 17:55

Realmente dá que pensar...

Supostamente anjos e querubins como ele (satanás) participaram na criação do Universo durante quase 14 biliões de anos... obviamente, com tanto conhecimento, contornar as Escrituras seria fácil.

Talvez essas profecias não tenham mais cumprimento porque já foram cumpridas.

Mesmo assim acredito num poder extremamente superior, uma consciência viva que muitos pseudo-inúteis líderes religiosos não conseguem alcançar nem compreender devido à ganância e sede de poder que roça a psicopatia.



River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4531
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Dom Jun 01 2014, 18:13

@River raid escreveu:Acho que Satanás é real mas algumas dúvidas assolam minha mente:

- satanás sabe ler e interpretar as Escrituras, certo? Conforme sabemos, em Revelação é condenado ao lago de Fogo. Se ele sabe que irá morrer porque motivo continuaria tendo um papel activo nas profecias de Revelação?
Não faria mais sentido influenciar os líderes mundiais para a paz e prosperidade de modo a atingir seu objectivo: tornar-se o verdadeiro Deus dos mortais, retirando qualquer esperança de imortalidade?

Paradoxos... Evil or Very Mad 


Primeiro há que provar que Satanás é um anjo caído. Smile

Segundo o mundo está mergulhado no pecado, é o que mantém a maioria das pessoas no cativeiro. Mas Deus através dos anjos vai manipulando o mundo para que chegue aquele ponto em que o Reino é estabelecido. Na Bíblica fica bem claro quem ordena as coisas:

"O Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens; e o dá a quem quer e até ao mais humilde dos homens constitui sobre eles" (Daniel 4:17)

"Até que aprendas que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens e o dá a quem quer" (Daniel 4:32)

"Tu somente és o Deus de todos os reinos da terra" (Isaías 37:15).

"Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas." (Romanos 13:1)

Deus não lida abertamente com o homem os seus assuntos mas os anjos vão influênciando para que chegue o tempo em que o reino dos homens será destruido e susbstituido pelo Reino de Deus. Em Daniel lemos de um anjo que estava atuando na corte do rei da Persia "Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim.
13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia." (Daniel 10:12-13).

" Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano, 14 quer às autoridades, como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores como para louvor dos que praticam o bem." (1 Pedro 2:13-14)

Os governos e autoridades associadas não quer dizer que sejam bons, mas Deus usa-os para avançar os seus planos. Por exemplo Deus usou nações como a Babilónia. etc.

(Por isso é que a minha igreja não vota.Para que não aconteça que estejamos sem querer a votar contra a vontade de Deus)


IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Jun 01 2014, 18:20

@IrmaoEmCristo escreveu:(Por isso é que a minha igreja não vota.Para que não aconteça que estejamos sem querer a votar contra a vontade de Deus)

Podemos saber exactamente, qual é a sua Igreja?  Question 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Dom Jun 01 2014, 18:26

@Investigando a Torre escreveu:
@IrmaoEmCristo escreveu:(Por isso é que a minha igreja não vota.Para que não aconteça que estejamos sem querer a votar contra a vontade de Deus)

Podemos saber exactamente, qual é a sua Igreja?  Question 

IT

Cristadelfianos (Irmãos em Cristo)

IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Investigando a Torre em Dom Jun 01 2014, 18:33

@IrmaoEmCristo escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:
@IrmaoEmCristo escreveu:(Por isso é que a minha igreja não vota.Para que não aconteça que estejamos sem querer a votar contra a vontade de Deus)

Podemos saber exactamente, qual é a sua Igreja?  Question 

IT

Cristadelfianos (Irmãos em Cristo)
Pois, isto é muito vago... mas qual a igreja física que frequenta, se é que frequenta alguma?

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Dom Jun 01 2014, 18:39

@Investigando a Torre escreveu:
@IrmaoEmCristo escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:
@IrmaoEmCristo escreveu:(Por isso é que a minha igreja não vota.Para que não aconteça que estejamos sem querer a votar contra a vontade de Deus)

Podemos saber exactamente, qual é a sua Igreja?  Question 

IT

Cristadelfianos (Irmãos em Cristo)
Pois, isto é muito vago... mas qual a igreja física que frequenta, se é que frequenta alguma?

IT

Peço desculpa pensei que queria saber o nome da igreja, nós em Portugal visto sermos poucos ainda fazemos reuniões na casa dos membros. Às vezes alugamos salas de hotel para convidar pessoas para palestras.

IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Dom Jun 01 2014, 23:00

IrmãoemCristo, eu entendo quando alguém recusa a ideia de existir uma entidade espiritual íniqua como Satanás e os demónios, com base na evidência científica, no atéismo ou mesmo no agnosticismo.

Mas custa-me a perceber como alguém que diz acreditar na Bíblia como a Palavra inspirada de Deus, questiona e usa de argumentos mais ou menos questionáveis para negar a pessoa de Satanás, contra quem tanto Jesus como os discípulos alertaram e falaram.

Questionar a existência de Satanás e dos anjos decaídos, do ponto de vista bíblico, tem tanta lógica como os saduceus nos dias de Jesus negarem a existência de anjos. Simplesmente não se enquadra no quadro que a Bíblia apresenta como um todo.

Vejo que vocês, Cristadelfianos, questionam a personificação do Diabo simplesmente e entre outras coisas (como no último comentário), porque ele não é apresentado com um nome próprio e sim reconhecido por títulos.

Como é óbvio, a Bíblia quando fala de Satanás, o Diabo, não está simplesmente a falar da atividade de alguém comum. Fala explicitamente de uma entidade personificada.

O caso de Jó é flagrante em nos dar um vislumbre da corte celestial onde Satanás, qual opositor por excelência, entra perante Deus sendo questionado por este, resultando na subsequente prova pedida pelo Diabo como prova da lealdade desse homem.

A Bíblia não apresenta Satanás como o mal inerente nos humanos, mas como aquele que por excelência usa de ardis e artimanhas para tentar manipular e exacerbar os desejos errados e pecaminosos que possuímos devido à imperfeição herdada.

Com respeito às possessões demoníacas, acho que nem vale a pena salientar muito esse tópico, pois se existe ao longo da história humana registos e relatos de tais possessões não vejo grande margem de manobra para as negar.

Atribuir a essas possessões apenas um cariz psicológico é reduzir e simplificar situações muitas das vezes bastante mais complexas. E usar textos bíblicos que claramente demonstram possessões demoníacas e exorcismos da parte de Jesus e apóstolos, tentando minimizar ou revestir de outros significados aquilo que a Bíblia claramente apresenta, é algo que me custa a entender.

No entanto, quero que fique bem claro que respeito o seu ponto de vista, embora não concorde claramente com ele. Estamos a discutir conceitos e doutrinas e não pessoas.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Seg Jun 02 2014, 10:44

@TJ Curioso escreveu:IrmãoemCristo, eu entendo quando alguém recusa a ideia de existir uma entidade espiritual íniqua como Satanás e os demónios, com base na evidência científica, no atéismo ou mesmo no agnosticismo.

Mas custa-me a perceber como alguém que diz acreditar na Bíblia como a Palavra inspirada de Deus, questiona e usa de argumentos mais ou menos questionáveis para negar a pessoa de Satanás, contra quem tanto Jesus como os discípulos alertaram e falaram.

Questionar a existência de Satanás e dos anjos decaídos, do ponto de vista bíblico, tem tanta lógica como os saduceus nos dias de Jesus negarem a existência de anjos. Simplesmente não se enquadra no quadro que a Bíblia apresenta como um todo.

TJ Curioso,

Eu acredito na Bíblia e creio que é a Palavra Inspirada de Deus. Eu sei que no Novo Testamento aparece Satanás e tanto como Aparece o Espírito Santo. Ambos não Aparecem no texto original do Antigo Testamento, embora os tradutores para Português tenham decidido colocar o nome "Satanás" em algumas passagens. Eu acredito que ambos, tanto Satanás e o Espírito Santo são personificações no Novo Testamento.

Eu já apresentei várias razões pelas quais creio que Satanás não pode ser um anjo que se rebelou contra Deus. Se para si argumentos mais ou menos questionáveis, só tenho que aceitar e respeitar a sua posição como inivíduo que é.

Como eu já mencionei em todo o Antigo Testamento, Javé culpa sempre os humanos e ele são castigados. Porque Satanás e o seu bando de anjos não são nunca mencionados como inimigos de Deus e que são culpados por desencaminhar os homens? Porque Deus e os profetas nunca avisam as pessoas contra esse perigo? Porque não há registos de possessão? O Antigo Testamento abarca milhares de Anos.

Primeiro temos o caso de Adão, Eva e a serpente, todos os três foram castigados, não é mencionado qualquer um agente exterior. Aqui seria uma boa chance para mencionar anjos rebeldes, e também não entendo Adão e Eva sendo inocentes porque não foram avisados contra as ciladas desse anjo maligno.

Depois no tempo de Noé quando a humanidade se corrompeu temos o que Javé diz:


"5 Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração;" (Génesis 6:5, RA)

"13 Então, disse Deus a Noé: Resolvi dar cabo de toda carne, porque a terra está cheia da violência dos homens; eis que os farei perecer juntamente com a terra." (Génesis 6:13,RA)

Deus promete não mais destruir a terra com um dilúvio porcausa do homem:

"21 E o SENHOR aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz." (Génesis 8:21,RA)

Aqui fica claro que quem pecou e são responsável são os humanos, não sou eu que o digo, é Javé. Ele promete não mais destruir a terra com um Díluvio "por causa do homem" e explica que o desígnio íntimo do homem é mau desde a mocidade.

Isto está de acordo com o que diz Jeremias "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?" (Jer. 17:9)

Todos nós sabemos, estudantes Bíblicos, que durante todo o AT, os judeus desobedeceram a Deus, eles eram castigados e voltavam a fazer o mesmo, mas não temos qualquer indicação de que isso era causado pelo diabo. Mas sim pelo mau íntimo que partilham com todos os humanos.

Eis alguns exemplos:

Em Isaías 44, Deus assevera que é o único Deus vivo, e depois são mencionados aqueles que faziam ídolos, e é dito sobre eles "Tal homem, se apascenta de cinza; o seu coração enganado o iludiu" (v. 20)

Em Jeremias 7:24 temos um comentário sobre os judeus rebeldes a Deus:

"Mas não deram ouvidos, nem atenderam, porém andaram nos seus próprios conselhos e na dureza do seu coração maligno; andaram para trás e não para diante"

E em Isaías 65:2

"Estendi as mãos todos os dias a um poco rebelde, que anda por caminho que não é bom, seguindo os seus próprios pensamentos"

No Novo Testamento é dito o mesmo, o Senhor Jesus Cristo disse:

"O que sai do homem, isso é o que o contamina. 21 Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, 22 a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. 23 Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem." (Marcos 7:20-23)

E em Tiago 1:13-15:
"13Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. 14 Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. 15 Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte. 16 Não vos enganeis, meus amados irmãos."

Aqui seria uma boa chance de mencionar o anjo decaído da cultura popular mas Tiago não o faz, ele diz que não podemos dizer que Deus nos tenta, então diria que é o diabo, mas Tiago não o faz e diz que é dos nossos prórpios desejos que surge a tentação e o pecado.

E Paulo disse que aos Coríntios, uma igreja com muitos gentios e sobre o tema dos ídolos e sobre as tentações que vinham sobre eles, que todas elas eram de origem humana:

"Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. 14 Portanto, meus amados, fugi da idolatria." (1 Coríntios 10:13-14)



Paulo diz aos Romanos que eles têm que mortificar a carne, os feitos do corpo, seria também oportuno mencionar um tentador celestial, mas não ele põe tudo nas mãos dos homens:

"Porque se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis" (Romanos 8:13)

Paulo fala muito da sua experiência pessoal da tentação e pecado e nunca menciona um anjo rebelde que o faz pecar:

"8 Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, despertou em mim toda sorte de concupiscência; porque, sem lei, está morto o pecado. 9 Outrora, sem a lei, eu vivia; mas, sobrevindo o preceito, reviveu o pecado, e eu morri. 10 E o mandamento que me fora para vida, verifiquei que este mesmo se me tornou para morte. 11 Porque o pecado, prevalecendo-se do mandamento, pelo mesmo mandamento, me enganou e me matou." Romanos 7:8-11

e

"Porque nem mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que prefiro, e sim o que detesto.
16 Ora, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.
17 Neste caso, quem faz isto já não sou eu, mas o pecado que habita em mim.
18 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo.
19 Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço.
20 Mas, se eu faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, e sim o pecado que habita em mim.
21 Então, ao querer fazer o bem, encontro a lei de que o mal reside em mim."(Romanos 7:15-21)

O mal reside dentro de nós, o coração é mau - a carne - a nossa natureza. Por isso é que tem que ser mudada para espiritual.

Paulo em Gálatas contrasta os frutos do espírito com os da carne:

"Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia,
20 idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções,
21 invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.

22 Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade"

As obras da carne, são as obras da natureza humana, e é isso que devemos contrariar em nós, e esforçarmo-nos por dar frutos do Espírito.

É por isto que eu não acredito que Satanás e os demónios possam ser seres angelicais. Primeio nunca é dito isso na Bíblia e em segundo tudo o que citei acima vai contra isso mostrando qual é o verdadeiro inimigo. Ora a Bíblia não se contradiz. Acho que não me podem dizer que não acredito na Bíblia.

Para além do mais como já escrevi anteriormente, Javé é o único que tem poder e todos os outros derivam isso Dele conforme a Sua vontade. Até Jesus teve que receber o poder de Deus.

Salmos 62:11 "Uma vez falou Deus, duas vezes ouvi isto: Que o poder pertence a Deus"

- Não existe deuses reais para além de Javé, só ele tem poder sobrenatural: "Portanto, grandíssimo és, ó SENHOR Deus, porque não há semelhante a ti, e não há outro Deus além de ti, segundo tudo o que nós mesmos temos ouvido." (2 Samuel 7:22),

- "para que todos os povos da terra saibam que o SENHOR é Deus e que não há outro." (1 Reis 8:60),

-"Eu sou o SENHOR, e não há outro; além de mim não há Deus... Para que se saiba, até ao nascente do sol e até ao poente, que além de mim não há outro; eu sou o SENHOR, e não há outro.Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas." (Isaías 45:5,6),

-"Respondeu-lhe o SENHOR: Quem fez a boca do homem? Ou quem faz o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o SENHOR?" (Êxodo 4:11),

-"Tocar-se-á a trombeta na cidade, sem que o povo se estremeça? Sucederá algum mal à cidade, sem que o SENHOR o tenha feito?" Amós 3:6, "Vede, agora, que Eu Sou, Eu somente, e mais nenhum deus além de mim; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e não há quem possa livrar alguém da minha mão." Deuteronómio 32:39.

Javé é Todo-Poderoso, não tem revial semelhante na esfera celestial.

Quem está no Espírito não peca, Deus não peca, Jesus na terra não pecou e agora é uma ser espíritual assim como os anjos.

E foi-nos prometido que os santos serão como os anjos.

Não consigo entender como essa promessa pode ter qualquer valor se os anjos podem pecar e rebelar-se se partilham da natureza divina a qual é a de Jesus agora e será dos santos imortalizados um dia. Se as pessoas aperfeiçoadas ainda poderão pecar então segundo a Bíblia estarão ainda na carne e poderá haver rebeliões e isso anulará o sacrifício de Jesus.

Jesus chamou Pedro de Satanás, porque ele seguia a carne, os seus sentimentos, ele não queria que Jesus morresse, era um pensamento bom mas era contrário ao plano de Deus logo Jesus disse-lhe:

"Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens." (Mateus 16:23)

Em outra ocasião referindo-se a juda Jesus disse: "Replicou-lhes Jesus: Não vos escolhi eu em número de doze? Contudo, um de vós é diabo." (João 6:70)

Isso aparece em todas a Bíblias em português que vi, menos na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas onde diz " Jesus respondeu-lhes: “Não escolhi eu a vós doze?+ Contudo, um de vós é um caluniador.”"

Isto é só um exemplo como os tradutores podem nos enganar. Aqui Jesus chama Judas de diabo, mas como isso não se enquadra com a doutrina TJ, ele resolveram traduzir a palavra, enquanto que no original Grego "ἀπεκρίθη αὐτοῖς ὁ Ἰησοῦς Οὐκ ἐγὼ ὑμᾶς τοὺς δώδεκα ἐξελεξάμην; καὶ ἐξ ὑμῶν εἷς διάβολός[diabolos] ἐστιν." Não é que não esteja mal o que fizeram mas o que está mal é que enganam as pessoas ao traduzirem num lado e noutro lugar deixam como "diabo" parecendo ser uma criatura em especial, quando diabo pode ser qualquer um:

Em Tito 2:3 temos sobre as mulheres "Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias em seu proceder, não caluniadoras, não escravizadas a muito vinho; sejam mestras do bem"

Aqui a palavras "caluniadoras" no original é "diabolous" = diabos:

"πρεσβύτιδας ὡσαύτως ἐν καταστήματι ἱεροπρεπεῖς, μὴ διαβόλους μηδὲ οἴνῳ πολλῷ δεδουλωμένας, καλοδιδασκάλους"

Falando dos homens nos últimos tempos Paulo diz em 2 Timóteo 3:1-4

"Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis,
2 pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes,
3 desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem,
4 traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus"

Aqui mais uma vez a palavra "caluniadores" é diabos, "ἄστοργοι, ἄσπονδοι, διάβολοι, ἀκρατεῖς, ἀνήμεροι, ἀφιλάγαθοι,"

Em relação a Satanás é mesma coisa, é a personificação do pecado em suas várias formas, quer pensamentos contra os mandamentos de Deus, quer pessoas individuais, quer coletivas.

Em Apocalipse/Revelação temos as cartas de Jesus às igrejas e em Éfeso havia muita persiguição e temos

"Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós" (Apo. 2:10)

Era um anjo caído que os ia colocar na prisão?

E ele habitava e tinha o trono em Éfeso?

"Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita." (v. 13)

Éfeso era o assento das autoridades Romanas nesse tempo para essa região. Logo eram onde havia a persiguição maior. Senão temos que crer que havia nesse lugar o trono de Satanás anjo decaído e que ele morava lá.

Pedro falando da persiguição pelas autoridades Romanas: diz

" "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar" (1 Pedro 5:Cool.

Talvez Pedro tivesse em mente também provérbios 28:15 "Como leão que ruge e urso que ataca, assim é o perverso que domina sobre um povo pobre."


Em Apocalipse/Revelação que é um livro símbolico e profético temos esses animais/bestas extraordinários como em Daniel que representam entidades com poder entres os humanos (reinos etc), e no próprio livro de Apocalipse/Revelação temos a interpretação de alguns dos símbolos por exemplo sobre os chifres os anjo diz:

24 Aqui está o sentido, que tem sabedoria: as sete cabeças são sete montes, nos quais a mulher está sentada. São também sete reis, Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora." (Apo. 17:12)

Não pode ser mais claro.

É interessante que os que acreditam num anjo caído chamado Satanás sempre citam Apocalipse 12:10
" E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos."

E esquecem-se de que o livro é simbólico.
Tenho uma Bíblia "Pastoral" brasileira e que tem este comentário interessante sobre esse versículo"

"O dragão personifica o mal, inimigo de Deus. Trata-se do egoísmo, orgulho e auto-suficiência que deformam os indivíduos e os grupos sociais"

O que é espantoso sendo a Bíblia Católica.

A passagem não menciona anjos caídos nem demónios, menciona anjos, mas isso é nas nossas traduções porque no original grego simplesmente significa "mensageiros", gente que trabalha para o dragão.

Enquanto ao céu, não quer dizer que seja a habitação de Deus, na Bíblia muitas vezes céu, estrelas, e afins significam humanos em posição de poder. Para além do mais se o dragão é literal também seria a mulher vestida do sol e com a lua debaixo dos pés que são claramente símbolos de algo.

Isto está falando claramente sobre um poder político que se opõe aos santos e a Deus e que foi deitado por terra, derrubado do poder que detinha. No contexto com o que é dito por Jesus a Éfeso sobre serem colocados na prisão por Satanás e que Satanás habita é possível que o poder aqui representado seja o Império Romano Pagão, que depois mudou de pele e virou "cristão" e que continua hoje na forma da Igreja Catolica e suas filhas(a Cristandade).

Porque foi simbolizado este poder político através do diabo e Satanás e da serpente antiga?

Porque estes representam o pendor da carne, e quando homens motivados pelo pendor da carne se opõem aos servos de Deus, atuam da mesma forma que a serpente no princípio. Um exemplo típico são aqueles que se opuseram a Cristo quando pregava o evangelho em Israel. Ele disse aos escribas e fariseus:

"Serpentes, raça de víboras! Como escapareis da condenação do inferno?" (Mateus 23:33).

Noutra ocasião disse-lhes: "Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira" (João 8:44).

Em ambas passagens Jesus referia-se claramente à serpente do Éden, cuja mentira semeou a semente do pecado e conduziu à condenação e morte do homem. Todos aqueles que de forma similar operam contra Deus são em sentido figurado, descendentes da serpente, ou a sua "semente," usando a expressão de Génesis; e estão destinados a ser destruidos por Cristo, a semente da mulher (Génesis 3:15).

Nisto tudo temos uma linguagem simbóblica firmemente baseada nos fatos que ocurreram no Éden, onde por primeira vez o homem se opôs a Deus e o pecado apareceu no mundo, não por causa de um monstro imortal, mas através do próprio homem, instigado pela serpente. Não necessitamos de procurar para além da raça humana para encontrar o diabo e Satanás. Na raça humana temos este poder do pecado no nosso próprio coração e, à nossa volta, nos outros indivíduos, em comunidades e sociedades, e nas autoridades humanas, tanto civis como eclesiásticas. Todo este poder maligno está destinado a ser destruido por Cristo.

No Novo Testamento quando o pecado é personificado como Satanás, e eis uma tabela que compara os dois:

1. Hostil a Deus, para ser resistido

Pecado: "nem ofereceis cada um os membros do seu corpo ao pecado, como instrumentos de iniquidade; mas ofereceivos a Deus como ressurrectos dentre os mortos, e os vossos membros, a Deus como instrumentos de justiça" (Romanos 6:13)

Diabo: "Sujeitavos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós" (Tiago 4:7)

É interessante aqui notar que se resistirmos ao diabo, ele fugirá de nós, se ele é um anjo tão poderoso como a cultura popular diz ser como é que ele foge de nós meros humanos se registirmos? Mas se resistirmos à tentação de pecar, muitas vezes podemos ser bem sucedidos.

2. Traiçoeiro, sedutor

Pecado: "Porque o pecado, prevalecendo-se do mandamento, pelo mesmo mandamento, me enganou e me matou" (Romanos 7:11)

Diabo: "o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo" (12:9)

3. Destruidor de vida

Pecado: como na citação acima onde Paulo diz " e me matou"; "o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor." (6:23); "De modo nenhum! Como viveremos ainda no pecado, nós os que para ele morremos?" (Romanos 6:2)

4. Destruído pelo sacrifício de Cristo

Pecado: "sabendo isto: que foi sacrificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos" (6:6)

Diabo: "Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele [Jesus], igualmente participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tempo o poder da morte, a saber, o diabo" (Heb. 2:14)

5. Antítese do Espírito Santo

Pecado: "Se, porém, Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito é vida, por causa da justiça" (8:10)

Diabo: "... Ananias, porque encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo?" (Atos 5:3 e também Atos 10:38).

6. Senhor/Regente

Pecado: "... o pecado reinou pela morte" (5:21) e "Não sabeis que daquele a quem vos ofereceis como servos para obediência, desse mesmo a quem obedeceis sois servos, seja do pecado para a morte ou da obediência para a justiça?" (6:16)

Diabo: "Se também Satanás estivir dividido contra si mesmo, como susistirá o seu reino?" (Lucas 11:18)


Vejo que vocês, Cristadelfianos, questionam a personificação do Diabo simplesmente e entre outras coisas (como no último comentário), porque ele não é apresentado com um nome próprio e sim reconhecido por títulos.

Veja acima que nós cremos que o diabo é personificado.


Como é óbvio, a Bíblia quando fala de Satanás, o Diabo, não está simplesmente a falar da atividade de alguém comum. Fala explicitamente de uma entidade personificada.

Veja acima, o pecado é personificado como sendo um ser chamado Santanás o diabo.


O caso de Jó é flagrante em nos dar um vislumbre da corte celestial onde Satanás, qual opositor por excelência, entra perante Deus sendo questionado por este, resultando na subsequente prova pedida pelo Diabo como prova da lealdade desse homem.

Qualquer que seja o adversário em Jó sabemos que ele não tinha poder de si mesmo e que foi Deus que o testou incitado pelo adversário.

"Perguntou o SENHOR a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal. Ele conserva a sua integridade, embora me incitasses contra ele, para o consumir sem causa."

José reconhece que foi Deus que o provou:

"Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR! 22 Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma." (Jó 1:21)

E claro no final do livro temos o que já citei anteriormente:

"Então, vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado" (Jó 42:11)

Não sou eu que o digo é a Bíblia. Creio que é inspirada.

Sabemos que os anjos provam os humanos e que não sabem tudo - não conhecem os pensamos dos humanos:

Por exemplo temos o caso do anjo que testou Abraão. Quando Abraão estava para sacrificar Isaque o anjo diz:

"Mas do céu lhe bradou o Anjo do SENHOR: Abraão! Abraão! Ele respondeu: Eis-me aqui!
12 Então, lhe disse: Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho."

Em relação ao adverário em Jó temos a situação:

- Até esse ponto não há qualquer menção de um anjo rebelde
- A palavra "satan" em hebraico simplesmente significa adversário, e nas instâncias anteriores a Jó podem se referir a pessoas a anjos que estão ao serviço de Javé.
- O livro de Jó não está escrito em prosa, há quem diga que embora a história seja verídica está escrita como se fosse uma peça para ser representada.
- Satanás nunca é castigado, no final do livro Deus repreende vários agentes mas não um anjo caído.

Quais as opções então?

Ou um anjo que queria Jó testado não necessáriamente um anjo rebelde, o que também seria estranho esse anjo ter acesso a Javé e manter conversações com ele. E Deus fazer o que ele diz, testando Jó porque esse tal adversário não tem poder própio. Não acredito que Deus fizesse o que um anjo rebelde lhe pedisse.

Outra hipótese é que isto sendo possívelmente uma representação da história, quando fala em Filhos de Deus, estes serem pessoas entre a congregação que dúvidam da integridade de Jó (até mesmo em oração podiam pedir para que ele fosse testado), dizendo que ele só adora a Deus porque é muito abençoado. Isto então é descrito como uma fala entre Deus e o adversário. Pode surgir a questão de dos filhos de Deus se apresentarem perante Deus. Mas existem passagens na Bíblia em que os crentes são chamados de Filhos de Deus e também que quando esses prestavam culto a Deus é dito que estavam na presença de Deus.

Qualquer que seja o adversário de Jó não pode ser um anjo rebelde devido ao que a Bíblia diz sobre o pecado, de onde vem, sobre a natureza carnal e espiritual, as promessa aos santos etc.






A Bíblia não apresenta Satanás como o mal inerente nos humanos, mas como aquele que por excelência usa de ardis e artimanhas para tentar manipular e exacerbar os desejos errados e pecaminosos que possuímos devido à imperfeição herdada.

Com respeito às possessões demoníacas, acho que nem vale a pena salientar muito esse tópico, pois se existe ao longo da história humana registos e relatos de tais possessões não vejo grande margem de manobra para as negar.

Atribuir a essas possessões apenas um cariz psicológico é reduzir e simplificar situações muitas das vezes bastante mais complexas. E usar textos bíblicos que claramente demonstram possessões demoníacas e exorcismos da parte de Jesus e apóstolos, tentando minimizar ou revestir de outros significados aquilo que a Bíblia claramente apresenta, é algo que me custa a entender.

No entanto, quero que fique bem claro que respeito o seu ponto de vista, embora não concorde claramente com ele. Estamos a discutir conceitos e doutrinas e não pessoas.

Eu tentei responder a isso tudo usando copiosamente passagens da Bíblia. Que os leitores decidam. Existem muitas passagem que não abordei simplesmente porque isto já está a ficar longo e acho que apresentei os pontos fulcrais para refutar a ideia de um ser celestial pecador, mas se alguém quiser mais algum esclarecimento que me contacte ou abra outros tópicos sobre passagens específicas.

A paz de Cristo


IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Seg Jun 02 2014, 11:18

IrmãoemCristo, eu percebo os teus argumentos. E percebo também que mesmo os textos que demonstram e falam de Satanás como entidade são interpretados como sendo uma alegoria. Percebo por isso que NADA do que possa usar na Bíblia te convencerá que Satanás é um ser real. Afinal, será tudo reintrepretado segundo o conceito cristadelfiano.

Aliás, essa tem sido cada vez a maior arma dele: fazer crer que não existe, de modo que a sua influência entre os humanos seja menos perceptível.

Já agora algumas questões:

– Se Satanás e os demónios não existem, de onde provêem os alegados poderes sobrenaturais relatados na Bíblia, relacionado com artes mágicas, feitiçaria, mediunidade (contra a qual Deus alerta), arte do vatícinio (que mencionei anteriormente que Paulo expulsou um demónio que usava uma moça), etc.?

– Quando Jesus expulsa demónios, entre os quais alguns deles afirmam e declaram reconhecer Jesus como "Filho de Deus", afirma ser uma "Legião" pois muitos possuíam o homem, são transferidos para uma vara de porcos que se precipita desfiladeiro abaixo, a incapacidade dos seus discípulos expulsarem certo demónio e Jesus explicar que aquela espécie de demónio só pode ser expulsa com muita oração, pode-se isso referir apenas a um processo de loucura?

– Como interpretaram os primeiros cristãos tais passagens, mesmo quando Jesus lhes havia prometido a capacidade de exorcizar e expulsar demónios?

– Quando Jesus é confrontado no deserto por Satanás, o Diabo e este testa a Jesus, será isso apenas uma alegoria da luta interna de Jesus (bem vs mal)?

– Se Satanás não é uma pessoa real e com isso nenhuma questão foi levantada com respeito à soberania divina e à fidelidade dos humanos a Deus, porque Deus simplesmente não destruiu logo os humanos no jardim do Éden?

– Se Satanás não é uma pessoa real e com isso não usou uma serpente para enganar Eva, significa que devemos entender que a serpente literalmente falou por si mesma ou é também uma alegoria? Porque não interpretar também a história e existência de Adão e Eva como uma alegoria?

– Porque a Bíblia, chama a Satanás de a serpente original, se ele não é realmente uma pessoa real que esteve por detrás da queda da humanidade?

Estas são apenas algumas questões, pois existirão muitas mais para quem rejeita a existência de Satanás e seus demónios.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Seg Jun 02 2014, 11:30

Já agora outra questão, como vocês explicam os fenómenos relacionados com aparições, tipo poltergheist, manifestações do mundo espiritual em que pessoas são atacadas físicamente, etc.?

E não vale a pena dizeres que são processos mentais, pois conheço vários casos pessoalmente de experiências e posso garantir que foram reais e não apenas imaginação.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Jun 02 2014, 11:47

@TJ Curioso escreveu:Já agora outra questão, como vocês explicam os fenómenos relacionados com aparições, tipo poltergheist, manifestações do mundo espiritual em que pessoas são atacadas físicamente, etc.?

E não vale a pena dizeres que são processos mentais, pois conheço vários casos pessoalmente de experiências e posso garantir que foram reais e não apenas imaginação.
Então, mas já não falámos aqui no Fórum destes "filmes"?  Twisted Evil  Morrer a rir 

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Seg Jun 02 2014, 11:51

@Investigando a Torre escreveu:
@TJ Curioso escreveu:Já agora outra questão, como vocês explicam os fenómenos relacionados com aparições, tipo poltergheist, manifestações do mundo espiritual em que pessoas são atacadas físicamente, etc.?

E não vale a pena dizeres que são processos mentais, pois conheço vários casos pessoalmente de experiências e posso garantir que foram reais e não apenas imaginação.
Então, mas já não falámos aqui no Fórum destes "filmes"?  Twisted Evil  Morrer a rir 

IT

Lembraste-te do tópico? Wink

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Filino Rupro em Seg Jun 02 2014, 12:39

TIAGO 2:19 diz: Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem.

O que há para responder, afinal?
O escritor faz uma apologia da fé com obras e neste versículo em particular admite que a crença ou a fé, não é suficiente para adquirir uma "boa consciência". Quer a palavra "demônios" se aplica a humanos ou a criaturas espirituais não faz a mais pequena diferença ao argumento elaborado. Contudo, a passagem fica difícil de perceber se "demônios" forem considerados como humanos, porque a argumentação sai enfraquecida.




Filino Rupro
Membros
Membros

Mensagens : 1299
Likes : 96
Data de inscrição : 06/12/2012
Idade : 45
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Seg Jun 02 2014, 12:49

Eu posso responder às perguntas mas vejo que ignorou quase tudo o que eu escrevi apegando-se a passagens que se forem interpretadas como o faz entrarão em conflito com o resto do ensino Bíblico, sei que é bom ter alguém quem culpar, mas a Bíblia diz que somos responsáveis. Demonstrei que a doutrina Bíblica sobre o pecado e a natureza humana entre em conflicto com a posição que toma - de um anjo que se rebelou contra Deus e que tem poder sobrenatural próprio para causar o mal. Na Bíblia eu vejo que é do homem que vem o pecado e a rebelião contra Deus e que Javé tem todo o poder. A Bíblia não se contradiz, logo essas passagens que parecem ensinar algo diferente têm que ter uma explicação segundo o que a Bíblia ensina e não segundo o livro apócrifo de Enoque. (Vejo que já respondi a algumas coisas acima)

Parece-me o mesmo tipo de discussão que se tem como um Trinitariano, que diz que o Espírito Santo é uma pessoa....

Existem explicações para todas essas perguntas, a tentação de Jesus, o endemoniado Legião, Adão, Eva e Serpente, etc. Visto que não são aceita as minhas explicações acima sobre a origem da tentação menciondas pelos testemunho pessoal de Paulo, Jesus e Tiago. Para além de TODO o Antigo Testamento. E que Deus é Todo-Poderoso e só Ele tem poder sobrenatural. Talvez mais tarde eu abra tópicos para comentar essas ocorrências. Por agora deixo aqui algum link onde se encontram explicações para todas essas perguntas.

Link para textos sobre o tema: O Diabo - Quem ou o Que é?

IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por IrmaoEmCristo em Seg Jun 02 2014, 13:03

@Filino Rupro escreveu:TIAGO 2:19 diz: Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem.

O que há para responder, afinal?
O escritor faz uma apologia da fé com obras e neste versículo em particular admite que a crença ou a fé, não é suficiente para adquirir uma "boa consciência". Quer a palavra "demônios" se aplica a humanos ou a criaturas espirituais não faz a mais pequena diferença ao argumento elaborado. Contudo, a passagem fica difícil de perceber se "demônios" forem considerados como humanos, porque a argumentação sai enfraquecida.

Claramente os demónios não são humanos, o estudo dessa palavra no NT, (ver o meu estudo em uma das respostas), mostra que os demónios eram considerados ser os deuses pagãos e seus ídolos. Claro pode discordar mas não vejo alternativa dazendo esse estudo da palavra "daimonion".

Eu gostaria de saber aqui do fórum quem esteve possuído ou se conhece alguém na família que o esteve. E como sabemos se uma doença é causada por demónio. Os acreditam em demónios como seres que possuem vitimas humanas vão primeiro a um exorcista ou vão ao médico?

De todas as maneiras mesmo mesm com ocurrências estranhas nos dias de  não existe lugar algum nas escrituras que digam que os demónios são anjos caídos.

Explicando a possessão

O que se segue é uma explicação simplificada do fenômeno da “possessão”. Em circunstâncias normais tudo o que vemos, escutamos e tocamos é recebido pelo cérebro, que atua como um computador. O cérebro-computador então compara essa nova informação recebida com todas as outras experiências registradas no passado que tenham alguma relação com essa nova informação. Na sua grande maioria isto é um processo automático que não requer esforço consciente(Dr. Wm. Sargant explica isso em grande detalhe, “The Physiology of Faith” (A Fisiologia da Fé), British Journal of Psychiatry 1969, p 505-18. Também seu livro “Battle for the Mind” (Batalha pela Mente), Heinemann, Lodres, 1957, p 41, é de ajuda. Deve-se notar que Sargant que estudou a moderna possessão “carismática” pelo “espírito santo”que é exatamente o mesmo fenômeno que possessão demoníaca mal aplicado quando igualando a moderna experiência “carismática” com o derramamento do Espírito Santo no Novo Testamento).

Assim, se você é informado de que a lua é feita de queijo verde, a sua resposta imediata é, “De jeito nenhum!” Essa resposta é o resultado do cérebro pesando essa proposição, comparando-a com certos fatos conhecidos como seja que o queijo é feito a partir do leite e que astronautas estiveram na lua e viram que era composta por rochas, e então decidindo que esta nova informação não pode ser aceite - a lua não pode ser feita de queijo verde! Tudo isso acontece a nível do subconsciente (ou seja, não precisa ser analisado conscientemente) numa fração de segundo.


Quando o cérebro é sujeito a grande estresse, ocorrem mudanças que alteram a forma como a informação é recebida, analisada e registrada. É esta alteração na função do cérebro que leva ao estado de “possessão”.

Em um festival religioso pagão as pessoas são submetidas a tal estresse. Por bater palmas ritmadamente, usando tambores e dançando; pela exaustão do corpo; induzindo for; pelo uso de drogas e pelo uso de outros métodos degradantes; o cérebro é progressivamente cansado até que o estado é alcançado onde não mais analisa de forma crítica a informação recebida. Neste ponto quaisquer ideias que lhe são apresentadas são aceites sem qualquer questionamento. É neste ponto de rotura que a “possessão” ocorre. O indivíduo fica rodeado pela crença que a possessão ocorrerá, e já que o seu cérebro não consegue analisar de forma critica esta crença, ele aceita que está possuído e reage de conformidade com essa realidade.


POSSESSÃO

Tal "possessão" é geralmente acompanhada por perda de consciência, convulsão ou estado de transe/hipnotismo, e foi observado e descrito por Sargant. Este estado de possessão, que ocorreram nos festivais pagãos no tempo do Novo Testamento, e que ainda se podem ver nos dias de hoje, é um fenômeno bem real e observável. Mas não se deve a possessão por demônio, (pois demônios não existem) e podem ser fisiologicamente explicados – deve-se à exaustão cerebral.

Eu acredito plenamente nisto, foi estudado e está registado todo o tipo de situações até a chamada força "supernatural".

Que dizer de pessoas que dizem prever o futuro? Na Bíblia diz que só Deus tem esse poder:

"Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro e eu sou o último, e além de mim não há Deus. 7 Quem há, como eu, feito predições desde que estabeleci o mais antigo povo? Que o declare e o exponha perante mim! Que esse anuncie as coisas futuras, as coisas que hão de vir!"

E somos alertados em Deuteronómio que podemos ser testados:

" Quando profeta ou sonhador se levantar no meio de ti e te anunciar um sinal ou prodígio, e suceder o tal sinal ou prodígio de que te houver falado, e disser: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los, não ouvirás as palavras desse profeta ou sonhador; porquanto o SENHOR, vosso Deus, vos prova, para saber se amais o SENHOR, vosso Deus, de todo o vosso coração e de toda a vossa alma."

O mesmo acontece no Novo Testamento:

" Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira,
10 e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos.
11 É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira,
12 a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça."

Aqui diz que Deus manda a operação do erro aos que não acreditam na verdade e afundam-se ainda mais em suas superstições com coisas que vão acontecendo que foram preparadas para testar os crentes.

Continuo sem acreditar em possessão por anjos malignos e que fazem as pessoas prever coisas e outros fenómenos estranhos. Como mostrei se há seres espírituais usando poder sobrenatural, esse poder só tem uma fonte, Deus. Logo era o mesmo que dizer que o diabo e seus anjos usam o Espírito santo para o mal e se oporem a Deus. Em Jó temos Deus testando Jó quando foi incitado por um adversário e o anjo que testou Abrãao, não conhecia o que ia na mente e coração de Abraão. O Satanás da cristandade, parece que sabe tudo, e parece que está em todo o lado ao mesmo tempo, possui pessoas e mora em Éfeso. E para além do mais às vezes ainda é benéfico, porque o mensageiro de satanás ajuda Paulo a não se ensoberbecer e Paulo também entregou algumas pessoas a Satanás para que no final não sejam destruídas. Efim.


Última edição por IrmaoEmCristo em Seg Jun 02 2014, 13:07, editado 1 vez(es)

IrmaoEmCristo

Mensagens : 56
Likes : 2
Data de inscrição : 30/05/2014
Idade : 43
Localização : Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por TJ Curioso em Seg Jun 02 2014, 13:05

@IrmaoEmCristo escreveu:Eu posso responder às perguntas mas vejo que ignorou quase tudo o que eu escrevi apegando-se a passagens que se forem interpretadas como o faz entrarão em conflito com o resto do ensino Bíblico, sei que é bom ter alguém quem culpar, mas a Bíblia diz que somos responsáveis. Demonstrei que a doutrina Bíblica sobre o pecado e a natureza humana entre em conflicto com a posição que toma - de um anjo que se rebelou contra Deus e que tem poder sobrenatural próprio para causar o mal. Na Bíblia eu vejo que é do homem que vem o pecado e a rebelião contra Deus e que Javé tem todo o poder. A Bíblia não se contradiz, logo essas passagens que parecem ensinar algo diferente têm que ter uma explicação segundo o que a Bíblia ensina e não segundo o livro apócrifo de Enoque. (Vejo que já respondi a algumas coisas acima)

Parece-me o mesmo tipo de discussão que se tem como um Trinitariano, que diz que o Espírito Santo é uma pessoa....

Existem explicações para todas essas perguntas, a tentação de Jesus, o endemoniado Legião, Adão, Eva e Serpente, etc. Visto que não são aceita as minhas explicações acima sobre a origem da tentação menciondas pelos testemunho pessoal de Paulo, Jesus e Tiago. Para além de TODO o Antigo Testamento. E que Deus é Todo-Poderoso e só Ele tem poder sobrenatural. Talvez mais tarde eu abra tópicos para comentar essas ocorrências. Por agora deixo aqui algum link onde se encontram explicações para todas essas perguntas.

Link para textos sobre o tema: O Diabo - Quem ou o Que é?

Obrigado IrmãoemCristo.

Embora concorde que cabe aos humanos a responsabilidade pelos seus atos (daí o livre arbítrio), isso não invalida que existam forças espirituais iníquas conforme demonstrado claramente pelas Escrituras Sagradas.

Não irei insistir mais neste ponto, pois creio que expôs muito bem a posição da vossa confissão religiosa.  Smile

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha resposta sobre Tiago 2:19 - "Demónios acreditam e estremecem"

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 20:34


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum