EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

O Espírito Santo, é Deus?

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por TJ Curioso em Sab Dez 13 2014, 18:20

@Samuel de Medeiros escreveu:
@TJ Curioso escreveu:Uma coisa que nunca percebi muito bem foi este conceito judaico de escrever D-us, D.s ou D.us.

A palavra Deus é apenas um título e não o Nome pessoal ou um dos nomes divinos. É um título inclusivamente usado na Bíblia usado em relação a anjos e homens.

Ao não se escrever o título Deus na sua forma completa, de que isso adianta? Rolling Eyes




É seu conceito de que D.us seria apenas um titulo e não um dos nomes divinos que está equivocado ao menos para a mente hebraica. Talvez sobre influencia da Organização TJ veio a pensar dessa maneira... O que eu nunca entendi é essa diferenciação entre "nome" e "Titulo", UM TITULO NÃO É UM NOME? Não sei no português, mas no hebraico não existe tal coisa como "Titulo" e "Nome"... Substantivo em hebraico é SHEM ETZEM literalmente NOME OSSO que indica ser a base ). Já Adjetivo em hebraico é SHEM TOAR ( literalmente NOME DESCRITIVO ). e Verbo em hebraico é SHEM POAL ( literalmente NOME OBREIRO) Enfim tanto substantivos como adjetivos e verbos em hebraico SÃO NOMES e é muito comum usar um adjetivo ou um substantivo COMO NOME PESSOAL... Eu por exemplo me chamo SHMU-EL ARIEH ( Samuel Leão ) Shmu é o verbo ouvir no passado e EL é UM NOME DIVINO, ou seja um verbo que se tornou nome associado a um Nome Divino.

Elo-him é um dos 72 Nomes de D.us.  Sugiro que investigue. Nós nunca chamamos os "deuses" de Elo-him mas sim de Elilim e é assim que aparece na escritura. Agora quando homens e anjos são designados pelo Nome Divino Elo-him isso tem varias explicações e as Traduções hebraicas o traduz por "Justiceiro"...


Espero ter ajudado e esclarecido melhor...

Obrigado pela explicação.

Embora possa entender a sua explicação, ainda assim não partilho das conclusões. Por exemplo, a palavra hebraica El é usada nas Escrituras não apenas em referência a YHVH como também aos deuses falsos pagãos, tais como o deus-chefe cananita El. Era um termo comum no Oriente Médio. O mesmo se passa com o título Elohim. A sua utilização não se restringe a YHVH mas é utilizada também em relação a deuses falsos das nações (ver aqui).

Não sou apenas eu que faço a distinção de título em relação a nome. O próprio Deus nas Escrituras Sagradas escolhe para si um nome distintivo de todos os deuses adorados pelas nações. Tal nome distintivo aparece como já foi referido, cerca de 7.000 vezes nas Escrituras Sagradas, o que não acontece com qualquer outro nome. YHVH é o seu nome por excelência e daí haver uma clara distinção entre o título Deus e o nome pessoal de Deus.

Embora deuses falsos partilhem alguns dos títulos usados pelo Deus hebraico, ainda assim o Nome pessoal YHVH apenas pertence a Ele.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Samuel de Medeiros em Sab Dez 13 2014, 19:32

@TJ Curioso escreveu:
@Samuel de Medeiros escreveu:
@TJ Curioso escreveu:Uma coisa que nunca percebi muito bem foi este conceito judaico de escrever D-us, D.s ou D.us.

A palavra Deus é apenas um título e não o Nome pessoal ou um dos nomes divinos. É um título inclusivamente usado na Bíblia usado em relação a anjos e homens.

Ao não se escrever o título Deus na sua forma completa, de que isso adianta? Rolling Eyes




É seu conceito de que D.us seria apenas um titulo e não um dos nomes divinos que está equivocado ao menos para a mente hebraica. Talvez sobre influencia da Organização TJ veio a pensar dessa maneira... O que eu nunca entendi é essa diferenciação entre "nome" e "Titulo", UM TITULO NÃO É UM NOME? Não sei no português, mas no hebraico não existe tal coisa como "Titulo" e "Nome"... Substantivo em hebraico é SHEM ETZEM literalmente NOME OSSO que indica ser a base ). Já Adjetivo em hebraico é SHEM TOAR ( literalmente NOME DESCRITIVO ). e Verbo em hebraico é SHEM POAL ( literalmente NOME OBREIRO) Enfim tanto substantivos como adjetivos e verbos em hebraico SÃO NOMES e é muito comum usar um adjetivo ou um substantivo COMO NOME PESSOAL... Eu por exemplo me chamo SHMU-EL ARIEH ( Samuel Leão ) Shmu é o verbo ouvir no passado e EL é UM NOME DIVINO, ou seja um verbo que se tornou nome associado a um Nome Divino.

Elo-him é um dos 72 Nomes de D.us.  Sugiro que investigue. Nós nunca chamamos os "deuses" de Elo-him mas sim de Elilim e é assim que aparece na escritura. Agora quando homens e anjos são designados pelo Nome Divino Elo-him isso tem varias explicações e as Traduções hebraicas o traduz por "Justiceiro"...


Espero ter ajudado e esclarecido melhor...

Obrigado pela explicação.

Embora possa entender a sua explicação, ainda assim não partilho das conclusões. Por exemplo, a palavra hebraica El é usada nas Escrituras não apenas em referência a YHVH como também aos deuses falsos pagãos, tais como o deus-chefe cananita El. Era um termo comum no Oriente Médio. O mesmo se passa com o título Elohim. A sua utilização não se restringe a YHVH mas é utilizada também em relação a deuses falsos das nações (ver aqui).

Não sou apenas eu que faço a distinção de título em relação a nome. O próprio Deus nas Escrituras Sagradas escolhe para si um nome distintivo de todos os deuses adorados pelas nações. Tal nome distintivo aparece como já foi referido, cerca de 7.000 vezes nas Escrituras Sagradas, o que não acontece com qualquer outro nome. YHVH é o seu nome por excelência e daí haver uma clara distinção entre o título Deus e o nome pessoal de Deus.

Embora deuses falsos partilhem alguns dos títulos usados pelo Deus hebraico, ainda assim o Nome pessoal YHVH apenas pertence a Ele.



Vamos por parte que estou tentando encontrar uma maneira de explicar isso pois me parece que não sabes hebraico e o cite que citas são de cristãos disfarçados de Judeus: O JUDAÍSMO NÃO É APENAS MONOTEÍSTA É TAMBÉM MONISTA¹...OS ÍDOLOS NADA MAIS SÃO QUE "OS PODERES DO ETERNO" QUE FORAM ADORADOS separadamente. Por isso o Termo Elo.him

ELOHIM  SENDO USADO PARA  OS  ÍDOLOS... Dos textos que você citou acima o primeiro não está BEM TRADUZIDO, o hebraico diz "Não terás outro D.us na minha face" Elo-him aqui não faz referencias a "ídolos" ....
O segundo texto não diz em hebraico: "O que sacrificar aos ELO.HIM (deuses) e não só a YAHUH será morto"(Êxodo 22:20). O Texto diz "PARA ELOHIM e não para Y.H-V.H será morto" haja visto que os idolatras passaram a nomear os idolos com o NOME ELO.HIM que pertencia ao Divino.


3 - "E, em tudo que vos tenho dito, guardai-vos; e do nome de outros ELOHIM ( deuses ) nem  vos lembreis, nem
     se ouça da vossa boca" ( Êxodo 23:13). A tradução correta é " e NOME ( e não  "e do nome" )  ELO-HIM ACHERIM ( ELO.HIM ESTRANGEIRO ) nem vos lembreis, nem se ouça de TUA boca.

4 - "Não te inclinarás diante dos seus ELO.HIM ( deuses ), nem os servirás, nem farás  conforme as suas obras;
     antes, os destruirás totalmente e quebrarás de todo as suas estátuas" ( Êxodo 23:24 ).  O texto hebraico não diz DIANTE antes diz PARA O ELO.HIM DELES etc  Indica apenas que os idolatras passaram a chamar os "deuses deles" de Elo-him.

5 - "Não farás concerto algum com eles ou com os seus ELO.HIM ( deuses )" ( Êxodo 23:32 ). Idem.

6 - "Não farás para ti EL.OHIM ( deuses ) de fundição" ( Êxodo 34:17 ).


Quanto ao que disseste sobre o Nome Inefável não ser atribuído nas escrituras a OUTRO QUE NÃO O ETERNO posso citar dois exemplos positivos e um negativo: Os adoraradores do Bezerro de ouro chamaram-no I.H-V.H e Também E-L , e tanto Josué quanto, Manoáh, quanto Avraham NOMEARAM ANJOS DO ETERNO DE I.H-H.V....


Também quero te dizer que em varias ocasiões "a arqueologia israelense encontrou referencias ao uso do Tetragrama associado com deuses cananeus" como por exemplo uma tabuinha cuneiforme onde está escrito " A I.H.V.H e sua Asherá"


¹ O monoteísmo e o monismo Judaico não tolera a existência de outro "Elo-him" pois foi dito, eu sou Elo-him nos céus acima e na terra embaixo bem como "Fora de mim não há Elohim". O que passa é que existe UM ABISMO ENORME entre a mente judaica e  cristã quanto ao entendimento do texto hebraico. Não existe no Judaísmo "outros deuses", existem forças divinas que são erroneamente adoradas como se fossem o DIVINO MESMO e por isso nossos textos sagrados se referem a elas como Elo-him, não é errado chama-las pelo Nome de D.us o que é errado é servir a elas como se fossem a essência Divina EM SI MESMA... O idolatra pensa que o sol que é um "poder divino" ele mesmo é ELOHIM e isso o faz ser idolatra. Quando nos referimos a Elo-him nos referimos a TODAS AS FORÇAS DIVINAS CONTIDA NA DIVINDADE QUE É UM UM INDIVISÍVEL...

Samuel de Medeiros
Membros
Membros

Mensagens : 33
Likes : 3
Data de inscrição : 20/05/2014
Idade : 38
Localização : João Pessoa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por River raid em Sab Dez 13 2014, 19:51

Então, afinal qual é o Nome do Deus Verdadeiro em hebraico?
Como pronunciá-lo?

"...existe UM ABISMO ENORME entre a mente judaica e cristã quanto ao entendimento do texto hebraico. Não existe no Judaísmo "outros deuses", existem forças divinas que são erroneamente adoradas como se fossem o DIVINO MESMO e por isso nossos textos sagrados se referem a elas como Elo-him, não é errado chama-las pelo Nome de D.us o que é errado é servir a elas como se fossem a essência Divina EM SI MESMA... O idolatra pensa que o sol que é um "poder divino" ele mesmo é ELOHIM e isso o faz ser idolatra."

Sim, claro, não haja a menor dúvida que para muita gente Deus pode ser uma árvore...

Concordo que a maior parte das religiões cristãs estão parcialmente erradas e parcialmente certas, porém, aceitar Jesus como Messias dá sentido à palavra de Deus. Pensar que um Messias tornaria Israel a única potência mundial em toda a Terra é demagogia... até porque Israel já tem seu território e quiçá irá construir outro Templo.

O judaísmo também tem vários ramos, ao contrário do que as pessoas pensam o Judaísmo não está unificado numa só religião.


River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4534
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Samuel de Medeiros em Sab Dez 13 2014, 20:40

@River raid escreveu:Então, afinal qual é o Nome do Deus Verdadeiro em hebraico?
Como pronunciá-lo?

"...existe UM ABISMO ENORME entre a mente judaica e  cristã quanto ao entendimento do texto hebraico. Não existe no Judaísmo "outros deuses", existem forças divinas que são erroneamente adoradas como se fossem o DIVINO MESMO e por isso nossos textos sagrados se referem a elas como Elo-him, não é errado chama-las pelo Nome de D.us o que é errado é servir a elas como se fossem a essência Divina EM SI MESMA... O idolatra pensa que o sol que é um "poder divino" ele mesmo é ELOHIM e isso o faz ser idolatra."

Sim, claro, não haja a menor dúvida que para muita gente Deus pode ser uma árvore...

Concordo que a maior parte das religiões cristãs estão parcialmente erradas e parcialmente certas, porém, aceitar Jesus como Messias dá sentido à palavra de Deus. Pensar que um Messias tornaria Israel a única potência mundial em toda a Terra é demagogia... até porque Israel já tem seu território e quiçá irá construir outro Templo.  

O judaísmo também tem vários ramos, ao contrário do que as pessoas pensam o Judaísmo não está unificado numa só religião.



River o Nome de D.us não pode ser pronunciado e não encontrarsá um judeu que tendo respeito por sua Tradição  que o faça... O nome de D.us não é Jeová e não existe ISSO DE D-US VERDADEIRO NA BÍBLIA HEBRAICA apenas na Tradução do Novo Mundo. Si há apenas um ÚNICO D.us não há necessidade de que este seja Verdadeiro, pois não há outro. Na Bíblia hebraica existe "deuses falsos" mas nunca algo como o D.us verdadeiro...Para os judeus aceitar Jesus como o Messias é totalmente insano, mas o Judaísmo não se atreveria a tentar convencer as pessoas do contrário porque é irrelevante e desnecessário, o Messias verdadeiro não precisará convencer as pessoas, será tão evidente, ao menos para os profetas, que descrevem seus dias como dia em que "não haverá noite"...

Não sei quem te ensinou isso de que exista judeus que pensem em "um Messias [que] tornaria Israel a única potência mundial em toda a Terra... Não existe esse pensamento dentro da Literatura Judaica ( e nenhuma corrente se atreveria a questionar o Rambam ) é até proibido pensar dessa maneira, eis aí:

" Mishné Torá
Capítulo 11

… e todo aquele que não acredita no Mashiach, ou que não aguarda sua vinda – está não apenas contestando os outros profetas, mas a própria Torá e Moshê Rabênu. (Lei 1)


… ao levantar-se um rei da Casa de David estudioso da Torá e dedicado às mitsvot (preceitos) de acordo com a Torá Escrita e Oral, como seu pai David – e ele levará todo o povo de Israel a seguir a Torá; ele a fortalecerá e lutará pelas causas de D’us – certamente deve tratar-se de Mashiach. Se for bem-sucedido, reconstruirá o Santuário em seu lugar e reagrupará os dispersos de Israel (na terra de Israel) – com toda a certeza será o Mashiach. Ele retificará o mundo no sentido de todos servirem juntos a D’us. (Lei 4)

Capítulo 12

Não pense que na Era Messiânica se anulará algo dos costumes e da natureza do mundo, ou que haverá qualquer novidade na obra da Criação. Na realidade, o mundo seguirá o seu caminho… o que ocorrerá é que Israel será estabelecido para sempre… todos os povos retornarão à verdadeira fé; não furtarão, nem prejudicarão… (Lei 1)

Disseram nossos Sábios: "Não há diferença entre este mundo (esta época) e a Era Messiânica, exceto que não seremos mais subjugados por outros povos". O que transparece literalmente das palavras dos Profetas é que no início da Era messiânica haverá a guerra de "Gog e Magog"; e antes dela se levantará um profeta que encaminhará Israel e preparará o seu coração…

A pessoa só saberá como serão todos estes acontecimentos quando ocorrerem, pois são fatos ocultos nos livros dos profetas… (Lei 2)

Os sábios e os profetas não ansiavam pela Era Messiânica para dominar o mundo, dominar as nações ou para que fossem honrados pelos povos, tampouco para ter em abundância alimento, bebida e festividades. Desejavam, sim, a Era Messiânica a fim de ficarem livres para se dedicar à Torá e à sua sabedoria, sem que houvesse qualquer domínio ou obstáculo, pois seria esse estudo que os levaria a merecer a vida no Mundo Vindouro… (Lei 4)

Na Era Messiânica não haverá fome, guerra, inveja ou concorrência – pois o bem existirá em profusão e todas as delícias serão abundantes como o pó da terra. O mundo se dedicará, apenas e tão somente, ao conhecimento de D’us. Portanto os integrantes de Israel serão grandes sábios e conhecedores dos fatos ocultos, e captarão o conhecimento do Criador, de acordo com a capacidade humana, como foi dito: "Pois a terra estará repleta do conhecimento de D’us, como as águas cobrem o leito dos mares" (Yeshayáhu 11:9). (Lei 5)


O JUDAÍSMO nunca esteve unificado em apenas UMA RELIGIÃO nem mesmo nos dias de Moisés e posteriormente, as tribos tinham cada uma seus costumes e tradições que não eram compartilhados por todos, hoje  existe várias CORRENTES QUE COMPARTILHAM COSTUMES DIVERSOS MAS NÃO QUESTIONAM AS BASES DA RELIGIÃO, APENAS "QUAL O MELHOR CAMINHO A SEGUIR QUANTO A INTERPRETAÇÃO DA LEI". Todas aceitam a Lei escrita como o fundamento da religião, divergindo quanto a natureza da lei oral...

Samuel de Medeiros
Membros
Membros

Mensagens : 33
Likes : 3
Data de inscrição : 20/05/2014
Idade : 38
Localização : João Pessoa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por TJ Curioso em Sab Dez 13 2014, 21:09

@Samuel de Medeiros escreveu:
Vamos por parte que estou tentando encontrar uma maneira de explicar isso pois me parece que não sabes hebraico e o cite que citas são de cristãos disfarçados de Judeus: O JUDAÍSMO NÃO É APENAS MONOTEÍSTA É TAMBÉM MONISTA¹...OS ÍDOLOS NADA MAIS SÃO QUE "OS PODERES DO ETERNO" QUE FORAM ADORADOS separadamente. Por isso o Termo Elo.him

ELOHIM  SENDO USADO PARA  OS  ÍDOLOS... Dos textos que você citou acima o primeiro não está BEM TRADUZIDO, o hebraico diz "Não terás outro D.us na minha face" Elo-him aqui não faz referencias a "ídolos" ....
O segundo texto não diz em hebraico: "O que sacrificar aos ELO.HIM (deuses) e não só a YAHUH será morto"(Êxodo 22:20). O Texto diz "PARA ELOHIM e não para Y.H-V.H será morto" haja visto que os idolatras passaram a nomear os idolos com o NOME ELO.HIM que pertencia ao Divino.


3 - "E, em tudo que vos tenho dito, guardai-vos; e do nome de outros ELOHIM ( deuses ) nem  vos lembreis, nem
     se ouça da vossa boca" ( Êxodo 23:13). A tradução correta é " e NOME ( e não  "e do nome" )  ELO-HIM ACHERIM ( ELO.HIM ESTRANGEIRO ) nem vos lembreis, nem se ouça de TUA boca.

4 - "Não te inclinarás diante dos seus ELO.HIM ( deuses ), nem os servirás, nem farás  conforme as suas obras;
     antes, os destruirás totalmente e quebrarás de todo as suas estátuas" ( Êxodo 23:24 ).  O texto hebraico não diz DIANTE antes diz PARA O ELO.HIM DELES etc  Indica apenas que os idolatras passaram a chamar os "deuses deles" de Elo-him.

5 - "Não farás concerto algum com eles ou com os seus ELO.HIM ( deuses )" ( Êxodo 23:32 ). Idem.

6 - "Não farás para ti EL.OHIM ( deuses ) de fundição" ( Êxodo 34:17 ).


Quanto ao que disseste sobre o Nome Inefável não ser atribuído nas escrituras a OUTRO QUE NÃO O ETERNO posso citar dois exemplos positivos e um negativo: Os adoraradores do Bezerro de ouro chamaram-no I.H-V.H e Também E-L , e tanto Josué quanto, Manoáh, quanto Avraham NOMEARAM ANJOS DO ETERNO DE I.H-H.V....


Também quero te dizer que em varias ocasiões "a arqueologia israelense encontrou referencias ao uso do Tetragrama associado com deuses cananeus" como por exemplo uma tabuinha cuneiforme onde está escrito " A I.H.V.H e sua Asherá"


¹ O monoteísmo e o monismo Judaico não tolera a existência de outro "Elo-him" pois foi dito, eu sou Elo-him nos céus acima e na terra embaixo bem como "Fora de mim não há Elohim". O que passa é que existe UM ABISMO ENORME entre a mente judaica e  cristã quanto ao entendimento do texto hebraico. Não existe no Judaísmo "outros deuses", existem forças divinas que são erroneamente adoradas como se fossem o DIVINO MESMO e por isso nossos textos sagrados se referem a elas como Elo-him, não é errado chama-las pelo Nome de D.us o que é errado é servir a elas como se fossem a essência Divina EM SI MESMA... O idolatra pensa que o sol que é um "poder divino" ele mesmo é ELOHIM e isso o faz ser idolatra. Quando nos referimos a Elo-him nos referimos a TODAS AS FORÇAS DIVINAS CONTIDA NA DIVINDADE QUE É UM UM INDIVISÍVEL...

OK... Samuel. Então vou deitar fora os meus dicionários bíblicos e de hebraico. Morrer a rir

Parece-me que tu fazes uma avaliação das palavras mais do ponto de vista puramente doutrinal judaico (pelo menos numa das linhas de pensamento judaico, pois certamente existirão outras), do que da união da doutrina, gramática e contexto histórico em si mesmos.

Por exemplo, afirmas que El e Elohim eram apenas nomes dados a YHVH e quando eram utilizados em relação aos deuses pagãos, eram apenas as pessoas a designarem ou atribuírem os nomes divinos aos deuses falsos. Isso não corresponde à verdade e qualquer dicionário hebraico mostra isso.

Mencionas por exemplo o caso do bezerro de ouro, mas esse exemplo não se encaixa no que eu disse. Quando o bezerro de ouro foi feito o objetivo não era criar um novo deus, mas sim fazer uma representação visível de YHVH, "o Deus que os havia libertado da escravidão".

No caso das tabuinhas cuneiformes, é preciso entender o contexto histórico de que os israelitas caíram na idolatria adorando YHVH juntamente com outros deuses falsos, neste caso com uma deusa, Asterá. Novamente aqui não existe a criação de um outro deus a quem se dá o nome de YHVH, mas tão somente a adoração de YHVH juntamente com Asterá.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Samuel de Medeiros em Sab Dez 13 2014, 22:31

@TJ Curioso escreveu:
@Samuel de Medeiros escreveu:
Vamos por parte que estou tentando encontrar uma maneira de explicar isso pois me parece que não sabes hebraico e o cite que citas são de cristãos disfarçados de Judeus: O JUDAÍSMO NÃO É APENAS MONOTEÍSTA É TAMBÉM MONISTA¹...OS ÍDOLOS NADA MAIS SÃO QUE "OS PODERES DO ETERNO" QUE FORAM ADORADOS separadamente. Por isso o Termo Elo.him

ELOHIM  SENDO USADO PARA  OS  ÍDOLOS... Dos textos que você citou acima o primeiro não está BEM TRADUZIDO, o hebraico diz "Não terás outro Deus na minha face" Elo-him aqui não faz referencias a "ídolos" ....
O segundo texto não diz em hebraico: "O que sacrificar aos ELO.HIM (deuses) e não só a YAHUH será morto"(Êxodo 22:20). O Texto diz "PARA ELOHIM e não para Y.H-V.H será morto" haja visto que os idolatras passaram a nomear os idolos com o NOME ELO.HIM que pertencia ao Divino.


3 - "E, em tudo que vos tenho dito, guardai-vos; e do nome de outros ELOHIM ( deuses ) nem  vos lembreis, nem
     se ouça da vossa boca" ( Êxodo 23:13). A tradução correta é " e NOME ( e não  "e do nome" )  ELO-HIM ACHERIM ( ELO.HIM ESTRANGEIRO ) nem vos lembreis, nem se ouça de TUA boca.

4 - "Não te inclinarás diante dos seus ELO.HIM ( deuses ), nem os servirás, nem farás  conforme as suas obras;
     antes, os destruirás totalmente e quebrarás de todo as suas estátuas" ( Êxodo 23:24 ).  O texto hebraico não diz DIANTE antes diz PARA O ELO.HIM DELES etc  Indica apenas que os idolatras passaram a chamar os "deuses deles" de Elo-him.

5 - "Não farás concerto algum com eles ou com os seus ELO.HIM ( deuses )" ( Êxodo 23:32 ). Idem.

6 - "Não farás para ti EL.OHIM ( deuses ) de fundição" ( Êxodo 34:17 ).


Quanto ao que disseste sobre o Nome Inefável não ser atribuído nas escrituras a OUTRO QUE NÃO O ETERNO posso citar dois exemplos positivos e um negativo: Os adoraradores do Bezerro de ouro chamaram-no I.H-V.H e Também E-L , e tanto Josué quanto, Manoáh, quanto Avraham NOMEARAM ANJOS DO ETERNO DE I.H-H.V....


Também quero te dizer que em varias ocasiões "a arqueologia israelense encontrou referencias ao uso do Tetragrama associado com deuses cananeus" como por exemplo uma tabuinha cuneiforme onde está escrito " A I.H.V.H e sua Asherá"


¹ O monoteísmo e o monismo Judaico não tolera a existência de outro "Elo-him" pois foi dito, eu sou Elo-him nos céus acima e na terra embaixo bem como "Fora de mim não há Elohim". O que passa é que existe UM ABISMO ENORME entre a mente judaica e  cristã quanto ao entendimento do texto hebraico. Não existe no Judaísmo "outros deuses", existem forças divinas que são erroneamente adoradas como se fossem o DIVINO MESMO e por isso nossos textos sagrados se referem a elas como Elo-him, não é errado chama-las pelo Nome de Deus o que é errado é servir a elas como se fossem a essência Divina EM SI MESMA... O idolatra pensa que o sol que é um "poder divino" ele mesmo é ELOHIM e isso o faz ser idolatra. Quando nos referimos a Elo-him nos referimos a TODAS AS FORÇAS DIVINAS CONTIDA NA DIVINDADE QUE É UM UM INDIVISÍVEL...

OK... Samuel. Então vou deitar fora os meus dicionários bíblicos e de hebraico. Morrer a rir

Parece-me que tu fazes uma avaliação das palavras mais do ponto de vista puramente doutrinal judaico (pelo menos numa das linhas de pensamento judaico, pois certamente existirão outras), do que da união da doutrina, gramática e contexto histórico em si mesmos.

Por exemplo, afirmas que El e Elohim eram apenas nomes dados a YHVH e quando eram utilizados em relação aos deuses pagãos, eram apenas as pessoas a designarem ou atribuírem os nomes divinos aos deuses falsos. Isso não corresponde à verdade e qualquer dicionário hebraico mostra isso.

Mencionas por exemplo o caso do bezerro de ouro, mas esse exemplo não se encaixa no que eu disse. Quando o bezerro de ouro foi feito o objetivo não era criar um novo deus, mas sim fazer uma representação visível de Y.H.V.H, "o Deus que os havia libertado da escravidão".

No caso das tabuinhas cuneiformes, é preciso entender o contexto histórico de que os israelitas caíram na idolatria adorando YHVH juntamente com outros deuses falsos, neste caso com uma deusa, Asterá. Novamente aqui não existe a criação de um outro deus a quem se dá o nome de YHVH, mas tão somente a adoração de YHVH juntamente com Asterá.

Não sei o que dizem os teus dicionários, eu faço minha avaliação daquilo que chamamos Sifrei Sifrut o que os escribas que deram origem a Gramatica hebraica dizem sobre a origem das palavras... É evidente que os cananeus e povos da palestina chamavam seus deuses por nomes tais como El, Elo-him, e até por I-H-V-H mesmos povos não judaicos. Me parece estranho que faças uso da arqueologia e dos dicionários apenas quando convém, a arqueologia da Palestina já mostrou que I.H.V.H era o Deus das Tribos das montanhas mesmo antes da relevação do Sinai...Muitos arqueologos em Israel  tem entrado em conflito com os religiosos ortodoxos quando tentam mostrar que I.H.V.H ( YahWi ) nada mais era que um dos nomes dado a EL o Deus alto Cananeu. El não era um titulo dado a esse deus pelos cananeus. El era o nome do Deus....

"William Dever: "Muitos daqueles que se chamavam a si mesmo de Israelitas eram nativos ou aborígenes canaanitas". O que distingue Israel de outras sociedades e povos que surgir na Era do Ferro de Canaã é a crença em Yahweh como deus nacional, ao invés de, por exemplo, Quemós, o deus de Moabe, ou Milcom, o deus dos Amonitas. Como hoje se sabe, o hebraico, o moabita e o amonita são idiomas parecidos, e os moabitas talvez até falassem o hebraico.

[...] Numerosas evidências conduziram os escolásticos e eruditos à conclusão de que El era o deus original de Israel. Por exemplo, a palavra "Israel" é baseada no nome de El ao invés de Yahweh. El era o deus chefe do panteão canaanita, com a deusa Ashera como sua consorte, e Baal e outras divindades também fazendo parte do panteão. Yahweh surgiu então como um deus guerreiro, originário da região de Edom ou Midiã, no sul de Judá, e foi introduzido ao norte e nas terras centrais das tribos por tribos tais como os Queneus. O erudito K. Van der Toorn sugeriu que o surgimento de Yahweh em Israel foi devido à influência de Saul, o primeiro rei de Israel, que segundo os próprios textos bíblicos tinha uma ascendência edomita. Em dado momento, Yahweh se identificou com El a tal ponto que a palavra El se tornou uma palavra genérica significando simplesmente "deus". Asherah então se tornou a consorte de Yahweh, com o mesmo Yahweh e Baal coexistindo à um primeiro momento, e rivalizando depois.[...] The Religion of Ancient Israel, Patrick D. Miller, Westminster John Knox Press (2000)



Por isso eu te digo que o Judaísmo nunca atribuiu e é assim até hoje, que termos como EL, ELO-HIM, BAAL, ADO-NAI OU MESMO I.H.V.H fossem nomes de Divindades estrangeiras, antes eram nomes apropriados para Deus que foram dados pelos Idolatras aos seus ídolos... Por exemplo ainda hoje existem judias que se chamem ANAT que vem do nome da deusa semita ANAT-YAH.OO... Muitos profetas levaram o nome Ya.hu como parte de seu nome e há quem diga que esta é o verdadeira pronuncia do Tetragrama... Até o nome do deus Moloch vem de um dos Nomes de Deus no Judaísmo MELECH... Em hebraico Elo.him nunca foi visto como um Titulo para Deus mas como um de seus Nomes....

Samuel de Medeiros
Membros
Membros

Mensagens : 33
Likes : 3
Data de inscrição : 20/05/2014
Idade : 38
Localização : João Pessoa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Samuel de Medeiros em Sab Dez 13 2014, 23:15

Por exemplo, afirmas que El e Elohim eram apenas nomes dados a YHVH e quando eram utilizados em relação aos deuses pagãos, eram apenas as pessoas a designarem ou atribuírem os nomes divinos aos deuses falsos. Isso não corresponde à verdade e qualquer dicionário hebraico mostra isso.

---------------------------------

Em Gênesis 49,24 está escrito, na Bíblia de tradução de Almeida, Revista e Corrigida, o seguinte:


"...mas, seu arco permanece firme, seus braços e mãos desembaraçados pelas mãos do Poderoso de Jacó, pelo nome do Pastor, que é a pedra de Israel".

Mas o texto hebraico diz O TOURO DE JACÓ, foram os Rabinos que colocaram um ponto dentro da letra "Bet" que se chama em hebraico "daguesh" para que na sinagoga fosse lido UM PODEROSO .... Porque será? El o Deus dos cananeus tinha forma de Touro.

Touro em Hebraico antigo é Avir e "cavaleiro ou protetor" ABIR...

Alef a letra do Alfabeto hebraico que simboliza a Deus tem forma de touro e é chamada originalmente em hebraico ALUF que quer dizer cabeça de touro...

O que eu posso te dizer é que o nome Elohim na escritura tem sempre ligação com a natureza por isso os aqueles que adoravam a forças da Natureza utilizavam esse nome divino ...


Poderias colocar o que diz o dicionário hebraico?

Eis o que diz a Enciclopédia Judaica sobre OS NOMES DE Deus: http://www.jewishencyclopedia.com/articles/6727-god-names-of




"Ele tem a glória do primogênito do seu touro, e os seus chifres são chifres de boi selvagem; com eles rechaçará todos os povos até às extremidades da terra; estes pois são os dez milhares de Efraim, e estes são os milhares de Manassés".

Deuteronômio 33:17

Samuel de Medeiros
Membros
Membros

Mensagens : 33
Likes : 3
Data de inscrição : 20/05/2014
Idade : 38
Localização : João Pessoa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

DEUS É O ESPÍRITO SANTO

Mensagem por Kristy123 em Ter Maio 05 2015, 19:54

DEUS É O ESPÍRITO SANTO


      Nesta lição falaremos de Deus, o Espírito Santo. Vamos iniciar com um versículo da Bíblia que já vimos na primeira lição: Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um (I João 5:7).

Neste versículo a Bíblia afirma claramente que há três pessoas que compõe a divindade: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo. Estes três – pode contar: um, dois, três – são um.

Você pergunta “Como pode ser isso?”. A ilustração mais simples é um triângulo equilátero. Ele tem três lados iguais; entretanto, é apenas um triângulo. Se você tirar qualquer um dos lados, deixa de ser um triângulo.

A terceira pessoa da Trindade é o Espírito Santo. Ele também é chamado de o Espírito de Deus, o Espírito de Verdade, o Consolador, e outros títulos, alguns dos quais veremos ao longo deste estudo.

Uma vez que teremos apenas uma lição para tratar do Espírito Santo, vamos tentar dar foco nos pontos principais da sua pessoa e obra. Não porque Ele seja de menor importância, mas simplesmente pela limitação de espaço nesta série de estudos.

Existe uma divisão de trabalho entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo. O que temos revelado na Bíblia a respeito de cada um está ligado principalmente com a relação dEle com os homens no plano da salvação. Ou seja, o Pai, o Filho e o Espírito Santo, cada um deles atua em diferentes ministérios; cada um opera de maneira diferente no nosso tempo atual.

O Espírito Santo ajudou na obra da criação, como está escrito em Gênesis 1:2 e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
O Espírito Santo veio sobre alguns homens na época do Velho Testamento e deu-lhes poder para o serviço de Deus. Às vezes Ele os deixava logo que o trabalho terminava; às vezes Ele permanecia com eles por toda a sua vida. Às vezes, Ele se juntava a eles antes de nascerem; em outras ocasiões, Ele vinha sobre eles, ia embora e voltava novamente. Não havia um padrão definido para obra do Espírito Santo antes da primeira vinda do Senhor Jesus. Todavia, depois da vinda de Jesus Cristo, o Espírito Santo está fazendo seu trabalho mais importante, e é nisso que queremos focar nesta lição.

PRIMEIRO de tudo, Ele deu poder a João o Batista, ao Senhor Jesus Cristo e aos apóstolos para operarem maravilhas nos seus ministérios.

Em Lucas 1:13-15 a Bíblia diz, Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João. E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe.

Temos ainda Atos 10:38: Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.

E também em João 20:19-23 está escrito Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco. E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos.

Vemos então que João o Batista, que foi o precursor de Jesus Cristo; Jesus Cristo, o Salvador do mundo; e os apóstolos, que foram e anunciaram a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo, todos eles receberam poder do Espírito Santo de Deus para realizarem seus ministérios.

EM SEGUNDO LUGAR, quando Jesus Cristo foi para o céu, depois de ter sido visto vivo na terra por quarenta dias e quarenta noites após sua ressurreição, o Espírito Santo veio para habitar e para levar adiante a obra de Deus aqui na terra.

Em João 14:16-17 Jesus Cristo disse, E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.

Os versículos 25-26 acrescentam, Tenho-vos dito isto, estando convosco. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.

Portanto, o Senhor Jesus disse que o Espírito Santo viria habitar e levar adiante a obra de Deus na terra após a ascenção de Cristo ao céu. Esta foi a promessa do Pai, e seu cumprimento está registrado em Atos capítulo 2.

Perceba com atenção que Jesus Cristo diz em João 14:17, O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.

Amado, o Espírito Santo de Deus virá habitar dentro do coração. Ele virá regenerar e dar um novo nascimento a qualquer um que creia em Deus e na sua palavra. Os homens que vivem e morrem sem terem nascido de novo pelo Espírito Santo de Deus vão para o inferno por terem rejeitado o Senhor Jesus Cristo. Eles queimam continuamente em tormentos, mas quando em vida eles tiveram ampla oportunidade para receber a Cristo.

Esses são homens que recusam-se a receber e a crer em qualquer um e eles não possam ver com seus olhos. Já estudamos numa lição anterior que Deus é Espírito (João 4:24). Você não vai ver o Espírito Santo de Deus, mas se você crer na Palavra e receber o Senhor Jesus Cristo pela fé, você vai conhecê-lo.

Deus não pede que você entenda todas essas grandes verdades. Ele pede que você creia nele.

EM TERCEIRO LUGAR, a obra do Espírito Santo, a partir do momento em que ele veio habitar nos crentes e levar adiante a obra de Deus na terra, tem sido convencer as pessoas que ouvem o evangelho e habilitá-las a crer nele.

Em João 16:7-8, o Senhor Jesus Cristo diz, Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador (já vimos anteriormente que o Consolador é o Espírito Santo) não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Esta é a obra do Espírito Santo de Deus.

A seguir, Jesus Cristo explica exatamente o que significa convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo. No versículo 9 diz, do pecado, porque não crêem em mim. Você peca porque você não crê no Senhor Jesus Cristo. O maior de todos os pecados é recusar-se a crer no Senhor Jesus Cristo.

No versículo 10 diz, Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais.
Quando o Senhor Jesus Cristo estava aqui na terra Ele era o único homem justo que já viveu. Ele era o único homem perfeito, absolutamente sem pecado que já viveu na história. Agora ele voltou para o céu. Aqui na terra não temos mais um padrão absoluto de perfeição sem pecado. Portanto a obra do Espírito Santo é convencer você que o Senhor Jesus Cristo foi o único homem justo de toda a História, e que você não é tão justo quanto Ele.

Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Se você quiser ir para o céu, isso só será possível pelos méritos do Senhor Jesus Cristo e não pelo seu próprio mérito, porque você não tem mérito.

Continuando no versículo 11, vemos, E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.

Satanás fez tudo que podia para interromper o plano de Deus. Ele tentou matar o bebê Jesus assim que ele nasceu na manjedoura. Herodes mandou matar todos os bebês de dois anos para baixo. Então Satanás tentou usar os escribas, fariseus e líderes religiosos para apedrejá-lo. Satanás tentou Jesus 40 dias e 40 noites no deserto, para de todos os modos tentar fazer Jesus pecar. No jardim do Getsêmani, o suor de Jesus se tornou como se fossem grandes gotas de sangue, quando Ele considerou a terrível ira do Pai que seria colocada sobre Ele quando Ele levasse os nossos pecados. Ele teve a oportunidade de chamar doze legiões de anjos para libertá-lo (Mateus 26:52-54). Ele tinha poder para descer da cruz. Ele foi tentado a fazer isso, os homens diziam a Ele que descesse e então creriam nele. Ele teve oportunidade de destruir o mundo quando esteve diante de Pôncio Pilatos e da multidão de sacerdotes enlouquecidos, que estavam furiosos por Jesus ter denunciado o sistema religioso deles.

Mesmo assim, a despeito de tudo que o príncipe deste mundo podia fazer, Jesus Cristo foi adiante e entregou sua vida para pagar os nossos pecados. Três dias e três noites depois Ele ressuscitou da sepultura triunfante.

Não seja enganado pelo diabo nem por seus ministros. Não seja enganado pelas coisas deste mundo que Satanás oferece a você. O dragão já foi julgado. Ele foi achado mentiroso. Está provado que ele é um homicida. E o Senhor Jesus Cristo provou que Ele, e somente Ele é o Salvador do mundo.

O Espírito Santo de Deus provará a você estes fatos, se você permitir que Ele o faça. Se você simplesmente ouvir a palavra de Deus e crer nela, você será convencido da certeza do seu pecado, da justiça de Cristo e da certeza do juízo de Satanás.

QUARTO: Se você crer nesta mensagem, o Espírito Santo de Deus vai te dar o novo nascimento. Ao vir habitar dentro de você, Ele traz consigo a vida do próprio Deus, porque Ele é Deus. O Espírito regenara você, fazendo desta forma com que você se torne uma nova criatura que tem vida eterna habitando dentro de você.

Em João 3:1-5 a Bíblia diz:
E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

Em I Coríntios 3:16 a Bíblia diz a respeito da obra de regeneração feita pelo Espírito Santo: Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?

Novamente, em I Coríntios 12:13, lemos, Pois todos nós fomos batizados em um Espírito (não diz “na água”), formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.

Este “um corpo”, de acordo com Efésios 4, é o corpo do Senhor Jesus Cristo. É obra do Espírito Santo regenerar e habitar naqueles que crêem na mensagem do evangelho.

QUINTO: Ele testifica aos crentes que confessam o Senhor Jesus Cristo como Salvador que eles são filhos na família de Deus.
Alguém pode perguntar “Como eu posso saber que eu realmente nasci de novo? Como posso saber quando o Espírito Santo vier habitar em mim?”
Se eu entrasse na sua casa, você iria saber se eu estivesse lá, porque minha presença seria percebida de diversas maneiras. Assim também, quando você crê no Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, e invoca a Ele com coração sincero, crendo, o Espírito Santo vem habitar em você e, pode acreditar, Ele faz com que sua presença seja percebida.

A Bíblia diz em Romanos 8:16, O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

Então em João 3:8 Jesus Cristo diz a respeito do Espírito Santo, O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim étodo aquele que é nascido do Espírito.

Amigo, eu não consigo ver o vento. Não consigo tocar o vento. Não consigo segurar o vento em minhas mãos. Mas quando o vento sopra, eu não tenho nenhuma dúvida de que o vento está presente. Dá para perceber. Você vê os seus efeitos. É assim com todos os que nascem de novo pelo Espírito de Deus. Ocorre uma mudança tão radical e a paz de Deus, que sobrepassa todo entendimento, começa a agir no seu coração e na sua mente.

A Bíblia diz em Mateus 10:32, Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.

Então, a obra do Espírito Santo é testificar aos crentes que confessam Cristo como Senhor que eles são filhos na família de Deus.

SEXTO: O Espírito Santo dá poder aos crentes para servir e para guiá-los no serviço a Deus.
A Bíblia diz em Atos 1:8-9, Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.

A palavra de Deus afirma em seguida, no capítulo 2, que o Espírito Santo de Deus desceu e habitou nos crentes que estavam esperando por esta promessa do Pai. Quando eles foram cheios do Espírito Santo, imediatamente foram para as ruas, para o mercado, para a área pública da cidade deles, Jerusalém. E ali, sem medo, sem hesitação, sem qualquer reserva, sem se preocupar com o que iriam pensar deles, eles começaram a proclamar ousadamente a morte, sepultamento e ressurreição do Senhor Jesus Cristo, pregando aos homens que se arrependessem e cressem em Jesus.

Isso aconteceu porque o Espírito Santo de Deus estava presente habitando neles. Nenhuma outra coisa deu a eles o poder para servir a Deus e testemunhar a verdade do evangelho do Senhor Jesus Cristo.

Em Romanos 8:14, a Bíblia diz, Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus.
Se você realmente nasceu de novo, o Espírito Santo de Deus vai conduzir você a servir, representar e testificar a favor do Senhor Jesus Cristo. A provisão de Deus para seus filhos, os salvos, é o poder interior, dado pelo Espírito Santo. O crente está em Jesus Cristo.

Se nós nos apossarmos dessas coisas, nunca seremos medíocres espiritualmente. Se você é cristão, você tem o Espírito Santo de Deus, que é o poder capacitador de Deus, portanto não há motivo para não testemunhar. Não há motivo para ceder diante do pecado, da tentação, do mundo, da carne e do diabo. Meu amigo, não existe NENHUMA razão para o fracasso na vida cristã. Precisamos muito meditar nesta grande verdade da presença capacitadora do Espírito Santo de Deus.

Vamos deixar bem claro que existem diferenças entre regeneração pelo Espírito Santo, a presença do Espírito Santo dentro de nós e testemunhar pelo Espírito Santo, etc. Cada um é uma operação separada do Espírito de Deus. Porém, se alguém não foi regenerado ou nascido de novo pelo Espírito, ele não pode ter a presença do Espírito habitando nele.

Se alguém não tem o Espírito de Deus habitando dentro dele, então não pode ser uma testemunha do Espírito de Deus. Se alguém não tem o testemunho do Espírito Santo, ele nunca pode ser uma testemunha de Deus quanto ao poder do Espírito. Portanto, mesmo que cada um desses seja tecnicamente uma operação separada, eles estão ligados um com o outro.

Você precisa nascer de novo. Então, você deverá se submeter à obra do Espírito Santo na sua vida. Na medida que nos submetemos à Ele, Ele nos guia e nos dá poder para fazermos as atividades que Deus quer que façamos.

Há muitos que já tentaram dar o melhor de si para servir a Deus, mas ficaram frustrados, derrotados e desencorajados. Alguns já pararam de tentar e outros estão pensando em parar.

Eu te digo que a melhor coisa que esta pessoa pode fazer é parar. Não estou dizendo desistir, mas sim parar. Parar de confiar na sua própria força. Parar de se esforçar e trabalhar no seu próprio poder. Parar de trabalhar para Deus do seu próprio jeito e pelos seus próprios motivos. Ao invés disso, a pessoa deve se submeter ao Espírito Santo; devemos deixar que Ele trabalhe através de nós. Amigo, deixe Ele guiar e dirigir seus pensamentos, palavras, ações e obras.

A diferença é muito grande quando deixamos de servir a Deus na energia da carne e passamos a permitir que o Espírito Santo de Deus trabalhe através de nós no serviço do Deus Todo-Poderoso.

Há outros que estão servindo a Deus da melhor maneira que eles sabem. Talvez você seja fiel à sua igreja, ao seu líder. Talvez você esteja trabalhando com muita diligência. Pode ser que você esteja procurando anunciar certas verdades que você conhece e entende pela Bíblia. Mas, apesar disso, talvez você não tenha no seu coração a certeza confortante de que você é um filho de Deus. Talvez você não tenha dentro de você o testemunho do Espírito Santo de que você é um filho de Deus e de que os seus pecados estão todos perdoados.

Pode ser que você esteja confiando que sua obra para Deus vai te salvar, ao invés de confiar na obra de Deus para você.
Quando Jesus Cristo deu sua vida na cruz do Calvário, ele clamou com grande voz, Está consumado. Ele não começou a obra e depois pediu para você terminar. Ele mesmo terminou a obra.

A paz com Deus vem quando você finalmente percebe que o melhor a fazer não é bom o suficiente. Aí você abandona sua própria bondade, suas próprias obras, seus próprios feitos, e confia na obra do Senhor Jesus Cristo para a salvação da sua alma.

Você gostaria de fazer isso hoje? Você permitiu ao Espírito Santo te mostrar sua situação e te convencer do seu pecado, da justiça de Deus e do juízo de Deus? Deus é contra tudo que você põe sua confiança ao invés de confiar no Senhor Jesus Cristo.

Fonte: http://www.assimdizosenhor.com/home/index.php?option=com_content&view=article&id=73:deus-o-espirito-santo&catid=4:artigos&Itemid=4

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Investigando a Torre em Ter Maio 05 2015, 21:41

@Kristy123 escreveu:DEUS É O ESPÍRITO SANTO


      Nesta lição falaremos de Deus, o Espírito Santo. Vamos iniciar com um versículo da Bíblia que já vimos na primeira lição: Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um (I João 5:7).

Neste versículo a Bíblia afirma claramente que há três pessoas que compõe a divindade: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo. Estes três – pode contar: um, dois, três – são um.

Você pergunta “Como pode ser isso?”. A ilustração mais simples é um triângulo equilátero. Ele tem três lados iguais; entretanto, é apenas um triângulo. Se você tirar qualquer um dos lados, deixa de ser um triângulo.

A terceira pessoa da Trindade é o Espírito Santo. Ele também é chamado de o Espírito de Deus, o Espírito de Verdade, o Consolador, e outros títulos, alguns dos quais veremos ao longo deste estudo.

Uma vez que teremos apenas uma lição para tratar do Espírito Santo, vamos tentar dar foco nos pontos principais da sua pessoa e obra. Não porque Ele seja de menor importância, mas simplesmente pela limitação de espaço nesta série de estudos.

Existe uma divisão de trabalho entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo. O que temos revelado na Bíblia a respeito de cada um está ligado principalmente com a relação dEle com os homens no plano da salvação. Ou seja, o Pai, o Filho e o Espírito Santo, cada um deles atua em diferentes ministérios; cada um opera de maneira diferente no nosso tempo atual.

O Espírito Santo ajudou na obra da criação, como está escrito em Gênesis 1:2 e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
O Espírito Santo veio sobre alguns homens na época do Velho Testamento e deu-lhes poder para o serviço de Deus. Às vezes Ele os deixava logo que o trabalho terminava; às vezes Ele permanecia com eles por toda a sua vida. Às vezes, Ele se juntava a eles antes de nascerem; em outras ocasiões, Ele vinha sobre eles, ia embora e voltava novamente. Não havia um padrão definido para obra do Espírito Santo antes da primeira vinda do Senhor Jesus. Todavia, depois da vinda de Jesus Cristo, o Espírito Santo está fazendo seu trabalho mais importante, e é nisso que queremos focar nesta lição.

PRIMEIRO de tudo, Ele deu poder a João o Batista, ao Senhor Jesus Cristo e aos apóstolos para operarem maravilhas nos seus ministérios.

Em Lucas 1:13-15 a Bíblia diz, Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João. E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe.

Temos ainda Atos 10:38: Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.

E também em João 20:19-23 está escrito Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco. E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos.

Vemos então que João o Batista, que foi o precursor de Jesus Cristo; Jesus Cristo, o Salvador do mundo; e os apóstolos, que foram e anunciaram a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo, todos eles receberam poder do Espírito Santo de Deus para realizarem seus ministérios.

EM SEGUNDO LUGAR, quando Jesus Cristo foi para o céu, depois de ter sido visto vivo na terra por quarenta dias e quarenta noites após sua ressurreição, o Espírito Santo veio para habitar e para levar adiante a obra de Deus aqui na terra.

Em João 14:16-17 Jesus Cristo disse, E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.

Os versículos 25-26 acrescentam, Tenho-vos dito isto, estando convosco. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.

Portanto, o Senhor Jesus disse que o Espírito Santo viria habitar e levar adiante a obra de Deus na terra após a ascenção de Cristo ao céu. Esta foi a promessa do Pai, e seu cumprimento está registrado em Atos capítulo 2.

Perceba com atenção que Jesus Cristo diz em João 14:17, O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.

Amado, o Espírito Santo de Deus virá habitar dentro do coração. Ele virá regenerar e dar um novo nascimento a qualquer um que creia em Deus e na sua palavra. Os homens que vivem e morrem sem terem nascido de novo pelo Espírito Santo de Deus vão para o inferno por terem rejeitado o Senhor Jesus Cristo. Eles queimam continuamente em tormentos, mas quando em vida eles tiveram ampla oportunidade para receber a Cristo.

Esses são homens que recusam-se a receber e a crer em qualquer um e eles não possam ver com seus olhos. Já estudamos numa lição anterior que Deus é Espírito (João 4:24). Você não vai ver o Espírito Santo de Deus, mas se você crer na Palavra e receber o Senhor Jesus Cristo pela fé, você vai conhecê-lo.

Deus não pede que você entenda todas essas grandes verdades. Ele pede que você creia nele.

EM TERCEIRO LUGAR, a obra do Espírito Santo, a partir do momento em que ele veio habitar nos crentes e levar adiante a obra de Deus na terra, tem sido convencer as pessoas que ouvem o evangelho e habilitá-las a crer nele.

Em João 16:7-8, o Senhor Jesus Cristo diz, Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador (já vimos anteriormente que o Consolador é o Espírito Santo) não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Esta é a obra do Espírito Santo de Deus.

A seguir, Jesus Cristo explica exatamente o que significa convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo. No versículo 9 diz, do pecado, porque não crêem em mim. Você peca porque você não crê no Senhor Jesus Cristo. O maior de todos os pecados é recusar-se a crer no Senhor Jesus Cristo.

No versículo 10 diz, Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais.
Quando o Senhor Jesus Cristo estava aqui na terra Ele era o único homem justo que já viveu. Ele era o único homem perfeito, absolutamente sem pecado que já viveu na história. Agora ele voltou para o céu. Aqui na terra não temos mais um padrão absoluto de perfeição sem pecado. Portanto a obra do Espírito Santo é convencer você que o Senhor Jesus Cristo foi o único homem justo de toda a História, e que você não é tão justo quanto Ele.

Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Se você quiser ir para o céu, isso só será possível pelos méritos do Senhor Jesus Cristo e não pelo seu próprio mérito, porque você não tem mérito.

Continuando no versículo 11, vemos, E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.

Satanás fez tudo que podia para interromper o plano de Deus. Ele tentou matar o bebê Jesus assim que ele nasceu na manjedoura. Herodes mandou matar todos os bebês de dois anos para baixo. Então Satanás tentou usar os escribas, fariseus e líderes religiosos para apedrejá-lo. Satanás tentou Jesus 40 dias e 40 noites no deserto, para de todos os modos tentar fazer Jesus pecar. No jardim do Getsêmani, o suor de Jesus se tornou como se fossem grandes gotas de sangue, quando Ele considerou a terrível ira do Pai que seria colocada sobre Ele quando Ele levasse os nossos pecados. Ele teve a oportunidade de chamar doze legiões de anjos para libertá-lo (Mateus 26:52-54). Ele tinha poder para descer da cruz. Ele foi tentado a fazer isso, os homens diziam a Ele que descesse e então creriam nele. Ele teve oportunidade de destruir o mundo quando esteve diante de Pôncio Pilatos e da multidão de sacerdotes enlouquecidos, que estavam furiosos por Jesus ter denunciado o sistema religioso deles.

Mesmo assim, a despeito de tudo que o príncipe deste mundo podia fazer, Jesus Cristo foi adiante e entregou sua vida para pagar os nossos pecados. Três dias e três noites depois Ele ressuscitou da sepultura triunfante.

Não seja enganado pelo diabo nem por seus ministros. Não seja enganado pelas coisas deste mundo que Satanás oferece a você. O dragão já foi julgado. Ele foi achado mentiroso. Está provado que ele é um homicida. E o Senhor Jesus Cristo provou que Ele, e somente Ele é o Salvador do mundo.

O Espírito Santo de Deus provará a você estes fatos, se você permitir que Ele o faça. Se você simplesmente ouvir a palavra de Deus e crer nela, você será convencido da certeza do seu pecado, da justiça de Cristo e da certeza do juízo de Satanás.

QUARTO: Se você crer nesta mensagem, o Espírito Santo de Deus vai te dar o novo nascimento. Ao vir habitar dentro de você, Ele traz consigo a vida do próprio Deus, porque Ele é Deus. O Espírito regenara você, fazendo desta forma com que você se torne uma nova criatura que tem vida eterna habitando dentro de você.

Em João 3:1-5 a Bíblia diz:
E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

Em I Coríntios 3:16 a Bíblia diz a respeito da obra de regeneração feita pelo Espírito Santo: Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?

Novamente, em I Coríntios 12:13, lemos, Pois todos nós fomos batizados em um Espírito (não diz “na água”), formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.

Este “um corpo”, de acordo com Efésios 4, é o corpo do Senhor Jesus Cristo. É obra do Espírito Santo regenerar e habitar naqueles que crêem na mensagem do evangelho.

QUINTO: Ele testifica aos crentes que confessam o Senhor Jesus Cristo como Salvador que eles são filhos na família de Deus.
Alguém pode perguntar “Como eu posso saber que eu realmente nasci de novo? Como posso saber quando o Espírito Santo vier habitar em mim?”
Se eu entrasse na sua casa, você iria saber se eu estivesse lá, porque minha presença seria percebida de diversas maneiras. Assim também, quando você crê no Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, e invoca a Ele com coração sincero, crendo, o Espírito Santo vem habitar em você e, pode acreditar, Ele faz com que sua presença seja percebida.

A Bíblia diz em Romanos 8:16, O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

Então em João 3:8 Jesus Cristo diz a respeito do Espírito Santo, O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim étodo aquele que é nascido do Espírito.

Amigo, eu não consigo ver o vento. Não consigo tocar o vento. Não consigo segurar o vento em minhas mãos. Mas quando o vento sopra, eu não tenho nenhuma dúvida de que o vento está presente. Dá para perceber. Você vê os seus efeitos. É assim com todos os que nascem de novo pelo Espírito de Deus. Ocorre uma mudança tão radical e a paz de Deus, que sobrepassa todo entendimento, começa a agir no seu coração e na sua mente.

A Bíblia diz em Mateus 10:32, Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.

Então, a obra do Espírito Santo é testificar aos crentes que confessam Cristo como Senhor que eles são filhos na família de Deus.

SEXTO: O Espírito Santo dá poder aos crentes para servir e para guiá-los no serviço a Deus.
A Bíblia diz em Atos 1:8-9, Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.

A palavra de Deus afirma em seguida, no capítulo 2, que o Espírito Santo de Deus desceu e habitou nos crentes que estavam esperando por esta promessa do Pai. Quando eles foram cheios do Espírito Santo, imediatamente foram para as ruas, para o mercado, para a área pública da cidade deles, Jerusalém. E ali, sem medo, sem hesitação, sem qualquer reserva, sem se preocupar com o que iriam pensar deles, eles começaram a proclamar ousadamente a morte, sepultamento e ressurreição do Senhor Jesus Cristo, pregando aos homens que se arrependessem e cressem em Jesus.

Isso aconteceu porque o Espírito Santo de Deus estava presente habitando neles. Nenhuma outra coisa deu a eles o poder para servir a Deus e testemunhar a verdade do evangelho do Senhor Jesus Cristo.

Em Romanos 8:14, a Bíblia diz, Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus.
Se você realmente nasceu de novo, o Espírito Santo de Deus vai conduzir você a servir, representar e testificar a favor do Senhor Jesus Cristo. A provisão de Deus para seus filhos, os salvos, é o poder interior, dado pelo Espírito Santo. O crente está em Jesus Cristo.

Se nós nos apossarmos dessas coisas, nunca seremos medíocres espiritualmente. Se você é cristão, você tem o Espírito Santo de Deus, que é o poder capacitador de Deus, portanto não há motivo para não testemunhar. Não há motivo para ceder diante do pecado, da tentação, do mundo, da carne e do diabo. Meu amigo, não existe NENHUMA razão para o fracasso na vida cristã. Precisamos muito meditar nesta grande verdade da presença capacitadora do Espírito Santo de Deus.

Vamos deixar bem claro que existem diferenças entre regeneração pelo Espírito Santo, a presença do Espírito Santo dentro de nós e testemunhar pelo Espírito Santo, etc. Cada um é uma operação separada do Espírito de Deus. Porém, se alguém não foi regenerado ou nascido de novo pelo Espírito, ele não pode ter a presença do Espírito habitando nele.

Se alguém não tem o Espírito de Deus habitando dentro dele, então não pode ser uma testemunha do Espírito de Deus. Se alguém não tem o testemunho do Espírito Santo, ele nunca pode ser uma testemunha de Deus quanto ao poder do Espírito. Portanto, mesmo que cada um desses seja tecnicamente uma operação separada, eles estão ligados um com o outro.

Você precisa nascer de novo. Então, você deverá se submeter à obra do Espírito Santo na sua vida. Na medida que nos submetemos à Ele, Ele nos guia e nos dá poder para fazermos as atividades que Deus quer que façamos.

Há muitos que já tentaram dar o melhor de si para servir a Deus, mas ficaram frustrados, derrotados e desencorajados. Alguns já pararam de tentar e outros estão pensando em parar.

Eu te digo que a melhor coisa que esta pessoa pode fazer é parar. Não estou dizendo desistir, mas sim parar. Parar de confiar na sua própria força. Parar de se esforçar e trabalhar no seu próprio poder. Parar de trabalhar para Deus do seu próprio jeito e pelos seus próprios motivos. Ao invés disso, a pessoa deve se submeter ao Espírito Santo; devemos deixar que Ele trabalhe através de nós. Amigo, deixe Ele guiar e dirigir seus pensamentos, palavras, ações e obras.

A diferença é muito grande quando deixamos de servir a Deus na energia da carne e passamos a permitir que o Espírito Santo de Deus trabalhe através de nós no serviço do Deus Todo-Poderoso.

Há outros que estão servindo a Deus da melhor maneira que eles sabem. Talvez você seja fiel à sua igreja, ao seu líder. Talvez você esteja trabalhando com muita diligência. Pode ser que você esteja procurando anunciar certas verdades que você conhece e entende pela Bíblia. Mas, apesar disso, talvez você não tenha no seu coração a certeza confortante de que você é um filho de Deus. Talvez você não tenha dentro de você o testemunho do Espírito Santo de que você é um filho de Deus e de que os seus pecados estão todos perdoados.

Pode ser que você esteja confiando que sua obra para Deus vai te salvar, ao invés de confiar na obra de Deus para você.
Quando Jesus Cristo deu sua vida na cruz do Calvário, ele clamou com grande voz, Está consumado. Ele não começou a obra e depois pediu para você terminar. Ele mesmo terminou a obra.

A paz com Deus vem quando você finalmente percebe que o melhor a fazer não é bom o suficiente. Aí você abandona sua própria bondade, suas próprias obras, seus próprios feitos, e confia na obra do Senhor Jesus Cristo para a salvação da sua alma.

Você gostaria de fazer isso hoje? Você permitiu ao Espírito Santo te mostrar sua situação e te convencer do seu pecado, da justiça de Deus e do juízo de Deus? Deus é contra tudo que você põe sua confiança ao invés de confiar no Senhor Jesus Cristo.

Fonte: http://www.assimdizosenhor.com/home/index.php?option=com_content&view=article&id=73:deus-o-espirito-santo&catid=4:artigos&Itemid=4

Kristy123,

Tem dó e pelo menos lê ISTO.

Deixa de tentar justificar o que injustificável... e deixa lá o ES em paz (PAZ À SUA ALMA Morrer a rir ).

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8325
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Kristy123 em Qua Maio 06 2015, 13:16

cotchi
IT,

Porque estás tão zangado com o ES ???

Olha, que ele está sempre à tua espera....
por isso, faz lá as pazes com ele!


Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Investigando a Torre em Qua Maio 06 2015, 13:25

@Kristy123 escreveu: cotchi
IT,

Porque estás tão zangado com o ES ???

Olha, que ele está sempre à tua espera....
por isso, faz lá as pazes com ele!  


Eu?
Nem sequer o conheço... Morrer a rir Morrer a rir

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8325
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Kristy123 em Qua Maio 06 2015, 14:09

Suspect IT,

Como sempre, tens razão....
quando dizes que nem o conheces....


Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por kusalacitto.extj em Sab Dez 26 2015, 10:08

Este assunto sobre o Espírito Santo sempre me fascinou! Porque sempre pus em causa que os anciãos e outros títulos como o Corpo Governante são escolhidos por intermédio do Espírito Santo (ES) e precisei de enter afinal de contas quem é o Espírito Santo, li os comentários todos deste Post e vi comentários Quânticos, Bíblicos, Gregos e Hebraicos! Ao estudar Kabbalah cheguei ao conceito da Tora que tão bem defendido foi pela Kristy123 pela expressão Hebraica Ehyeh-Asher-Ehyeh! Por isso nem vou entrar por aí, porque ela explicou tudo!

Mas acho que precisava sair da “BOX” da caixa quadrada que tanto se fala em torno das línguas mortas do Hebraico e Grego. Daí que cheguei à filosofia Taoísta e Budista e eles também falam deste Espírito “Santo” e tanto a religião Taoísta como a filosofia Budista tem a mesma base de informação através daquilo que é chamado “Sanscrito” (Texto Canon ou Texto Sagrado)!
O que chamamos de línguas mortas que pouco ou nada conseguimos entender (porque tanto o grego com o hebraico já sofreram reformulações nos anos mais recentes durante século passado) estes textos gregos e hebraicos estão cheios de interpretações por isso estudar  uma língua antiga e ainda utilizada no meio dos povos Taoístas, Budistas a linguagem PALI, a linguagem de Buda com mais de 2500 anos, pode ser útil para sair para fora da “BOX”.

Resumindo o meu ponto de vista: “Os Taoistas também tem uma “trindade”, a saber, o ying e o yang e união dos dois que faz três! Complexo? Positivo e o Negativo que faz o equilibrio ou energia CHI! O Chi é os três!”
“Os Budistas falam do PRANA! Além de defender uma consciência expandida que é a personificação das experiências/energias Positivas e das experiências/energias Negativas, mais o sopro da vida ou energia PRANA (literalmente significa respiração o sistema que permite circular a energia através da respiração, alimentando as rodas da vida conhecidas como Chakras)!

Junto com esta "salada Grega", tudo temos a filosofia Quântica que defende que tudo no universo é energia e ao estudar o átomo temos os Electrões (carga negativa) e o Protões (carga positiva juntamente com o neutrões) em que a junção das duas cargas nos dá a emissão de energia, pela qual o Universo veio à existência e cada um de nós sendo cada um de nós uma parte do Universo.

Os Chineses falam disto tudo como sendo CHI (pode ser observado com a técnica de cura GiQong), os Japoneses o KI (pode ser observado com a técnica de cura REIKI) e no mundo geral Budista (pode ser observado com a técnica de cura de MEDITAÇÃO ) o que tem em comum as 3 técnicas? A Respiração PRANA através dela se pode atingir estado de consciencia elevados, cura, de poderes “sobrenaturais” que não podem ser entendidos com a mente física e lógica (Lado Esquerdo do nosso cerebro)!  

O que a JW defende? Os escritores bíblicos usaram a palavra hebraica rú•ahh ou a palavra grega pneú•ma ao escreverem a respeito do “espírito”. As próprias Escrituras indicam o significado dessas palavras. Por exemplo, o Salmo 104:29 diz: “Se [tu, Jeová] lhes tiras o espírito [rú•ahh], morrem e voltam ao pó.” E Tiago 2:26 diz que “o corpo sem espírito [pneú•ma] está morto”. Nesses versículos, portanto, “espírito” se refere àquilo que dá vida a um corpo. Sem espírito, o corpo está morto. De modo que na Bíblia a palavra rú•ahh é traduzida não apenas por “espírito”, mas também por “força” ou “força da vida”. Por exemplo, Deus disse a respeito do Dilúvio nos dias de Noé: “Vou trazer sobre a terra um dilúvio de águas, para exterminar de debaixo dos céus toda criatura que tem o fôlego [rú•ahh] de vida.” (Gênesis 6:17; 7:15, 22) Assim, “espírito” se refere a uma força invisível (a centelha de vida) que mantém a vida de todas as criaturas viventes.

Então nestas filosofias todas vemos a referencia ao Espírito, não é este o mesmo Espírito Santo que liga/opera Jesus ao Seu Pai Deus?
Não fazem os três um? Não somos nós criados à imagem de Deus?
Então todos nós possuímos o Espírito ou Espírito Santo aquele que nos move a continuar vivos e a decidir o que fazer das nossas vidas?

Então todos nós somos abençoados pela Energia da Vida e temos consciência deste Espírito através da Respiração!

Então se todos nós respiramos  e tomamos as nossas decisões pela respiração o que faz especial o Corpo Governante e os Anciãos? Eles respiram um “espírito” melhor do que o nosso?

Então para mim o Espírito Santo é nada mais nada menos que a Energia que está disponível no universo para todos os seres humanos, animais e natureza porque todos somos um e todos viemos da Imagem do Universo com Protões e Electrões! Na minha opinião defendo aqui o conceito da trindade, o conceito de alma e o conceito de Espirito Santo!

P.S. – Não desejo que ninguém acredite nisto, só que se questionem, experimentem, se chegarem a conclusão que isto que eu disse é errado, sigam as vossas vidas normalmente se acham que isto tem alguma ponta de verdade sigam as vossas vidas normalmente, conforme desejo e vontade de cada um!

kusalacitto.extj

Mensagens : 30
Likes : 4
Data de inscrição : 09/03/2015
Idade : 37
Localização : Belgium

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por hocosi em Sab Dez 26 2015, 23:47

@kusalacitto.extj escreveu:
(...)
Então todos nós somos abençoados pela Energia da Vida e temos consciência deste Espírito através da Respiração!

Então se todos nós respiramos  e tomamos as nossas decisões pela respiração o que faz especial o Corpo Governante e os Anciãos? Eles respiram um “espírito” melhor do que o nosso?

Então para mim o Espírito Santo é nada mais nada menos que a Energia que está disponível no universo para todos os seres humanos, animais e natureza porque todos somos um e todos viemos da Imagem do Universo com Protões e Electrões! Na minha opinião defendo aqui o conceito da trindade, o conceito de alma e o conceito de Espirito Santo!


Caro amigo kusalacitto, com poucas palavras devo dizer-te que o que dizes, para mim faz muito sentido. A palavra espirito é usada tanto em contextos metafísicos como em metafóricos. Depois, cada religião ou cultura procura definir o seu significado conforme a sua conveniência. E cada um acredita naquilo que quer.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2576
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Kristy123 em Dom Dez 27 2015, 17:17

Olá, kusalacitto.extj,

Fiquei fascinada, com o que escreveste sobre o Espirito Santo e gostei imenso a forma como o explicaste, através dos teus conhecimentos sobre outras filosofias.

Independentemente, de cada uma delas, se formos a ver, todos os diversos conceitos apontam sempre para uma energia universal/cósmica, porque o ser humano também a tem dentro de si (se quiser e procurar) e "sem querer" tudo
nos conduz ao Espirito Santo --> DEUS --> Criador !


Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Maer em Seg Dez 28 2015, 15:59

@kusalacitto.extj escreveu:Este assunto sobre o Espírito Santo sempre me fascinou! Porque sempre pus em causa que os anciãos e outros títulos como o Corpo Governante são escolhidos por intermédio do Espírito Santo (ES) e precisei de enter afinal de contas quem é o Espírito Santo, li os comentários todos deste Post e vi comentários Quânticos, Bíblicos, Gregos e Hebraicos! Ao estudar Kabbalah cheguei ao conceito da Tora que tão bem defendido foi pela Kristy123 pela expressão Hebraica Ehyeh-Asher-Ehyeh! Por isso nem vou entrar por aí, porque ela explicou tudo!

Mas acho que precisava sair da “BOX” da caixa quadrada que tanto se fala em torno das línguas mortas do Hebraico e Grego. Daí que cheguei à filosofia Taoísta e Budista e eles também falam deste Espírito “Santo” e tanto a religião Taoísta como a filosofia Budista tem a mesma base de informação através daquilo que é chamado “Sanscrito” (Texto Canon ou Texto Sagrado)!
O que chamamos de línguas mortas que pouco ou nada conseguimos entender (porque tanto o grego com o hebraico já sofreram reformulações nos anos mais recentes durante século passado) estes textos gregos e hebraicos estão cheios de interpretações por isso estudar  uma língua antiga e ainda utilizada no meio dos povos Taoístas, Budistas a linguagem PALI, a linguagem de Buda com mais de 2500 anos, pode ser útil para sair para fora da “BOX”.

Resumindo o meu ponto de vista: “Os Taoistas também tem uma “trindade”, a saber, o ying e o yang e união dos dois que faz três! Complexo? Positivo e o Negativo que faz o equilibrio ou energia CHI! O Chi é os três!”
“Os Budistas falam do PRANA! Além de defender uma consciência expandida que é a personificação das experiências/energias Positivas e das experiências/energias Negativas, mais o sopro da vida ou energia PRANA (literalmente significa respiração o sistema que permite circular a energia através da respiração, alimentando as rodas da vida conhecidas como Chakras)!

Junto com esta "salada Grega", tudo temos a filosofia Quântica que defende que tudo no universo é energia e ao estudar o átomo temos os Electrões (carga negativa) e o Protões (carga positiva juntamente com o neutrões) em que a junção das duas cargas nos dá a emissão de energia, pela qual o Universo veio à existência e cada um de nós sendo cada um de nós uma parte do Universo.

Os Chineses falam disto tudo como sendo CHI (pode ser observado com a técnica de cura GiQong), os Japoneses o KI (pode ser observado com a técnica de cura REIKI) e no mundo geral Budista (pode ser observado com a técnica de cura de MEDITAÇÃO ) o que tem em comum as 3 técnicas? A Respiração PRANA através dela se pode atingir estado de consciencia elevados, cura, de poderes “sobrenaturais” que não podem ser entendidos com a mente física e lógica (Lado Esquerdo do nosso cerebro)!  

O que a JW defende? Os escritores bíblicos usaram a palavra hebraica rú•ahh ou a palavra grega pneú•ma ao escreverem a respeito do “espírito”. As próprias Escrituras indicam o significado dessas palavras. Por exemplo, o Salmo 104:29 diz: “Se [tu, Jeová] lhes tiras o espírito [rú•ahh], morrem e voltam ao pó.” E Tiago 2:26 diz que “o corpo sem espírito [pneú•ma] está morto”. Nesses versículos, portanto, “espírito” se refere àquilo que dá vida a um corpo. Sem espírito, o corpo está morto. De modo que na Bíblia a palavra rú•ahh é traduzida não apenas por “espírito”, mas também por “força” ou “força da vida”. Por exemplo, Deus disse a respeito do Dilúvio nos dias de Noé: “Vou trazer sobre a terra um dilúvio de águas, para exterminar de debaixo dos céus toda criatura que tem o fôlego [rú•ahh] de vida.” (Gênesis 6:17; 7:15, 22) Assim, “espírito” se refere a uma força invisível (a centelha de vida) que mantém a vida de todas as criaturas viventes.

Então nestas filosofias todas vemos a referencia ao Espírito, não é este o mesmo Espírito Santo que liga/opera Jesus ao Seu Pai Deus?
Não fazem os três um? Não somos nós criados à imagem de Deus?
Então todos nós possuímos o Espírito ou Espírito Santo aquele que nos move a continuar vivos e a decidir o que fazer das nossas vidas?

Então todos nós somos abençoados pela Energia da Vida e temos consciência deste Espírito através da Respiração!

Então se todos nós respiramos  e tomamos as nossas decisões pela respiração o que faz especial o Corpo Governante e os Anciãos? Eles respiram um “espírito” melhor do que o nosso?

Então para mim o Espírito Santo é nada mais nada menos que a Energia que está disponível no universo para todos os seres humanos, animais e natureza porque todos somos um e todos viemos da Imagem do Universo com Protões e Electrões! Na minha opinião defendo aqui o conceito da trindade, o conceito de alma e o conceito de Espirito Santo!

P.S. – Não desejo que ninguém acredite nisto, só que se questionem, experimentem, se chegarem a conclusão que isto que eu disse é errado, sigam as vossas vidas normalmente se acham que isto tem alguma ponta de verdade sigam as vossas vidas normalmente, conforme desejo e vontade de cada um!


Pura viagem na maionese! muita filosofia para pouco conhecimento bíblico.Não podemos nos esquecer que os termos hebraicos e gregos traduzidos "espírito" são polissêmicos e que os adjetivos são sintagmas nominais que ajudama a definí-los. Dentro do contexto bíblico falar de Espírito Santo é falar de uma força diferente que emana do Todo Poderoso por isso, o Espírito é Santo. Semânticamente o Espírito Santo pode assumir personalidade, mas isso não prova que seja uma pessoa. É algo muito simples para alguns aceitarem e assim, preferem viajar na maionese. O fato do Espírito ser Santo, por si só significa que nem todos poderão usufruir Dele. Por outro lado, o Espírito Santo nem sempre se manifesta "teofanicamente" conforme alguns imaginam. No caso das designações de anciãos e servos nas congregações, acredito ser atribuída ao Espírito Santo pelo simples fato da análise bíblica na recomendação e não pela Sua manifestação , ou seja, como o Espírito Santo foi usado na Inspiração da Bíblia, subtende-se que se o sujeito cumpre os requisitos ali delineados, então sua designação vai ser pelo espírito.Mas isso remete a uma dificuldade: e se a análise não for feita corretamente? como por exemplo a má interpretação de um versículo? neste caso, embora uma designação seja creditada ao Espírito, na verdade ela não será. Concluindo, nem sempre haverá certeza de que o Espírito santo apoiou a designação, embora homens pensem que sim.




Maer
Membros
Membros

Mensagens : 244
Likes : 8
Data de inscrição : 30/03/2012
Idade : 46
Localização : rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por kusalacitto.extj em Ter Dez 29 2015, 15:28

@Maer escreveu:
@kusalacitto.extj escreveu:
Junto com esta "salada Grega",

Pura viagem na maionese!....Dentro do contexto bíblico falar de Espírito Santo é falar de uma força diferente que emana do Todo Poderoso por isso, o Espírito é Santo.

Olá Maer fico muito feliz que tenha provado e sentido o sabor da maionese! Sabe que esse era o meu objectivo de que provassem a minha "Salada Grega" e por sua vez descobrissem que um dos componentes era a "maionese"?

Pois bem vamos deixar a brincadeira e as culinárias para outra altura!
E gostava com todo o respeito, que me explicasse dentro do contexto bíblico a sua afirmação "... Espírito Santo é falar de uma força diferente que emana do Todo Poderoso por isso, o Espírito é Santo."

A minha primeira pergunta é: Se o Espírito Santo emana do Todo Poderoso (vulgo Jeová), então sem Jeová não haveria Espírito Santo correcto? Estamos de acordo os dois nisso!
Segunda pergunta vem dessa mesma sua afirmação, então e Deus, Todo Poderoso, Jeová (o nome que lhe quiser dar), sem Espírito Santo poderia existir?

Pretendo que me responda bíblicamente se não for possível pela bíblia apelo à sua razão e consciência e me dê uma explicação coerente à segunda pergunta.

P.S. - É que a minha "Salada Grega com maionese" respondeu à segunda pergunta, em que a força activa, o Espirito Santo e Deus são 1, no sentido que eu só existo pela minha respiração, que contém ou é o Espirito Santo ou energia, logo eu sou 1 porque eu tenho dentro de mim a força que me faz viver, logo sou uma pessoa que tenho Espírito Santo!

Muito Grato pela partilha!

kusalacitto.extj

Mensagens : 30
Likes : 4
Data de inscrição : 09/03/2015
Idade : 37
Localização : Belgium

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Kristy123 em Qua Dez 30 2015, 12:38

Olá Maer,

Li o que escreveste e já era para ter respondido, mas não tive tempo.
Sabes, Sr. Maer, as tuas palavras, parecem as do Sr. Heinz!  Morrer a rir
Sabes quem é ?? É o Heinz do Ketchup Heinz.  Morrer a rir
Porque o que o Maer diz, é da Maionnese Maer.  Morrer a rir

Dizes que semânticamente o Espirito Santo pode assumir personalidade, mas que não prova que seja uma pessoa.
Que desculpa mais semântica.  Morrer a rir

Sendo assim, de igual modo, também nada te prova que tanto o Pai como o Filho consigam ser personificados,
até porque o Pai é Espirito e o Filho também é Espirito.

Se consegues personificar o Pai e o Filho, qual é a dificuldade em conseguir personificar da mesma forma,  
o Espirito Santo, uma vez que o Pai e o Filho também são Espiritos.  Ou seja, o ES pode ser considerada uma pessoa,
como vice-versa, o Pai ou o filho, podem ser considerados um Espírito!  
Quando se fala da Força de Deus, está-se a falar do próprio DEUS.... e só há UM!

Eles têm e podem ter funções e actuações diferentes, mas possuem a mesma natureza divina, a mesma grandeza,
sabedoria, poder, bondade e santidade.


Qual é o problema ou relutância , em aceitar que quando se fala do Pai ou do Filho ou do ES, Todos Eles
estão ao mesmo nível? Deus é o ES e o ES é Deus!

Não querer aceitar o que se torna tão claro e obvio, é que é uma viagem a escorregar na maionese!  Morrer a rir

Como me explicas Atos 5: 3-4 ?
3 Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo,
e retivesses parte do preço da herdade?
4 Guardando-a não ficava para ti? E, vendida, não estava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração?
Não mentiste aos homens, mas a Deus.

Mentir ao Espirito Santo é mentir a Deus, porque o Espirito Santo é Deus!

O Maer diz acreditar que as designações de anciãos e servos nas congregações é atribuida pelo Espirito Santo, mas depois "desculpabiliza-se" e só consigo ver nada mais do que Maionnese....   Evil or Very Mad

Se o Maer é uma Testemunha de Jeová convicta, então será um seguidor dos ensinamentos de Rutherford...
Ou já não é????
E como tal, deves saber, que o próprio Rutherford afirma nas suas publicações que não existe "influência"
do Espirito Santo, mas sim de Anjos
???

Sabias disso ?
O que tens a dizer sobre isto?


Kristy

Kristy123
Moderador
Moderador

Mensagens : 4023
Likes : 222
Data de inscrição : 15/10/2013
Idade : 97
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Altar em Seg Jan 04 2016, 13:24

a fé católica é esta :

Um só é o verdadeiro Deus eterno e incomensurável, imutável, incompreensível, onipotente e inefável, Pai e Filho e Espírito Santo:

três pessoas, mas uma só essência, substância ou natureza absolutamente simples.

O Pai não provém de ninguém, o Filho só do Pai, o Espírito Santo de modo igual de um e de outro, sempre sem início e sem fim. O Pai gera, o Filho nasce, o Espírito santo procede.

São consubstanciais, co-iguais, co-onipotentes e co-eternos: único princípio do universo, criador de todas as coisas visíveis e invisíveis, espirituais e materiais, que com sua força onipotente desde o princípio do tempo criou do nada uma e outra criação: a espiritual e a material, isto é, a angelical e a mundana; e, depois, a humana, de algum modo comum a ambas, constituída de alma e de corpo. Pois o diabo e os outros demônios foram criados por Deus naturalmente bons, mas por si mesmos se transformaram em maus. Já o homem pecou por sugestão do diabo.




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1714
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por River raid em Seg Jan 04 2016, 19:10

@Altar escreveu:a fé católica é esta :

Um só é o verdadeiro Deus eterno e incomensurável, imutável, incompreensível, onipotente e inefável, Pai e Filho e Espírito Santo:

três pessoas, mas uma só essência, substância ou natureza absolutamente simples.

O Pai não provém de ninguém, o Filho só do Pai, o Espírito Santo de modo igual de um e de outro, sempre sem início e sem fim. O Pai gera, o Filho nasce, o Espírito santo procede.

São consubstanciais, co-iguais, co-onipotentes e co-eternos: único princípio do universo, criador de todas as coisas visíveis e invisíveis, espirituais e materiais, que com sua força onipotente desde o princípio do tempo criou do nada uma e outra criação: a espiritual e a material, isto é, a angelical e a mundana; e, depois, a humana, de algum modo comum a ambas, constituída de alma e de corpo. Pois o diabo e os outros demônios foram criados por Deus naturalmente bons, mas por si mesmos se transformaram em maus. Já o homem pecou por sugestão do diabo.

Será que o diabo não faz parte dos propósitos de Deus?

Será que não passa dum bode expiatório?

Obviamente quem dedica-se ao satanismo sente o que é o "diabo" mas e todos nós, aos milhões, que não fazem isso? Como explicar?




River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4534
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Altar em Seg Jan 04 2016, 21:48

@River raid escreveu:

Será que o diabo não faz parte dos propósitos de Deus?


O diabo só deseja o mal, Deus detesta o pecado e vai contra toda a sua natureza

ele deixa o diabo agir, mas só até um certo limite, porque só Deus tem o poder de transformar o mal em bem, como diz o povo : "Deus escreve certo por linhas tortas"....

Deus deixa realmente que o mal nos atinja a nós, seres humanos, que não entendemos absolutamente nada neste espaço-tempo, que só distinguimos o preto do branco. Basta ver este fórum, é o preto no branco ou vice-versa, mas todo o ser-humano dada as suas limitações é assim mesmo. Como podemos perceber a luz sem ver a escuridão ? perceber o calor sem o frio ? a guerra sem a paz ? a vida sem a morte ?

Então nessa perspectiva, sim, Deus permite que o mal nos atinja

ver aqui excelente explicação do Padre Paulo Ricardo, do ponto de vista católico, como é óbvio

A Providência e o Mal

https://padrepauloricardo.org/episodios/segunda-feira-depois-da-epifania-de-natal-a-providencia-e-o-mal


O Padre Paulo Ricardo é um padre católico dos melhores que já vi

podem encontrá-lo no Facebook, ou vídeos no youtube

podem não concordar porque tudo é doutrina católica, mas que ele é brilhante lá isso é





Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1714
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Jan 04 2016, 21:56

Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
@Altar escreveu:O diabo só deseja o mal, Deus detesta o pecado e vai contra toda a sua natureza

Eu acho que o diabo só deseja o bem, mas à sua maneira! Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

Quer dizer, ele foi criado por Deus para ser subjugado ou para usar também do seu livre arbítrio?

Essa história é mesmo para ser contada a meninos imberbes da primária... e dessa forma se deformam as mentalidades. tass bem

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8325
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Altar em Seg Jan 04 2016, 22:16

@Investigando a Torre escreveu:

Quer dizer, ele foi criado por Deus para ser subjugado ou para usar também do seu livre arbítrio?


livre arbítrio, meu querido menino Morrer a rir Morrer a rir

liberdade às criaturas para decidirem por si mesmas, always

lê a Quaresma de São Miguel e o auxílio dos anjos, do meu querido Padre Paulo Ricardo LOL Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

tens versão audio e versão escrita aqui :

https://padrepauloricardo.org/episodios/a-quaresma-de-sao-miguel-e-o-auxilio-dos-anjos




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1714
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Investigando a Torre em Seg Jan 04 2016, 22:27

@Altar escreveu:
@Investigando a Torre escreveu:

Quer dizer, ele foi criado por Deus para ser subjugado ou para usar também do seu livre arbítrio?


livre arbítrio, meu querido menino Morrer a rir Morrer a rir

liberdade às criaturas para decidirem por si mesmas, always

lê a Quaresma de São Miguel e o auxílio dos anjos, do meu querido Padre Paulo Ricardo  LOL Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

tens versão audio e versão escrita aqui :

https://padrepauloricardo.org/episodios/a-quaresma-de-sao-miguel-e-o-auxilio-dos-anjos
Ai Altar, quando é que vocês ganham juízo!
Nem no além... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
Eu estou-me nas tintas para o Padre Paulo Ricardo, para o Papa ou para o Corpo Desgovernado TJ, que desse e de outros assuntos sabem tanto quanto eu... NADA!  Suspect

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8325
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Altar em Seg Jan 04 2016, 23:14

@Investigando a Torre escreveu:

Ai Altar, quando é que vocês ganham juízo!
Nem no além... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir


ah ah .... eu já sabia que não concordavas Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

és um incircunciso Morrer a rir Morrer a rir


@Investigando a Torre escreveu:

Eu estou-me nas tintas para o Padre Paulo Ricardo, para o Papa ou para o Corpo Desgovernado TJ, que desse e de outros assuntos sabem tanto quanto eu... NADA!  Suspect

IT

mas falando a sério, lê esse artigo, pelo menos ficas a saber mais sobre a nossa loucura Morrer a rir Morrer a rir

tu falas numa coisa muito importante e desejo que todos tomem nota :

"Eu estou-me nas tintas para o Padre Paulo Ricardo, para o Papa ou para o Corpo Desgovernado TJ...."

não é uma crítica que faço, é antes um convite à reflexão de todas as pessoas do fórum

quero enfatizar que eu por exemplo diria algo talvez bem mais escandaloso :

eu estou-me nas tintas para Jesus Cristo, porque ou Ele é Deus ou Ele é nada

vamos acreditar nele porquê ? porque disse citações bonitas referidas na bíblia há 2000 anos sendo ele apenas um homem ?

vou ao Sapo Citador e encontro lá uma colectânea bem vasta de grandes pensamentos, eu podia até considerar que Woody Allen é meu salvador porque ele tem pensamentos e citações bem profundas, como esta :

----
Na minha próxima vida, quero vivê-la de trás para a frente.

Começar morto para despachar logo esse assunto.
Depois acordar num lar de idosos e sentir-me melhor a cada dia que passa. Ser expuslo porque estou demasiado saudável, ir receber a pensão e começar a trabalhar, receber logo um relógio de ouro no primeiro dia.
Trabalhar 40 anos até ser novo o suficiente para gozar a reforma.
Divertir-me, embebedar-me e ser de uma forma geral promíscuo, e depois estar pronto para o liceu.
Em seguida a primária, ficar criança e brincar. Não ter responsabilidades e ficar um bébé até nascer.
Por fim, passar 9 meses a flutuar num spa de luxo com aquecimento central, serviço de quartos à descrição e um quarto maior de dia para dia.
E depois... Voilá! Acabar com um orgasmo!
------------

não é bonito ? Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

bom, mas eu depois deparo-me com a morte, eu toquei na morte este natal, uma prima minha morreu ( ex-TJ ), com 57 anos, de cancro do útero

que vida e que sentido tem este mundo ?

e depois lembro-me muitas vezes das palavras de Pedro :

São João 6-68.
Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, a quem iríamos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.


como Pedro, a quem iria eu ?! a quem iriamos nós ?! só Ele teve palavras tão fortes e com tanta autoridade, só Deus falaria com tanta autoridade e convicção

e se for falso, tudo falso, é como disse S. Paulo :

I Coríntios, 15-19.
Se é só para esta vida que temos colocado a nossa esperança em Cristo, somos, de todos os homens, os mais dignos de lástima.





Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1714
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Espírito Santo, é Deus?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 06:01


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum