EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

FANATISMO segundo um prisioneiro de um campo nazista.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FANATISMO segundo um prisioneiro de um campo nazista.

Mensagem por Staufenberg em Ter Out 08 2013, 03:19

Victor Frankl (psicólogo, prisioneiro de um campo nazista) descrevia o fanático por dois traços essenciais: a absorção da individualidade na ideologia coletiva e o desprezo pela individualidade alheia. (Olavo de Carvalho, 2013)

Já viram que não existe diferentes gostos e interesses entre as TJ da liderança? Todos tem de amar as publicações, amar o serviço de campo, desejar ser pioneiro, odiar o materilismo, etc. Ou seja, a total absorção da individualidade na ideologia coletiva. A anulação total do individuo.

O que as TJ acham daqueles que discordam abertamente e fortemente deles, seja qual for o motivo? Ou ainda daqueles que simplesmente não pensam iguais ao grupo, como por exemplo, parentes descrente, colegas de tragalho? Eles desprezam.

Essa descrição se enquadra em todas ideologias coletivas tais como nazismo, comunismo, e todas outras seitas religiosas. As TJ acusam o "mundo" de moldar a mente das pessoas para pensarem igual. Mas que besteira! Em uma mesma rua você vai encotrar dezenas de moradores, cada qual um individuo diferente, com interesses diferentes, gostos diferentes, ideias diferentes, objetivos diferentes. Na verdade eles acusam os outros do que eles próprios são (Ideia essa copiada de Lenin) - a multidão (burra e mansa).












Staufenberg
Membros
Membros

Mensagens : 62
Likes : 11
Data de inscrição : 31/07/2012
Idade : 27
Localização : Santa Catarina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FANATISMO segundo um prisioneiro de um campo nazista.

Mensagem por River raid em Ter Out 08 2013, 19:36

Pois é...mas quando precisam de apoios sociais as TJ vão pedir á besta do governo.

Pois é... mas quando precisam de ser isentos nas urgências do hospital vão pedir à besta apesar de muitos "pioneiros" contribuirem para a sociedade.

Pois é... mas quando surgiram ao longo do tempo ameaças ao tecido social (Hitler e outras demagogias) não se importam que o exercito combata por eles e em nome deles para que possam pregar à vontade, religiões que icentivam á objecção de consciência são de uma covardia sem paralelo na historia humana.

Sinceramente, se o mundo ocidental fosse todo TJ neste momento estaríamos todos a falar japonês ou alemão...

Situação análoga aconteceu na 2º guerra mundial. A ORG papagueia a sua neutralidade dando o exemplo sob o sangue dos mortos pela fé e nada fez para salvar seus fieis dos campos de exterminação. Porque motivo não subornaram nazis, sei lá, existiam tantas e tantas maneiras! Aristides de Sousa que o diga...
E eu pergunto: porque não assinar o tal papel dado pelos nazis onde diziam que tais pessoas não pregariam mais? Mais valia assinarem e depois passado um tempo virem cá para fora pregar!

Aí sim, dariam um excelente testemunho. Onde está a ajuda aos descendentes da TJ´s mortas no regime nazi? Não diz a Bíblia que nos devemos ajudar uns aos outros? Pois é... quem aparece nas fotos das Sentinelas como sendo vítimas do nazismo supostamente NÃO TÊM FILHOS. Muito conveniente, não é?

Essas pessoas estudantes da Bíblia sempre ficarão na minha mente como vítimas da Torre. Sinceramente... bastava assinar UM PAPEL, A PORCARIA DE UM PAPEL! Vinham cá para fora, esperavam o desfecho da guerra e pronto. Ou então, mais certo o plano estava deliniado desde o principio, arranjar umas cobaias que futuramente serviriam de propaganda para o Corpo Governante. Lembra-me os sacrifícios a demónios, pá... é muita coincidência. Ele é o sangue, ele é as proibições de vacinas, ele é a obsessão, ele é a manipulação da mente...


A quem essas pessoas que morreram nos campos de concentração se mostraram leais? A Deus, bom e perdoador ou ao CORPO governante? Será que na mente dessas pessoas o CG era Deus? Não saberemos, mas uma coisa é certa: as Testemunhas de Jeová nunca foram uma verdadeira preocupação do III Reich. Eram tão poucas que seria o mesmo de uma pulga encima de um camelo.


River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4528
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum