EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

O Papa Francisco

Página 5 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por searchingthetruth em Qui Out 03 2013, 17:44

E passo a vida a lhe chamar de católico porque é a única organização que defende sem argumentos nenhuns. Aliás, se fosse a si considera isso um elogio...




searchingthetruth

Mensagens : 326
Likes : 8
Data de inscrição : 26/07/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Ana Cláudia em Qui Out 03 2013, 19:09

Eu tenho um carinho especial por este tópico. Dito isto, qualquer post que vise apenas a provocação, a falta de educação ou qualquer coisa que nada tenha a ver com o assunto aqui discutido vai ser apagado sem aviso prévio.

Discutam ideias por favor!

Agradeço a vossa compreensão.

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 04 2013, 00:05

Atena escreveu:

Estas palavras do Papa de que a Igreja é santa apesar de ser composta de pecadores é exactamente a mesma linha de argumentação das TJs.

As TJs dizem: " A organização é perfeita as pessoas é que são imperfeitas"

verdade

esta interpretação é comum a todas

Atena escreveu:

Ora como pode uma organização ou igreja ser perfeita (ou santa) quando os que a compõem não o são? Não são os que a compõem que a definem?

agora aqui é que podes diferenciar um pouco

a doutrina católica estabelece diferenças entre Igrejas :

A Igreja Militante ( nós na terra )
A Igreja Padecente ( aqueles que morreram e que expiam os pecados no purgatório )
A Igreja Triunfante ( os que já estão no céu )

E o que une essas 3 Igrejas numa única só é a Sagrada Comunhão, Corpo de Cristo

todos unidos num só corpo e Igreja, seja ela na terra ou no céu ou no purgatório

é tipo isto :

um por todos e todos por um, e é assim que a torna perfeita porque une o perfeito ao imperfeito e ao que se está a purificar, todos num só corpo mistico que é Cristo na Sagrada Comunhão

é uma doutrina algo complicada de entender, para não dizer excessivamente complicada, mas é mais ou menos assim que funciona a ICAR




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 04 2013, 00:52

@Crixus escreveu:

nao é o unico a chamar o Papa de Xico e tipicamente uma abreviatura Portuguesa. Acho que o prorpio papa nao se importaria se o tratassem por Xico ...

certamente que não, já o trataram por tu em vários telefonemas inesperados a várias pessoas

A Igreja Militante precisa de ser reformada, já no sec XVI ela precisava disso, mas era necessário causar cisma ?! muitos outros santos protestaram para a necessidade de reformas, mas não abandonaram a Igreja

Eu estou casado há quase 20 anos, se o meu casamento necessita de reforma porque algo corre terrivelmente mal, vou deitar esses 20 anos fora, os meus filhos e a minha mulher ?!

como disse algures :

coração e razão




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 04 2013, 01:24

@searchingthetruth escreveu:

E passo a vida a lhe chamar de católico porque é a única organização que defende sem argumentos nenhuns....

LOL

porquê a ele, BiasedTruth ???!!!

eu e o mjp é que somos os presidentes da junta Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Sex Out 04 2013, 01:35

@Altar escreveu:
@searchingthetruth escreveu:

E passo a vida a lhe chamar de católico porque é a única organização que defende sem argumentos nenhuns....

LOL

porquê a ele, BiasedTruth ???!!!

eu e o mjp é que somos os presidentes da junta Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 
Qual junta? onde? quando? porquê? como? a que respeito? Não vi nada! Mas trata-se de quê? Ah, não! Desculpe, não percebo nada disso. Deve estar a confundir-me com alguem! Porquê, como, onde, foi o quê? nada, nada, nem sequer estava cá a essa hora... affraid affraid affraid 

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 04 2013, 10:10

Papa improvisa discurso para pôr no centro das atenções quem mais precisa

Nesta visita a Assis, o Papa vai acompanhado pelos oito cardeais que o aconselham e acontece sete meses depois da eleição, no conclave que terminou a 13 de Março.

O Papa Francisco lembra que o mundo não pode ignorar o quadro de dificuldades em que muitos vivem nos dias de hoje. Foi a principal mensagem de um discurso improvisado à chegada esta sexta-feira de manhã a Assis.

Antes de se dirigir aos milhares de fiéis que o esperavam, Francisco passou por um grupo de crianças e jovens com necessidades especiais, alguns dos quais deficientes profundos. Quando tomou a palavra, Francisco deixou de lado o discurso que tinha preparado sobre a cultura do descartável que se opõe à cultura do acolhimento para destacar o exemplo de Cristo e lembrar a necessidade de atender as contrariedades que persistem no dia-a-dia de muitos.

“Nós estamos entre as chagas de Jesus. Estas chagas precisam de ser consideradas e reconhecidas. Mas é interessante: Jesus quando ressuscitou era belíssimo, não tinha no seu corpo nem marcas nem feridas, nada: era belo! Só que quis conservar as chagas e levou-as para o céu. As chagas de Jesus estão aqui e estão no céu diante do Pai”, afirmou.

Cerca de cem mil fiéis e mais de um milhar de jornalistas – números inéditos, mesmo com João Paulo II – são esperados na localidade do santo, onde Francisco cumprirá um programa intenso, com visitas a todos os locais onde Giovanni di Pietro di Bernardone (1182-1226) orou e pregou.

Esta visita a Assis, onde o Papa irá em "peregrinação", acompanhado pelos oito cardeais que o aconselham, tem um forte significado simbólico, sete meses depois da eleição, no conclave que terminou a 13 de Março.

"Quero uma Igreja pobre para os pobres", afirmou na altura o Papa.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=124483




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Sex Out 04 2013, 10:21

"Quero uma Igreja pobre para os pobres", afirmou na altura o Papa.

O que ele deve ter querido dizer é que quer uma Igreja humilde para os pobres.

Está instalada a ideia que a Igreja Católica é rica. Nada mais falso. Rica como alguns dizem ser... é uma mentira das grandes!

Agora pobre é que não convém nada que seja... nunca vi um pobre ajudar outro, no sentido em que uma efectiva ajuda se torna necessária.

Parece que o óleo derramado nos pés de Jesus não era propriamente barato... e, de acordo com o Mestre, nosso Senhor, Deus e Salvador, pobres sempre haveriam no meio de nós. Se ficamos como eles...

Pobres, só no sentido de humildes... é esta a minha opinião sobre o sentido das palavras do Papa Francisco I.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 04 2013, 13:00

Papa critica “cristãos de pastelaria”

Francisco encontrou-se com sobreviventes do holocausto que foram escondidos, precisamente, na mesma sala onde São Francisco se despojou dos seus bens materiais.

O Papa recorreu a palavras muito duras, esta manhã, em Assis, para criticar aqueles que se dizem cristãos sem querer abraçar a cruz que acompanha sempre essa fé.

Depois de uma manhã intensiva, que incluiu a visita a um hospital de crianças e adultos deficientes profundos e a um lar da Cáritas que auxilia pobres, o Papa chegou à basílica de Assis, construída no local onde São Francisco começou o seu ministério, despojando-se dos seus bens materiais.

Recorrendo ao texto preparado, do qual o Papa não leu, mas cujo conteúdo o Vaticano disponibilizou para publicação, pode-se ver exactamente o que pensa Francisco que os cristãos devem largar: "De que é que a Igreja se deve despojar? De toda a mundanidade espiritual, que é uma tentação para todos: de toda a acção que não é para Deus, não é de Deus; do medo de abrir as portas e sair ao encontro de todos, especialmente dos mais pobres, necessitados, afastados, sem esperar nada; certos não para se perderem no naufrágio do mundo, mas para levar com coragem a luz de Cristo, a luz do Evangelho, mesmo na escuridão onde não se vê e onde se pode tropeçar; despojar-se da tranquilidade aparente que dão as estruturas, certamente necessárias e importantes, mas que nunca devem ofuscar a única força verdadeira que traz em si: Deus. Ele é a nossa força!
Despojar-se daquilo que não é essencial, porque a referência é Cristo: A Igreja é de Cristo."

O Papa foi recebido pelos frades franciscanos, impedindo-os de se ajoelharem para lhe beijar o anel pontifício. No local preparado para a missa campal, estavam já milhares de pessoas.

Nas suas primeiras palavras naquele espaço, o Papa voltou a deixar de lado o seu discurso preparado e ergueu a voz contra aqueles que querem agarrar-se apenas às coisas boas do Cristianismo.

A falar na mesma sala em que São Francisco se despojou dos seus bens materiais o Papa disse: “Esta é uma boa ocasião para fazer um convite à Igreja a despojar-se. Mas a Igreja somos todos nós. Todos somos Igreja. E, se nós queremos ser cristãos, não há outro caminho. Não podemos fazer um cristianismo mais humano, por assim dizer, sem a cruz, sem Jesus, sem despojamento.”

Quem não o faz arrisca-se a ser um “cristão de pastelaria”, que escolhe apenas a parte mais doce, afirmou o Papa. “Aí, tornámo-nos ‘Cristãos de pastelaria’, como bonitos bolos, bonitos doces, mas não cristãos verdadeiros", sublinhou Francisco.

O Papa voltou ainda a criticar a tentação da mundanidade, algo que considera incompatível com a missão da Igreja, ao ponto de ter dito mesmo que a mundanidade é o “cancro da Igreja”. Ao despojarem-se, os cristãos devem despojar-se também da mundanidade, defendeu: "A igreja deve despojar-se hoje de um perigo gravíssimo, que ameaça todas as pessoas da Igreja: o perigo da mundanidade. A mundanidade que reporta à vaidade, à prepotência, ao orgulho. É ridículo que um cristão verdadeiro, que um padre, uma irmã, um bispo, um cardeal, um Papa queiram seguir a estrada da mundanidade, que é uma atitude homicida. A mundanidade espiritual mata. Mata a alma, mata a pessoa, mata a Igreja"

Antes de seguir para a missa campal, o Papa esteve com sobreviventes do holocausto, escondidos pelos frades franciscanos, precisamente, na sala do despojamento.

[Notícia actualizada às 12h14]

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=124489




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Sex Out 04 2013, 13:15

@Altar escreveu:Papa critica “cristãos de pastelaria”

Francisco encontrou-se com sobreviventes do holocausto que foram escondidos, precisamente, na mesma sala onde São Francisco se despojou dos seus bens materiais.

O Papa recorreu a palavras muito duras, esta manhã, em Assis, para criticar aqueles que se dizem cristãos sem querer abraçar a cruz que acompanha sempre essa fé.

Depois de uma manhã intensiva, que incluiu a visita a um hospital de crianças e adultos deficientes profundos e a um lar da Cáritas que auxilia pobres, o Papa chegou à basílica de Assis, construída no local onde São Francisco começou o seu ministério, despojando-se dos seus bens materiais.

Recorrendo ao texto preparado, do qual o Papa não leu, mas cujo conteúdo o Vaticano disponibilizou para publicação, pode-se ver exactamente o que pensa Francisco que os cristãos devem largar: "De que é que a Igreja se deve despojar? De toda a mundanidade espiritual, que é uma tentação para todos: de toda a acção que não é para Deus, não é de Deus; do medo de abrir as portas e sair ao encontro de todos, especialmente dos mais pobres, necessitados, afastados, sem esperar nada; certos não para se perderem no naufrágio do mundo, mas para levar com coragem a luz de Cristo, a luz do Evangelho, mesmo na escuridão onde não se vê e onde se pode tropeçar; despojar-se da tranquilidade aparente que dão as estruturas, certamente necessárias e importantes, mas que nunca devem ofuscar a única força verdadeira que traz em si: Deus. Ele é a nossa força!
Despojar-se daquilo que não é essencial, porque a referência é Cristo: A Igreja é de Cristo."


O Papa foi recebido pelos frades franciscanos, impedindo-os de se ajoelharem para lhe beijar o anel pontifício. No local preparado para a missa campal, estavam já milhares de pessoas.

Nas suas primeiras palavras naquele espaço, o Papa voltou a deixar de lado o seu discurso preparado e ergueu a voz contra aqueles que querem agarrar-se apenas às coisas boas do Cristianismo.

A falar na mesma sala em que São Francisco se despojou dos seus bens materiais o Papa disse: “Esta é uma boa ocasião para fazer um convite à Igreja a despojar-se. Mas a Igreja somos todos nós. Todos somos Igreja. E, se nós queremos ser cristãos, não há outro caminho. Não podemos fazer um cristianismo mais humano, por assim dizer, sem a cruz, sem Jesus, sem despojamento.”

Quem não o faz arrisca-se a ser um “cristão de pastelaria”, que escolhe apenas a parte mais doce, afirmou o Papa. “Aí, tornámo-nos ‘Cristãos de pastelaria’, como bonitos bolos, bonitos doces, mas não cristãos verdadeiros", sublinhou Francisco.

O Papa voltou ainda a criticar a tentação da mundanidade, algo que considera incompatível com a missão da Igreja, ao ponto de ter dito mesmo que a mundanidade é o “cancro da Igreja”. Ao despojarem-se, os cristãos devem despojar-se também da mundanidade, defendeu: "A igreja deve despojar-se hoje de um perigo gravíssimo, que ameaça todas as pessoas da Igreja: o perigo da mundanidade. A mundanidade que reporta à vaidade, à prepotência, ao orgulho. É ridículo que um cristão verdadeiro, que um padre, uma irmã, um bispo, um cardeal, um Papa queiram seguir a estrada da mundanidade, que é uma atitude homicida. A mundanidade espiritual mata. Mata a alma, mata a pessoa, mata a Igreja"

Antes de seguir para a missa campal, o Papa esteve com sobreviventes do holocausto, escondidos pelos frades franciscanos, precisamente, na sala do despojamento.

[Notícia actualizada às 12h14]

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=124489
aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos aplausos 

Pronto! Eis aquilo de que todo o cristão se deve despojar... do amor ao mundo e à mundanidade.

Muito haveria a dzer sobre isto...

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por River raid em Sex Out 04 2013, 16:28

@mjp escreveu:"Quero uma Igreja pobre para os pobres", afirmou na altura o Papa.

O que ele deve ter querido dizer é que quer uma Igreja humilde para os pobres.

Está instalada a ideia que a Igreja Católica é rica. Nada mais falso. Rica como alguns dizem ser... é uma mentira das grandes!

Agora pobre é que não convém nada que seja... nunca vi um pobre ajudar outro, no sentido em que uma efectiva ajuda se torna necessária.

Parece que o óleo derramado nos pés de Jesus não era propriamente barato... e, de acordo com o Mestre, nosso Senhor, Deus e Salvador, pobres sempre haveriam no meio de nós. Se ficamos como eles...

Pobres, só no sentido de humildes... é esta a minha opinião sobre o sentido das palavras do Papa Francisco I.
 

Concordo, por exemplo a pintura de Miguel Angelo na Capela Sistina vale muito mais de 800 milhões de euros (assisti num documentario) mas nunca será vendável. O mesmo acontece com muito patrimonio da catolica por esse mundo fora. Dão-lhe/atribuem um valor mas não dá para vender porque NÃO ESTÁ À VENDA. Trata-se de patrimonio mundial. Tudo somado dá um valor astronómico que nos moldes actuais nunca será vendido. Describilizar e diminuir o numero de catolicos vai abrir caminho a que muitos "tubarões" coloquem as mãos neste tesouro e o vendam, quem sabe se não haverá gente "apostata" dentro da Igreja a planear a longo prazo? Eu aposto mais nas religiões dos EUA como sendo culpados da desacridatação que a Igreja sofre.

São quase 2000 anos historia. A probabilidade de errar é muito maior, aliás, não existe nenhuma organizaçao actual com tanto passado como a ICAR. Onde são enterradas as testemunhas de Jeová? Curioso, passam a vida a pregar contra a ICAR mas na hora da morte são enterradas em cemiterios da Igreja. No outro dia fui a uma cerimonia funebre dentro de um velorio catolico. Se eu fosse padre e sabendo o que sei joje mandava-os enterrar os mortos no quintal do vizinho (metafora. claro, só quero salientar a hipocrisia).

Aliás a STV não tem dinheiro para comprar um terreno onde enterrar seus mortos? Têm mesmo de ir para 7 palmos da "crinstandade"???

Todavia, e mudando o tema acho que a catolica tá a melhorar a olhos vistos. Não há quase dia nenhum que o papa não apareça nas noticias e tudo por bons motivos. Só espero que não o silenciem...
 
PS: para aqueles que me pedem argumentos em defesa dos catolicos penso que os factos falam per si. Ademais já tou farto de criticar os catolicos só porque os outros o fazem, fui ensinado a fazê-lo e só vi ÓDIO. Já disse e volto a dizer: sem uma ICAR forte no passado já não havia cristianismo. Isso paga qualquer preço, é graças à ICAR e seus "cruzados" que muitos podem andar por aí a passear a pasta e a papaguear as novas religiões "new age". Caso contrario távamos todos numa mesquita sem liberdade de expressão ou noutra seita pagã qualquer.


Última edição por River raid em Sex Out 04 2013, 16:39, editado 1 vez(es)

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 04 2013, 16:35

@River raid escreveu:

Concordo, por exemplo a pintura de Miguel Angelo na Capela Sistina vale mais de 800 milhões de euros (assisti num documentario) mas nunca será vendável. O mesmo acontece com muito patrimonio da catolica por esse mundo fora. Dão-lhe/atribuem um valor mas não dá para vender porque NÃO ESTÁ À VENDA.

No Domingo passado fui visitar a Sé Catedral de Lisboa, andei por lá nas claustros, nunca tinha visitado aquilo

Essa Igreja é do sec. XIII

pinturas/quadros que lá existem tão antigos, vários artefactos também antigos

Não considero bem que seja património ou riqueza da Igreja, acho que é do povo português, ou da humanidade

O mesmo se passa com tantas obras e catedrais espalhadas pelo mundo inteiro


@River raid escreveu:

Só espero que não o silenciem...

é um risco bem real que corre, ele gosta de sair e passear entre o povo, um dia pode cruzar-se com alguém fanático que odeie a ICAR e mata-o




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sab Out 05 2013, 22:17

Jesuíta torturado nega denúncia do Papa

O Papa Francisco encontrou-se, este sábado, com Franz Jalics, um dos missionários jesuítas sequestrados e torturados pela junta militar argentina nos anos 70, num caso em que se falou numa eventual denúncia do agora líder católico.

Franz Jalics e Orlando Yorio eram dois jovens jesuítas que faziam trabalho em bairros pobres quando foram presos em março de 1976 e levados para um centro de detenção conhecido pela sua crueldade, antes de serem libertados cinco meses mais tarde.

Após a eleição de Jorge Mario Bergoglio como Papa Francisco, surgiu uma polémica sobre a possibilidade de que este poderia ter sido cúmplice na detenção, mas o Vaticano negou firmemente as acusações e surgiram relatos da "diplomacia silenciosa" utilizada pelo então dirigente da ordem dos jesuítas na Argentina, Jorge Mario Bergoglio.

O pontífice declarou que atravessou então "um período de grande crise interna" na época e admitiu que cometeu erros quando estava à frente da ordem dos jesuítas.

Entretanto, Franz Jalics afirmou que a sua detenção não se deveu ao agora Papa: "Orlando Yorio e eu não fomos denunciados pelo padre Bergoglio", afirmou

"Antes eu estava inclinado a acreditar que fomos vítimas de uma denúncia, mas no final de 1990 ficou claro para mim que essa suspeita era injustificada", explicou.

fonte :

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=3460852




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Qua Out 16 2013, 12:30

Papa pede fim do “escândalo” da fome

O desperdício de alimentos é fruto da “cultura do descartável”, que leva regularmente a sacrificar pessoas aos “ídolos da avareza”, considera Francisco.

O Papa Francisco alertou para o “escândalo” da fome no mundo actual, apesar do desperdício diário de toneladas de comida, numa mensagem por ocasião do Dia Mundial da Alimentação, que se assinala esta quarta-feira.

“É um escândalo que ainda haja fome e subnutrição no mundo. Não se trata apenas de responder às emergências imediatas, mas de enfrentar juntos, em todos os campos de acção, um problema que interpela a nossa consciência pessoal e social, para obter uma solução justa e duradoura”, refere o documento, endereçado a José Graziano da Silva, director-geral da FAO, a agência da ONU para a Alimentação e a Agricultura.

Segundo o Papa, é preciso “repensar” os sistemas alimentares numa perspectiva solidário, para superar uma “exploração selvagem” da natureza, e mudar estilos de vida que levam ao “consumismo” e ao desperdício de comida.

“A fome e a desnutrição nunca podem ser consideradas como um facto normal, ao qual é preciso habituar-se, como se fizesse parte do sistema: algo tem de mudar em nós próprios, na nossa mentalidade, nas nossas sociedades”, escreve.

A mensagem fala da importância da solidariedade, uma "palavra tão incómoda", propondo que esta seja a "atitude de fundo nas decisões" políticas, económicas e financeiras.

"A solidariedade não se reduz às diversas formas de assistências, mas esforça-se por assegurar que um número cada vez maior de pessoas possa ser economicamente independente", precisou o Papa.

Francisco pede que ninguém seja “obrigado a deixar a sua terra” por falta dos meios essenciais de subsistência, propondo uma educação global para a “solidariedade” e a “humanidade”, que coloque sempre a pessoa e a sua dignidade “no centro”, contrariando a mera “lógica do lucro”.

“O desperdício de alimentos mais não é do que um dos frutos da ‘cultura do descartável’, que leva regularmente a sacrificar homens e mulheres aos ídolos da avareza e do consumo, um triste sinal da ‘globalização da indiferença’, que nos vai habituando lentamente ao sofrimento dos outros, como se fosse algo normal”, alerta o Papa.

O Dia Mundial da Alimentação 2013 tem como tema “sistemas alimentares sustentáveis para a segurança alimentar e a nutrição”.

A FAO revelou que 842 milhões de pessoas passam fome no mundo, o que representa um em cada oito habitantes do planeta.

Além destes, mais de dois mil milhões de pessoas têm deficiências nutritivas e todos os anos morrem 2,5 milhões de crianças com fome.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=125896




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Sex Out 25 2013, 14:53

A vergonha diante de Deus é uma graça

Papa Francisco dedicou a sua homilia, desta sexta-feira de manhã, à importância da confissão.

A vergonha que os católicos sentem quando confessam os seus pecados no confessionário, diante de um padre, pode ser uma graça. A importância da confissão foi sublinhada, esta manhã, pelo Papa durante a homilia da sua missa diária na Casa de Santa Marta.

Francisco explicou que a confissão não deve ser encarada como uma sessão de psiquiatria e que entrar no confessionário não é o mesmo que entrar numa câmara de tortura. Pelo contrário, é um lugar onde se encontra o amor e o perdão de Deus.

O Papa falou também da importância de uma confissão pessoal, realçando a importância precisamente dessa dificuldade. Para Francisco, confessar-nos a Deus na oração e não a um padre é escolher a saída fácil, “como confessar por email”, considera.

O Santo Padre aconselha os católicos a serem francos, específicos e honestos nas suas confissões, pedindo que não se escondam por detrás de generalidades, o que é como não se confessar de tudo.

A beleza da prática cristã, mantida nas igrejas católicas e ortodoxas, da confissão presencial, está precisamente na vergonha que isso implica. “Sentimos aquela graça da vergonha. A vergonha diante de Deus é uma graça”, diz Francisco.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=127009




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Ter Out 29 2013, 14:46

Papa convoca cardeais do mundo inteiro para fevereiro

O Papa Francisco deverá reunir em consistório os cardeais do mundo inteiro em fevereiro, para uma grande reunião de trabalho seguida da nomeação de novos cardeais, segundo a agência de informação sobre temas do Vaticano I.MEDIA.

O consistório será precedido a 17 e 18 de fevereiro por uma reunião do G8, o novo "conselho de cardeais" responsável por assistir e aconselhar o Papa.

Francisco deverá depois convocar para 19 e 20 de fevereiro a totalidade do colégio cardinalício, à porta fechada, para um consistório extraordinário de trabalho. Depois, a 21 e 22 de fevereiro, presidirá ao consistório onde serão criados os novos cardeais, segundo a I.MEDIA.

O último consistório extraordinário remonta a fevereiro de 2012. Bento XVI tinha consagrado essa reunião à nova evangelização. Desta vez, na presença dos cardeais que o elegeram, o Papa Francisco deverá evocar as outras reformas da Cúria, atualmente em curso.

Em meados de fevereiro, o colégio cardinalício deverá contar com um máximo de 201 membros, dos quais 106 eleitores. Francisco poderá então criar mais 14 novos cardeais, se quiser respeitar o número máximo de 120 cardeais eleitores que foi fixado por Paulo VI (1983-1978). Contudo, como já fizeram os seus antecessores, poderá ultrapassar ligeiramente o número previsto.

http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=3503502




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Ana Cláudia em Qua Out 30 2013, 20:56

Sem cerimônia, criança abraça Papa Francisco durante missa

CIDADE DO VATICANO - O Papa Francisco passou por uma situação inusitada neste domingo, quando rezava uma homilia para a Festa da Família, na Praça de São Pedro. Cercado por crianças que acompanhavam a celebração na primeira fila, o Pontífice foi surpreendido pelo abraço inesperado de um menino de uns 6 anos. O argentino retribuiu o gesto com uma série de carinhos na cabeça do garoto.
Um cardeal ainda tentara distrair o menino com um pirulito, quando ele saiu do grupo na primeira fileira e subiu ao palco. Não adiantou. Bem pequena, a criança abraçou a perna do Pontífice.
Cerca de 150 mil membros de famílias católicas de 75 países se reuniram nos arredores da Praça São Pedro para a peregrinação ao Túmulo de São Pedro, no último fim de semana, que teve como lema “Família, viva a alegria da fé”. Em seguida, foram ao encontro do Pontífice.


http://oglobo.globo.com/mundo/sem-cerimonia-crianca-abraca-papa-francisco-durante-missa-10576963

O video, vejam a partir dos 11m58s

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Qua Out 30 2013, 22:37

Atena escreveu:Sem cerimônia, criança abraça Papa Francisco durante missa

CIDADE DO VATICANO - O Papa Francisco passou por uma situação inusitada neste domingo, quando rezava uma homilia para a Festa da Família, na Praça de São Pedro. Cercado por crianças que acompanhavam a celebração na primeira fila, o Pontífice foi surpreendido pelo abraço inesperado de um menino de uns 6 anos. O argentino retribuiu o gesto com uma série de carinhos na cabeça do garoto.
Um cardeal ainda tentara distrair o menino com um pirulito, quando ele saiu do grupo na primeira fileira e subiu ao palco. Não adiantou. Bem pequena, a criança abraçou a perna do Pontífice.
Cerca de 150 mil membros de famílias católicas de 75 países se reuniram nos arredores da Praça São Pedro para a peregrinação ao Túmulo de São Pedro, no último fim de semana, que teve como lema “Família, viva a alegria da fé”. Em seguida, foram ao encontro do Pontífice.


http://oglobo.globo.com/mundo/sem-cerimonia-crianca-abraca-papa-francisco-durante-missa-10576963

O video, vejam a partir dos 11m58s

Mas para que é que eu preciso da TV? Vocês não querem subscrever o pacote da Benfica TV ?... dou já uma martelada no meu aparelho!... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Qui Out 31 2013, 01:37


mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Altar em Qui Out 31 2013, 13:28

Papa permite expor ao público a "Terceira Parte do Segredo de Fátima"

O Papa Francisco permitiu expor pela primeira vez ao público o manuscrito da "Terceira Parte do Segredo de Fátima" no santuário da Cova de Iria.

O empréstimo do manuscrito foi autorizado pelo Papa Francisco em junho e será a peça "de maior valor simbólico" que integra a mostra "Segredo e Revelação", que é inaugurada a 30 de novembro, explicou o comissário da exposição, Marco Daniel Duarte, que é também diretor do Museu do Santuário de Fátima.

"É um papel de carta muito simples da irmã Lúcia que fez correr rios de tinta", até porque "o que lá estava escrito era para ser lido mais tarde, foi selado, acabou por ser enviado para o Vaticano" e apenas divulgado a 13 de maio de 2000 em Fátima pelo secretário de Estado do Vaticano, enviado pelo Papa João Paulo II.

O manuscrito pertence ao Arquivo Secreto da Congregação para a Doutrina da Fé, onde deu entrada em 4 de abril de 1957, pode ler-se numa nota divulgada pelo Santuário de Fátima, esta quinta-feira.

"A cultura de Fátima anda às voltas da cultura escrita", sustentou o diretor do Museu do Santuário de Fátima.

"A importância desta exposição pode ver-se também nas raras vezes que saiu do Arquivo Secreto da Congregação para a Doutrina da Fé, um a vez que saiu apenas a pedido do Papa João Paulo II após o atentado de que foi alvo e em 2000, quando se encontrou com a então carmelita Lúcia para lhe perguntar se era de facto esse o manuscrito", acrescentou.

O chamado Terceiro Segredo de Fátima é a terceira parte do segredo alegadamente revelado pela Virgem Maria a três crianças portuguesas: Lúcia de Jesus dos Santos, Francisco Marto e Jacinta Marto, os denominados "pastorinhos", no dia 13 de julho de 1917 na Cova da Iria. De maio a outubro de 1917, as três crianças afirmaram ter testemunhado a aparição de Nossa senhora de Fátima.

Nossa Senhora, a 13 de julho de 1917, teria revelado um segredo constituído por três partes, de carácter profético.

As duas primeiras partes foram reveladas em 1941 e a terceira parte foi escrita em 1944, cujo documento foi guardado num envelope selado e, posteriormente, entregue ao Arquivo Secreto do Santo Ofício.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=3507612&page=-1




Altar
Membros
Membros

Mensagens : 1716
Likes : 57
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 47
Localização : Lisboa - Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por River raid em Qui Out 31 2013, 17:19

@Altar escreveu:A vergonha diante de Deus é uma graça

Papa Francisco dedicou a sua homilia, desta sexta-feira de manhã, à importância da confissão.

A vergonha que os católicos sentem quando confessam os seus pecados no confessionário, diante de um padre, pode ser uma graça. A importância da confissão foi sublinhada, esta manhã, pelo Papa durante a homilia da sua missa diária na Casa de Santa Marta.

Francisco explicou que a confissão não deve ser encarada como uma sessão de psiquiatria e que entrar no confessionário não é o mesmo que entrar numa câmara de tortura. Pelo contrário, é um lugar onde se encontra o amor e o perdão de Deus.

O Papa falou também da importância de uma confissão pessoal, realçando a importância precisamente dessa dificuldade. Para Francisco, confessar-nos a Deus na oração e não a um padre é escolher a saída fácil, “como confessar por email”, considera.

O Santo Padre aconselha os católicos a serem francos, específicos e honestos nas suas confissões, pedindo que não se escondam por detrás de generalidades, o que é como não se confessar de tudo.

A beleza da prática cristã, mantida nas igrejas católicas e ortodoxas, da confissão presencial, está precisamente na vergonha que isso implica. “Sentimos aquela graça da vergonha. A vergonha diante de Deus é uma graça”, diz Francisco.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=127009
Não confesso pecados a homem nenhum.

Seria rebaixar-me porque somente a Deus devemos supostamente confessar pecados.

para mais, se algum homem soubesse todos meus pecados o desgraçdo teria de ir a um psiquiatra porque ficaria traumatizado pró resto da vida...

River raid
Membros
Membros

Mensagens : 4535
Likes : 202
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 41
Localização : Maia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Qui Out 31 2013, 17:30

@River raid escreveu:

para mais, se algum homem soubesse todos meus pecados o desgraçdo teria de ir a um psiquiatra porque ficaria traumatizado pró resto da vida...

Duvido... Morrer a rir 

O Pe., naquele momento, tal como quandro celebra a Missa, não está investido na condição de homem, mas na de representante de Cristo. Mas eu não tenho muito jeito para exxplicar estes assuntos que, sim, têm apoio bíblico e muito bem sustentado.

Mas não me perguntes, que eu ando numa crise de incapacidade comunicativa a respeito destes asuntos... Embarassed

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Ana Cláudia em Dom Nov 03 2013, 11:56

Homossexuais católicos portugueses contentes com a decisão do Vaticano

A Rumos Novos -- Associação Homossexual Católica portuguesa congratulou-se hoje com a "atitude sem precedentes" do Vaticano ao questionar de uma forma "franca e aberta" as conferências episcopais sobre o divórcio, o casamento homossexual e a contracepção.
No âmbito da preparação para o sínodo sobre a família que decorrerá em 2014, o Vaticano enviou às conferências de todo o mundo um inquérito, que aborda temas que, por vezes, dividiram a igreja católica, como a proibição do uso de contracepção, a possibilidade de um católico divorciado voltar a casar-se ou receber a comunhão e o número de jovens que optam por viver juntos antes de se casarem.

"Numa atitude sem precedentes, o Vaticano acaba de pedir aos bispos de todo o mundo que perguntem aos fiéis qual a sua opinião sobre os ensinamentos da igreja no que concerne à contracepção, ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e ao divórcio", afirma a Rumos Novos, num comunicado enviado à agência Lusa.

A associação refere que "é com o coração cheio de júbilo" que os homossexuais católicos portugueses recebem esta notícia.

"Como católicos, não podemos deixar de reconhecer a actuação do Espírito Santo no seio da sua igreja, pois é a primeira vez que o Vaticano pediu tal tipo de opiniões aos católicos de base, pelo menos desde o pós-Vaticano II", observa.

A Rumos Novos sublinha que esta "notícia é tanto mais importante" tendo em conta algumas posições críticas tomadas pelo actual papa, quando ainda era primaz da Argentina, sobre os homossexuais e o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Para a associação, este inquérito representa também "um forte compromisso com o Vaticano II, que desafiou a Igreja a escutar os sinais dos tempos, para poder evangelizar de forma capaz, como Cristo ensinou".

Realça ainda a "abordagem franca, aberta e com espírito de partilha", em que, "finalmente, a hierarquia católica não se inibe de falar de união civil, casamento entre pessoas do mesmo sexo e adopção por casais de pessoas do mesmo sexo, sem ser para os condenar".

A Rumos Novos, que trabalha diariamente no acompanhamento, oração e partilha com homossexuais católicos portugueses, deseja que a Conferência Episcopal Portuguesa "saiba encontrar a melhor forma de levar este importante documento a toda a igreja nacional para que possa ser um verdadeiro documento de partilha".

"Fraternalmente desejamos que os Bispos portugueses sejam autenticamente encorajados pela Conferência Episcopal a realizarem esta ampla consulta dos leigos e sacerdotes", afirmam, acrescentando: "Se assim não for, teremos todos perdido uma grande oportunidade de ouvir a voz do Espírito Santo a trabalhar na Igreja".

A Rumos Novos encoraja "todos os fiéis, particularmente os fiéis homossexuais católicos, a fazerem ouvir as suas opiniões".

Para a associação, é chegado o momento de os homossexuais católicos agarrarem esta oportunidade e "fazer, mais uma vez, sentir à hierarquia católica a necessidade" de trabalhar pela inclusão dos homossexuais.

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=90663#.UnY3-3D2fhg.facebook

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por mjp em Dom Nov 03 2013, 13:09

Se o Espírito Santo entra "nesta" de se "tornar" democrático, já estou a imaginar Deus a perder as eleições para um segundo mandato para a próxima eternidade... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

Mais a sério, se conseguir... Morrer a rir 

1 - Podem contar com o meu "voto" para a "despenalização" dos métodos contraceptivos que não impliquem uma natureza abortiva.

2 - Concordo com o divórcio, mas não porque ela deixou "queimar o arroz" e ele não lhe apetece ir "aspirar na hora do jogo do Benfica", mesmo porque Deus, provavelmente, gosta de futebol e, como não poderia deixar de ser, nesse caso, só poderá ser do Benfica.Morrer a rir 
Mas casos em que um dos cônjuges põe em causa a integridade física, moral e psicológica do outro, não cumpre voluntáriamente todos os deveres que à união marital dizem respeito e/ou, para além disso vai, "namorar" para outros lados... não tenho muitas reservas em dizer que tal solução se enquadra, sem dificuldades de grande monta, no espírito cristão.

3 - Casamento gay... ( Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir  ) consequente e inevitável reivindicação do direito a adoptar... (Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir ), pois não sei... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir talvez consiga pensar no assunto quando conseguir parar de me rir... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir 

4 - Aceitar as "uniões de facto"... seria um caso a seguir, muito interessante, que não colidiria de forma frontal com o cristianismo, mas que necessitaria de um enquadramento muito excepcional em função de uma análise quase que casuística (caso a caso) o que se me afigura quase impraticável... ( mas a boa fé dos envolvidos, e a sua liberdade de consciência, teriam um papel muito importante a desempenhar).

Mas o Espírito Santo, se for necessário, utilizará os necessários recursos para uma campanha eleitoral eficaz e esclarecedora e aquilo que Ele decidir, para mim, está bem... a respeito do ponto que enumerei com o 3... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir .......................................................................................................................................................

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por DoC em Dom Nov 03 2013, 13:51

@mjp escreveu:Se o Espírito Santo entra "nesta" de se "tornar" democrático, já estou a imaginar Deus a perder as eleições para um segundo mandato para a próxima eternidade... Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir
Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

mjp, só tu!

Democratizar a ICAR (ou outra religião cristã qualquer) soa a absurdo mas parece-me mais inteligência disfarçada de absurdo na verdade. A ICAR e outras religiões cristãs não têm boas perspetivas de subsistência com "teocracias", não fosse o rídiculo da Bíblia e da sua estupidificada interpretação a desintegrar o "tapete" do cristianismo. Este Francisco parece ser mais esperto que os que lhe precederem e já abriu a pestana, já percebeu que braços de ferro ideológicos e mentes neandertais dentro da Igreja no séc. XXI vão levar a ICAR apenas à extinção (questão de décadas). Pode a democracia ser absurda numa religião cristã, mas julgo ser a manobra de sobrevivência num mundo que já saiu do obscurantismo.

É, lamentamos informar mas a religião, tal como o foi este tempo todo de trevas, acaba de chegar ao início do seu fim; ou se despe da ignorância e se veste para cuidar das pessoas ou o séc. XXI acaba com ela. Fica o aviso! Morrer a rir

PS: e quando casar convido-te para padrinho. Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir


DoC

DoC
Membros
Membros

Mensagens : 882
Likes : 81
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 35
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Papa Francisco

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 08:03


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum