EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Mensagem por TJ Curioso em Ter Ago 06 2013, 01:59

É interessante a carta que Raymond Franz expõe no seu livro "Em Busca da Liberdade Cristã". Nas páginas 219-220 (versão PT), ele transcreve a carta que o Superintendente do Departamento de Redação, Karl Adams, fez chegar ao Presidente Knorr, alertando para o que o registo mensal das publicações por parte dos publicadores poderia ter como efeito nestes.

Vale a pena ler e meditar.

"Atualmente relatamos livros, folhetos e revistas colocados, junto com as assinaturas obtidas. O resultado é que, com demasiada freqüência, os publicadores [as Testemunhas individualmente] medem o seu “êxito” em termos de colocações. A literatura é um auxílio maravilhoso para ajudar as pessoas a aprender a verdade, mas os publicadores tendem muitas vezes a encarar a colocação como o “alvo” deles. Quando encontram alguém que já tem literatura, em vez de concentrar a atenção na obra vital de fazer discípulos, tendem a pensar em termos de que nova publicação eles tenham para poder colocar com a pessoa. [Por quê?] Eles sabem que a congregação vai fazer um registro do que colocam individualmente. Isto influencia o uso que fazem da literatura. Também, o fato de relatarem o que colocam influencia a base sobre a qual os servos [anciãos] tendem a elogiar o trabalho feito pelos publicadores. Não há relatório do amor demonstrado aos outros irmãos, ou de como alguém desempenha as responsabilidades cristãs em seu lar, ou de como manifesta os frutos do espírito, de modo que a tendência é de enfatizar o valor destes números no cartão de registro de publicador além do que se devia.

Reconhecidamente, todo o nosso arranjo de relatórios de serviço de campo vai além do que a Bíblia exige dos cristãos. Sendo assim, tudo que se fizer quanto a relatórios deve ser feito evitando o choque com as palavras do conselho de Jesus, a saber: “Tomai muito cuidado em não praticardes a vossa justiça diante dos homens, a fim de serdes observados por eles.” (Mat. 6:1) Também, em 2 Coríntios 10:12 Paulo advertiu contra a pessoa exaltar-se por meio de comparações. (Veja também Gálatas 5:26.) No entanto, manter um registro de colocações tende a fazer os publicadores pensarem nesses termos. Com bem se sabe, os servos [superintendentes] de circuito têm desanimado servos [anciãos] congregacionais esforçados, por pressioná-los em questões ligadas a seus relatórios de serviço de campo, quando estes estão, na verdade, fazendo tudo para pastorear o rebanho - mas, essas horas, naturalmente, não aparecem no relatório. E, quando discursa para toda a congregação, o servo [superintendente] de circuito enfatiza mais a colocação de 12 revistas por publicador do que a existência de genuíno amor cristão na congregação."


Vale a pena notar o que ele diz a seguir sobre o efeito sobre as TJ!

"Este ponto de vista obscurece o apreço da pessoa pelo que a Bíblia realmente diz: Romanos 15:1 refere-se ao fato de que os que são fortes devem auxiliar os que não são fortes. O contexto trata da fé da pessoa. Mas os servos [anciãos] foram treinados para aplicar isto no sentido e ajudar os publicadores cujos relatórios de serviço de campo estejam fracos. E quando usam os textos que falam de “obras excelentes”, como o de Tito 2:14, estão mais propensos a pensar principalmente no que aparece no relatório de serviço de campo, mas a pregação pública da palavra é apenas uma pequena parte do quadro, como mostra o contexto. (Veja Tito 1:16; 2:5; 3:15.)"


Como os anos passaram e nada foi feito, percebe-se onde está o ênfase da Organização! E o pior é que eles sabem que o ênfase está colocado no local errado!

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Mensagem por Fidel Apostate em Ter Ago 06 2013, 08:53

Sem dúvida TJC, sabem mas não fazem.

Aliás já usei esta matéria do livro de Franz numa parte da reunião de serviço, foi libertador para alguns.
É lógico que foi exposto com "jeito" para não magoar fariseus.

Abraço,
Fidel



"Os amigos da verdade são aqueles que a procuram e não os que se vangloriam de a ter encontrado." - Condorcet , Marie

Fidel Apostate
Membros
Membros

Mensagens : 839
Likes : 75
Data de inscrição : 01/08/2012
Idade : 50
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Mensagem por Filino Rupro em Ter Ago 06 2013, 10:38

Além do mais este relatório não tem qualquer respaldo bíblico. Digam lá onde na Bíblia encontram algum exemplo de relatório parecido com o que fazemos hoje?
Também não tem qualquer respaldo na arqueologia. Podia até tratar-se de uma tradição cristã, como a passagem do códice (=livro) ao invés dos rolos, mas não! Não foram nunca encontrados relatórios similares aos que fazemos hoje, nem relatórios de contas da congregação! Afinal não se reuniam num Salão-do-Reino, nem investiam em imobiliário, para que isso fosse necessário!




Filino Rupro
Membros
Membros

Mensagens : 1300
Likes : 96
Data de inscrição : 06/12/2012
Idade : 45
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Mensagem por antonio1965 em Ter Ago 06 2013, 10:57

Sempre contestei, nas reuniões que tínhamos como o Sup. de Circuito, a utilidade do preenchimento dos relatórios por considerar que a maioria dos que o preenchem o fazem sem qualquer rigor - fazem-no para tentar mostrar algo que não são.

Numa dessas ocasiões o Sup. de circuito, para contestar aquilo que eu dizia, mostrou-me o relatório de um jovem que tinha uma média de horas bastante acima da média da congregação e uma colocação de revistas bastante alta. E disse: "eu ao olhar para o relatório deste jovem estou a ver aqui um prospetivo servo ministerial". Eu olhei para o cartão do jovem e disse-lhe: "Eu vejo exatamente o contrário. Este é um relatório falacioso. Como é que é possível colocar todos os meses mais de 40 revistas e não ter conseguido fazer 1 única revisita neste últimos 6 meses? perguntei eu... Ficou tudo calado.




antonio1965
Membros
Membros

Mensagens : 1260
Likes : 85
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 51
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Mensagem por searchingthetruth em Ter Ago 06 2013, 19:30

O relatório apenas serve para mostrar números e gráficos. A verdade é que os números escondem muita coisa e são facilmente adulteráveis.

De facto, mais um símbolo do "americanismo" presente nas testemunhas de Jeová. Uma religião feita por americanos e para americanos. E todos sabemos que os americanos são burros. Acreditam em tudo.




searchingthetruth

Mensagens : 326
Likes : 8
Data de inscrição : 26/07/2013
Idade : 31

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta de Karl Adams ao Presidente Knorr sobre o Relatório do Serviço de Campo

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 16:34


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum