EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Cartas de Dave Brown

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cartas de Dave Brown

Mensagem por TJ Curioso em Dom Maio 12 2013, 18:43

As cartas de Dave Brown foram escritas no início dos anos 80. Esta ex-TJ dissociou-se da congregação Encanto no Arizona, E.U.A, mas devido à posição tomada pelos anciãos da congregação, após alguns meses da sua dissociação (após anunciarem a dissociação, anunciaram que ele havia sido desassociado), ocorreu uma troca de correspondência entre esta ex-TJ, a congregação e o Betel (CG).

É de notar que quando esta TJ se dissociou, não existia ainda a prática de ostracizar aqueles que saíam de livre vontade. Apenas os desassociados eram ostracizados pelas TJ.

Após todo este desenlace, surgiu um artigo da Sentinela exigindo que os dissociados fossem tratados do mesmo modo que os desassociados.

http://orthocath.files.wordpress.com/2010/02/disassociation_disfellowshipping_david_brown_1980-1981.pdf

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por AlexandraShanti em Sex Maio 24 2013, 18:05

Maravilhada com tua dedicação em pesquisar estes assuntos tão interessantes!!!

Apesar de não saber muito bem o inglês, o pouco que entendi sobre os documentos anexos foi que estes foram os argumentos que fizeram com que ele fosse desassociado (por apostasia), apesar de ter-se dissociado.

A resposta da STV foi quase que imediata pra se proteger da "apostasia" , criando mais uma regra de ostracismo e perseguição a quem ousa discordar de suas doutrinas castradoras.

Com tudo isso, fico pensando como o Raymond ainda foi tão condescendente com o C.G ao dizer que eles não faziam as coisas de modo deliberado e por maldade.

Como pode? Regras que mudam repentinamente e destroem vidas, reputações, serem tomadas sem que os do C.G pensem sequer nos sério efeitos que estas vão ter sobre os fiéis seguidores.

Provado fica que os interesses da organização passam em primeiro lugar, em despeito do bem estar e crescimento espiritual dos seus concrentes.

Não me lembro de ter lido na bíblia, Jesus dizer que os interesses administrativos das congregações seriam mais importantes do que seus seguidores. Talvez tenha de reler outra vez, posso ter pulado algum capitulo!!!

confused





Nas coisas essenciais, unidade; em coisas não essenciais, liberdade;em todas as coisas o amor!


AlexandraShanti

Mensagens : 67
Likes : 8
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 44
Localização : Rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por MariaL em Sex Maio 24 2013, 21:35

@AlexandraShanti escreveu:

Com tudo isso, fico pensando como o Raymond ainda foi tão condescendente com o C.G ao dizer que eles não faziam as coisas de modo deliberado e por maldade.

Como pode? Regras que mudam repentinamente e destroem vidas, reputações, serem tomadas sem que os do C.G pensem sequer nos sério efeitos que estas vão ter sobre os fiéis seguidores.


AlexandraShanti
,

Engraçado você fazer este comentário, pois esta semana tenho andado com esse mesmo pensamento na cabeça!

Acho que tendemos a ser condescendentes com aqueles de quem gostamos.

Tenho a felicidade de morar fora do território da minha ex-congregação, por isso raramente encontro alguém de lá. Mas esta semana encontrei uma pessoa querida e o meu coração balançou. Como eu gostava de entrar na cabeça de certas pessoas e saber realmente o que pensam ...

@AlexandraShanti escreveu:Provado fica que os interesses da organização passam em primeiro lugar, em despeito do bem estar e crescimento espiritual dos seus concrentes.

Não me lembro de ter lido na bíblia, Jesus dizer que os interesses administrativos das congregações seriam mais importantes do que seus seguidores. Talvez tenha de reler outra vez, posso ter pulado algum capitulo!!!

confused


Em Crise de Consciência, Raymond diz isso mesmo. Que os seus companheiros do CG viam a Organização como uma entidade com vida real, vida essa de valor superior à de qualquer indivíduo.

A Organização WatchTower foi personificada. E considera-se que os direitos desta "pessoa" se sobrepõem aos de todos os outros.





Última edição por TJ Curioso em Sab Maio 25 2013, 07:30, editado 1 vez(es) (Razão : correção ortográfica)


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por claricemedeiros8989 em Sab Maio 25 2013, 00:57

Li o 'consciencia' do R.Franz a quase uma decada e naquele tempo via muita condescendencia nele também, apesar de toda sua coragem e consciência. Mas hoje não diria o mesmo, ele foi fantástico a meu ver, e não poderia ser mais, va saber o que é ficar décadas a mercê daquela cúpula de esquizofrênicos, com certeza ele não saiu perfeitamente lúcido também.

O CG tem superpoderes que até a razão desconhece. É uma epidemia alucinante. Pude ver isso, esses dias, quando abri a janela da frente e lá vem uma velha amiga subindo a rua em frente de casa, fiquei feliz, ela me vê e cruza para o outro lado bem logo ali a minha frente. Isso foi muito complicado, lagrimei e tive vontade de espancá-la. É assim que funciona.

claricemedeiros8989

Mensagens : 24
Likes : 1
Data de inscrição : 07/04/2013
Idade : 40
Localização : belo horizonte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por MariaL em Sab Maio 25 2013, 14:28

@claricemedeiros8989 escreveu:Li o 'consciencia' do R.Franz a quase uma decada e naquele tempo via muita condescendencia nele também, apesar de toda sua coragem e consciência. Mas hoje não diria o mesmo, ele foi fantástico a meu ver, e não poderia ser mais, va saber o que é ficar décadas a mercê daquela cúpula de esquizofrênicos, com certeza ele não saiu perfeitamente lúcido também.

O CG tem superpoderes que até a razão desconhece. É uma epidemia alucinante. Pude ver isso, esses dias, quando abri a janela da frente e lá vem uma velha amiga subindo a rua em frente de casa, fiquei feliz, ela me vê e cruza para o outro lado bem logo ali a minha frente. Isso foi muito complicado, lagrimei e tive vontade de espancá-la. É assim que funciona.

Quando uso o termo condescência neste contexto, não quero dizer que seja concordância por fraqueza ou medo, mas sim a tentativa de compreender os motivos de outros. Quem viveu com as TJ consegue compreender alguns porquês ao mesmo tento que tem a consciência que não fazem nenhum sentido.

Pessoas como R. Franz não expressam raiva nem desejos de vigança. É o tipo de sentimentos que só servem para causar mais sofrimento e destruição.

Não posso falar muito sobre a pessoa que foi R. Franz, porque só conheço o que li num livro escrito por ele, mas ao contrário do que diz a Clarisse, concluí que era uma pessoa muito lúcida, de uma enorme clareza de espírito e digna.

Concordo qundo diz que o CG tem um poder incrível, difícil de entender. Vai a ponto de controlarem os mais pequenos detalhes da vida e da forma de pensar de pessoas a milhares de kilómetros de distância. Algumas dessas pessoas até são capazes de dar a sua vida.

Isto não acontece por acaso. Cada vez acredito menos em coincidências. É o resultado de uma aplicação muito estudada e trabalhada de técnicas de controlo mental. Por isso eles não são tão inocentes e bem intensionados como se possa inicialmente pensar. O mesmo se aplica a muitos dos que pelo mundo fora os ajudam a exercer esse poder e controle, sim, porque eles, CG, não poderiam fazê-lo sozinhos.

É que de boas intenções está o inferno cheio.


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por AlexandraShanti em Seg Maio 27 2013, 14:02

@MariaL escreveu:

Engraçado você fazer este comentário, pois esta semana tenho andado com esse mesmo pensamento na cabeça!

Acho que tendemos a ser condescendentes com aqueles de quem gostamos.

Em Crise de Consciência, Raymond diz isso mesmo. Que os seus companheiros do CG viam a Organização como uma entidade com vida real, vida essa de valor superior à de qualquer indivíduo.

A Organização WatchTower foi personificada. E considera-se que os direitos desta "pessoa" se sobrepõem aos de todos os outros.





É bem isso mesmo Maria. Não o vejo como alguém que saiu da STV com o objetivo de se vingar ou simplesmente expor a verdade por prazer. A condescendência desse senhor se deve à sua personalidade mansa e efetivamente por ter nutrido verdadeiro amor pelos seus companheiros do C.G.
Achei muito corajoso da parte dele fazer isso. Vendo seus vídeos no You Tube pude perceber que quando fala, em certos momentos ele ainda se emociona e o tom de sua voz em nenhum momento parece de alguém que guarda rancor.


Nas coisas essenciais, unidade; em coisas não essenciais, liberdade;em todas as coisas o amor!


AlexandraShanti

Mensagens : 67
Likes : 8
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 44
Localização : Rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por AlexandraShanti em Seg Maio 27 2013, 14:10

@claricemedeiros8989 escreveu:
O CG tem superpoderes que até a razão desconhece. É uma epidemia alucinante. Lagrimei e tive vontade de espancá-la. É assim que funciona.

Fico realmente impressionada com o enorme controle que esse pequeno grupo de homens têm sobre milhares de indivíduos e de forma tão sutil que realmente pensamos mesmo que achamos a "verdade".

Isso também acontece comigo sempre que vejo alguém da minha congregação, só que não choro mais, faço questão de olhar e virar meu rosto. Não faço isso por ódio, mas não os acho melhores do que eu em nada para me deixar ser tratada como uma pária da sociedade!!! Mad


Nas coisas essenciais, unidade; em coisas não essenciais, liberdade;em todas as coisas o amor!


AlexandraShanti

Mensagens : 67
Likes : 8
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 44
Localização : Rio de janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cartas de Dave Brown

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:21


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum