EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por TJ Curioso em Sab Maio 11 2013, 10:08

Conforme tem vindo a lume, notícias constantemente trazem à luz do dia reportagens que revelam que pais profundamente religiosos e devotados à crença, são muito rigorosos com seus filhos. Pais TJ não são excepção e notícias têm mostrado que jovens e crianças têm sofrido horrores com este tipo de pais desequilibrados.

Embora a religião em si mesma, possa não incentivar ou ser responsabilizada totalmente por isso, acham que existe alguma medida de culpa por parte do sistema religioso nestes casos?
Tem a Organização das Testemunhas de Jeová também contribuído para que os pais se tornem demasiado rigorosos e "fanáticos" na criação e educação de seus filhos?

Qual é a vossa experiência?

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por Ana Cláudia em Sab Maio 11 2013, 15:45

Eu fui criada por TJs, mas eram meus avós o que altera um pouco as circunstancias.

No entanto partilho a minha experiencia: Fui criada pelas pessoas mais amorosas do mundo. Mas quando decidi sair das TJs a primeira vez, tinha 14 anos, foi um desgosto muito grande para eles. A minha avó chorou muito mas foi sempre a mesma. O meu avô mostrou-me uma faceta que eu desconhecia nele, disse-me: "Andaste toda a vida a enganar toda a gente". Foi muito injusto e usou um tom de voz que nunca lhe tinha ouvido.

Não me posso queixar de nenhum tipo de maus tratos.

Mas penso que na génese da maioria destes casos de maus tratos estarão o medo do afastamento da religião por parte dos filhos e a vergonha. Vergonha porque as TJs sublinham que quem não consegue manter os filhos na organização é incompetente enquanto pai.

Acho que não será apenas culpa da religião, parece-me que um pai abusador o é seja qual for a religião ou a circunstancia. Mas esta já é uma vertente do tema que levaria a grande discussão sobre as características de cada ser humano.

Ana Cláudia
Forista desativado

Mensagens : 3331
Likes : 140
Data de inscrição : 16/05/2012
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por hocosi em Sab Maio 11 2013, 17:29

Uma das coisas que a minha experiência como Tj me ensinou foi:

É que a grande maioria dos filhos e filhas dos anciãos e sevos ministeriais, se é que se tornam TJ, são jovens ou adultos revoltados.

Isto porque seus paizinhos na ânsia de fazerem boa figura na Organização montam um verdadeiro cerco aos seus filhos que os deixa verdadeiramente “asfixiados”, no sentido de que não são livres para escolher o caminho que querem seguir, para escolher a pessoa com quem gostariam de casar, de tirar o curso para o qual se sentem vocacionados ect. A pressão é: “use sua vida ao serviço do reino”.

Lidei com muitos filhos de anciãos e servos ministeriais e sei bem o que sentiam. Eu mesmo sentia que a minha própria filha, hoje casada e com filhos, na altura procurava fazer as coisas para que seu pai não tivesse problemas. Era filha dum ancião, tinha que ser um exemplo. Batizou-se e ia à pregação por respeito a seu pai.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2576
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por Goran em Sab Maio 11 2013, 18:20

Sou filha de ancião desde que me lembro de ser gente. Posso dizer-vos que não foi nada fácil... A história de ter que ser um exemplo para que não houvesse nada a apontar, partia-me toda!
Infelizmente, não me lembro de o meu pai ter tido tempo para brincar comigo ou pegar-me ao colo; tinha sempre muitas reuniões para preparar. Íamos "de véspera" para o Salão do Reino porque era importante cumprimentar todos os irmãos e saber como estavam de saúde, etc. No entanto, não havia tempo para saber como tinha sido o meu dia na Escola.
Sempre que havia uma congregação pequena a precisar de anciãos, lá ía a minha família... Como éramos 5, "matava-se dois coelhos com uma cajadada só". O facto de termos que nos deslocar umas boas dezenas de quilómetros para ir às reuniões e às saídas ao campo, era irrelevante! O que interessava era ajudar aqueles irmãos e o sr. Jeová haveria de nos abençoar muito mais!! Quantas vezes, eu e as minhas irmãs fizemos os trabalhos de casa da escola no percurso até ao Salão. Chegávamos tardíssimo a casa e com testes no dia seguinte. "Vão ver que o teste até vos corre melhor!", eram as palavras dos meus pais.
"Ir para Medicina? Nem pensar!! Na Nova Ordem não serão precisos médicos!! Vais para professora porque, assim, até ensinas melhor os ressuscitados!" Sim, estas foram as palavras dos meus pais...
Ir ao cinema com o Kimba? Só se fossem mais 20 pessoas conhecidas para garantir que não acontecia nada no escuro!!
Andar de mão dada com o Kimba? Nem pensar! O que vão os irmãos dizer da filha do ancião??
Não posso dizer que sofri maus tratos físicos (tirando as vezes que fui apanhar com a colher-de-pau, na casa-de-banho, durante a reunião) mas tirem as vossas conclusões...

Goran
Membros
Membros

Mensagens : 84
Likes : 19
Data de inscrição : 10/04/2013
Idade : 41
Localização : Aveiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por Índigo em Sab Maio 11 2013, 23:28

Goran, ao ler a tua experiência encontrei algumas coisas muito semelhantes.

O facto dos meus pais viverem a sua vida em torno do serviço para Jeová, isso tirou-lhes tempo para a familia! O tempo que dedicavam a ajudar outros na congregação, que eram o amparo de muitos irmãos, depois esqueciam-se ou estavam demasiado cansados para ser o amparo dos filhos.

Se a véspera de testes coincidisse com as reuniões teria de estudar pela madrugada dentro, ou tinha de levantar-me bem cedo. A conversa dos meus pais era sempre a mesma, se eu fosse à reunião em vez de ficar a estudar, Jeová iria ajudar-me no teste. Blá blá blá ...

Exemplo, exemplo, exemplo, era e é a palavra que mais se diz na minha familia. Como se os filhos de anciãos ou pioneiros regulares têm de ser perfeitos! Quanto mais pressão exercem para que os filhos não saiam da linha, mais disparates tendem a fazer!!!

Como a Atena dizia, deixar simplesmente de ser TJ por convicção é uma vergonha para a familia, e o sentimento que os nossos pais têm é que falharam na educação dos filhos! Embarassed

Quando olho para trás vejo que a minha vida foi condicionada em tantas situações sem dúvida à conta da religião e do fanatismo da minha familia!!!



Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por so em Dom Maio 12 2013, 08:57

Eu "nasci" na "verdade" já vão cerca de 40 anos ,nessa altura as coisas eram diferentes de hoje . Mas o meu pai uma pessoa muito respeitada dentro da congregação queria que os filhos fossem um exemplo , e eu pisei varias vezes o risco , levei umas coças. A nossa casa era frequentada por pioneiros especiais, Superintendentes de circuito, betelitas, estão a ver se os filhos não fossem um exemplo.
Dentro da ORG só não fui coordenador dos anciãos, tenho filhos mas nunca os obriguei a fazer nada dentro da ORG (mais um coisa que fez com que eu não sobrevivesse), a sensação que eu sempre tive foi que quanto mais os pais tentam obrigar os filhos a andar muito "direitinhos" pior. A pressão que os pais fazem nos filhos é tão grande muitas vezes que os filhos quando se podem livrar nunca mais querem nada com a ORG .


Última edição por TJ Curioso em Dom Maio 12 2013, 13:07, editado 1 vez(es) (Razão : correção ortográfica)


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por hocosi em Dom Maio 12 2013, 10:22

Eu acho que os jovens não conseguem entender o porquê de toda aquela rotina de reuniões de "vira o disco e toca o mesmo", de ter que andar de porta em porta a colocar revistinhas, de ter que preencher relatórios no fim do mês, de "seca" que é o texto diário que em vez na maioria dos dias fala sempre no mesmo "testemunho e reuniões".

E muitas vezes os pais que são tão exigentes nestas coisas, não o são nas mais importantes, como o respeito, a bondade, o amor pelos mais idosos e o companheirismo comos filhos.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2576
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por mjp em Dom Maio 12 2013, 13:16


Felizmente, não foi o meu caso.

Tive uma educação religiosa católica (religiosa e não só) que me foi dada pelos meus avós e bisavós (passei a maior parte da minha vida com eles). Mas nunca me obrigaram, em sentido nenhum, mesmo desde muito pequeno a participar em cerimónias de que eu não gostava, como procissões ou novenas. Ensinaram-me que a Missa era o principal, que Deus e Jesus Cristo eram o centro de toda a verdade e de tudo o que é bom, e que seguir os princípios que eles me ensinavam era tudo o que eu necessitava para estar em paz com Deus e com a minha consciência.

Respondiam-me a todas as perguntas e quando a razão para a justificação da resposta não era o suficiente, acrescentavam uma pitada de fé, de tal forma sábia, de tal forma provada razoável, que me deixavam deslumbrado.

Por vezes brincava com eles e fazia-lhes perguntas "difíceis" só para os incomodar e desafiar... em resposta recebia sorrisos doces e respostas de que ainda hoje me recordo. E não pensem que eu era um jovem fácil: um dia, relatando um qualquer projecto meu esqueci-me de dizer, no fim, se "Deus quiser", algo que de imediato foi acrescentado pela minha avó paterna (a última a falecer em 1997); olhei para ela com ar muito seguro e desafiador e disse: mas se Deus não quiser, quero eu! Respondeu-me com um sorriso e de forma também firme: se for o bem que pretendes fazer, Ele quer, de certeza absoluta!

Não tive deles uma palavra de censura, uma observação mordaz ou qualquer sinal de reprovação ou mesmo sinal de uma qualquer tristeza quando me tornei TJ... em 1987! Continuámos a conversar sobre tudo; davam-me razão quando eu a tinha e nunca ma deram quando eu, de facto, não a tinha.

Se albergo no peito alguma grande e profunda tristeza por ter sido TJ é por saber hoje que não estive, nem alguma vez estarei à altura dos meus avós, bisavós, ou mesmo do meu pai. De saber que os deixei muito, muito tristes com aquela estúpida decisão de achar que uns quaisquer "iluminados" de Broklin tinham a verdade a respeito de Deus, eram mais sabedores e queriam mais o meu bem que aqueles que me criaram e me transmitiram tudo o que eu sei... Pois é! Eles sofreram com um sorriso e em silêncio total com a minha decisão e, eu, agora, queria pedir-lhes perdão pelo meu erro e já não posso!

É bem feito, para aprenderes a não seres parvo, diziam-me eles, sempre que por culpa minha algo não saía como eu desejava. Depois diziam-me sempre: Os erros servem para aprendermos, para nos tornarmos humildes e para sabermos quem é que de facto gosta de nós.

Imagino que numa família de TJ as coisas não corram desta maneira. Mas não eduquei o meu filho para que obedecesse a homens. No fundo, acho que fui o TJ mais católico de todos… e agora sou, de novo, o católico mais crítico do catolicismo!

Haja paciência para os que me aturam! É que nem eu sei como me aturo a mim mesmo!

Ama e faz o que quiseres.
Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.


Santo Agostinho

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por hocosi em Dom Maio 12 2013, 13:29


mjp escreveu:

Se albergo no peito alguma grande e profunda tristeza por ter sido TJ é por saber hoje que não estive, nem alguma vez estarei à altura dos meus avós, bisavós, ou mesmo do meu pai. De saber que os deixei muito, muito tristes com aquela estúpida decisão de achar que uns quaisquer "iluminados" de Broklin tinham a verdade a respeito de Deus, eram mais sabedores e queriam mais o meu bem que aqueles que me criaram e me transmitiram tudo o que eu sei... Pois é! Eles sofreram com um sorriso e em silêncio total com a minha decisão e, eu, agora, queria pedir-lhes perdão pelo meu erro e já não posso!

È caro mjp, existem decisões que tomamos na vida que são irreversíveis nas consequências. Mas não podemos ficar toda a vida a lamentar. Como citas-te S.Agostinho, o que fizeste foi por amor o que fazes agora é por amor e tens que ser respeitado por isso.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2576
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por mjp em Dom Maio 12 2013, 13:47

@hocosi escreveu:

mjp escreveu:

Se albergo no peito alguma grande e profunda tristeza por ter sido TJ é por saber hoje que não estive, nem alguma vez estarei à altura dos meus avós, bisavós, ou mesmo do meu pai. De saber que os deixei muito, muito tristes com aquela estúpida decisão de achar que uns quaisquer "iluminados" de Broklin tinham a verdade a respeito de Deus, eram mais sabedores e queriam mais o meu bem que aqueles que me criaram e me transmitiram tudo o que eu sei... Pois é! Eles sofreram com um sorriso e em silêncio total com a minha decisão e, eu, agora, queria pedir-lhes perdão pelo meu erro e já não posso!

È caro mjp, existem decisões que tomamos na vida que são irreversíveis nas consequências. Mas não podemos ficar toda a vida a lamentar. Como citas-te S.Agostinho, o que fizeste foi por amor o que fazes agora é por amor e tens que ser respeitado por isso.


Também eu vos respeito muito a todos vós. Sinto-vos irmãos nas dores e tristezas, ainda que, em algum sentido, diferentes das minhas.

E sim, hocosi, se o que fazemos é por amor... nunca nada foi perdido. Mas se alguém se aproveitou do nosso amor, tenhamos a humildade de perceber em quem esteve o erro! Em nós? Sim, até certo ponto sim. Nos tais de Broklin? Sim, em grande parte sim! Em Deus? Como?!...

E como é que se alberga no coração que se uns quantos se aproveitaram de nós, nos enganaram e iludiram, isso determina que Deus passa a ser uma enorme incógnita na equação?

Abraço.

mjp

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por hocosi em Dom Maio 12 2013, 14:37


mjp escreveu:

E sim, hocosi, se o que fazemos é por amor... nunca nada foi perdido. Mas se alguém se aproveitou do nosso amor, tenhamos a humildade de perceber em quem esteve o erro! Em nós? Sim, até certo ponto sim. Nos tais de Broklin? Sim, em grande parte sim! Em Deus? Como?!...

E como é que se alberga no coração que se uns quantos se aproveitaram de nós, nos enganaram e iludiram, isso determina que Deus passa a ser uma enorme incógnita na equação?


Sinto nas tuas palavras alguma pena de mim. Sim sinto-me revoltado porque as circunstâncias da vida levaram-me a ser prisioneiro da "Torre" por 30 anos. A minha vida poderia ter sido diferente em muitas coisas. Para melhor ou para pior, não sei.

A minha posição sobre Deus resulta de certa maneira da minha passagem pelas TJs é verdade. Mas também é o resultado de ter tirado as "palas" e conseguir ver em todas as direções, especialmente por ter começado a entender melhor o processo de "fabricação" da Bíblia que supostamente deveria ser a fonte infalível da verdade. Não acredito mais nisso.

Por outro lado sinto que como diz Saramago, somos enganados e manipulados desde que nascemos. O que é que nos faz ser o que somos? Se tivessemos nascido como parte de uma outra cultura, por exemplo muçulmanos, converternos-ia-mos ao catolicismo? Ou ao budismo? Poderia acontecer. Mas isso prova que não temos nenhuma justificativa para achar que nós estamos certos e os outros todos errrados. Aquilo que nos poderá convencer que estamos certos e os outros errados, são exactamente os mesmos argumentos que os outros têm.

É por isso que eu hoje entendo que temos motivos para ajudar a quem quer sair ou foi expulso das TJs a "sobreviver" cá fora. Mas não tenho motivação de importunar quem se sente bem lá dentro.

O meu pai tem actualmente 82 anos e é TJ. Que ganharia eu se o conseguisse convencer de que ele gastou mais de 40 anos da sua vida correndo atrás de uma mentira. Que poderia ele fazer? Mudar para outra mentira? Ou morrer sem nenhuma esperança e desiludido?

Não meu caro mjp, não tenhas pena de mim, porque tu não tens nada melhor para me oferecer, a não ser a TUA fé em Deus e em Jesus Cristo.

Um abraço,
hocosi



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2576
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por mjp em Dom Maio 12 2013, 15:07

[quote="hocosi"][quote]
mjp escreveu: (...)



Sinto nas tuas palavras alguma pena de mim. Sim sinto-me revoltado porque as circunstâncias da vida levaram-me a ser prisioneiro da "Torre" por 30 anos. A minha vida poderia ter sido diferente em muitas coisas. Para melhor ou para pior, não sei.


Não meu caro mjp, não tenhas pena de mim, porque tu não tens nada melhor para me oferecer, a não ser a TUA fé em Deus e em Jesus Cristo.

Um abraço,
hocosi


Meu caro hocosi, pena é sentimento que não nutro por ninguém como tu, ou como outros que como tu, vivem a sua vida de cabeça elevada e com dignidade!

Mas permite-me que sinta uma grande empatia, uma grande amizade, ternura mesmo, por ti e por todos os que se sentem desiludidos e amargurados com as maldades que a Torre lhes fez e as decepções que lhes provocou nos seus corações!

Pena, sinto daqueles que não se conseguem equilibrar, que passam a descer no seu nível de virtudes, que passam a odiar tudo e todos, que se tornam cínicos, incapazes de contribuir, na sua amargura, para tornar o mundo um local mais pleno de harmonia, beleza e amor. Desses sim, sinto pena! Pena deles que sofrem, incapaz de amar e de ser solidários seja com o que for ou seja com quem for. Pena por perceber que eles, derrotados por esse "tal" inimigo... religião, política, amores, amizades, etc., etc., embora lhes tenham virado as costas, saíram derrotados desse confronto e, como tal, foram vencidos pelo mal!

Não encontro, em tudo o que vou lendo por aqui, ninguém assim.

Fazes bem em não confrontar os teus pais com a realidade, se me permites a ousadia desta minha humilde opinião. Fazes bem, porque o fazes por amor.

Como posso ter pena de quem, embora triste, desiludido, mesmo muito magoado e revoltado, sabe ser nobre o suficiente para agir com amor? Só posso sentir uma grande admiração! E essa admiração leva-me à estima e à amizade.

Meu caro, o que sinto por todos vós, é exactamente o que necessito também de sentir de todos vós, uma enorme amizade, uma ternura de amigo, como sinto por aqueles que são meus amigos pessoais há longas décadas. Perdemos uma religião, uma ilusão que a todos nos desviou de certos projectos pessoais... mas encontrámos uma quantidade muito grande de inestimáveis amigos! Amigos, como se calhar nunca lá tivemos dentro.

Por isso, citei também Sto. Agostinho! Com os nossos amigos e entes mais queridos, até gritar pode ser legítimo, se tal for feito por amor.

Abraço.

mjp.




mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por MariaL em Dom Maio 12 2013, 19:22

@mjp escreveu:


Tive uma educação religiosa católica (religiosa e não só)
(...)
quando me tornei TJ... em 1987!


mjp
,

creio que não existem muitos que tenham feito o mesmo percurso que tu - católico/TJ/católico.
Tendo em conta as convicções, no que a doutrinas diz respeito, que actualmente exprimes aqui no fórum, estou curiosa... Acabei de ler a tua apresentação e fiquei na mesma.

Queres explicar um pouco o que te levou ao mundo do jeovísmo?


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por mjp em Dom Maio 12 2013, 21:42

MariaL, as razões que me levaram ao mundo da STV, são intrincadas e prendem-se muito com a minha personalidade.

Se um dia, como eu muito anseio, podermos conversar um pouco, eu resumo-te a história.

Mas nada tem de espectacular ou de mirabolante... mirabolantes foram os anos que se seguiram... Morrer a rir (com alturas sem gracinha nenhuma! Evil or Very Mad )

Beijinho

mjp

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por MariaL em Dom Maio 12 2013, 21:48

@mjp escreveu:MariaL, as razões que me levaram ao mundo da STV, são intrincadas e prendem-se muito com a minha personalidade.

Se um dia, como eu muito anseio, podermos conversar um pouco, eu resumo-te a história.


Agora estou ainda mais curiosa! Cá fico à espera! Wink Até breve. Smile


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Educação rigorosa e abusadora por parte dos pais, motivada pela religião – É a sua experiência?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:11


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum