EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por TJ Curioso em Ter Jan 29 2013, 11:44

Na outra postagem tão polémica, em que me dirigi diretamente aos anciãos e servos ministeriais que visitam este fórum, a minha mensagem foi colocada de forma a tentar tocar as suas consciências e fazer refletir sobre a sua posição ativa dentro da religião.

Neste tópico, coloco a questão abrangendo a todos aqueles que ainda estão ativos na religião e sua forma de gerir a vida diária como TJ e a sua consciência. Desde que cada um de nós começou a aperceber-se dos erros e incoerências das doutrinas e normas organizacionais, a sua consciência começou a ficar certamente incomodada.

Como gerir este conflito interior?

No meu caso, como ancião tentava sempre que possível escolher designações e principalmente discursos que enfocassem a espiritualidade cristã, deixando de lado matérias com que não concordava.

Na questão da pregação, raramente fazia esforço em pregar de casa em casa e mesmo levantando territórios para pregar, raramente os fazia. Servia apenas para manter as aparências.

A maior parte das TJ, hoje em dia dedica grande parte do tempo de pregação nas ruas e por isso, não tinha grande dificuldade em não ir pregar em prédios.

E como se sabe, na rua, caminha-se mais do que se fala.

Estes são apenas alguns dos aspetos com que me confrontei, desde que "despertei" do controlo mental exercido pela religião.
E vocês? Como conseguem gerir as atividades esperadas de uma TJ, com a vossa consciência?

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Maurício Silva em Ter Jan 29 2013, 12:21

Na minha opinião, apenas a ruptura total poderá dar a tão esperada felicidade, para aqueles que decidem que a "verdade" não está entre as testemunhas de Jeová.




Maurício Silva
Forista desativado

Mensagens : 550
Likes : 43
Data de inscrição : 20/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Índigo em Ter Jan 29 2013, 13:09


Eu fui mais radical! No momento em que esclareci as minhas dúvidas deixei de pregar e entreguei todos meus estudos biblicos. Alguns continuam a estudar, outros desistiram! Wink

Quando encontro essas pessoas que ainda são estudantes o meu discurso é de compreender a falta de tempo para irem à reunião ou até mesmo para terem o estudo. Nunca as incentivo a progredirem!

Gostaria de ser mais directa e dizer a verdade. Mas seria demasiado doloroso!

Essas pessoas se forem inteligentes irão perceber que o meu afastamento tem alguma razão de ser! Até porque quando saiu a Revista Sábado também enviei a sms a essas pessoas a dizer para comprarem e lerem a revista! Por isso deixo o tempo germinar!



Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Maurício Silva em Ter Jan 29 2013, 13:35

@Índigo escreveu:
Eu fui mais radical! No momento em que esclareci as minhas dúvidas deixei de pregar e entreguei todos meus estudos biblicos. Alguns continuam a estudar, outros desistiram! Wink

Quando encontro essas pessoas que ainda são estudantes o meu discurso é de compreender a falta de tempo para irem à reunião ou até mesmo para terem o estudo. Nunca as incentivo a progredirem!

Gostaria de ser mais directa e dizer a verdade. Mas seria demasiado doloroso!

Essas pessoas se forem inteligentes irão perceber que o meu afastamento tem alguma razão de ser! Até porque quando saiu a Revista Sábado também enviei a sms a essas pessoas a dizer para comprarem e lerem a revista! Por isso deixo o tempo germinar!


Com todos aqueles que desejam uma ruptura com o sistema jeovista, chegará sempre o dia em serão confrontados com a decisão final: Continuo (mesmo que contribuindo pouco), ou saio?




Maurício Silva
Forista desativado

Mensagens : 550
Likes : 43
Data de inscrição : 20/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Índigo em Ter Jan 29 2013, 13:38

@Maurício Silva escreveu:
@Índigo escreveu:
Eu fui mais radical! No momento em que esclareci as minhas dúvidas deixei de pregar e entreguei todos meus estudos biblicos. Alguns continuam a estudar, outros desistiram! Wink

Quando encontro essas pessoas que ainda são estudantes o meu discurso é de compreender a falta de tempo para irem à reunião ou até mesmo para terem o estudo. Nunca as incentivo a progredirem!

Gostaria de ser mais directa e dizer a verdade. Mas seria demasiado doloroso!

Essas pessoas se forem inteligentes irão perceber que o meu afastamento tem alguma razão de ser! Até porque quando saiu a Revista Sábado também enviei a sms a essas pessoas a dizer para comprarem e lerem a revista! Por isso deixo o tempo germinar!


Com todos aqueles que desejam uma ruptura com o sistema jeovista, chegará sempre o dia em serão confrontados com a decisão final: Continuo (mesmo que contribuindo pouco), ou saio?

Pois é ... será inevitável! Mas enquanto puder estar no meu cantinho ... deixo-me andar para não ser ainda mais doloroso!!!


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Maurício Silva em Ter Jan 29 2013, 13:43

@Índigo escreveu:
@Maurício Silva escreveu:
@Índigo escreveu:
Eu fui mais radical! No momento em que esclareci as minhas dúvidas deixei de pregar e entreguei todos meus estudos biblicos. Alguns continuam a estudar, outros desistiram! Wink

Quando encontro essas pessoas que ainda são estudantes o meu discurso é de compreender a falta de tempo para irem à reunião ou até mesmo para terem o estudo. Nunca as incentivo a progredirem!

Gostaria de ser mais directa e dizer a verdade. Mas seria demasiado doloroso!

Essas pessoas se forem inteligentes irão perceber que o meu afastamento tem alguma razão de ser! Até porque quando saiu a Revista Sábado também enviei a sms a essas pessoas a dizer para comprarem e lerem a revista! Por isso deixo o tempo germinar!


Com todos aqueles que desejam uma ruptura com o sistema jeovista, chegará sempre o dia em serão confrontados com a decisão final: Continuo (mesmo que contribuindo pouco), ou saio?

Pois é ... será inevitável! Mas enquanto puder estar no meu cantinho ... deixo-me andar para não ser ainda mais doloroso!!!

Reconheço que, não sendo uma testemunhas de Jeová (apenas fui um estudante, maldito a hora em que começei a estudar) por vezes questiono-me porque muitos não dão o salto para o "mundo". Mas começo a ver, com a ajuda deste fórum que em muitos casos pode ser uma questão de "vida ou de morte", se bem que me entendem, sair do calvário em que muitos vivem. Admito que já fiz comentários contrários neste fórum sobre o mesmo assunto, e apesar de manter EM PARTE a minha opinião, tenho nesta altura uma visão um pouco mais humanista .




Maurício Silva
Forista desativado

Mensagens : 550
Likes : 43
Data de inscrição : 20/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Índigo em Ter Jan 29 2013, 13:47

@Maurício Silva escreveu:
@Índigo escreveu:
@Maurício Silva escreveu:
@Índigo escreveu:
Eu fui mais radical! No momento em que esclareci as minhas dúvidas deixei de pregar e entreguei todos meus estudos biblicos. Alguns continuam a estudar, outros desistiram! Wink

Quando encontro essas pessoas que ainda são estudantes o meu discurso é de compreender a falta de tempo para irem à reunião ou até mesmo para terem o estudo. Nunca as incentivo a progredirem!

Gostaria de ser mais directa e dizer a verdade. Mas seria demasiado doloroso!

Essas pessoas se forem inteligentes irão perceber que o meu afastamento tem alguma razão de ser! Até porque quando saiu a Revista Sábado também enviei a sms a essas pessoas a dizer para comprarem e lerem a revista! Por isso deixo o tempo germinar!


Com todos aqueles que desejam uma ruptura com o sistema jeovista, chegará sempre o dia em serão confrontados com a decisão final: Continuo (mesmo que contribuindo pouco), ou saio?

Pois é ... será inevitável! Mas enquanto puder estar no meu cantinho ... deixo-me andar para não ser ainda mais doloroso!!!

Reconheço que, não sendo uma testemunhas de Jeová (apenas fui um estudante, maldito a hora em que começei a estudar) por vezes questiono-me porque muitos não dão o salto para o "mundo". Mas começo a ver, com a ajuda deste fórum que em muitos casos pode ser uma questão de "vida ou de morte", se bem que me entendem, sair do calvário em que muitos vivem. Admito que já fiz comentários contrários neste fórum sobre o mesmo assunto, e apesar de manter EM PARTE a minha opinião, tenho nesta altura uma visão um pouco mais humanista .

Ainda bem Mauricio que agora está mais compreensivo. Porque só que está no convento é que sabe o que lá vai dentro!


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por TJ Curioso em Ter Jan 29 2013, 14:10

Hás vezes é preciso estar na pele para sentir o que realmente dói em todo este processo.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por so em Ter Jan 29 2013, 15:20

Eu estou "activo", não sirvo mais como ancião, mas fica difícil gerir a situação .
Não lembro a ultima vez que fui a pregação , levanto território mas não ponho lá um pé (pelo menos enquanto esses moradores tem descanso ) todos os messes entrego o meu relatório ( com uma boa média de horas ) tudo para inglês ver .
A verdade é que fica difícil gerir esse situação , faço isso pela relação que tenho com a família, nos próximos dias tenho uma designação não fica fácil dizer o que eles querem ouvir mas eu não acredito . E quando tenho que fazer a oração final ? Como custa !
É um processo muito difícil de gerir, nunca digo a ninguém mas quantas noites sonho com o assunto .
Isto dá volta a consciência .
Mas é tudo pela família


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Crixus em Ter Jan 29 2013, 15:22

@so escreveu:Eu estou "activo", não sirvo mais como ancião, mas fica difícil gerir a situação .
Não lembro a ultima vez que fui a pregação , levanto território mas não ponho lá um pé (pelo menos enquanto esses moradores tem descanso ) todos os messes entrego o meu relatório ( com uma boa média de horas ) tudo para inglês ver .
A verdade é que fica difícil gerir esse situação , faço isso pela relação que tenho com a família, nos próximos dias tenho uma designação não fica fácil dizer o que eles querem ouvir mas eu não acredito . E quando tenho que fazer a oração final ? Como custa !
É um processo muito difícil de gerir, nunca digo a ninguém mas quantas noites sonho com o assunto .
Isto dá volta a consciência .
Mas é tudo pela família

Mas se ainda acreditas em Deus acho que nao devias ter problemas em orar. A oração nao é esclusiva das Tjs. Oras pelo que achares correto.




Crixus
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1030
Likes : 55
Data de inscrição : 26/11/2012
Localização : Grande Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por TJ Curioso em Ter Jan 29 2013, 15:55

@so escreveu:Eu estou "activo", não sirvo mais como ancião, mas fica difícil gerir a situação .
Não lembro a ultima vez que fui a pregação , levanto território mas não ponho lá um pé (pelo menos enquanto esses moradores tem descanso ) todos os messes entrego o meu relatório ( com uma boa média de horas ) tudo para inglês ver .
A verdade é que fica difícil gerir esse situação , faço isso pela relação que tenho com a família, nos próximos dias tenho uma designação não fica fácil dizer o que eles querem ouvir mas eu não acredito . E quando tenho que fazer a oração final ? Como custa !
É um processo muito difícil de gerir, nunca digo a ninguém mas quantas noites sonho com o assunto .
Isto dá volta a consciência .
Mas é tudo pela família

Como eu te entendo. Mesmo em relação à pregação, eu igualmente acrescentava uns "pózinhos" só para não me chatearem. Quando comecei a levar nas orelhas que estava com uma média baixa, pensei que estava na altura de lhes dar o que queriam.

Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por so em Ter Jan 29 2013, 16:34

@Crixus escreveu:

Mas se ainda acreditas em Deus acho que nao devias ter problemas em orar. A oração nao é esclusiva das Tjs. Oras pelo que achares correto.

O problema está no ambiente que é feita , no fundo não me sinto bem no ambiente.


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Dream5 em Ter Jan 29 2013, 19:24

A mim não me custou nada acho que me pagariam para eu me por de lá a andar,o que me custava era de fazer algo que JEOVÁ não gostava,,sempre disse aos anciãos,que a minha relação era com Deus e não com eles,por isso não ligava mto ao que me diziam,mas tinha respeito em não fazer mto esterco por causa do meu pai e da minha mãe que ambos são pioneiros e ancião,e isso podia-lhes causar problemas,mas como era maior e não morava lá em casa,eles não os chateavam muito. Mas eu nunca quis mto saber do que diziam lá na reunião,ainda mais tinha as velhotas e velhotes todos do meu lado,visto que práticamente tinha sido criado com eles,ia aos congressos de mota com a pasta ás costas,todos criticavam,mas depois no ano seguinte já era-mos 4,mais um pouco batia-mos a concentração de Faro,como era só um sentava-me em qualquer lado e escusava de ir para o restelo ás 5 da manhã para arranjar lugar para o carro,e andar quase á trolháda para arranjar lugares para meia congregação. Briga




Dream5
Membros
Membros

Mensagens : 1008
Likes : 94
Data de inscrição : 04/12/2012
Idade : 42
Localização : palmela

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por liberto em Ter Jan 29 2013, 19:35

@Crixus escreveu:
@so escreveu:Eu estou "activo", não sirvo mais como ancião, mas fica difícil gerir a situação .
Não lembro a ultima vez que fui a pregação , levanto território mas não ponho lá um pé (pelo menos enquanto esses moradores tem descanso ) todos os messes entrego o meu relatório ( com uma boa média de horas ) tudo para inglês ver .
A verdade é que fica difícil gerir esse situação , faço isso pela relação que tenho com a família, nos próximos dias tenho uma designação não fica fácil dizer o que eles querem ouvir mas eu não acredito . E quando tenho que fazer a oração final ? Como custa !
É um processo muito difícil de gerir, nunca digo a ninguém mas quantas noites sonho com o assunto .
Isto dá volta a consciência .
Mas é tudo pela família

Mas se ainda acreditas em Deus acho que nao devias ter problemas em orar. A oração nao é esclusiva das Tjs. Oras pelo que achares correto.

apesar de nao orar, tambem concordo com o crixus!!




liberto
Membros
Membros

Mensagens : 993
Likes : 42
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 29
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por liberto em Ter Jan 29 2013, 19:42

na minha experiencia sempre fui muito radical, nao aguento estar dividido, nao consigo disfarçar quando me sinto traido, enganado e demonstro automaticamente a todo o mundo a minha revolta!! A questao de acreditar tanto no sistema da orga fez me ver que algo nao estava bem lá dentro, nao sou de conformismos, ou é, ou não é!! Lembro um pouco antes de sair pela segunda vez minhas atitudes com os anciaos nao eram as melhores, simplesmente nao tinha paciencia para sua hipocrisia!! Para quem está dentro e nao tem outra hipotese (existe sempre, mesmo que com muita dor) so me resta desejar muita coragem e usem a oportunidade de estarem dentro para ajudar outros a verem o que nós conseguimos ver!!




liberto
Membros
Membros

Mensagens : 993
Likes : 42
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 29
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Sara Mel em Ter Jan 29 2013, 20:01

estou ianctiva há muitos, muitos anos!! Não sei precisar. Ainda morava com os pais e já o era. Mas quando aí era muito novinha, 18,19, 20 anos comecei a fazer aquilo que julgava, na altura, ser a única a fazer, mentir nas horas. Colocava no máximo 4h/mês. Mas eram completamente falsas. Isto pq se não relatasse vinham logo uma folhinha na mãe a dizer-me que no mês passado tinha ficado irregular e a pedir explicações.... Então começaram a levar com a mentira! Ficava nervosa no dia do preenchimento do relatório!
Antes de falsear relatórios, combinava as saídas fora das saídas organizadas, que era para n sair com anciãos. Fugia deles como o daibo da cruz!!! Morrer a rir

Depois já mais velha, fui para o Porto e pouco cavaco dava a malta! o meu perfil era entrar muda e sair calada e sempre sem grandes alaridos... julgo que fui esquecida! Smile

A minha consciência? só acusou a mentira no relatório. Quanto ao mais?? a vida sempre foi minha!!!
D.


Sara Mel

Sara Mel
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 2743
Likes : 96
Data de inscrição : 26/11/2012
Idade : 42
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Kevin Keller em Ter Jan 29 2013, 22:14

Ou pensei na altura que: ou seria muito bom na vida dupla que teria que levar ou acabaria "adormecido". E o meu medo de ficar assim adormecido fez-me pensar que a pessoa que realmente eu era ainda morreria, iria tornar-me uma espécie de zombie... a batalha final entre o ficar e o sair de vez é a prova de fogo mais difícil e ninguém quer que esse dia chegue.




Kevin Keller
Membros
Membros

Mensagens : 268
Likes : 23
Data de inscrição : 08/12/2012
Idade : 32
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por FAROLEIRO DE LISBOA em Ter Jan 29 2013, 22:24

Eu faço mais ou menos o que ja foi relatado aqui. Continuo activo ( na teoria ). Levanto o territorio. Guardo na maleta e passado um mes ou um mes e meio, la vou entregar e pedir outro para o por de novo na mala. Nao faço nem um nem outro. Tento sair com alguem que goste de ir ao cafe ou ver montras. Maravilha. No final do mes, la envio algumas horas que me vem a cabeça, e la envio por sms. Que bom o telefone.
Se saio com algum que pergunte se tenho territorio, a resposta é sempre a mesma. " vamos fazer primeiro o seu". Nunca incentivo ninguem a comecar a estudar e lembro que ver as coisas de todos os angulos, primeiro. As vezes levanto duvidas que ficam no ar. Belos cafes que ja bebi nessas horas, so para chines ver.




FAROLEIRO DE LISBOA

Mensagens : 43
Likes : 0
Data de inscrição : 14/01/2012
Idade : 57
Localização : SINTRA- LISBOA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Kevin Keller em Ter Jan 29 2013, 22:44

Fico aliviado em saber que não fui o único a alterar as horas! Uma vez um ancião disse-me que deveria lembrar-me sempre do testemunho informal porque muitos irmãos perdiam imensas horas não relatadas assim. A princípio até o fazia, mas com a perda de fé cada vez maior comecei a alterar as horas... Certo dia, perguntaram-me como conseguia cumprir as horas, respondi: "então no caminho casa-trabalho/trabalho-casa, na hora de almoço, nos intervalos..." - se a média diária é de cerca de 2h30, eu justificava que apostava muito no testemunho informal. Também ouvia dizer que era bom as pessoas falarem das TJ e nos identificarem como tal, por isso só a minha pessoa já era um testemunho informal, mesmo quando desabafava com amigos do mundo mais chegados sobre o assunto... Claro que não me sentia bem e não gosto de mentir, ninguém gosta, mas era isto ou ter o cerco apertado.

Kevin Keller
Membros
Membros

Mensagens : 268
Likes : 23
Data de inscrição : 08/12/2012
Idade : 32
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por TJ esclarecido em Ter Jan 29 2013, 22:53

@so escreveu:E quando tenho que fazer a oração final ? Como custa !
É um processo muito difícil de gerir, nunca digo a ninguém mas quantas noites sonho com o assunto .
so, podes considerar-te um felizardo e privilegiado.
Atendendo a que apenas servos ministeriais e anciãos deveriam ser usados nas reuniões para representar a congregação nas orações, das duas uma:
Ou os anciãos gostam muito de ti porque és um exemplo de zelo e idoneidade ou então a tua congregação está deficitária em A e SM Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir


"Se apenas houvesse uma única verdade, não poderiam pintar-se cem telas sobre o mesmo tema"
Pablo Picasso

TJ esclarecido
Moderador
Moderador

Mensagens : 1805
Likes : 151
Data de inscrição : 13/11/2011
Localização : Centro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por hobbit em Qua Jan 30 2013, 03:10

Hoje já to fora da arca, mas nunca é demais lembrar o passado. Esse período é hoje motivo de risada para mim:

Primeiro, as circunstâncias: tinha 18 anos, era pioneiro regular desde os 15, servo ministerial, mamãe era pioneira regular, papai Sup. Presidente, meus associados mais íntimos eram pioneiros e todo mundo sabia que meu alvo era - até então - ir pra Betel. Era muito respeitado no circuito.
Pre me livrar de tudo isso foi um ano inteiro, aliás, muito tenso. Laughing

Tudo começou com a leitura dos livros do R. Franz. Li-os no computador e quando meu pai ou minha mãe entrava na sala fechava o arquivo, como se tivesse vendo pornografia. Não querendo me gabar, mas por motivos de segurança pessoal tive de lê-los em inglês. Morrer a rir

Como podem ver pelas circunstâncias acima, era impossível para mim ficar irregular ou inativo, nem sequer parar de comentar nas reuniões. Suscitariam perguntas e demandariam respostas claras. Mas para conseguir planejar a fuga, levou um ano. Um ano muito hilário...

Nas reuniões dava comentários genéricos.

Como eu me arranjava com o campo? Como era servo de territórios tentava reservar para mim os territórios do inteior que tinham poucas casas, muita sombra, e pessoas que convidavam a gente para entrar e tomar uma água fresca. Também falava de assuntos genéricos tipo familia ou João 17:3. Dava muito "testemunho visual" (termo criado por mim e por um amigo meu pioneiro, malandro como eu, para significar que o simples fato de estarmos na rua ou na sorveteria bem vestidos e com bolsas já era um testemunho..... visual Morrer a rir )

Tinha só dois estudos. Os estudantes eram perfeitos: não entendiam nada. Ainda me lembro de um deles, senhor idoso: a gente tava quase terminando o biblia ensina e ele ainda dizia: "nem todo espiritismo é ruim, tem o bom e tem o mau". Ouvir isso era reconfortante.

Enfim, fazia o trabalho nas coxas e tentava ver o lado bom - e engraçado - da situação.

Mas como ninguém é de ferro, chegou uma hora que já não aguentava mais a tensão emocional e o jogo de esconde-esconde. Pedi dissociação. O alívio foi imediato, como espremer uma espinha ou soltar um pum.

Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

hobbit

Mensagens : 64
Likes : 8
Data de inscrição : 24/08/2012
Idade : 24
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por so em Qua Jan 30 2013, 08:00

@TJ esclarecido escreveu:
@so escreveu:E quando tenho que fazer a oração final ? Como custa !
É um processo muito difícil de gerir, nunca digo a ninguém mas quantas noites sonho com o assunto .
so, podes considerar-te um felizardo e privilegiado.
Atendendo a que apenas servos ministeriais e anciãos deveriam ser usados nas reuniões para representar a congregação nas orações, das duas uma:
Ou os anciãos gostam muito de ti porque és um exemplo de zelo e idoneidade ou então a tua congregação está deficitária em A e SM Morrer a rir Morrer a rir Morrer a rir

Na congregação que eu pretenso sempre usaram um ou outro mais exemplar para as orações do fim da reunião de serviço, e isso eu sou Morrer a rir , ou não? Embarassed
tenho a fama de quando não vou a minha reunião vou a outra na minha cidade tem várias congregações . Tenho o direito a um voto de confiança de alguns anciãos já me conhecem a quase 40 anos


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por open mind em Qui Jan 31 2013, 11:32

Vou percebendo por aqui, que há na consciência de alguns, situações menos bem resolvidas. Para quem está de fora, é mais fácil perceber e tentar ajudar na compreensão das mesmas.
Há a necessidade de todos perceberem que o facto de pertencerem, ou terem pertencido a uma religião, não é crime.
Apenas não há religião certa ou 100% acertiva, e a mais pura reside dentro de nós.
O facto deste religião ser as testemunhas de Jeová, dificulta uma série de procedimentos, de que é exemplo, o abandono dos seus membros.
Para quem esteve dentro da Org e conseguiu libertar-se do esquema, tem a obrigação de compreender a dificuldade dos outros e igual responsabilidade na ajuda aos mesmos.
Afinal, alguém tem que levar a candeia á frente para iluminar o caminho.
Não há necessidade, dos que ainda lá se encontram, se sentirem pressionados ou obrigados em tempo e escolhas.
Sabemos todos que, é um processo complexo, sensivel e dificil.
Sabemos também, que há uma série de condicionantes, e que por isso, cada caso é um caso.
Desde a educação Tj, desde a familia onde se está inserido, desde as amizades, desde o tempo que lá se está, desde os cargos que se ocupa,desde a congregação a que se pertence e outras tantas limitações, como a da própria consciência, tudo isto, individualiza o processo de cada um.
Não é crime estar lá dentro, não é crime estar cá fora e não é crime estar meio dentro, meio fora.
As razões das vossas escolhas, devem ser respeitadas, a começar por serem respeitadas por voçês mesmos.
E é aqui que bate o ponto.
Parece-me que muitos se sentem naquela situação de terem uma nódoa na roupa (e que ninguém repara), mas vão sempre achar que os outros olham para a vossa nódoa e que fazem juízos de valor da mesma.
Mas são voçês que não lidam bem com a nódoa, o certo é pensar que todos temos em certas alturas das nossas vidas, nódoas na roupa, e????
É legitimo quererem sair da Org, é legitimo quererem ficar, e é igualmente legitimo ficar meio dentro, meio fora.
Ninguém vos deve condenar por isso, é o vosso livre arbitrio....por favor, não se condenem a voçês mesmos.
O processo de saida desta religião, pode ser imediato (conforme alguns aqui descreveram preferirem ser radicais), pode levar 2 anos, pode levar 10 anos, pode levar uma vida, ou simplesmente nunca acontecer, e qual é o problema?
A vossa felicidade, é acima de tudo o mais importante.
O passo maior, foi abrirem os olhos, e enxergarem os erros. Mantenham os vossos olhos e coração em alerta, nunca percam a capacidade de análise, e estaram mais verdadeiros, sejam em que posição se encontrem.
Também lá dentro, aprenderam coisas úteis e boas, também tiveram experiências de vida positivas, bem como lições, também passaram bons momentos.
Claro, que isso é para aproveitar, nem tudo tem que ser um muro de lamentações. Nem tudo foi um murro no estomago.
Então para quê tanto incomodo?
Embora não haja religiões certas (estas servem exclusivamente para controlar),existe algo dentro de nós independente de qualquer religião, a nossa espiritualidade.
Não estar associado a uma religião, não é directamente proporcional a não ter espiritualidade. Estar ligado a uma religião, é um dos muitos meios de alimentar a nossa espiritualidade, mas também estar dependente de uma série de regras e obrigações, boas e más.
Por favor, compreendam, que têm uma vida inteira para fazer escolhas, para fazer valer o vosso livre arbitrio, nada tem que ser agora e já, com toda a pressão que isso acarreta.
Demore o tempo que demorar, façam-no com consciência do que querem e de quando querem, mantendo sempre a vossa capacidade de analise e auto-decisão, evitando controles e pressões.
Evitem problemas de consciência.
E não substituam problemas de consciência por outros, o que frequentemente acontece, quando não somos nós a dirigir os nossos processos.
Não há nada de errado em vós. Se o erro, foi estar numa religião errada???? como o podiam saber?, sem factos, e mediante o véu que vos cobria.
A verdade é uma construção relativa e subjectiva.
Não existem verdades absolutas e universais. Isso é diferente de não existirem principios de como a vida funciona, por exemplo o principio da gravidade, sabemos que existe.
Agora quando falo em verdade, falo daquilo que tomamos como certo na nossa vida, aquilo que acreditamos e que muitas vezes queremos *vender* e impor aos outros, porque nós sabemos.
A verdade não é real quando nos dizem ou a ouvimos, mas quando a descobrimos e sentimos.
A busca é interior e não exterior.
Podem dizer que meditar é maravilhoso, mas se eu não sentir algo especial para mim numa meditação, essa nunca será a minha verdade.
A maioria de vós, tem estado enredados em crenças, opiniões ou contruções mentais, que vos impedem de se descobrirem.
Se eu acreditar profundamente, por convicção moral, religiosa ou politica, que a minha raça -ou cultura- é superior, dificilmenta conseguirei descobrir dentro de mim uma verdade de comunhão ou igualdade com todos os outros seres.
Quando limpo as minhas*teias de aranha*, fico mais disponivel para aceder ao meu íntimo.
ENTÃO, A BUSCA DEVE CONTINUAR E É NECESSÁRIO DAR TEMPO, ESPAÇO E OPORTUNIDAE PARA ESCUTAR A MINHA VERDADE, PARA DEIXÁ-LA FLUIR LIVREMENTE.
A busca da verdade é um processo cíclico por duas razões fundamentais: existe uma multiplicidade de assuntos sobre os quais podemos procurar a nossa verdade.
A segunda razão está relacionada com a mudança da nossa verdade: ela pode mudar, pois a verdade não é estática, mas sim evolutiva, ou não fosse ela subjectiva. A nossa verdade muda com a nossa própria evolução.
É normal e saudável!

E como isto já vai longo, termino com um texto de Fernando pessoa, que no fundo diz tudo, e que particularmente me diz muito.

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não me esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo, e que posso evitar que ela vá á falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e periodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornat autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndido da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem de ouvir um *não*
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho??
Guardo todas, um dia vou construir um castelo

Fernando pessoa

Espero ter ajudado, essa era a intenção, ainda que só a um ou alguns *poucos*, já fico feliz.




open mind
Membros
Membros

Mensagens : 298
Likes : 35
Data de inscrição : 25/12/2012
Idade : 46
Localização : Setubal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por TJ Curioso em Qui Jan 31 2013, 11:57

Excelente texto open mind.

Obrigado pela reflexão.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por open mind em Qui Jan 31 2013, 12:28

Obrigado TJC
É de coração




open mind
Membros
Membros

Mensagens : 298
Likes : 35
Data de inscrição : 25/12/2012
Idade : 46
Localização : Setubal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Para quem ainda está ativo na Organização - Como evitar situações que comprometam a vossa consciência

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 04:06


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum