EX-TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Seja muito Bem-vindo!

Regista-te aqui e descobre a verdade sobre a "verdade"

Lê as regras e respeita-as

Alguma duvida a Adm/Mod está pronta a ajudar.



"Quando aceitamos tudo o que a Organização diz sem verificar, mostramos confiança na Organização. Mas, se mantivermos um espírito atento e examinarmos 'quanto a se estas coisas são realmente assim' (Atos 17:11), então, mostramos zelo para com Jeová. Para quem você mostra zelo?"

Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Investigando a Torre em Sab Nov 03 2012, 18:47

Vocês evitam ex-membros de sua religião?

Nós não evitamos Testemunhas de Jeová batizadas que pararam de participar na pregação ou até de se associar conosco. Na verdade, nós procuramos contatar essas pessoas e reavivar seu interesse pelas coisas de Deus.

Nós não expulsamos automaticamente alguém que cometeu um pecado grave. Mas, se uma Testemunha de Jeová batizada passa a ter o costume de violar o código de moral da Bíblia e não se arrepende, ela é desassociada, ou evitada. A Bíblia diz claramente: “Removei o homem iníquo de entre vós." — 1 Coríntios 5:13.

Mas e se um homem que tem uma esposa e filhos Testemunhas de Jeová é desassociado? Embora o vínculo religioso que ele tinha com a família tenha mudado, o vínculo familiar continua. O relacionamento conjugal e as afeições e os tratos familiares continuam.

Pessoas desassociadas podem assistir a nossas reuniões religiosas. Se elas quiserem, também podem receber conselhos espirituais dos anciãos da congregação. O objetivo é ajudar cada pessoa nessa situação a se qualificar para voltar a ser Testemunha de Jeová. Os desassociados que rejeitam conduta imprópria e mostram um desejo sincero de seguir os padrões da Bíblia sempre são bem recebidos de volta na congregação.
http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/ex-membros/

Os nossos queridos amigos do Corpo Desgovernado TJoteano têm de ter alguma compaixão da nossa parte, pois já atingiram o seu limite humano de não mentir, tornando-se MENTIROSOS COMPULSIVOS, sendo esta uma manifestação grave de PERTURBAÇÃO MENTAL sem igual.

Atentem na sua secção de Perguntas Frequentes no seu novo espaço WEB e tirem as vossas conclusões.

Só uma dica: Não colide tudo isto com o que foi explicitado no seu órgão oficial "A Sentinela" de 15 de Janeiro de 2012;pág.14 e a edição de 15 de Abril de 2012;pág.12?
Comente aquele que tenha a sua família alí dentro e diga se o continuam a tratar de igual forma, tal como o indica a informação WEB!

Será que aquilo que é explicado para fora do seu círculo de fechado de convivas, não vale para dentro e vice-versa?

Ou então, esta é uma nova LUZ?

IT


Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Bons comentários!

"Quem alberga a Verdade no seu coração, não deve temer que lhe falte força na língua e persuasão"
J. RUSKIN
«Stones of Venice», 11

Investigando a Torre
Admin
Admin

Mensagens : 8324
Likes : 307
Data de inscrição : 21/09/2011
Idade : 57
Localização : Vila Nova de Santo André

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por TJ Curioso em Sab Nov 03 2012, 19:57

Já é norma o site da Watchtower ter tais respostas formatadas e políticamente corretas, de forma a satisfazer (pensam eles), quem os procura questionando seus procederes com respeito à desassociação, pedofília e crença de que apenas as TJ serão salvas para o Novo Mundo.

Mas na realidade, será que eles enganam alguém com tais frases cuidadosamente pensadas?

Não, não enganam e as matérias jornalísticas, blogues, sites e testemunhos existentes em fóruns provam que todas essas afirmações são pura e simplesmente uma forma de encobrir políticas perversas e extremamente cruéis para os envolvidos - políticas e procedimentos próprios de uma seita que usa o controle mental como prática corrente nos seus procedimentos internos.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por hocosi em Sab Nov 03 2012, 20:00

Pessoas desassociadas podem assistir a nossas reuniões religiosas. Se elas quiserem, também podem receber conselhos espirituais dos anciãos da congregação. O objetivo é ajudar cada pessoa nessa situação a se qualificar para voltar a ser Testemunha de Jeová. Os desassociados que rejeitam conduta imprópria e mostram um desejo sincero de seguir os padrões da Bíblia sempre são bem recebidos de volta na congregação.

Considero isto realmente uma descarada mentira.
De facto os desassociados podem assistir às reuniões mas os anciãos são admoestados a não deixar entrar antes da oração inicial e devem sair antes da oração final.
Os desassociados têm que passar por um periodo de vexame em que entra e sai do Salão do reino sem que alguem lhe dirija uma palavra de incentivo, todos olhando para ela de modo acusatório. Se a pessoa estiver doente, se não tiver transporte, ninguem está autorizado a dar-lhe boleia.
Apenas quando os anciãos tiverem a boa vontade é que podem falar com ela para lhe dizer o que precisa fazer para voltar.



"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2575
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por mjp em Sab Nov 03 2012, 20:10

@hocosi escreveu:
Pessoas desassociadas podem assistir a nossas reuniões religiosas. Se elas quiserem, também podem receber conselhos espirituais dos anciãos da congregação. O objetivo é ajudar cada pessoa nessa situação a se qualificar para voltar a ser Testemunha de Jeová. Os desassociados que rejeitam conduta imprópria e mostram um desejo sincero de seguir os padrões da Bíblia sempre são bem recebidos de volta na congregação.

Considero isto realmente uma descarada mentira.
De facto os desassociados podem assistir às reuniões mas os anciãos são admoestados a não deixar entrar antes da oração inicial e devem sair antes da oração final.
Os desassociados têm que passar por um periodo de vexame em que entra e sai do Salão do reino sem que alguem lhe dirija uma palavra de incentivo, todos olhando para ela de modo acusatório. Se a pessoa estiver doente, se não tiver transporte, ninguem está autorizado a dar-lhe boleia.
Apenas quando os anciãos tiverem a boa vontade é que podem falar com ela para lhe dizer o que precisa fazer para voltar.


Sem tirar nem por, meu caro hocosi. O que se passa na congregação em relação a um desassociado/a é exactamente como descreves. Agora se este é o amoroso modo de tratar um desassociado/a, que até demonstra que quer voltar para a Organização, imaginem como eles tratam aqueles que quando saiem é para ser de vez.

mjp
Forista desativado

Mensagens : 6491
Likes : 223
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 56
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por MariaL em Dom Nov 04 2012, 15:42

Vocês evitam ex-membros de sua religião?

Nós não evitamos Testemunhas de Jeová batizadas que pararam de participar na pregação ou até de se associar conosco. Na verdade, nós procuramos contatar essas pessoas e reavivar seu interesse pelas coisas de Deus.

A minha experiência pessoal diz que esta afimação é falsa.

Pior do que ser totalmente ignorada quando deixei de me associar com as TJ, foi terem passado a evitar-me quando escolhi namorar e casar com quem era diferente de nós.


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por so em Seg Nov 05 2012, 08:25

@hocosi escreveu:
Considero isto realmente uma descarada mentira.
De facto os desassociados podem assistir às reuniões mas os anciãos são admoestados a não deixar entrar antes da oração inicial e devem sair antes da oração final.
Os desassociados têm que passar por um periodo de vexame em que entra e sai do Salão do reino sem que alguem lhe dirija uma palavra de incentivo, todos olhando para ela de modo acusatório. Se a pessoa estiver doente, se não tiver transporte, ninguem está autorizado a dar-lhe boleia.
Apenas quando os anciãos tiverem a boa vontade é que podem falar com ela para lhe dizer o que precisa fazer para voltar.

Mas como se não chegasse na cidade onde eu vivo numa das congregações uma TJs com bastante idade morreu tinha uma filha desassociada como sena lamentável a maioria das TJs não cumprimentou a filha ,eu fui e dei o conforto possível nessa situação , a maioria olhava com cara de parvos , mas eu não condeno as TJs mas sim esse "corpo governante" que só ensina besteira .


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por hocosi em Seg Nov 05 2012, 20:20

So escreveu:
Mas como se não chegasse na cidade onde eu vivo numa das congregações uma TJs com bastante idade morreu tinha uma filha desassociada como sena lamentável a maioria das TJs não cumprimentou a filha ,eu fui e dei o conforto possível nessa situação , a maioria olhava com cara de parvos , mas eu não condeno as TJs mas sim esse "corpo governante" que só ensina besteira .

Por acaso isso não aconteceu em Famalicão? É que aqui aconteceu o mesmo. Uma TJ idosa morreu e no funeral a filha desta senhora que estava desassociada foi simplesmente ignorada por todos. Apenas o orador do discurso fúnebre teve a gentileza de lhe dar os pêsames. Quando a desassociada lhe disse que estava desassociada ele lhe disse: Qual o problema? Não é filha? Não tem sentimentos?
Felizmente nem todos são fanáticos. Mas é uma tristeza que pessoas que conheciam a moça por anos, que trabalharam com ela, que brincaram com ela, que se conheciam por longos anos simplesmente a desprezaram apenas porque estava desassociada.
Costuma-se dizer por aqui que no hospital e no funeral não há inimigos, mas desgraçadamente o fanatismo, a crendice e a cegueira faz destas coisas próprias da idade média e do obscurantismo.
O que é de lamentar é que as pessoas nem sequer parem para pensar que estão amarradas a um grupo de velhos que persistem em manobrar e condicionar a vida de milhões de pessoas.




"Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro. A real tragédia da vida são os adultos que têm medo da luz" . Platão

hocosi
Membros
Membros

Mensagens : 2575
Likes : 346
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 61
Localização : Braga (Distrito)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por so em Ter Nov 06 2012, 08:32

@hocosi escreveu:So escreveu:
Mas como se não chegasse na cidade onde eu vivo numa das congregações uma TJs com bastante idade morreu tinha uma filha desassociada como sena lamentável a maioria das TJs não cumprimentou a filha ,eu fui e dei o conforto possível nessa situação , a maioria olhava com cara de parvos , mas eu não condeno as TJs mas sim esse "corpo governante" que só ensina besteira .

Por acaso isso não aconteceu em Famalicão? É que aqui aconteceu o mesmo. Uma TJ idosa morreu e no funeral a filha desta senhora que estava desassociada foi simplesmente ignorada por todos. Apenas o orador do discurso fúnebre teve a gentileza de lhe dar os pêsames. Quando a desassociada lhe disse que estava desassociada ele lhe disse: Qual o problema? Não é filha? Não tem sentimentos?
Felizmente nem todos são fanáticos. Mas é uma tristeza que pessoas que conheciam a moça por anos, que trabalharam com ela, que brincaram com ela, que se conheciam por longos anos simplesmente a desprezaram apenas porque estava desassociada.
Costuma-se dizer por aqui que no hospital e no funeral não há inimigos, mas desgraçadamente o fanatismo, a crendice e a cegueira faz destas coisas próprias da idade média e do obscurantismo.
O que é de lamentar é que as pessoas nem sequer parem para pensar que estão amarradas a um grupo de velhos que persistem em manobrar e condicionar a vida de milhões de pessoas.


Não foi em Famalicão ! Eu acredito que essas cenas lamentáveis já se tenham passado em muitas terras em todo mundo , chego a ter pena das pessoas que seguem a risca esse dito "corpo governante", sinto uma grande revolta com tanta estupidez


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Crew-Chief em Ter Nov 06 2012, 18:22

Isso é só mesmo para parecer bem ao publico em geral, porque na realidade à pessoas a perderem os privilégios por apenas irem ao casamento de um filho desassociado, enfim..

Crew-Chief

Mensagens : 28
Likes : 1
Data de inscrição : 23/10/2012
Idade : 31
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por so em Ter Nov 06 2012, 18:47

@Crew-Chief escreveu:Isso é só mesmo para parecer bem ao publico em geral, porque na realidade à pessoas a perderem os privilégios por apenas irem ao casamento de um filho desassociado, enfim..

A realidade é que perde , mas tem mais na minha cidade teve uma filha que foi ao funeral do pai que não era TJ , o pai tinha deixado clara a sua vontade que quando morresse queria que seu funeral fosse na igreja católica religião que ele praticava a filha Tj fez-lhe a vontade mas esteve presente na cerimonia ,perdeu os privilégios


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por ellipsis em Ter Nov 06 2012, 18:54

@so escreveu:
@Crew-Chief escreveu:Isso é só mesmo para parecer bem ao publico em geral, porque na realidade à pessoas a perderem os privilégios por apenas irem ao casamento de um filho desassociado, enfim..

A realidade é que perde , mas tem mais na minha cidade teve uma filha que foi ao funeral do pai que não era TJ , o pai tinha deixado clara a sua vontade que quando morresse queria que seu funeral fosse na igreja católica religião que ele praticava a filha Tj fez-lhe a vontade mas esteve presente na cerimonia ,perdeu os privilégios

SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 275
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Crew-Chief em Ter Nov 06 2012, 20:33

O caso de que falei foi à 8 anos, mais coisa menos coisa.

Crew-Chief

Mensagens : 28
Likes : 1
Data de inscrição : 23/10/2012
Idade : 31
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por TJ Curioso em Ter Nov 06 2012, 22:55

@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por lapis azul em Ter Nov 06 2012, 23:15

@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."


Penso que a sentinela a que se referem será a 15-10 de 2007.

*** w07 15/10 pp. 27-29 Ouça a voz de sua consciência ***
Diferentes vozes, diferentes decisões

10 Há muitas famílias em que um dos cônjuges se tornou cristão e o outro não. (1 Pedro 3:1; 4:3) Isso pode apresentar vários desafios, como, por exemplo, numa cerimônia de casamento ou no funeral de um parente. Imagine o caso de uma esposa cristã cujo marido é de outra religião. Um parente dele se casará e a cerimônia será numa igreja da cristandade. (Ou um parente, talvez o pai ou a mãe, tenha falecido e o funeral será realizado numa igreja.) O casal é convidado e o marido deseja que a esposa o acompanhe. O que a consciência dela dirá a respeito de aceitar o convite? O que ela fará? Vejamos duas possibilidades.
11 Luíza reflete a respeito do importante mandamento bíblico de ‘sair de Babilônia, a Grande’, o império mundial da religião falsa. (Revelação [Apocalipse] 18:2, 4) Ela era da igreja onde será realizado o casamento e sabe que, durante a cerimônia, todos os presentes serão convidados a participar em atos religiosos, como rezar, cantar, ou em gestos religiosos. Luíza está decidida a não participar nisso, e nem mesmo deseja estar lá para não se sentir pressionada a violar sua integridade. Reconhecendo que seu marido é o cabeça, segundo as Escrituras, ela o respeita e deseja cooperar com ele. Ao mesmo tempo, não quer transigir com relação a seus próprios princípios bíblicos. (Atos 5:29) Assim, com tato, Luíza explica ao marido que, embora ele decida ir, ela não poderá acompanhá-lo. Talvez mencione que, se ela comparecesse e se recusasse a participar em certo ato, isso poderia ser embaraçoso para ele, de modo que, nesse sentido, o não comparecimento dela poderá ser melhor para ele. A decisão dela a deixa de consciência limpa.
12 Rute enfrenta praticamente o mesmo dilema. Ela respeita o marido, está decidida a ser leal a Deus e é sensível à sua consciência treinada pela Bíblia. Depois de meditar sobre pontos tais como os considerados por Luíza, Rute consulta com devoção a seção “Perguntas dos Leitores” em A Sentinela de 15 de maio de 2002. Ela se lembra de que os três hebreus acataram uma ordem de ir a um local onde seria praticada idolatria. No entanto, eles mantiveram sua integridade por não participarem num ato idólatra. (Daniel 3:15-18) Ela decide acompanhar o marido, mas não participar em nenhum ato religioso, agindo assim em harmonia com sua consciência. Com tato, mas de modo claro, ela explica ao marido o que sua consciência a permitirá fazer e o que não poderá fazer. Rute espera que ele veja a diferença entre a adoração verdadeira e a falsa. — Atos 24:16.
13 Será que o fato de que dois cristãos talvez cheguem a conclusões diferentes indica que não faz diferença como a pessoa age, ou que um dos dois tem consciência fraca? Não. Por já ter sido daquela religião e conhecer a música e os rituais da igreja, Luíza talvez ache que comparecer seria especialmente perigoso para ela. E sua anterior participação com o marido em assuntos religiosos talvez afete a sua consciência. Assim, ela se convence de que sua decisão é melhor para ela.
14 Mas será que a decisão de Rute seria errada? Isso não cabe a outros dizer. Ninguém deve condená-la ou criticá-la por sua decisão de ir ao evento, porém não realizar nenhum ato religioso. Tenha em mente o seguinte conselho de Paulo a respeito de decisões pessoais sobre comer, ou não, certos alimentos: “Quem come não menospreze ao que não come, e quem não come não julgue aquele que come . . . Para o seu próprio amo está em pé ou cai. Deveras, far-se-á que ele fique em pé, pois Jeová pode fazê-lo ficar em pé.” (Romanos 14:3, 4) Certamente, nenhum cristão genuíno desejaria insistir que uma pessoa desprezasse a orientação de uma consciência treinada, pois fazer isso seria como abafar uma voz que poderia muito bem estar transmitindo uma mensagem que salva vidas.
15 Ainda no exemplo em consideração, ambas as cristãs devem levar em conta outros fatores, tais como o efeito que a decisão pode ter em outros. Paulo nos aconselhou: “Tomai esta decisão, de não pordes diante dum irmão uma pedra de tropeço ou uma causa para cair.” (Romanos 14:13) Luíza talvez se dê conta de que situações parecidas têm causado muito transtorno na congregação ou na sua família, e o que ela faz pode ter um impacto significativo nos filhos. Em contraste, Rute talvez se aperceba de que decisões semelhantes não têm causado perturbação na congregação ou no lugar onde vive. Ambas as mulheres — e todos nós — devem reconhecer que uma consciência bem treinada leva em conta o efeito que as decisões têm sobre outros. Jesus disse: “Todo aquele que fizer tropeçar a um destes pequenos que têm fé em mim, para este seria mais proveitoso que se lhe pendurasse em volta do pescoço uma mó daquelas que o burro faz girar e que fosse afundado no alto-mar.” (Mateus 18:6) Quem desconsidera a questão de fazer outros tropeçar pode vir a ter uma consciência aviltada, como no caso de alguns cristãos em Creta.

lapis azul
Membros
Membros

Mensagens : 113
Likes : 7
Data de inscrição : 25/07/2012
Idade : 46
Localização : lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por TJ Curioso em Ter Nov 06 2012, 23:31

@lapis azul escreveu:
Penso que a sentinela a que se referem será a 15-10 de 2007.

*** w07 15/10 pp. 27-29 Ouça a voz de sua consciência ***
Diferentes vozes, diferentes decisões

10 Há muitas famílias em que um dos cônjuges se tornou cristão e o outro não. (1 Pedro 3:1; 4:3) Isso pode apresentar vários desafios, como, por exemplo, numa cerimônia de casamento ou no funeral de um parente. Imagine o caso de uma esposa cristã cujo marido é de outra religião. Um parente dele se casará e a cerimônia será numa igreja da cristandade. (Ou um parente, talvez o pai ou a mãe, tenha falecido e o funeral será realizado numa igreja.) O casal é convidado e o marido deseja que a esposa o acompanhe. O que a consciência dela dirá a respeito de aceitar o convite? O que ela fará? Vejamos duas possibilidades.
11 Luíza reflete a respeito do importante mandamento bíblico de ‘sair de Babilônia, a Grande’, o império mundial da religião falsa. (Revelação [Apocalipse] 18:2, 4) Ela era da igreja onde será realizado o casamento e sabe que, durante a cerimônia, todos os presentes serão convidados a participar em atos religiosos, como rezar, cantar, ou em gestos religiosos. Luíza está decidida a não participar nisso, e nem mesmo deseja estar lá para não se sentir pressionada a violar sua integridade. Reconhecendo que seu marido é o cabeça, segundo as Escrituras, ela o respeita e deseja cooperar com ele. Ao mesmo tempo, não quer transigir com relação a seus próprios princípios bíblicos. (Atos 5:29) Assim, com tato, Luíza explica ao marido que, embora ele decida ir, ela não poderá acompanhá-lo. Talvez mencione que, se ela comparecesse e se recusasse a participar em certo ato, isso poderia ser embaraçoso para ele, de modo que, nesse sentido, o não comparecimento dela poderá ser melhor para ele. A decisão dela a deixa de consciência limpa.
12 Rute enfrenta praticamente o mesmo dilema. Ela respeita o marido, está decidida a ser leal a Deus e é sensível à sua consciência treinada pela Bíblia. Depois de meditar sobre pontos tais como os considerados por Luíza, Rute consulta com devoção a seção “Perguntas dos Leitores” em A Sentinela de 15 de maio de 2002. Ela se lembra de que os três hebreus acataram uma ordem de ir a um local onde seria praticada idolatria. No entanto, eles mantiveram sua integridade por não participarem num ato idólatra. (Daniel 3:15-18) Ela decide acompanhar o marido, mas não participar em nenhum ato religioso, agindo assim em harmonia com sua consciência. Com tato, mas de modo claro, ela explica ao marido o que sua consciência a permitirá fazer e o que não poderá fazer. Rute espera que ele veja a diferença entre a adoração verdadeira e a falsa. — Atos 24:16.
13 Será que o fato de que dois cristãos talvez cheguem a conclusões diferentes indica que não faz diferença como a pessoa age, ou que um dos dois tem consciência fraca? Não. Por já ter sido daquela religião e conhecer a música e os rituais da igreja, Luíza talvez ache que comparecer seria especialmente perigoso para ela. E sua anterior participação com o marido em assuntos religiosos talvez afete a sua consciência. Assim, ela se convence de que sua decisão é melhor para ela.
14 Mas será que a decisão de Rute seria errada? Isso não cabe a outros dizer. Ninguém deve condená-la ou criticá-la por sua decisão de ir ao evento, porém não realizar nenhum ato religioso. Tenha em mente o seguinte conselho de Paulo a respeito de decisões pessoais sobre comer, ou não, certos alimentos: “Quem come não menospreze ao que não come, e quem não come não julgue aquele que come . . . Para o seu próprio amo está em pé ou cai. Deveras, far-se-á que ele fique em pé, pois Jeová pode fazê-lo ficar em pé.” (Romanos 14:3, 4) Certamente, nenhum cristão genuíno desejaria insistir que uma pessoa desprezasse a orientação de uma consciência treinada, pois fazer isso seria como abafar uma voz que poderia muito bem estar transmitindo uma mensagem que salva vidas.
15 Ainda no exemplo em consideração, ambas as cristãs devem levar em conta outros fatores, tais como o efeito que a decisão pode ter em outros. Paulo nos aconselhou: “Tomai esta decisão, de não pordes diante dum irmão uma pedra de tropeço ou uma causa para cair.” (Romanos 14:13) Luíza talvez se dê conta de que situações parecidas têm causado muito transtorno na congregação ou na sua família, e o que ela faz pode ter um impacto significativo nos filhos. Em contraste, Rute talvez se aperceba de que decisões semelhantes não têm causado perturbação na congregação ou no lugar onde vive. Ambas as mulheres — e todos nós — devem reconhecer que uma consciência bem treinada leva em conta o efeito que as decisões têm sobre outros. Jesus disse: “Todo aquele que fizer tropeçar a um destes pequenos que têm fé em mim, para este seria mais proveitoso que se lhe pendurasse em volta do pescoço uma mó daquelas que o burro faz girar e que fosse afundado no alto-mar.” (Mateus 18:6) Quem desconsidera a questão de fazer outros tropeçar pode vir a ter uma consciência aviltada, como no caso de alguns cristãos em Creta.

Era exatamente sobre este artigo da Sentinela que eu me referia.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por so em Qua Nov 07 2012, 08:34

@ellipsis escreveu:
@so escreveu:
@Crew-Chief escreveu:Isso é só mesmo para parecer bem ao publico em geral, porque na realidade à pessoas a perderem os privilégios por apenas irem ao casamento de um filho desassociado, enfim..

A realidade é que perde , mas tem mais na minha cidade teve uma filha que foi ao funeral do pai que não era TJ , o pai tinha deixado clara a sua vontade que quando morresse queria que seu funeral fosse na igreja católica religião que ele praticava a filha Tj fez-lhe a vontade mas esteve presente na cerimonia ,perdeu os privilégios

SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Esta situação não tem mais de meio ano


Conhecereis a internet e a internet vos libertará.

so
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 1965
Likes : 58
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Fidel Apostate em Qua Nov 07 2012, 10:34

@hocosi escreveu:So escreveu:
Mas como se não chegasse na cidade onde eu vivo numa das congregações uma TJs com bastante idade morreu tinha uma filha desassociada como sena lamentável a maioria das TJs não cumprimentou a filha ,eu fui e dei o conforto possível nessa situação , a maioria olhava com cara de parvos , mas eu não condeno as TJs mas sim esse "corpo governante" que só ensina besteira .

Por acaso isso não aconteceu em Famalicão? É que aqui aconteceu o mesmo. Uma TJ idosa morreu e no funeral a filha desta senhora que estava desassociada foi simplesmente ignorada por todos. Apenas o orador do discurso fúnebre teve a gentileza de lhe dar os pêsames. Quando a desassociada lhe disse que estava desassociada ele lhe disse: Qual o problema? Não é filha? Não tem sentimentos?
Felizmente nem todos são fanáticos. Mas é uma tristeza que pessoas que conheciam a moça por anos, que trabalharam com ela, que brincaram com ela, que se conheciam por longos anos simplesmente a desprezaram apenas porque estava desassociada.
Costuma-se dizer por aqui que no hospital e no funeral não há inimigos, mas desgraçadamente o fanatismo, a crendice e a cegueira faz destas coisas próprias da idade média e do obscurantismo.
O que é de lamentar é que as pessoas nem sequer parem para pensar que estão amarradas a um grupo de velhos que persistem em manobrar e condicionar a vida de milhões de pessoas.


Também aconteceu comigo uma situação parecida, num funeral de uma irmã, quando cheguei ao salão cumprimentei os presentes dando a condolências á familia incluindo a neta que estava desassociada, a moça disse-me logo que se encontrava desassociada, respondi-lhe que sabia da situação, mas referi-lhe que o importante era, a sua dor pela perda da sua avó. Nas minhas imediações começaram logo os sussurros perante a minha atitude, no entanto, com o comportamento idêntico de outros anciãos, a atitude dos demais abrandou e até alguns depois sentiram-se à vontade para também eles expressarem as suas condolências à neta.
Isto deixou-me deveras muito feliz no íntimo, mas prova a forma condicionada com que as TJs agem perante o olhar de outros, com medo de sofrerem represálias.

Abraço,
Fidel



"Os amigos da verdade são aqueles que a procuram e não os que se vangloriam de a ter encontrado." - Condorcet , Marie

Fidel Apostate
Membros
Membros

Mensagens : 839
Likes : 75
Data de inscrição : 01/08/2012
Idade : 50
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Fidel Apostate em Qua Nov 07 2012, 10:37

@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."


Efectivamente o proceder é esse, aplica-se a esse tipo de situação da esposa com marido descrente.
Mas como o TJC diz, cada qual fica na sua, temos de fazer o que nos vai na consciência.

Abraço,
Fidel



"Os amigos da verdade são aqueles que a procuram e não os que se vangloriam de a ter encontrado." - Condorcet , Marie

Fidel Apostate
Membros
Membros

Mensagens : 839
Likes : 75
Data de inscrição : 01/08/2012
Idade : 50
Localização : Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por TJ Curioso em Qua Nov 07 2012, 10:44

No meu caso, cheguei a fazer o discurso de funeral do pai (TJ) na casa funerária, de uma TJ desassociada, a seu pedido. Como podem imaginar essa pessoa desassociada ficou muito grata por tal gesto.

Nunca tive esses complexos para com as pessoas desassociadas.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por MariaL em Qua Nov 07 2012, 16:45

@Fidel Apostate escreveu:
@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."


Efectivamente o proceder é esse, aplica-se a esse tipo de situação da esposa com marido descrente.
Mas como o TJC diz, cada qual fica na sua, temos de fazer o que nos vai na consciência.

Abraço,
Fidel

Li com atenção os comentários, sobre esta assunto, assistência a cerimónias religiosas, dos que estão “por dentro” e têm por isso uma experiência diferente. Esta é mais uma daquelas situações que não tem ponta por onde se pegue (apenas mais uma gota no oceano LoLoL).

Já não bastam os senhores do CG a inventar procedimentos a seguir nisto e naquilo, neste caso serão os anciãos da congregação A ou B, ou os S.Circuito a definir como será vista, julgada, etc. uma pessoa que vai a uma cerimónia de casamento ou funeral de outra religião. Isto já é exagerar o que já é exagerado!

Não se podem por as culpas por este tipo de disparates sempre na Torre. Por que vão as pessoas perguntar ou sondar os anciãos? E porque se põem estes a opinar sobre tudo? Não percebo! As pessoas gostam de arranjar lenha para se queimarem e para queimarem os outros.

É que no dito estudo de Sentinela (lembro-me bem dessa reunião) não diz que a “nova luz” é aplicada a homens ou mulheres, casados ou solteiros, mulheres casadas com TJ ou não-TJ. Diz que é uma questão de consciência individual. Por acaso, os exemplos dados são de mulheres, mas são apenas exemplos, e quanto a mim bem escolhidos para mostrar qual é o ponto em questão – a situação particular de cada um e a sua consciência – e não se é casada com A ou com B.

Vamos então supor que ao mesmo casamento de familiares numa igreja católica vão o Ricardo e a Carla. A Carla e o Ricardo são irmãos, e testemunhas de Jeová na mesma congregação. O Ricardo é solteiro e a Carla é casada com um católico. O Ricardo vai ter problemas, a Carla não porque foi atrás do marido???


Não há pequenas coisas nem grandes coisas, todas são importantes. - Oscar Wilde

MariaL
Sócio APVIPRE
Sócio APVIPRE

Mensagens : 973
Likes : 83
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por ellipsis em Qua Nov 07 2012, 17:46

@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."

TJC, pelo menos foi isso que eu entendi e foi o que foi dado a entender da tribuna. Nunca me esqueceu esse dia, pois nesse estudo eu foi o leitor da sentinela.

Já agora será que podias colocar aqui esse artigo para esmiuçar-mos mais um pouco. Eu não me lembro a data.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 275
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por TJ Curioso em Qua Nov 07 2012, 17:50

@ellipsis escreveu:
@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."

TJC, pelo menos foi isso que eu entendi e foi o que foi dado a entender da tribuna. Nunca me esqueceu esse dia, pois nesse estudo eu foi o leitor da sentinela.

Já agora será que podias colocar aqui esse artigo para esmiuçar-mos mais um pouco. Eu não me lembro a data.

Vê na primeira página deste tópico. O lápis azul colocou o artigo.

TJ Curioso
Forista desativado

Mensagens : 9048
Likes : 416
Data de inscrição : 26/09/2011
Idade : 43

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por ellipsis em Qua Nov 07 2012, 19:25

@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

"[/i]

TJC, Pois e apesar de neste momento "tanto me dar com se me deu", continuo a ter a mesma opinião. Agora a opinião desse SC pode ser essa, mas não quer dizer que outros SC tenham a mesma forma de pensar.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 275
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Índigo em Qua Nov 07 2012, 21:16

@TJ Curioso escreveu:
@ellipsis escreveu:SO isso já deve ter acontecido já à algum tempo, porque existe uma sentinela que transmite novas luzes a esse respeito. Ou seja, uma TJ pode assistir a uma cerimónia de um casamento católico e não lhe acontece nada. Tendo em conta que se tal TJ não assistisse poderia ser mal interpretada ou pedra de tropeço.

Infelizmente, isso não é exatamente assim, Ellipsis. Tive uma conversa com um Sup. de Circuito sobre esse assunto. Por um lado, eu afirmava que não encontrava nada de errado por se poder assistir a um casamento numa Igreja, tanto mais que também convidavamos pessoas para o nosso. Era uma questão de respeito, mesmo que não participassemos na cerimónia. Para além disso, a tal Sentinela parecia dar a entender que tal era possível.

Ele por seu lado, dizia que não se podia assistir. Que isso era estar a fazer parte de Babilónia, a Grande. E que a Sentinela aplicava-se a uma esposa que estava sujeita ao seu marido descrente, etc.

Eu fiquei na minha e ele ficou na dele.

Sempre fui a casamentos e funerais, sem qualquer peso na consciência. Neste caso, seguia as palavras de Cristo:
"Faz aos outros o que gostarias que te fizessem a ti."


Concordo plenamente com estas palavras. Na altura depois de ler esse artigo passei a ir a casamentos e funerais. Por respeito aos noivos e por respeito à familia do falecido.

Assisto respeitosamente, sem participar, assim como outros que não são TJ também assistem aos nossos casamentos e funerais! Embora que se fosse por escolha dispensava assistir, porque as cerimonias na Católica seja casamento ou funeral são uma seca! Aquilo é vira o disco e toca o mesmo! (Não querendo ferir ninguém)

Esse assunto para mim passou a ser de consciência, embora sei que para a grande maioria de TJ é um local "proibido".

O mais engraçado é que para muitos ir a um casamento numa igreja é algo condenatório, mas se for uma visita turistica a um mosteiro ou até mesmo a uma igreja, como por exemplo o Vaticano, essa visita passa a ser encarada do ponto de vista cultural e não religioso!

Índigo
Colaborador
Colaborador

Mensagens : 3348
Likes : 218
Data de inscrição : 07/05/2012
Localização : Norte

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por ellipsis em Qua Nov 07 2012, 21:44

Desiludida escreveu:[mas se for uma visita turistica a um mosteiro ou até mesmo a uma igreja, como por exemplo o Vaticano, essa visita passa a ser encarada do ponto de vista cultural e não religioso!

Visita turistica? Ponto de vista Cultural?

Para uma TJ que acha errado ir a uma igreja, tanto faz que esteja a celebrar um cerimonia ou não é errado e ponto. Não existe turismo nem pontos de vista culturais,.




Vamos trabalhar juntos para manter neste fórum um ambiente limpo e amigável. Boas postagens!


Admn sugere:
     
Respeite as regras do fórum e seja um bom membro.
Antes de criar um novo tópico faça uma pesquisa rápida.Podes começar por AQUI
Se perdeu a senha do fórum, contate um administrador por MP.


ellipsis
Admin
Admin

Mensagens : 8065
Likes : 275
Data de inscrição : 20/09/2011
Idade : 42
Localização : Vila de Cucujães

Ver perfil do usuário http://escravodaverdade.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corpo Governante TJ - Pandilha de Mentirosos Compulsivos!

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 13:43


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum